〈Behemoth〉

Círculos mágicos emitindo luzes carmesins emergiram dos dois lados da ponte. De um lado da ponte, o círculo mágico tinha quase dez metros de diâmetro. Os círculos mágicos no lado das escadas do outro lado tinham apenas um metro de diâmetro, mas havia muitos deles.

De dentro dos numerosos pequenos círculos mágicos, uma horda de esqueletos com espadas apareceu. Suas órbitas vazias emitiam uma luz carmesim similar à do círculo mágico e esses olhos em forma de luz olharam por todos os cantos. O número deles já tinha chegado a uma centena e eles continuavam aumentando.

Contudo, comparado com a centena no exército de esqueletos, aquele do outro lado da ponte perecia pior. Hajime tinha este tipo de pensamento. O que saiu do enorme círculo mágico com dez metros de diâmetro era uma fera quadrúpede com dez metros de altura e ela vestia algo que parecia um elmo. Este tipo de Fera Mágica apareceu.

Se comparado com qualquer animal que Hajime conhecia, o mais parecido seria o Triceratops[1]. Contudo, ele tinha alguns fatores adicionais, como olhos que brilhavam com uma luz escarlate, garras afiadas, presas que pareciam como metal quando elas colidiam e o chifre flamejante que se estendia de seu elmo…

Quando o Comandante Meld murmurou Behemoth sozinho, esse Behemoth respirou profundamente e soltou um rugido ensurdecedor.

(Behemoth): “Guruaaaaaaaaaaaaaaaaa!!”

(Meld): “!?!?!?”

O rugido fez o Comandante Meld recuperar seu senso. Ele rapidamente começou a dar ordens para todos.

(Meld): “Alan! Leve os estudantes para as escadas e passe por aqueles Soldados Esqueletos! Kyle, Ivan, Gale! Eu preciso de vocês para fazer a maior barreira possível! Nós precisamos parar esse monstro aqui! Kouki, se apresse e vá para as escadas com os outros!”

(Kouki): “Espere um momento Meld-san! Nós vamos lutar também! Aquele monstro em forma de dinossauro não é o mais perigoso? Nós também vamos…”

(Meld): “Idiota! Se for mesmo um Behemoth, vocês não têm chance em seu estado atual! Esse monstro é uma Fera Mágica do 65º andar. Muito tempo atrás, até os aventureiros que eram conhecidos como os ‘mais fortes’ foram incapazes de derrotar este monstro! Apenas fujam! Eu não posso deixar vocês morrerem!”

Apesar de Kouki hesitar por um momento depois de ver a grave expressão do Comandante Meld, ele continuou onde estava dizendo “Eu não posso apenas abandonar vocês!”. Quando Kouki estava a ponto de dizer “Vamos pensar em uma forma em que todos possam escapar com segurança”, o Behemoth soltou um rugido e começou a avançar na direção deles.

Neste ritmo, os alunos que estavam recuando seriam esmagados. Mas a força militar mais poderosa do |Reino Haihiri| invocou uma barreira de múltiplas camadas para prevenir que isso acontecesse.

(Cavaleiros): “{Repila toda a malícia e inimizade, providência[2] absoluta do filho de Deus, aqui um santuário, o inimigo de Deus não passará, ‖Virtude Absoluta‖}”

O círculo mágico desta magia foi desenhado em um papel quadrado de dois metros com a mais alta qualidade e o encantamento foi feito com quatro frases. Além disso, três pessoas foram necessárias para invocar a magia. A barreira só poderia fornecer defesa absoluta por um minuto. A barreira puramente branca e semiesférica parou o ataque do Behemoth!

No momento em que o Behemoth colidiu com a barreira, uma onda de choque apavorante irrompeu dela. Tudo embaixo dos pés do Behemoth foi pulverizado e, apesar da ponte inteira ser feita de pedras, ela estava tremendo violentamente. Os alunos que estavam fugindo gritaram e caíram em sequência.

Os Soldados Esqueletos eram Feras Mágicas que apareciam no 38º andar. Eles eram claramente diferentes das Feras Mágicas que eles encontraram até agora. Na frente deles estava o exército de esqueletos que fariam o sangue de qualquer um gelar. Atrás deles havia uma aura pavorosa que os pressionava constantemente. Os estudantes estavam em um estado de pânico.

Ignorando a formação, eles imprudentemente correram em direção as escadas. Um membro dos ⌈Cavaleiros, Alan, tentou acalmar eles desesperadamente, mas ninguém o escutava devido ao terror iminente. Uma das alunas foi empurrada e caiu. Ela gemeu enquanto levantava sua cabeça apenas para ver um Soldado Esqueleto com sua espada levantada acima de sua cabeça.

