O nascimento de uma arma

Na escuridão, as pedras de luz verde fracamente iluminavam os arredores.

A luz refletia uma pequena sombra. Era a sombra de uma fera, agachada e desesperadamente mastigando algo.

(Hajime): “Ewwwww. Blegh. Isto é muito nojento!”

Hajime praguejou enquanto comia a carne do Lobo de Duas Caudas. Rasgando a carne que consistia quase toda de músculos com os seus dentes, ele desesperadamente a engoliu enquanto sangue escorria. Fazia aproximadamente duas semanas desde sua última refeição. Subitamente recebendo carne, seu estômago protestou violentamente, o assaltando com uma dor arrebatadora. Contudo, Hajime só considerou isso como algo normal e continuou a engolir a carne.

Sua aparência era a mesma de um completo selvagem e qualquer humano moderno consideraria seu atual estado extremamente repugnante. Apesar do cheiro repulsivo e do gosto terrível que trazia lágrimas a seus olhos, ele estava embriagado pela sensação de satisfazer sua fome. Enquanto continuava a comer com êxtase, Hajime nunca pensou que esse simples ato o traria tanta felicidade.

Tratando a [Água Sagrada] como uma simples bebida para empurrar toda a carne por sua goela (se os seguidores da Igreja dos Santos soubessem disso, eles certamente iriam desmaiar por tal extravagância), seu estômago começou a se encher e seu corpo experimentou mudanças anormais.

(Hajime): “Ah!?!?!? Guaaaaaaaa!!!”

Seu corpo inteiro foi tomado por uma súbita e severa dor. Era uma sensação extremamente desagradável como se ele estivesse sendo corroído por dentro. A dor apenas se intensificou conforme o tempo passava.

(Hajime): “Guaaaaaa! Quê!? O que é isto… Guuuuuuu!”

Dores insuportáveis se espalhavam por seu corpo. Hajime se debateu no chão. Era uma dor tão severa que superava até sua dor fantasma.

Recuperando um frasco em forma de tubo de ensaio feito de pedra de seu bolso com uma mão trêmula, ele mastigou a ponta do frasco e bebeu seu conteúdo. Os efeitos da [Água Sagrada] se ativaram e diminuíram a dor, mas não levou muito tempo antes da intensa dor atacar de novo.

(Hajime): “Ahhhh!! Por que isto… não funciona!? Ahhhhhhh!”

O corpo de Hajime começou a convulsionar em sincronia com a dor. ] Ba-thump [, ] Ba-thump [, seu corpo inteiro estava pulsando. Os sons de estalo eram totalmente audíveis. Mas no instante seguinte, a [Água Sagrada] em seu corpo começava a agir e curava a anormalidade. Depois de se recuperar, a intensa dor atacava de novo, mas ela era curada mais uma vez. Os efeitos da [Água Sagrada] eram incríveis, mas seu enorme poder de cura parecia ser inútil.

Graças aos efeitos da [Água Sagrada], desmaiar seria impossível. O inacreditável poder de cura tinha essa desvantagem.

Hajime se retorceu pelo chão enquanto gritava, batendo sua cabeça contra a parede várias vezes. Sem fim à vista, ele continuou experimentando o sabor do inferno. Pensando que ele preferia ser morto, ele não teve outra escolha além de resistir porque, obviamente, não havia ninguém ao redor que pudesse cumprir seu desejo.

Mudanças começaram a aparecer no corpo de Hajime. Primeiro, seu cabelo perdeu sua cor. Poderia ser por causa da dor que excedia seus limites, ou por alguma outra razão, mas seu característico cabelo preto japonês rapidamente se tornou branco. Em seguida, seus músculos e ossos ficaram mais grossos, com várias linhas vermelha-escuras aparecendo em seu corpo.

Existe um fenômeno chamado supercompensação. Este é um fenômeno em que os músculos rompidos devido a treinamento ou outras atividades, quando recuperados, vão experimentar uma ligeira hipertrofia[1]. Da mesma forma que ossos quebrados, a força deles cresce após a recuperação. Atualmente, o que estava acontecendo com o corpo de Hajime era exatamente esse fenômeno estranho.

A carne das Feras Mágicas é um veneno mortal para os humanos. Elas possuem um órgão especial dentro de seus corpos chamado [Pedra Mágica], que produzia |Poder Mágico que circulava diretamente por seus corpos, permitindo que as Feras Mágicas exibissem suas impressionantes habilidades físicas. A carne e os ossos das Feras Mágicas, banhados no |Poder Mágico circulando dentro de seus corpos, se tornavam mais fortes e resistentes.

