|Grande Cânion Raisen| e a Coelha miserável

A visão deles foi preenchida pela luz do círculo mágico, o ar definitivamente era diferente mesmo que nada pudesse ser visto. Era claramente diferente do ar nas profundezas do inferno. Sentindo o ar fresco vindo de algum lugar, o rosto de Hajime relaxou.

A visão que apareceu diante de seus olhos depois que a luz desapareceu foi…

Uma caverna.

(Hajime): “Como é?”

Sem pensar muito nisso, Hajime, que acreditava que do outro lado do círculo mágico estava a superfície, involuntariamente mostrou sua decepção com o cenário que não era melhor do que o anterior. Honestamente, ele estava extremamente desapontado.

Encarando Yue, que estava puxando a camisa dele com uma cara confusa, ela disse sua opinião de uma forma confortadora.

(Yue): “… uma passagem secreta… ficar escondida é o normal”

(Hajime): “A, ah. Então é isso? Certamente é isso. Não teria jeito de o caminho para o esconderijo dos rebeldes estar totalmente visível”

Por não realizar algo tão simples, Hajime se sentiu consideravelmente constrangido. Ele se recompôs enquanto coçava sua cabeça. Sem a ajuda da [Pedra de Luz Verde], Hajime e Yue avançaram através da caverna completamente escura sem nenhum problema.

Pelo caminho, mesmo que houvesse muitas portas com selos e armadilhas, o anel de Orcus iria reagir cancelando a ativação completamente. Os dois estavam atentos no início, mas logo perderam interesse por nada ter acontecido até então e continuaram a avançar, até que eles finalmente encontraram a luz. Era a luz da superfície. A luz que Hajime, pelos últimos meses, e Yue, pelos últimos 300 anos, ansiavam tanto.

Hajime e Yue pararam quando eles viram isso. Olhando um para o outro e rindo, os dois simultaneamente começaram a correr em direção a luz que eles tanto buscaram.

Enquanto eles se aproximavam da luz que gradualmente ficava mais forte, eles podiam sentir e respirar o ar da superfície. Era diferente do ar estagnado do abismo. O ar era gelado e fresco. Hajime nunca tinha percebido o quão delicioso o ar era.

Assim, Hajime e Yue pularam em direção a luz… e chegaram a tão aguardada superfície.

Para os humanos que viviam acima do solo, este lugar era um inferno, um campo de execução. Abaixo do penhasco, magia dificilmente podia ser usada, mesmo assim, muitos monstros poderosos e brutais viviam nesse local. Com uma média de um a dois quilômetros de profundidade e 900 metros de largura, se estendendo por oito quilômetros a partir do |Grande Deserto Guruyuen| no Oeste e com o |Mar de Árvores Hartzena| no Leste, a grande cicatriz de dividia o continente em Norte e Sul e era chamada de…

(Hajime):|Grande Cânion Raisen|

Hajime e Yue estavam atualmente fora da caverna no fundo do |Grande Cânion Raisen|. Apesar de eles estarem no sopé de um despenhadeiro, o Sol acima deles os banhava com uma luz brilhante e quente. O aroma da superfície se misturando com o vento fazia cócegas em seus narizes.

Comparado com qualquer tipo de local que esse poderia ser, este lugar era certamente a superfície. Atordoados enquanto olhavam para o Sol acima de suas cabeças, as expressões de Hajime e Yue se transformaram em sorrisos aos poucos. Até Yue, que normalmente não tinha expressões, poderia ser vista com um grande sorriso por qualquer um que a observasse.

(Hajime): “… estamos de volta, não estamos?”

(Yue): “… nn”

Os dois finalmente foram atingidos por uma sensação imensa de alegria pela realidade, olharam para longe do Sol, se encararam e com todas as suas forças, começaram a se abraçar.

(Hajime): “Yeaaaahhhh!! Estamos de volta, maldiçããão!”

(Yue): “Hnnnnn!!”

Enquanto abraçava Yue que tinha uma estatura menor, Hajime girou ao redor. Nesse pequeno intervalo, uma risada imprópria poderia ser escutada no lugar que as pessoas chamavam de inferno. Pelo caminho, até mesmo tropeçar no terreno irregular parecia excessivamente engraçado, os dois estavam rindo e gargalhando.

Finalmente, depois que as risadas dos dois pararam, eles estavam completamente… cercados por monstros.