(Aluna): “Ah!”

Ao mesmo tempo que ela gritou, a espada foi lançada contra a cabeça dela. Ela pensou que iria morrer nesse instante, mas o chão sob os pés do Soldado Esqueleto subitamente inchou. Perdendo seu equilíbrio, a trajetória da lâmina errou a garota e a espada se prendeu no chão. Em seguida, a agitação continuou como uma onda até o fim da ponte, fazendo com que muitos Soldados Esqueletos tropeçassem pelo caminho. Isto fez com que muitos deles caíssem no abismo.

Há dois metros da beirada da ponte, a silhueta de Hajime, que estava exalando com dificuldade, podia ser vista. Ele continuamente usou a ‖Transmutação‖ no solo. Ele usou a lógica de um escorregador para jogar as Feras Mágicas para fora da ponte. Sem perceber, sua proficiência em ‖Transmutação‖ ficou melhor pelo constante uso durante toda essa jornada. O alcance de sua técnica também tinha aumentado.

Enquanto mastigava a [Pílula de Recuperação de Magia], Hajime rapidamente se aproximou da estudante caída. Ele ajudou a garota com a mão que estava usando a luva de ‖Transmutação‖. Hajime falou com a ainda atordoada garota com um sorriso.

(Hajime): “Depressa, continue em frente. Está tudo bem, se você se acalmar, esses esqueletos não são nada demais. Porque, exceto por mim, todos são trapaças ambulantes!”

A estudante era incapaz de tirar seus olhos de Hajime que bateu em seu peito cheio de confiança. No momento seguinte, ela respondeu com um energético “Obrigada” e correu em frente.

Hajime arruinou o terreno dos Soldados Esqueletos que estavam ao redor e os imobilizou. Ele aproveitou o momento para verificar o campo de batalha. Todos estavam em estado de pânico. Eles brandiam suas armas de forma descuidada e até as magias estavam em desordem. Neste ritmo, era altamente provável que alguém morreria. Apesar do ⌈Cavaleiro Alan estar desesperadamente tentando os fazer recuperar o controle, a situação não estava indo bem. Durante este tempo, mais reforços dos Soldados Esqueletos apareceram dos novos círculos mágicos.

(Hajime): “O que faremos agora… nós precisamos de um líder poderoso… alguém com o poder de abrir o caminho… Amanogawa-kun!”

Hajime começou a correr em direção ao grupo de Kouki.

O Behemoth ainda estava repetidamente atacando a barreira. Uma forte onda de choque era produzida sempre que ele colidia com a barreira. A ponte de pedra chiava com a pressão. Já haviam rachaduras na barreira, era só questão de tempo até que ela cedesse. Comandante Meld também se juntou no reforço da barreira, mas era como jogar um copo de água em um incêndio.

(Meld): “Ah. Merda! Isso não vai aguentar por muito tempo! Kouki, depressa, recue! Vocês também!”

(Kouki): “Não! Eu não vou abandonar o Comandante Meld e os ⌈Cavaleiros! Nós todos devemos voltar vivos!”

(Meld): “Ku. Para ser tão egoísta em um momento destes…”

A expressão do Comandante Meld era a mesma de alguém que engoliu algo amargo. Em um espaço tão estreito, seria muito difícil desviar do ataque do Behemoth. Além disso, a melhor opção era fugir antes que a barreira fosse desativada. Mas tal oportunidade sutil só poderia ser entendida por pessoas experientes, era improvável que Kouki e seu grupo tivessem esse tipo de visão.

Enquanto explicava a situação o mais brevemente possível, Comandante Meld os incentivou a recuar. Mas Kouki não aceitou seu conselho para “abandonar” eles. Além disso, aos olhos de Kouki, ele deveria desafiar o Behemoth. Ele acreditava que se fosse ele, ele poderia ser capaz de superar o monstro.

Não tinha jeito, ele ainda era muito jovem. Ele estava se superestimando um pouco demais. Comandante Meld os elogiou bastante para manter a confiança deles alta, mas parece que isso produziu o resultado oposto ao desejado.

(Shizuku): “Kouki! Vamos recuar como o Comandante Meld disse!”

Shizuku, que entendia a situação, rapidamente aconselhou Kouki e segurou seu braço.

(Ryutaro): “] Suspira [… esta não é a primeira vez que Kouki fica irracional! Eu vou te ajudar!”

(Kouki): “Ryutaro… obrigado”

A afirmação de Ryutaro apenas aumentou o entusiasmo de Kouki. Shizuku estalou a língua depois de ouvir isso.