Tal “Magia de Alteração” não requeria encantamentos ou círculos mágicos e eram consideradas magias inerentes com detalhes pouco claros. De toda forma, esta magia de alteração é letal para os humanos como se corroesse o corpo humano de dentro, destruindo as células. No passado, qualquer um e todos que comeram carne de Feras Mágicas, sem exceções, tinham seus corpos destruídos e morriam. Como se podia esperar, Hajime já sabia disto, mas ele estava tão preocupado com sua fome que ele subestimou esse fato.

Se tudo que Hajime tivesse comido fosse a carne da Fera Mágica, seu corpo provavelmente teria sido destruído e ele já estaria morto, mas ele tinha um remédio secreto que prevenia isto. A [Água Sagrada]. As partes destruídas eram instantaneamente recuperadas, como resultado, seu corpo era fortalecido em um ritmo inacreditável.

Destruir, recuperar, destruir, recuperar. O corpo dele pulsava enquanto mudava, como se ele estivesse sendo reencarnado. Era uma metamorfose em que ele descartou seu frágil corpo humano e renasceu. Completando o ritual, Hajime chorou como um recém-nascido.

A pulsação finalmente cessou enquanto Hajime caía no chão, completamente exausto. Seu cabelo estava completamente branco e, agora, debaixo de suas roupas, várias linhas vermelha-escuras podiam ser vistas através de seu corpo. Parecia exatamente como as do Coelho Chutador, o Lobo de Duas Caudas e o Urso de Garra Curvada.

A mão direita de Hajime se contraiu, abrindo um pouco seus olhos que estavam fechados com força, seu foco vacilante foi para a sua mão direita. Fechando seu punho, sons de raspagem foram produzidos por seus dedos arranhando o chão. Ele ainda estava vivo. Ele abriu e fechou seu punho várias vezes para garantir que ele tinha o controle dos movimentos de sua mão antes de lentamente se levantar.

(Hajime): “… isso me lembra que você não deve comer Feras Mágicas… eu sou um idiota… oh. Bem, mesmo assim, eu já comi…”

Com uma expressão cansada, Hajime deu uma risada se depreciando. Sua fome foi apaziguada e até a dor fantasma foi eliminada pela intensa dor. Fazia muito tempo desde que ele não sentia nenhuma dor. Ou melhor, seu corpo estava estranhamente leve e ele sentia que todo seu corpo estava repleto de poder.

(Hajime): “O que aconteceu com meu corpo? Que sensação estranha…”

A mudança não estava limitada a sua aparência física. Hajime tinha uma sensação desconfortável em seu interior. Tanto quente quanto frio, isso não seria o bastante para descrever essa estranha sensação. Concentrando-se em seu braço, finas linhas vermelhas surgiram.

(Hajime): “Uwah. Noj-nojento. É totalmente a aparência de uma Fera Mágica… que piada. Oh. É verdade, minha [Placa de Status]…”

Tendo se esquecido completamente da existência da [Placa de Status], Hajime a procurou em seus bolsos. Parece que de alguma forma, ele não acabou perdendo ela. Hajime verificou seu Status atual, pensando que talvez ele pudesse aprender algo a respeito da anormalidade de seu corpo.

 

Nome:Nagumo Hajime17 anos de idadeHomem
Classe:SinergistaLevel:8 (6↑)
Força:100 (88↑)Vitalidade:300 (288↑)
Resistência:100 (88↑)Agilidade:200 (188↑)
Poder Mágico:300 (288↑)Resistência Mágica:300 (288↑)
Habilidades
‖Transmutação[2] ‖Manipulação de Magia ‖Estômago de Ferro ‖Capa do Relâmpago ‖Compreensão da Linguagem

(Hajime): “… por que isso está assim?”

Hajime estava tão chocado que ele instintivamente falou no dialeto de Kansai. Em cima da placa, todos os seus Status apareceram, com três novas habilidades. Ainda assim, ele estava apenas no Level 8. Se os Levels são considerados o crescimento de uma pessoa, parece que o limite do crescimento de Hajime tinha aumentado muito.

(Hajime):‖Manipulação de Magia?”

Julgando seu significado literal, ela provavelmente permitiria que alguém controlasse a magia. “Tem alguma chance da sensação estranha que eu senti ser o |Poder Mágico?”. Especulando sobre isso, exatamente como antes, Hajime se concentrou e tentou usar a ‖Manipulação de Magia. Assim que Hajime começou a se concentrar, as finas linhas vermelhas apareceram de novo.

Imaginando uma cena onde todos os seus sentimentos estavam reunidos na sua mão direita, ele mais uma vez experimentou a estranha sensação. A magia começou a se mover, lentamente e estranhamente.