(Hajime): “Haaaaa. Esses caras são mesmo estúpidos, não são? Se eu me lembro bem, não podemos usar magia aqui, correto?”

Hajime inclinou sua cabeça enquanto puxava [Donner] e [Schlag]. Hajime, que se esforçou bastante enquanto estudava, sabia que se este lugar fosse mesmo o |Grande Cânion Raisen|, então magia não poderia ser usada.

(Yue): “… eu sei. Contudo, eu ainda vou fazer isso, mas vou usar força bruta”

O motivo para que magias não pudessem ser usadas no |Grande Cânion Raisen| era porque o |Poder Mágico que era carregado pelas magias quando invocadas seria desintegrado e dispersado. É claro que a magia de Yue não era exceção. Mas Yue, que uma vez foi um Princesa Vampira, além de ter um considerável |Poder Mágico, também possuía uma reserva mágica externa que era o [Conjunto de Cristais Mágicos].

Em outras palavras, Yue estava dizendo algo como poder ser capaz de aniquilar eles antes que a maior parte de seu poder fosse dispersada.

(Hajime): “Quanto a força bruta… qual é a eficiência?”

(Yue): “… uns 10%”

Parecia que, com o objetivo de usar magia elementar, |Poder Mágico de alto nível seria necessário. O alcance também seria muito encurtado.

(Hajime): “Aaaa. Então eu vou fazer isso, Yue, foque apenas em se defender”

(Yue): “Uu… mas…”

(Hajime): “Está tudo bem, a pessoa certa no lugar certo. Este lugar é ruim para usuários de magia, não é? Apenas deixe comigo”

(Yue): “N… okay”

Yue relutantemente se retirou. Mesmo que eles finalmente tenham alcançado a tão desejada superfície, era difícil aceitar ser excluída da primeira batalha. O orgulho dela parecia ter sofrido um pequeno dano. Os lábios dela se curvaram pelo descontentamento.

Olhando para essa aparência de Yue, Hajime abruptamente atirou com [Donner] enquanto mostrava um sorriso sem graça. Sem olhar para os adversários, ele apontou a arma para o monstro que salivava e espontaneamente puxou o gatilho.

Sem perceberem o ataque súbito, a cabeça do monstro que o cercava explodiu e se espalhou pelo local, o que resultou em uma morte sem nenhuma resistência. Houve apenas o som do disparo reverberando na vizinhança. Os monstros ficaram paralisados onde estavam sem entender o que exatamente aconteceu. Certamente, se 10% de magia podia ser usado, até mesmo a ‖Capa do Relâmpago‖ poderia ser usada aqui. Então, o canhão eletromagnético poderia ser usado sem nenhum problema.

Para os monstros confusos, Hajime mostrou um sorriso destemido.

(Hajime): “Muito bem. As Feras Mágicas do abismo comparadas com vocês, quem é mais forte… vamos tentar descobrir”

Rapidamente assumindo sua postura de Gun Kata, intenção assassina preencheu os olhos de Hajime. Quando os monstros ao redor viram esses olhos, eles inconscientemente deram um passo para trás. Mesmo que eles não tenham notado, seus instintos certamente perceberam. Eles fizeram de um “monstro” que eles não poderiam enfrentar seu inimigo.

Uma pessoa comum teria sua consciência tomada por estar no alcance dessa pressão tão monstruosa. Ao menos um monstro que não conseguiu resistir a tensão, soltou um rugido e pulou.

(Monstro A): “Graaaaa!!”

] Bang!! [

Mas ao mesmo tempo, um tiro ressoou junto de um clarão. Sem chances de desviar, esse monstro não teve tempo nem de responder e foi lançado para longe.

As coisas que aconteceram depois disso não poderiam mais ser consideradas como uma luta, mas sim um massacre. Os monstros não tiveram permissão de dar nenhum passo para trás. Era como se fosse natural que as cabeças deles explodissem e seus interiores fossem expostos. Lá, os corpos das Feras Mágicas preencheram tudo o que seus olhos poderiam ver em apenas cinco minutos.

Colocando [Donner] e [Schlag] em seus respectivos coldres ao lado de sua coxa, Hajime olhou para a montanha de corpos na vizinhança enquanto inclinava um pouco a sua cabeça.

Atrás dele, Yue se aproximou com pequenos passos.

(Yue): “… qual o problema?”