(Shizuku): “Vocês estão bêbados!? Tentem entender a situação! Seus grandes idiotas!”

(Kaori): “Shizuku-chan…”

Enquanto Shizuku ficava impaciente, Kaori ficou ainda mais ansiosa. Neste momento, um garoto pulou na frente de Kouki.

(Hajime): “Amanogawa-kun!”

(Kouki): “Huh? Nagumo!?”

(Kaori): “Nagumo-kun!?”

Enquanto todos estavam surpresos, Hajime estava dando o seu melhor para explicar a situação ao gesticular com suas mãos.

(Hajime): “Se apresse e recue! Os outros não vão conseguir sem você! Depressa!”

(Kouki): “O que você está dizendo tão de repente? O que você está fazendo neste lugar? Este não é um local que você deveria estar! Só deixe tudo conosco, Nagumo você…”

(Hajime): “Este não é o momento para você falar esse tipo de coisa!”

Era um fato que ele não poderia ser considerado parte da força de combate, assim, Kouki incitou Hajime a recuar, mas ele foi impedido por Hajime que nunca tinha demonstrado nenhum tipo de recriminação antes. A impressão que Kouki tinha de Hajime era a de uma pessoa honesta que sempre forçava um sorriso irônico para tudo que era dito para ele. Havia tanta discrepância que Kouki foi incapaz de se mover.

(Hajime): “Você não pode ver o que está acontecendo!? Todos estão em pânico! Só porque o líder deles sumiu!”

Hajime agarrou a camisa de Kouki com uma mão e apontei com sua outra mão. Na direção que ele apontou, seus colegas estavam cercados por Soldados Esqueletos e corriam por todos os lados. Parecia que eles nunca tinham sido treinados antes e lutavam ao acaso. Como eles eram tão ineficientes, eles estavam sendo superados pelos reforços. Como resultado, eles ainda eram incapazes de passar pelos monstros. Apesar de eles serem capazes de se manterem vivos graças a seus Status fora do comum, era só uma questão de tempo.

(Hajime): “Um poder que possa ajuda-los é necessário! Um poder que pode apagar o medo no coração de todos também é necessário! E o único que pode fazer isso é nosso líder, Amanogawa-kun! Não olhe apenas para o que está na sua frente, olhe para o que está acontecendo atrás de você também!”

Kouki estava chocado assim que viu seus colegas em uma situação tão caótica. Depois de balançar sua cabeça se repreendendo, ele concordou com Hajime.

(Kouki): “Ahh. Eu entendi, Eu vou para lá imediatamente! Comandante Meld! Eu sinto muito!?”

(Meld): “Vááááááá!”

“Desculpe, eu vou recuar primeiro”. No momento em que Kouki se virou e disse isto para o Comandante Meld, a barreira finalmente caiu com o uivo do comandante. A feroz onda de choque assaltou Hajime e os outros diretamente. Hajime rapidamente pulou para frente e transmutou uma parede, mas ela foi facilmente destruída. Contudo, ele foi capaz de enfraquecer a onda de choque. A poeira rodopiante foi soprada para longe com o rugido do Behemoth.

No chão, Comandante Meld e seus três ⌈Cavaleiros estavam gemendo. Seus corpos eram incapazes de se mover devido ao efeito da onda de choque. Atrás do comandante e dos ⌈Cavaleiros, Kouki e seu grupo também caíram no chão, mas eles se levantaram depressa. Parece que a parede de Hajime foi efetiva.

(Kouki): “Ku… Ryutaro, Shizuku, vocês podem me conseguir algum tempo?”

Assim que Kouki os perguntou isso, ele caminhou para os dois que ainda pareciam estar sentindo dores. Já que o Comandante Meld estava incapacitado, era responsabilidade deles fazer algo.

(Ryutaro): “Eu acho que não temos escolha!”

(Shizuku): “… eu vou tentar pensar em algo!”

Ambos subitamente atacaram o Behemoth.

(Kouki): “Kaori, comece a curar o Comandante Meld e seus homens!”

(Kaori): “En!”

Kaori se moveu de acordo com a instrução de Kouki. Hajime já estava ao lado do Comandante Meld. Com o objetivo de não ser pego pelos efeitos da batalha, ele rapidamente conjurou outra parede de pedra. Apesar de ela não parecer nada além de um pedaço de papel para o Behemoth, ainda era melhor do que nada. Kouki começou seu encantamento com o objetivo de usar uma poderosa habilidade.

