Miledi Raisen (Parte 2)

Na entrada de uma certa passagem, você notaria que, de alguma forma, havia apenas paredes na passagem. Normalmente, você veria isso como um beco sem saída. Contudo, algumas partes das paredes na verdade se conectavam com uma sala há alguns minutos.

Silêncio envolvia o ar. De repente, faíscas começaram a aparecer da parede que era um beco sem saída e um buraco onde pessoas pudessem passar agachadas apareceu. Saindo de dentro dele…

(Hajime): “Zehah, zehah, de-depressa”

(Yue): “… nn, seria complicado sermos esmagados assim”

(Shia): “Bom, eu não acho que isso esteja em um nível que possa apenas te complicar, não é? Você normalmente não morreria com isso?”

Era o trio Hajime, Yue e Shia. Hajime e seu grupo estavam perambulando depois de escaparem pelo túnel dentro da sala dos escorpiões. Assim, eles chegaram em uma sala que tinha uma armadilha clássica em que o teto abaixaria para esmagar eles.

Eles foram incapazes de escapar da sala porque o tamanho era grande demais. Imediatamente, Hajime e Shia usaram suas colunas para segurarem o teto e com essa chance, ele usou a ‖Transmutação‖ para fazer um buraco no teto.

Na maior parte do tempo, a ‖Transmutação‖ se tornava difícil de usar por causa da forte desintegração de magia deste lugar. A velocidade da ‖Transmutação‖ se tornou um quarto do usual e o alcance era de apenas um metro, enquanto a quantidade de |Poder Mágico consumido se tornou dez vezes maior que o normal. Era por isso que Hajime conseguiu transmutar apenas um pequeno espaço com tamanho o bastante para abrigar três pessoas e eles se moveram para a saída.

(Hajime): “Droga, até a ‖Recuperação de Magia de Alta Velocidade‖ é inútil. A quantidade recuperada é pequena demais”

(Yue): “… por enquanto, você quer beber… uma poção de recuperação?”

(Shia): “Aqui, aqui, por favor, beba tudinhoooo”

(Hajime): “Por algum motivo, vocês estão muito calmas…”

Hajime, que se sentia um pouco cansado, sentou se apoiando na parede. Yue parecia estar se preparando para o oferecer chocolate, enquanto Shia pegava uma poção de recuperação de magia de seu bolso. Apesar de ser possível usar os [Cristais Mágicos] para recuperar o |Poder Mágico, mesmo sendo conveniente fazer isso, ele queria preservar essa opção. Além disso, nesta situação, era mais apropriado usar uma poção de recuperação de magia.

Hajime, que sentia que estava em uma peça como um assalariado com Yue e Shia, pensou “Eu não posso fazer nenhuma crítica a isso”, enquanto recebia a poção e a bebia de uma vez. Ela tinha um sabor parecido com o Lavitan D[1]. Hajime sentiu que a diferença na velocidade e quantidade recuperada dos [Cristais Mágicos] era significante quando comparada com a poção, mas ele podia sentir que sua vitalidade tinha se recuperado bastante. “Ush!”, foi o que ele disse enquanto se levantava.

Mais uma vez, eles descobriram aquelas frases irritantes.

Pupupupu, com pressaaaa? Que malcriiiiados!

Aparentemente, essas frases irritantes foram colocadas junto com as armadilhas. Miledi Raisen… era uma pessoa que colocava bastante energia para importunar alguém.

(Shia): “Nó-nós não estamos com pressa! Absolutamente não estamos! Nós não somos malcriados!”

Acompanhando o olhar de Hajime, Shia, que encontrou essas frases irritantes, soltou um “GRR!” enquanto protestava com a mensagem. Parecia que a hostilidade de Shia contra Miledi já tinha alcançado os céus. Ela reagia todas as vezes que encontrava essas aborrecedoras mensagens. Provavelmente, se Miledi ainda estivesse viva, ela iria dizer rindo: “Uma boa presa apareceu!”.

(Hajime): “Ignore isso, vamos. Você não precisa se incomodar com elas todas as vezes”

(Yue): “… o que você pensa é importante”

(Shia): “Uu, entendido”

Depois disso, eles avançaram pela passagem e chegaram a salas com outras armadilhas os aguardando. Subitamente, flechas envenenadas voaram de todas as direções, um líquido parecido com ácido sulfúrico que derretia tudo preencheu um buraco, havia também uma sala em que o chão se transformou em algo parecido com um ninho de formiga-leão[2], com Feras Demoníacas parecidas com vermes no centro da sala. Também havia as frases irritantes. O nível de estresse de Hajime e seu grupo aumentava em um nível alucinante.