(Hajime): “Não, é só um pouco desapontador… os monstros do |Grande Cânion Raisen| são famosos por sua brutalidade. Eu quase pensei que este seria um lugar completamente diferente”

(Yue): “… Hajime é um ‘monstro’”

(Hajime): “Você é cruel, não? Bem, isso só significa que os monstros do abismo são fortes demais”

Hajime disse isso enquanto encolhia os ombros e desviava seus olhos dos corpos dos monstros como se ele tivesse perdido seu interesse.

(Hajime): “Agora, quando a esse despenhadeiro, eu acho que podemos escala-lo… o que devemos fazer? Se pensarmos no |Grande Cânion Raisen|, um dos |Sete Grandes Calabouços| deve estar por aqui. Depois de todo este problema, que tal nós seguirmos para o |Mar de Árvores| e investigarmos um pouco?”

(Yue): “… por que o |Mar de Árvores|?”

(Hajime): “Não, bom, depois de sair deste cânion, você não vai querer subitamente cruzar um deserto, não é? Se for o |Mar de Árvores|, deve ter algum vilarejo por perto”

(Yue): “… com certeza terá”

Yue concordou com a proposta de Hajime. Olhando para a fraqueza dos monstros do cânion, isso não poderia ser considerado como um |Calabouço|. Nesse caso, deveria haver uma entrada para o |Calabouço| em algum lugar. Se eles usassem a ‖Aerodinâmica‖ de Hajime, ou a ‖Magia do Vento‖ de Yue, eles poderiam facilmente escalar o despenhadeiro, mas em todo o caso, havia a necessidade de investigar o |Grande Cânion Raisen|.

Hajime colocou magia em sua [Caixa do Tesouro] em seu dedo médio e tirou o [Veículo Mágico de Duas Rodas] de lá. Sentando elegantemente, Yue subiu no veículo e se agarrou na cintura de Hajime. Diferente de usar gasolina como na Terra, o veículo usava magia para diretamente mover as partes que estavam conectadas com as rodas, então o motor era como o de um automóvel elétrico.

Hajime pensou que o som do motor seria mais romântico, mas ele não conhecia nenhuma estrutura além da mais simples, então ele não poderia reproduzir o som corretamente. A propósito, o ajuste da velocidade dependia da quantidade de |Poder Mágico que era usado. Bom, sob condições normais, a eficiência do |Poder Mágico dentro do |Grande Cânion Raisen| seria a pior possível, então ele não poderia usar o veículo por muito tempo.

O |Grande Cânion Raisen| era basicamente um despenhadeiro que se estendia em linha reta do Leste para o Oeste. Dificilmente haveria uma bifurcação, assim, apenas por avançar seria o bastante para chegar ao |Mar de Árvores| sem se perder. Hajime e Yue não tinha que se preocupar sobre perder o caminho e cuidadosamente procuravam pela entrada do |Calabouço|, enquanto causalmente viajavam com o |Poder Mágico fornecido para o [Veículo Mágico de Duas Rodas]. Abaixo do veículo estava instalado um mecanismo que nivelava a péssima estrada no fundo do despenhadeiro com a ‖Transmutação‖ enquanto eles avançavam. Era realmente confortável.

Enquanto isso, as mãos de Hajime continuavam se movendo incansavelmente, mesmo sem soltar a mão, Hajime chutava a multidão de monstros que tentavam atacar eles.

Depois de dirigir o [Veículo Mágico de Duas Rodas] por um tempo, o rugido de uma Fera Mágica pôde ser ouvido não muito longe de onde eles estavam. Era consideravelmente poderoso. No mínimo, era uma fera de nível maior do que os monstros que eles encontraram dentro do despenhadeiro. Parecia que eles teriam que enfrentar ela em 30 minutos.

Dirigindo o [Veículo Mágico de Duas Rodas] ao redor das rochas protuberantes, um enorme monstro apareceu. Era um monstro parecido com um dinossauro, mas ele tinha duas cabeças. Era um tiranossauro com duas cabeças.

Mas o que chamou a atenção deles não foi o Tiranossauro de Duas Cabeças, mas a garota com orelhas de coelho pulando repetidamente com o rosto cheio de lágrimas.

Hajime parou o [Veículo Mágico de Duas Rodas] e olhou para a suspeita garota com orelhas de coelho que estava a ponto de ser devorada.

(Hajime): “… o que é isso?”

(Yue): “…Tribo dos Coelhos?”