(Kouki): “{Desejo divino! Faça perecer tudo que é maligno com sua luz! O sopro de Deus! Sopre para longe as nuvens nefastas e purifique este mundo! A misericórdia de Deus! Perdoe todos os meus pecados com este golpe! ‖Poder do Céu‖!}”

Uma aurora jorrou da [Espada Sagrada] depois do encantamento. A habilidade era parecida com o ‖Relâmpago Crescente‖, mas seu poder estava em um nível completamente diferente. A aurora percorreu a ponte enquanto atingia o Behemoth, sacudindo a ponte com seu poder. Depois do encantamento, Ryutaro e Shizuku já tinham se afastado. Contudo, os dois estavam extremamente exaustos. Eles sofreram uma considerável quantidade de dano em um espaço de tempo muito pequeno.

O bombardeio de luz atingiu o Behemoth diretamente. Luz pintou a área de branco. A intensa vibração fez rachaduras aparecerem na ponte.

(Hajime): “Com isto… haaaaa, haaaaa”

(Ryutaro): “Hmph! Como imaginei. Nós não podíamos ter feito isso antes?”

(Shizuku): “Hu… isso foi tudo…”

Ryutaro e Shizuku retornaram para o lado de Kouki. Ele respirava com dificuldade depois de usar uma enorme quantidade de |Poder Mágico. Essa habilidade de antes era o trunfo de Kouki. Seu |Poder Mágico restante foi quase todo usado. Atrás deles, Comandante Meld e os ⌈Cavaleiros caídos se levantaram depois de receberem a magia de Kaori.

Pouco tempo depois, quando a luz e a poeira desapareceram, em seu lugar… havia um Behemoth sem nenhum arranhão. A fera mandou um olhar ameaçador para Kouki e rosnou. Depois disso, ela levantou sua cabeça. Seu chifre começou a brilhar vermelho e emitiu um som estridente como o de garras arranhando vidro. Em seguida, o elmo da fera se acendeu como lava.

(Meld): “Não fiquem parados aí! Movam-se!”

A voz do Comandante Meld ajudou Kouki e seu grupo a recuperarem seus sentidos. O Behemoth logo começou a disparar para frente e então ele pulou na direção de Kouki. O elmo vermelho caiu como um meteoro.

Mesmo eles tendo pulado para o lado imediatamente, a onda de choque causada pelo impacto ainda os atirou para longe. Eles rolaram no chão com um som retumbante. Quando eles finalmente pararam, eles tinham ferimentos por todo o corpo. Comandante Meld, que finalmente recuperou seus movimentos, correu até eles. Os outros ⌈Cavaleiros ainda estavam recebendo o tratamento de Kaori. O chifre do Behemoth estava preso na ponte. Depois de se apoiar em suas pernas, ele o puxou para fora.

(Meld): “Todos vocês, de pé!”

Tudo que ele recebeu como resposta foram lamentos. Eles estavam provavelmente paralisados pela onda de choque que o comandante e os ⌈Cavaleiros receberam mais cedo. Parecia que eles tinham recebido um considerável dano em seus órgãos internos. Comandante Meld virou sua cabeça para chamar Kaori. O que apareceu diante de seus olhos foi a figura de Hajime.

(Meld): “Garoto! Carregue Kouki e recue com Kaori!”

O comandante deu essa instrução para Hajime. Kouki. Apenas leve Kouki com você. Essa instrução indicava que seria ótimo se apenas Kouki fosse capaz de fugir, era provavelmente este tipo de desejo. O Comandante Meld apertou seus dentes e preparou seu escudo. Ele planejava colocar sua vida em risco para segurar a fera.

Hajime olhou para o comandante que estava preparado para a morte certa e propôs um plano. Este devia ser o único modo de salvar todos desta situação. Contudo, era algo muito bobo, as chances de sucesso também eram muito pequenas. Isto colocaria Hajime na posição mais perigosa de todas. O Comandante Meld hesitou, mas o Behemoth já estava pronto para a batalha. Seu elmo começou a brilhar vermelho de novo. Eles não tinham tempo.

(Meld): “… você pode fazer isso?”

(Hajime): “Eu definitivamente posso”

Hajime olhou para o Comandante Meld com um olhar determinado. Vendo Hajime deste jeito, um sorriso apareceu no rosto do comandante.

(Meld): “Eu não esperava que iria confiar nossas vidas a você. Eu te peço que salve a todos. Portanto… vamos deixar o resto com você!”

(Hajime): “Sim!”

Comandante Meld caminhou até o Behemoth depois de dizer isso. Ele soltou um simples feitiço para provocar o monstro. Olhando para a forma que o Behemoth estava mirando em Kouki antes, parecia que ele tinha o hábito de mostrar suas presas para aqueles que ele iria atacar.