Mesmo assim, eles passaram por todas as armadilhas e chegaram na maior de todas as passagens que eles encontraram até o momento neste |Calabouço|. Sua largura ficava entre seis a sete metros e ela gradualmente se tornava uma ladeira que se curvava para a direita. Era provavelmente uma passagem que descia em um formato espiral.

Hajime e seu grupo permaneceram atentos. Não havia possibilidade de uma passagem destas não ter nenhuma armadilha.

Depois de um tempo, seus pensamentos se provaram corretos. ] GAKONn! [. Um desagradável som de um mecanismo pôde ser ouvido. No entanto, eles perceberam que não tinham pisado ou ativado nenhum botão. Dessa forma, “Você não precisou usar botões antes!”, foi o argumento que Hajime pensou. Certamente, Miledi Raisen ficaria feliz ao escutar isso.

“Que tipo de armadilha é essa?”, era o que Hajime e seu grupo pensaram enquanto examinavam as redondezas com atenção. Então eles escutaram algo.

] GOROGOROGOROGOROGOROGOROGOROGORO [

Era o som de algo pesado rolando.

(Hajime, Yue e Shia): “…”

O trio ficou em silêncio e se entreolharam, então, eles olharam para cima ao mesmo tempo. Eles não podiam ver nada devido a curva da ladeira. O estranho som ficou mais alto, até que… um pedregulho gigante, tão grande quanto a passagem, apareceu rolando da curva. A pedra estava na forma de uma bola gigante. Era uma armadilha completamente clichê. Com certeza, depois que eles fugissem com desespero, aquelas frases impertinentes estariam esperando.

Yue e Shia já tinham girado em seus calcanhares para fugir o mais rápido possível. Contudo, elas pararam imediatamente. Foi porque Hajime não se moveu.

(Yue): “… nn, Hajime?”

(Shia): “Hajime-san!? Depressa, senão vamos ser esmagados!”

As duas o chamaram, no entanto, Hajime não respondeu. Ele se ajoelhou no chão enquanto esticava seu braço direito para frente. A palma de sua mão estava apontada para a enorme bola. Finalmente, ele esticou seu braço esquerdo ao máximo e o som de um mecanismo sendo ativado ressoou.

Hajime observou a enorme bola que se aproximava com estrondo e seus lábios se transformaram em um sorriso feroz.

(Hajime): “Todas as vezes… eu não vou fazer o que você espera todas as vezes! Isso não combina com a minha natureza!”

De seu braço artificial, o som de um mecanismo se tornou mais alto com as palavras de Hajime.

Então…

] GOGAaAAN!!! [

Um alto som de algo sendo destruído emergiu quando o braço artificial de Hajime atingiu a enorme bola de pedra. A força do pedregulho só foi capaz de empurrar Hajime um pouco. Graças a seus espinhos, quando o ataque de Hajime esmagou a enorme bola no centro, ela se esmigalhou. A força do pedregulho desaparecendo podia ser vista.

(Hajime): “RAaAAA!!”

Hajime balançou seu punho esquerdo junto com esse rugido. Como a durabilidade do pedregulho foi superada por pouco pelo poder do punho de Hajime, ela se despedaçou e Hajime saiu vitorioso. Um som estrondoso pôde ser ouvido quando a enorme bola foi esmagada e se desfez em pequenos pedaços.

Hajime puxou seu braço de volta enquanto tremia, então ele se levantou. Os sons dos mecanismos não podiam mais ser ouvidos de seu braço artificial. Hajime observou seu braço esquerdo artificial para checar qualquer anormalidade enquanto fechava e abria a mão. Então, ele se virou para Yue e Shia.

A expressão dele era mesmo revigorante. “Eu consegui!”, era a sensação que ele emitia. Parecia que Hajime não podia mais aguentar isso porque ele acumulou estresse demais com as armadilhas que ele não podia detectar acompanhadas das palavras irritantes.

O que Hajime usou desta vez foi o mesmo ataque que derrotou um dos Anciões de |Faea Belgaen|, uma combinação do poder explosivo de balas e o ‖Grande Braço‖. Além disso, ele usou seu braço artificial para invocar uma vibração mágica para esmagar o pedregulho. Em outras palavras, uma fratura de oscilação. Devido à enorme pressão, isso só podia ser usado uma vez, normalmente era seu último recurso… mas ele não podia mais suportar a situação, então isso aconteceu.