(Hajime): “Por que neste lugar? A Tribo dos Coelhos é nativa daqui?”

(Yue): “… nunca ouvi falar disso”

(Hajime): “Então, será que não foi aquilo? Ela foi abandonada aqui por ser uma criminosa? Este lugar não é usado para execuções?”

(Yue): “… coelha má?”

Hajime e Yue inclinaram suas cabeças, enquanto não se incomodavam nenhum pouco com a garota com orelhas de coelho. Parecia que eles não tinham vontade de ajuda-la. Particularmente, pelo fato do |Grande Cânion Raisen| ser usado como um método de execução, eles estavam considerando o fato de que a garota com orelhas de coelho pudesse ser uma criminosa. Ao invés de pensarem que era apenas uma completa estranha, eles pensaram que seria algo complicado e não tinham interesse em se envolver.

Mas como esperado, os efeitos da mudança de mentalidade que seguiram um caminho brutal e as circunstâncias que eram diferentes se comparadas com as de Yue; não havia simpatia pela garota de orelhas de coelho, além disso, não havia mérito nem para chegar ao coração de Hajime. Se ele sempre reagisse a pedidos de ajuda, não haveria fim para isso. O Hajime de agora já tinha desertado o próprio mundo.

Contudo, parecia que a garota com orelhas de coelho detectou os despreocupados Hajime e Yue. Depois de ser atirada para longe pelo Tiranossauro de Duas Cabeças e cair na sombra de um rochedo, ela rapidamente se levantou com suas mãos e começou a fugir. Nesse estado, ela encarou Hajime.

E mais uma vez, o Tiranossauro de Duas Cabeças balançou suas garras no rochedo onde ela estava se escondendo e o explodiu. Resmungando enquanto rolava no chão, ela escapou do ataque mortal com esse impulso… indo em direção a Hajime.

Apesar de existir alguma distância entre eles, o grito desesperado da garota com orelhas de coelho ecoou pelo cânion e alcançou Hajime.

(Garota): “Meeeee ajude! Hiiiii!? Estou morrendo! Eu estou morreeeendo! Me ajudeeee, por favoooor!”

Ela correu desesperadamente enquanto as torrentes de lágrimas fluíam encharcando seu rosto. Logo atrás dela estava se aproximando o Tiranossauro de Duas Cabeças que queria devorar a garota com orelhas de coelho. Neste ritmo, a garota seria comida antes mesmo que alcançasse Hajime.

Como você poderia esperar, pedindo ajuda diretamente deste jeito, até mesmo Hajime…

(Hajime): “Uwa. Isso é um treinamento monstruoso. Não me envolva nisso”

(Yue): “… é chato”

Como imaginado, eles não tinham nenhuma motivação para ajudar. Mesmo com o grito desesperado, eles não se incomodaram. Ao invés disso, eles se sentiram extremamente irritados. Para Hajime que desviou seus olhos do olhar desesperado da garota com orelhas de coelho, talvez sentindo que ele não quisesse ajudar ela, dos olhos da garota, ainda mais lágrimas fluíram. De onde é que tantas lágrimas saíam?

(Garota): “Espereeee, não me deixe para tráááás! Por favoooor!!”

A garota com orelhas de coelho ergueu a voz mais uma vez.

Mesmo assim, Hajime ainda não sentia nenhuma motivação para ajudá-la. Se as coisas continuassem assim, a garota com certeza seria devorada. Certo, isso se o Tiranossauro de Duas Cabeças não ignorasse a garota com orelhas de coelho e dirigisse sua intenção assassina a eles.

O Tiranossauro de Duas Cabeças queria se posicionar entre Hajime e a garota com orelhas de coelho e soltou um rugido cheio de intenção assassina.

(Tiranossauro): “Gruuaaaaaaa!!”

Hajime reagiu sensivelmente a isso.

(Hajime): “Aa?”

Agora mesmo, a existência do monstro foi negada. A presa dele foi escolhida. O inimigo que estava de pé no caminho! Para a intenção assassina do Tiranossauro de Duas Cabeças, o corpo de Hajime reagiu, para o inimigo que tinha a intenção de mata-lo! Desse jeito.

O Tiranossauro de Duas Cabeças alcançou a garota com orelhas de coelho, uma de suas cabeças abriu a boca. A garota sentiu esse sinal e olhou para trás, para os incontáveis dentes afiados chegando cada vez mais perto. “Ah, vai acabar aqui, eh…”, palavras de desespero como essas podiam ser vistas nos olhos dela.