O Comandante Meld fixou seu olhar no Behemoth. Depois disso, o monstro apontou seu elmo vermelho para o Comandante Meld. Ele subitamente atacou depois de saltar. O comandante pretendia provocar a fera até o último instante. Ele permaneceu de pé confiante. Nesse momento, um pequeno encantamento pôde ser ouvido.

(Meld): “{Disperse, ‖Parede de Vento‖}”

Ele pulou para trás e usou o encantamento ao mesmo tempo. O acompanhando de perto, o Behemoth aterrissou na área onde o Comandante Meld estava anteriormente. A ‖Parede de Vento‖ foi capaz de refletir a onda de choques e os escombros do impacto. Já que o padrão de ataques do Behemoth era simples, ainda era possível desviar dele. Mas se ele fosse desviar enquanto protegia o grupo de Kouki, eles seriam completamente aniquilados.

Mais uma vez, o chifre do Behemoth ficou preso na ponte. Hajime rapidamente se jogou no combate. Os vestígios do calor queimaram sua pele, mas Hajime aguentou a dor e começou seu encantamento. Ele só precisa entoar o nome, era o mais simples e o único feitiço que ele possuía.

(Hajime):‖Transmutação‖!”

Os movimentos do Behemoth para puxar sua cabeça da ponte foram detidos. Mesmo se ele esmagasse a pedra ao seu redor, Hajime continuaria a transmutar novas pedras. Se apoiando em suas pernas, o Behemoth estava a ponto de forçar sua cabeça para fora, mas Hajime transmutou ao redor de seus pés dessa vez. Enquanto ele se debatia, a cabeça afundou outro metro dentro do chão graças a ‖Transmutação‖.

O poder do Behemoth era aterrorizante. Rachaduras apareceram no momento que ele se soltou por um breve segundo. Ele queria escapar, mas foi impedido pela ‖Transmutação‖ de Hajime todas as vezes. No fim, toda a cabeça do Behemoth estava enterrada dentro da ponte. Era uma imagem bem patética.

Enquanto isso, Kaori recuperou os ⌈Cavaleiros e reuniu todos juntos para tentar carregar o grupo de Kouki de volta. Do lado dos Soldados Esqueletos, parecia que alguns estudantes tinham recuperado a compostura e começaram a cooperar com os outros. A razão para essa recuperação foi a garota que Hajime salvou mais cedo. Foi uma contribuição discreta de Hajime.

(Kaori): “Esperem! Nagumo-kun ainda está lá!”

Encarando o Comandante Meld que os apressava para recuarem, Kaori protestou ferozmente.

(Meld): “Esta é a luta do garoto! Nós vamos abrir caminho pelos Soldados Esqueletos e vamos usar um bombardeio de magias depois de garantirmos uma zona segura! É claro que o garoto vai recuar nesse momento! Nós vamos deter o Behemoth com nossas magias até que o garoto volte, então iremos recuar para os andares superiores”

(Kaori): “Então eu vou ficar e ajudar!”

(Meld): “Isso está fora de questão! ‘Faça Kaori recuar e curar Kouki’, foi isso o que ele disse!”

(Kaori): “Mas…”

Kaori, que ainda queria dizer algo, parou depois de receber o sermão do Comandante Meld.

(Meld): “Não faça com que o esforço do garoto seja em vão!!!”

(Kaori): “!?!?!?”

Incluindo o Comandante Meld, aquele com o maior poder de fogo era, sem dúvidas, Kouki. Se ela não usasse sua magia para cura-lo, eles não teriam força o bastante para deter o Behemoth quando o momento chegasse. Era por isso que era necessário que ela curasse Kouki enquanto eles recuavam. No momento em que Hajime gastasse todo o seu |Poder Mágico e não pudesse mais usar ‖Transmutação‖, o Behemoth começaria a se mover.

(Kaori): “{Sopro do Céu, preencha até o topo, purifique e cure, ‖Bênção do Céu‖}”

Kaori estava chorando, mesmo assim, ela continuou o encantamento. Uma luz pálida engoliu Kouki. Esta era uma magia que curava ferimentos físicos e recuperava o |Poder Mágico ao mesmo tempo. O Comandante Meld colocou uma mão no ombro de Kaori e acenou com a cabeça. Kaori concordou em resposta, assim, ela se virou para olhar para Hajime que continuava a usar a ‖Transmutação‖ desesperadamente. Depois disso, Comandante Meld carregou Kouki em seus ombros e recuou. Shizuku e Ryutaro foram carregados pelos ⌈Cavaleiros.