(Hajime): “Whoa. Whoa. Ohhhh?”

Enquanto fazia seu experimento, Hajime inconscientemente exclamou devido a sensação indescritível. O |Poder Mágico que foi reunido em sua mão direita começou a entrar no círculo mágico de ‖Transmutação‖ gravado em sua luva. Enquanto ainda estava surpreso, Hajime tentou usar a ‖Transmutação‖, fazendo o chão subir na mesma hora.

(Hajime): “Isso é sério? Não preciso do encantamento? A princípio, deveria ser impossível manipular magia diretamente, com exceção das Feras Mágicas… comer a carne das Feras Mágicas me deu habilidades especiais?”

No alvo. Hajime tinha de fato adquirido a habilidade única da Fera Mágica. Em seguida, ele tentou usar a ‖Capa do Relâmpago‖ também.

(Hajime): “Bom… como eu deveria fazer isto? ‖Capa do Relâmpago‖ envolve eletricidade, certo? Das caudas dos Lobos de Duas Caudas…”

Não houve nenhuma mudança, não importava o quanto ele tentava. Diferente do |Poder Mágico que ele podia sentir, sem nenhuma pista, ele não fazia ideia de como usar essa habilidade. “Uuu!”. Com um lamento, ele se lembrou da importância de ter uma imagem mental clara quando ele queria usar a ‖Transmutação‖. Como não haviam muitas fórmulas escritas no círculo mágico, ele precisava transmitir de forma ainda mais precisa a imagem mental para o objeto que seria transmutado.

Hajime imaginou a crepitação da eletricidade estática. Assim, faíscas de eletricidade vermelha saíram da ponta de seus dedos.

(Hajime): “Ooooo. Deu certo… entendi. Imaginação é importante para a magia única das Feras Mágicas

Depois disso, eletricidade foi repetidamente descarregada. Contudo, ele não foi capaz de usar ataques como o Lobo de duas Caudas. Provavelmente, como o nome sugeria, a ‖Capa do Relâmpago‖ só poderia ser usada ao redor do corpo e não poderia ser transmitida para longe. Para ajustar a corrente e a voltagem seria preciso muita prática.

Por último, o ‖Estômago de Ferro‖ poderia ser entendido literalmente. Comer a carne de Feras Mágicas causaria uma severa dor que faria qualquer um implorar por perdão. Contudo, não era como se o |Calabouço| tivesse outros tipos de comida. Entre a fome e a dor, você precisaria escolher. Desafiado por tais escolhas extremas, Hajime esperava que talvez esta nova habilidade pudesse ajuda-lo com esse problema.

Depois de limpar a carne do Lobo de duas Caudas, a ‖Capa do Relâmpago‖ foi usada para cozinha-la. Como esperado, depois de saciar sua fome, não havia mais necessidade para ele comer carne crua. Enquanto suportava o intenso mau cheiro, a carne foi cozinhada.

Então, ele se decidiu e comeu. Dez segundos… um minuto… dez minutos… nada aconteceu. Hajime cozinhou e continuou a comer a carne, porém, a severa dor não o atacou. Hajime não sabia se era devido aos efeitos do ‖Estômago de Ferro‖ ou se era devido a sua própria resistência. De qualquer forma, ele estava maravilhado. O sabor do inferno que o assolava a cada mordida finalmente tinha desaparecido.

Depois de comer até ficar satisfeito, Hajime se preparou para voltar para sua base temporária. Para aumentar suas chances de vitória contra o Urso de Garra Curvada, ele precisaria se esforçar para polir seus novos poderes por um tempo.

Cortar a carne do resto dos Lobos de duas Caudas foi muito mais fácil em comparação a primeira vez que ele fez isso. Guardando a carne em recipientes feitos de pedra, Hajime cautelosamente voltou para a localização do [Cristal Divino].


Passaram-se alguns dias desde que Hajime voltou para sua base e começou seu treinamento com a ‖Transmutação‖ e as outras habilidades. Todas as suas habilidades melhoraram bastante. Entre elas, houve uma mudança com a ‖Transmutação‖, ela ganhou uma habilidade derivada. Era a ‖Avaliação de Mineral‖. Na |Capital Real|, mesmo entre os Sinergistas do |Reino|, apenas alguns de mais alto nível possuíam esta habilidade.

Tipicamente, magias de avaliação precisavam de ainda mais fórmulas mágicas quando comparadas com magias ofensivas. Inevitavelmente, elas só podiam ser usadas em certos locais restritos com círculos mágicos enormes. Contudo, para uma pessoa que possuía esta habilidade, contanto que ela tocasse o mineral, ela poderia analisar qualquer mineral com um simples encantamento e um círculo mágico. Não era uma habilidade que requeria talento, mas sim uma habilidade derivada única que poderia ser obtida ao dominar o uso da ‖Transmutação‖ depois de vários anos.