Hajime, com uma expressão de satisfação, se virou e foi cumprimentado por Yue e Shia, que estavam animadas.

(Shia): “Hajime-saaaan! Como esperado de você! Isso foi tão legal! Isso foi tão puro”

(Yue): “… nn, puro”

(Hajime): “Hahaha, é claro, é claro. Com isto, o caminho…”

Hajime queria responder aos elogios. Contudo, as palavras dele foram interrompidas.

] GOROGOROGOROGOROGOROGOROGOROGORO [

Eles podiam escutar aquele som. O sorriso de Hajime congelou. Shia também ficou com seu sorriso congelado e a sem expressões Yue contraiu suas bochechas. Hajime se virou com um “GIGIGI” como se ele fosse uma máquina que não foi lubrificada e o que o saudou foi…

… … … … … uma enorme bola de metal que brilhava com uma luz negra.

(Hajime): “Mentiras”

Hajime involuntariamente murmurou isso enquanto continuava com seu sorriso rígido.

(Shia): “U-umm, Hajime-san. Talvez seja só a minha imaginação, mas, por algum motivo, essa coisa também está soltando um líquido estranho…”

(Yue): “… derrete”

Isso mesmo, a enorme bola metálica se aproximava deles enquanto espalhava líquido por pequenos buracos em sua superfície. Os lugares que recebiam o líquido derretiam com um “Shuwaaaa”. Era esse tipo de som de perigo.

Hajime, depois de confirmar isso, suspirou. Assim, ele encarou Yue e Shia com um sorriso. Depois disso, enquanto sorria, ele gritou “Vamos correr! Droga!” e, em seguida, começou a correr esplendidamente para descer a ladeira, exatamente como um velocista.

Yue e Shia também se olharam por um tempo e então correram atrás dele.

Atrás deles, o som do metal tocando o chão em conjunto com o líquido ácido se aproximavam deles com uma velocidade que aumentava continuamente.

(Shia): “NãÃãÃOOoOO!! Eu não quero ser derretidaaaa!”

(Yue): “… nn, vamos correr”

O lamento de Shia ecoou dentro da passagem.

(Shia): “Ou melhor, Hajime-saaaan! É cruel correr na nossa frente! Insensível! Demônio!”

Shia protestou com Hajime que corria na frente delas.

(Hajime): “Barulhenta! Foi um erro de cálculo, um erro de cálculo! Só cale a boca e corra!”

(Shia): “Qual é a dessa desculpa! Você não se importa com o que aconteça comigo, se importa!? Uwaaaaan, eu vou voltar para assombrar você se eu morrer!”

(Yue): “… Shia, supreendentemente calma?”

Mesmo enquanto eles fugiam desesperadamente, Shia foi capaz de se queixar com firmeza. Yue ficou impressionada com isso.

Eles finalmente viram o fim da passagem. Ele confirmou isso com a ‖Visão de Longo Alcance‖. Aparentemente, era um espaço grande e largo. Entretanto, o que ele viu era um pouco estranho. Ele não podia ver o piso da sala mesmo depois de muito tempo. Quem sabe a saída da passagem que Hajime e seu grupo estavam ficava no teto da sala.

(Hajime): “Vai ser uma queda!”

(Yue): “Nn”

(Shia): “Sim!”

Hajime e seu grupo estavam deslizando quando eles passaram pela passagem para a sala. Eles desceram até a saída.

Então…

(Hajime): “Geh!?”

(Yue): “Nnh!?”

(Shia): “Hinh!?”

Três diferentes lamentos surgiram. Logo depois da saída havia uma piscina cheia com um líquido obviamente perigoso.

(Hajime): “Aquela desgraçada!”

Hajime imediatamente disparou facas de seu braço artificial, então ele usou a âncora enquanto seu braço direito segurava Yue para impedir que ela caísse.

Ao mesmo tempo, a bola metálica que espalhava o líquido ácido passou por cima da cabeça deles e caiu na piscina diante de seus olhos. Ela afundou enquanto fumaça subia.

(Yue):‖Parede de Vento‖

Yue usou sua magia para dispersar o líquido corrosivo. Por um tempo, eles examinaram cuidadosamente seus arredores e nada mais aconteceu. Finalmente Hajime aliviou sua tensão e relaxou seus ombros.