O número de Soldados Esqueletos ainda estava aumentando, a quantidade já ultrapassava duzentos. O lado que levava para as escadas estava lotado com Soldados Esqueletos. Contudo, em certo sentido, isso poderia ser bom. Se houvesse espaço, os estudantes poderiam tentar atravessar e ficariam cercados. Para ser franco, quando havia apenas cem deles, os estudantes estavam em uma situação ainda mais perigosa.

Apesar disso, não houve casualidades, tudo graças aos ⌈Cavaleiros. Não era exagero dizer que eles estavam desesperadamente protegendo os estudantes com suas próprias vidas. Como resultado, eles estavam agora cobertos com cortes e hematomas.

O número de Feras Mágicas que continuava aumentando criou um enorme pânico. Os alunos até esqueceram de usar suas magias. Eles apenas balançavam suas lanças e espadas de forma imprudente. Sob este tipo de circunstâncias, se eles perdessem o apoio dos ⌈Cavaleiros, eles seriam derrotados em questão de minutos.

O desespero tomou conta dos estudantes que perceberam isso. A garota que Hajime salvou mais cedo apelou para eles, uma minoria dos estudantes lutava bravamente em um grupo, mas eles já estavam quase em seus limites. Eles tinham expressões que pareciam que eles estavam a ponto de chorar. Justo quando todos pensaram que já era tarde demais…

(Kouki):‖Relâmpago Crescente‖!”

Um golpe puramente branco atravessou o grupo de Cavaleiros Esqueletos e então explodiu. Os Cavaleiros Esqueletos que foram empurrados para os lados da ponte caíram no abismo. Depois do golpe, os monstros caíram como uma avalanche. Os estudantes viram o caminho que levava para os andares superiores. Essa era a sua única salvação, a única coisa que os levava a brandir suas espadas!

(Kuki): “Todo vocês! Não desistam! Eu vou abrir um caminho!”

Ele falou essas palavras enquanto seu ‖Relâmpago Crescente‖ dilacerava os inimigos. O carisma demostrado por Kouki aumentou a moral dos estudantes.

(Meld): “Vocês! O que vocês estiveram fazendo até agora? Se lembrem do treinamento! Se organizem em grupo de uma vez! Seus idiotas!”

A aparição do comandante em que todos confiavam e a habilidade que derrubou os inimigos, o inigualável ‖Relâmpago Crescente‖, assim como aquela voz confiável, quando tudo isso se juntou, a moral que estava caindo foi recuperada imediatamente. Os corpos deles não se sentiam mais entorpecidos e suas mentes estavam limpas. Mas na realidade, isso foi efeito da magia de Kaori, o ‖Acalmar Mente‖. Até certo ponto, quando a magia relaxante foi combinada com a performance de Kouki, foi super efetivo!

Todos com alta aptidão para magia de cura começaram a tratar os feridos. Aqueles com alta aptidão para magia começaram seus encantamentos para usar magias poderosas na retaguarda. Aqueles com alto poder defensivo atuaram como vanguarda. Ao invés de atacar, eles estavam mais focados em defender.

Os ⌈Cavaleiros que se recuperaram também se juntaram a luta. Então, o sinal para o contra-ataque deles foi dado. Eles lançaram suas magias de trapaça e usaram suas artes marciais contra os inimigos como se fossem uma onda. Os inimigos foram eliminados em uma velocidade impressionante, eles finalmente superaram o enorme número de Feras Mágicas que surgiam.

Logo, o caminho para as escadas estava aberto.

(Kouki): “Todos, avancem! Nós devemos assegurar um espaço aberto na frente das escadas!”

Kouki começou a correr assim que ele gritou. Os totalmente recuperados Ryutaro e Shizuku o acompanharam de perto. Eles atravessaram o cerco de Soldados Esqueletos como uma faca quente cortando manteiga. Finalmente, eles quebraram o cerco. Atrás deles, os Soldados Esqueletos queriam fechar o caminho para as escadas de novo, mas eles foram destruídos pela magia de Kouki.

Os colegas revelaram expressões espantadas. Era natural. As escadas estavam diante de seus olhos, era esperado que eles quisessem chegar a zona segura o quanto antes.

(Kaori): “Todos, esperem! Nós devemos ajudar Nagumo-kun! Ele está segurando aquele monstro sozinho por todo este tempo!”

Ouvindo as palavras de Kaori, os colegas mostraram expressões de dúvida. Eles pensaram que seria impossível. Afinal, Hajime foi rotulado como um “incompetente”. Contudo, quando os alunos perplexos olharam para a ponte, Hajime estava mesmo lá.