No entanto, no momento seguinte…

] Bang!! [

Um som de explosão que ela nunca tinha escutado antes ressoou pelo cânion e um clarão pôde ser visto passando pelas duas orelhas de coelho que estavam levantadas pelo medo. E agora, uma das cabeças que se aproximavam foi perfurada e pulverizada diante dos olhos dela.

A outra cabeça que perdeu suas forças caiu no chão, seguindo a lei da inércia, deslizando pelo chão. O Tiranossauro de Duas Cabeças perdeu o equilíbrio e caiu no local enquanto resmungava.

Com o impacto, a garota com orelhas de coelho mais uma vez foi atirada para longe. O lugar em que ela aterrissou foi na frente de Hajime.

(Garota): “Kyaaaaaa! Aju-ajude-me, por favooor!”

Enquanto caía na frente de Hajime que estava diante dos olhos dela, a mão da garota com orelhas de coelho estava indo em direção a ele. As roupas dela estavam todas rasgadas e um lugar que uma mulher não deveria exibir estava claramente a vista. E com a terrível cara de choro, era uma cena onde um homem iria sem dúvidas ajuda-la.

(Hajime): “Você é estúpida? Insolente”

Entretanto, esse era Hajime. Em um instante, ele colocou |Poder Mágico no [Veículo Mágico de Duas Rodas] para recuar e esplendidamente desviou da garota com orelhas de coelho.

(Garota): “Eeh!?”

O grito de choque da garota com orelhas de coelho pôde ser ouvido enquanto ela caía diante dos olhos de Hajime, tremendo enquanto estava com a cara no chão e os braços e pernas estavam estirados. Ela não morreu, mas parecia que ela não poderia se mover devido as dores musculares.

(Yue): “… engraçado”

Yue olhou para a visão vergonhosa da garota com orelhas de coelho por cima do ombro de Hajime e carregou uma impressão ligeiramente cruel. Enquanto isso, a outra cabeça do Tiranossauro de Duas Cabeças mordia a cabeça morta e recuperava seu equilíbrio, agora que ele tinha assumido a aparência de um tiranossauro comum se você o olhasse de lado.

O Tiranossauro com fúria e ira em seus olhos, soltou um rugido. A garota pulou como se tivesse despertado com o som. Inesperadamente forte, ou melhor, teimosa. Desesperadamente tentando se levantar, a garota com orelhas de coelho, mais uma vez com lágrimas nos olhos e com um movimento inesperadamente veloz, se escondeu atrás de Hajime.

Parecia que ela estava motivada a depender de Hajime no amargo final. Bom, ela iria morrer sozinha e ela compreendia que Hajime fez algo para derrubar uma das cabeças, é claro que essa era uma ação esperada.

(Hajime): “Oi, kora. Existência patética com orelhas de coelho! Por que diabos você nos usou como escudo sem permissão, não nos arraste para isso. Seja corajosa e faça um ataque suicida!”

Para a garota com orelhas de coelho que estava agarrando a bainha do casaco de Hajime, do fundo de seu coração, Hajime a encarou com olhos irritados. Yue que estava sentada no banco de trás estava empurrando a garota com sua perna, como se dissesse “Solte”.

(Garota): “Se-sem chances! Você me abandonaria se eu te soltasse, não é?”

(Hajime): “Isso não é natural? Por que eu ajudaria uma coelha irritante desconhecida?”

(Garota): “Resposta imediata!? Que parte é natural!? Até você deve ter um bom coração, não é!? Você não se sente culpado dentro do seu coração por abandonar uma linda garota em apuros!?”

(Hajime): “Eu deixei ele nas profundezas do inferno. Além disso, não vá se chamando de linda garota!”

(Garota): “En-então, se você me ajudar… eu-eu vou ouvir um pedido de vocês, pode ser qualquer coisa”

A garota com orelhas de coelho se inclinou para perto corando. Astuta. Realmente foi uma ação astuta. Se o rosto não estivesse sujo com as lágrimas e o nariz escorrendo, seria com certeza algo charmoso. Na verdade, se você olhasse com atenção a garota suja, ela que se chamou de linda, a aparência dela era muito boa. Uma linda garota com cabelos cinzas e olhos azuis. Se fosse um cara comum, ele iria desmaiar se ela não estivesse suja.