Hajime imediatamente examinou os minerais ao redor. Por exemplo, usando a ‖Avaliação de Mineral‖ na pedra de luz verde, palavras aparecerem em sua [Placa de Status].

 

Pedra de Luz Verde
Um cristal com propriedades capazes de absorver magia. Depois de acumular |Poder Mágico, uma fraca luz verde será liberada. Se ela for quebrada em seu estado abastecido, toda a luz acumulada será liberada instantaneamente.

Era uma explicação extremamente simples, mas ele estava muito agradecido pela informação. Hajime começou a gargalhar enquanto ele pensava intrigado. Depois de pensar um pouco, procurando por um mineral útil, Hajime finalmente descobriu um mineral indispensável para a criação de armas. A arma que não seria apenas sua parceira, mas também seu trunfo.

 

Pedra de Combustão
Um minério inflamável. Depois da ignição, ela vai continuar a queimar se usando como combustível. Ela gradualmente ficará menor enquanto continua a queimar antes de eventualmente se desfazer. Se uma enorme quantidade de [Pedras de Combustão] forem acesas de uma vez em um espaço selado, há a possibilidade de uma explosão parecida com uma magia do mais alto nível do atributo do fogo.

No momento em que Hajime viu a explicação, ele sentiu uma descarga elétrica correndo por sua mente. A [Pedra de Combustão] não teria o mesmo papel daquilo que é chamado de pólvora na Terra? Se for assim, então ele acabou de descobrir como maximizar seu poder de ataque sem usar a ‖Transmutação‖! Hajime estava animado. Isso provavelmente exigiria muito esforço e muitas tentativas para produzir algo útil. Além disso, ser capaz de usar a ‖Transmutação‖ que salvou a vida dele em incontáveis ocasiões para finalmente obter uma forma de atacar, o deixou extremamente feliz.

Assim, ele se devotou com seriedade todo o seu tempo com nada além da ‖Transmutação‖, esquecendo até de comer e dormir. Como resultado de milhares de falhas, Hajime finalmente teve sucesso em criar algo.

Voando através da distância mais curta em uma velocidade que ultrapassava a do som, uma arma moderna que usava seu poder impressionante para esmagar seus alvos apareceu.

Se estendendo por aproximadamente 35 centímetros, feita ao se usar o minério mais resistente da área, o [Metal Tauru], com um cartucho giratório para seis balas. Ela tinha um barril. As balas também eram feitas com o [Metal Tauru] com [Pedras de Combustão] pulverizadas em seu interior. Em outras palavras, era uma enorme arma em forma de revólver. Além disso, as balas não tinham apenas o poder explosivo da [Pedra de Combustão], a arma também tinha uma aceleração eletromagnética graças a magia única de Hajime, a ‖Capa do Relâmpago‖, o que a tornava praticamente um mini canhão elétrico[3]. Seu poder máximo era dez vezes maior do que o de um fuzil. Seu nome era [Donner][4]. Por alguma razão, Hajime achou que ele precisava dar um nome a sua parceira.

(Hajime): “… se for desta forma, até mesmo aquele monstro… até mesmo escapar… é possível!”

Ao lado de [Donner], olhando para a variedade de armas feitas de acordo com o armamento moderno diante de seus olhos, Hajime riu um pouco.

Normalmente, para uma classe comum como Sinergista com sua ‖Transmutação‖, você não seria capaz de fazer nada além de espadas e armaduras, mas esse era o momento do nascimento de uma arma de fogo em um mundo de espadas e magias.


Metal Tauru
Metal negro e resistente.

Dureza: 8 (em uma escala onde 10 é a maior nota).

Resistente contra impactos e calor. Fraco contra o frio. Ele se tornará frágil quando resfriado. Aquece-lo irá fazer com que ele se endureça de novo.


[1] Hipertrofia é o desenvolvimento ou crescimento excessivo de um órgão ou de parte dele devido a um aumento do tamanho de suas células.

[2] Para a alquimia, transmutação é a conversão de um elemento químico em outro. Este conceito é também aplicado com características próprias na genética e na física nuclear. Desde os primórdios da alquimia, acreditava-se que era possível a transmutação de metais de baixo valor (como o chumbo, antimônio e bismuto), em metais nobres como a prata e principalmente o ouro.

[3] Canhão eletromagnético ou railgun, é uma arma cujo sistema de funcionamento utiliza a eletricidade para acelerar um projétil ao longo de um par de trilhos metálicos.

[4] Donner significa “trovão” em alemão.