(Aluno A): “O que… o que está acontecendo lá?”

(Aluno B): “Aquele demônio… está com seu corpo enterrado?”

Encarando os estudantes que estavam cheios de dúvidas, o Comandante Meld passou suas ordens.

(Meld): “Isso mesmo! Aquele garoto segurou o monstro sozinho para nos deixar recuar! Vanguarda! Vocês vão lidar com os Soldados Esqueletos! Retaguarda! Preparem suas magias de longo alcance! O |Poder Mágico do garoto vai acabar a qualquer momento, ataquem simultaneamente quando ele começar a correr! Nós temos que deter o Behemoth!”

Os estudantes se prepararam quando a voz ressoou, mas não eram poucas as pessoas que ficavam olhando na direção das escadas relutantemente. Você não poderia culpa-los, eles acabaram de passar por uma experiência de quase morte. Até mesmo um segundo seria o bastante. Eles queriam chegar na segurança o quanto antes possível, isso era natural.

Contudo, quando o Comandante Meld gritou para eles se apressarem, eles não hesitaram mais e voltaram para o campo de batalha. Entre eles estava Hiyama Daisuke. Já que toda essa situação foi causada por ele, Hiyama estava realmente assustado, ele queria deixar este lugar o mais rápido que pudesse.

Entretanto, a cena daquele dia repentinamente apareceu em sua mente. Foi no dia antes de eles entrarem no |Calabouço|, o evento que ocorreu quando eles estavam em |Holward|. Ele estava se remexendo incansavelmente em sua cama por culpa da ansiedade, então Hiyama saiu para respirar um pouco de ar fresco depois de ir ao banheiro. Depois que ele se acalmou com a refrescante brisa, ele estava voltando para o seu quarto. Contudo, ele viu Kaori em seu négligé pelo caminho. Esta foi a primeira vez que ele viu Kaori neste estado, então ele instintivamente se escondeu e prendeu seu fôlego. Kaori passou sem perceber ele.

Hiyama se interessou e seguiu ela, até que ela parou na frente de uma certa porta e bateu nela. Aquele que apareceu do outro lado da porta foi… Hajime. Hiyama apagou por um momento. Ele gostava de Kaori, mas ele pensou que não era bom o bastante para ela. Quando ele se comparava com Kouki, ele sentia que estava muito longe do nível dele, então ele desistiu.

Contudo, Hajime era outra história. Ele era inferior, ao menos na cabeça de Hiyama. Assim, era ridículo sempre ver Hajime na presença de Kaori. “Se é assim, eu não sou bom o bastante?”, Hiyama estava se perguntando se estava enlouquecendo enquanto pensava desta forma. Mas Hiyama realmente pensava nisso. O ressentimento que ele tinha contra Hajime continuou a se acumular e já chegava ao ponto do ódio. Ele provavelmente queria conquistar Kaori usando o [Cristal Grantz], foi por isso que ele ficou impaciente.

Hiyama se lembrou de tudo isso e olhou para Hajime que estava segurando o Behemoth sozinho. Ao mesmo tempo, a figura de Kaori rezando por ele entrou em seu campo de visão… um sorriso sombrio gradualmente surgiu em seu rosto.


Nesse momento, Hajime sentiu que seu |Poder Mágico acabou e ele ficou sem pílulas de recuperação. Ele rapidamente deu uma olhada para trás e notou que todos já tinham recuado. Eles já estavam em formação e preparavam seus encantamentos. O Behemoth ainda estava se debatendo, se ele parasse de transmutar agora, o monstro provavelmente ficaria preso só por mais alguns segundos.

Durante este tempo, ele já tinha conseguido colocar alguma distância entre o Behemoth. Uma gota de suor de sua testa entrou em seu olho. Ele estava extremamente nervoso. As esmagadoras batidas do seu coração não paravam. Hajime estava tentando encontrar a oportunidade perfeita para recuar.

Ao mesmo tempo em que dúzias de rachaduras apareceram, Hajime usou sua última ‖Transmutação‖ para deter o Behemoth. Depois disso, Hajime disparou.

Cinco segundos depois que Hajime começou a correr, o chão se abriu. O Behemoth destruiu parte da ponte e rugiu assim que se levantou. Aquele olhar furioso em seus olhos não podia ser mal interpretado. A fera começou a procurar pelo inimigo que o humilhou… e Hajime entrou em sua visão. Mais uma vez, o Behemoth rugiu, ainda mais alto do que antes. Com o objetivo de alcançar Hajime, ele começou a acumular poder em suas quatro pernas.