Mas aquele que estava na frente dela não era uma pessoa comum.

(Hajime): “Eu não preciso disso. Aliás, não traga sua cara nojenta para perto de mim, ela está suja”

Foi algo brutal, não importa como você analise isso.

(Garota): “No-nojenta!? A primeira coisa que você diz é que eu sou nojenta! Isso é demais! Eu me oponho com firmeza a…”

(Tiranossauro): “Gwugaaa!”

(Garota): “Hiiiii! Me ajudeeee!”

No momento em que ela ergueu sua voz para responder a Hajime, o Tiranossauro soltou um rugido que parecia dizer “Vocês aí, não ousem me ignorar!” e começou a dobrar seu corpo para correr até eles.

A garota com orelhas de coelho soltou um grito miserável enquanto se forçava para ficar entre Yue e Hajime. Parecendo irritada, Yue chutou a garota que estava tentando subir no [Veículo Mágico de Duas Rodas] para tentar joga-la para fora. A garota com orelhas de coelho desesperadamente se agarrou a eles, “Eu definitivamente não vou soltaaar!”, enquanto ficava marcas de sapato em sua bochecha.

Como se estivesse se sentindo ridicularizado ao olhar essa cena, o Tiranossauro encarou Hajime e as outras com ainda mais raiva em seus olhos e, finalmente, começou a correr.

Logo em seguida Hajime levantou sua mão e apontou sua arma para a testa do Tiranossauro. Em menos de 0,1 segundo, o processo de mirar e atirar estava completo. Com um disparo, um clarão perfurou a área entre os olhos do Tiranossauro.

Em um instante, depois de convulsionar um pouco, o Tiranossauro lentamente escorregou para o lado enquanto causava um tremor.

Com essa vibração, a garota com orelhas de coelho instintivamente soltou um “Hue?” como se fosse uma idiota e timidamente mostrou seu rosto entre a axila de Hajime para ver o fim do monstro.

(Garota): “Está morto… aquele Daihedoa, com um único golpe…”

A garota com orelhas de coelho abriu bem seus olhos com um olhar de surpresa em seu rosto. Parecia que o Tiranossauro de Duas Cabeças se chamava Daihedoa.

A garota com orelhas de coelho ficou chocada e encarou rígida os restos do Daihedoa enquanto era chutada por Yue e se agarrava a Hajime. Já há algum tempo, as longas orelhas de coelho dela estavam se esfregando nos olhos de Hajime, com um humor completamente sombrio, “Chega”, Hajime agarrou o topo da cabeça dela para arrasta-la para fora.

(Garota): “Hebuu!!”

Soltando um gemido e enquanto gritava “Minha cabeçaaa! Minha cabeçaaa!”, a garota com orelhas de coelho usou ambas as mãos para segurar sua cabeça enquanto se contorcia pelo chão. Depois de um olhar frio, Hajime colocou magia no [Veículo Mágico de Duas Rodas] e avançou como se nada tivesse acontecido.

Pressentindo isso, a garota com orelhas de coelho que estava rolando no chão e resmungando, subitamente pulou com um terrível e vigoroso “Eu não vou deixar você fugiiir!” e mais uma vez se agarrou na cintura de Hajime. Como esperado, ela era mesmo resistente.

(Garota): “Muito obrigado por me ajudar! Eu sou do clã dos Coelhos, uma dos Haulia. Meu nome é Shia! Por favor, salve os meus companheiros!”

E consideravelmente sem vergonha.

Hajime encarou de lado a garota com orelhas de coelho que se agarrava a ele. Assim, logo após deixar o inferno, com outro assunto problemático, ele suspirou mais uma vez.


Nota do Autor (Chuuni Suki)

Obrigado por ler.

Aliás, obrigado por suas impressões, opiniões e avisos de erros.

Agora estamos começando o segundo volume.

Sem mais demoras, uma nova personagem apareceu. Quanto ao que vai acontecer depois disto, eu ainda não pensei sobre isso.

Como sempre, eu vou escrever enquanto tenho uma vaga ideia, no pior caso.

Mesmo que eu lance um capítulo por semana, obrigado por sempre ler meu trabalho.

A personalidade de Hajime realmente ficou arrogante e maligna?

Recentemente, eu não sei como uma pessoa arrogante e maligna seria.

A personalidade de um certo herói errante ou um empreiteiro poderia ser ideal… é difícil decidir, não é?