Entretanto, no momento seguinte, todos os tipos de ataques mágicos o atingiram em sucessão. Era como estrelas cadentes no céu noturno. Magias multicoloridas bombardearam o Behemoth. Apesar de elas serem incapazes de causar qualquer dano, elas foram capazes de impedir o avanço do monstro.

“Eu posso fazer isso!”… Hajime estava convencido. Ele abaixou sua cabeça e correu enquanto tomava cuidado para não cair. Falando honestamente, a situação não parecia boa com todas essas magias letais passando por cima de sua cabeça. Contudo, ele acreditava que as trapaças que eram seus colegas não cometeriam algum tipo de erro de iniciante. Ele continuou a correr. Ele devia ter colocado 30 metros de distância entre o Behemoth. Hajime instintivamente ficou com uma expressão aliviada em seu rosto. Porém, neste momento, seu rosto congelou.

No meio dos ataques sem fim de magias, uma bola de fogo mudou um pouco sua direção… era um tiro apontado para a direção de Hajime. Isto claramente foi mirado nele.

[Hajime]: (“Por quê!?”)

Dúvida, perplexidade e espanto, tudo isso passou por seu cérebro. Hajime estava atordoado. Mesmo que ele tenha deslizado na ponte imediatamente, a bola de fogo ainda atingiu o local na frente dele. Ele foi atirado para fora do caminho com a onda de choque. Apesar de evitar um golpe direto e não sofrer nenhum ferimento interno, seu canal semicircular[3] foi danificado. Seu senso de equilíbrio ficou fora de controle.

Ele se levantou e deu alguns passos instáveis, porém… era impossível para o Behemoth ser detido pelas magias para sempre. Depois que Hajime se levantou… o rugido reverberou atrás dele… Hajime não podia fazer nada além de virar sua cabeça e olhar. Pela terceira vez, o chifre do monstro brilhou vermelho. O Behemoth fixou seu olhar em Hajime. Depois disso, ele ergueu sua cabeça em forma de escudo e disparou em direção a Hajime.

A cabeça instável, a visão nebulosa e um ameaçador Behemoth. Seus colegas a distância tinham expressões angustiadas. Eles gritaram tristes e rugiram com raiva.

Hajime reuniu sua última reserva de força para pular para longe. Em seguida, a furiosa onda de ataques atingiu a ponte. O ataque do Behemoth fez a ponte inteira vibrar. Com este ponto como epicentro, rachaduras assustadoras começaram a surgir. A ponte fez um som de algo se quebrando.

E finalmente… a ponte se partiu.

Depois de resistir a tantos ataques poderosos, a ponte finalmente chegou a seu limite.

(Behemoth): “Guaaa!?”

O Behemoth soltou um grito e desesperadamente usou suas garras para tentar se agarrar a ponte de pedra que se inclinava. Contudo, o lugar que ele estava se agarrando também se partiu. No fim, o Behemoth caiu no abismo sem fundo. Seu grito agoniado ainda podia ser ouvido.

Hajime rastejou pelo chão e queria escapar de alguma forma, mas todos os lugares que ele podia alcançar caíam um atrás do outro.

[Hajime]: (“Ah. Isto é ruim…”)

Enquanto pensava assim, ele virou seus olhos para seus colegas do lado oposto da ponte. Hajime viu essa cena… Kaori estava sendo segurada por Kouki e Shizuku. Quanto aos outros estudantes, alguns tinhas rostos pálidos, enquanto outros estavam cobrindo seus olhos ou bocas. Meld e seus ⌈Cavaleiros também tinham expressões aflitas.

E assim, o local onde Hajime estava se segurando finalmente desmoronou. Hajime caiu no abismo enquanto olhava para cima. Ele esticou suas mãos para a luz que gradualmente se apagava…


[1] O triceratops (do latim “cabeça com três chifres”) foi um tipo de dinossauro herbívoro e quadrúpede que viveu no fim do período Cretáceo, principalmente na região que é hoje a América do Norte. É um dos últimos gêneros conhecidos de dinossauros não-aviários, e extinguiu-se no evento de extinção há 66 milhões de anos.

[2] Divina Providência, ou simplesmente Providência, é um termo teológico que se refere ao poder supremo, superintendência, ou agência de Deus sobre eventos nas vidas das pessoas por toda a história.

[3] Os canais semicirculares são três tubos ósseos interconectados e cheios de líquido que fazem parte do aparelho vestibular da orelha. No entanto, a sua função não está relacionada com a audição, mas com o equilíbrio do corpo.