(Shia): “] Soluça, soluça [, por que só eu… só eu… uu, ] soluça [”

De alguma forma, ao lado deles, a voz suplicante de Shia podia ser ouvida. Se você olhasse com atenção, ela estava presa na parede com várias facas presas em suas roupas, pregando ela na parede.

(Hajime): “??? Por que você começou a chorar de repente?”

(Yue): “… emocionalmente instável?”

(Shia): “Se vocês olhassem para o meu estado atual vocês entenderiam. Por que só Yue-san é segurada gentilmente, enquanto eu sou crucificada? Hajime-saaaan, por favor, você não pode apenas ser um pouco mais dere[3] comigo?”

(Hajime): “Bom, eu não te salvei?”

(Shia): “Isso está errado. Eu quero ser salva em uma situação mais apropriada para uma garota… você entende, certo!? Eu queria ser salva enquanto era segurada exatamente como Yue-san!”

(Yue): “… Shia”

(Shia): “] Soluça [, o que foi Yue-san?”

(Yue): “… olhe para a realidade”

(Shia): “O que isso significa!?”

(Hajime): “Entenda Shia. Você é apenas nossa companheira e é assim que eu vou tratar você… Yue é a pessoa que eu amo, é por isso que eu não posso fazer nada se o meu corpo se move por reflexo, não é?”

(Shia): “Uuuuu”

Depois da queixa justificável e dessas palavras justificáveis como resposta, enquanto estava crucificada, lágrimas escorriam dos cantos dos olhos de Shia e gemidos podiam ser ouvidos. Quando ele disse “A pessoa que eu amo”, as bochechas de Yue estavam corando e enquanto ela estava sendo segurada por Hajime, ela esfregou seu rosto no peito de Hajime.

(Shia): “Absoluuuutamente, eu irei fazer você se apaixonar por mim e me salvar me segurando contra seu corpo!”

(Hajime): “Que companheira animadaaaa”

(Yue): “… você tem espírito… eu vou ficar atenta com isso”

Abaixo deles havia a piscina de líquido corrosivo. Enquanto estavam pendurados, Hajime e seu grupo ainda fizeram uma cena de comédia romântica esquisita. Eles estavam bem calmos.

Hajime e seu grupo se moveram como um pêndulo usando a âncora. Assim, eles aterrissaram no solo depois de pularem a piscina de ácido.

Era uma enorme sala retangular. De ambos os lados das paredes, havia várias armaduras de cavaleiro com dois metros de altura equipadas com enormes espadas e escudos. No fim da sala havia uma escadaria, mas antes havia um altar e uma porta que transmitia uma aura solene. No altar havia um cristal amarelo em forma de diamante.

Hajime olhou para os arredores e franziu a testa.

(Hajime): “Essa é uma bela porta. Isso é um passatempo para a Miledi? Se for isso eu vou aplaudir… sou só eu ou esses conjuntos de armaduras passam uma má impressão?”

(Yue): “… está tudo bem, vai ser como foi prometido”

(Shia): “Eles vão atacar a gente? Não vai ficar tudo bem?”

Hajime e seu grupo avançaram para o centro da sala enquanto conversavam. Certamente foi como prometido.

Um som familiar saiu delas.

] GAKON! [

Hajime e seu grupo imediatamente pararam. Eles pensaram “Como esperadoooo” enquanto olhavam para as redondezas. Dos olhos dos elmos dos cavaleiros, um brilho. Então, sons de metal esfregando metal saiu desses cavaleiros enquanto eles começavam a se mover. Eles estavam em 50.

Esses cavaleiros ergueram seus escudos enquanto posicionavam suas enormes espadas em uma postura para estocadas com suas cinturas levemente abaixadas. Assim, eles foram completamente cercados.

(Hajime): “Haha, foi mesmo como ela prometeu. Apesar de não ter problemas destruir eles antes que eles começassem a se mover. Bem, não há necessidade de falar nada… Yue, Shia, devemos?”

(Yue): “Nn”

(Shia): “El-eles não são muitos? Bom, eu vou fazer isso de qualquer forma…”

Hajime puxou [Donner] e [Schlag]. Mesmo a metralhadora [Metsurai] sendo mais efetiva contra um número tão grande, ele não sabia quantas armadilhas estavam escondidas nesta sala. A barragem[4] de balas disparada indiscriminadamente iria ativar todas elas. Desta forma, ele escolheu as duas pistolas.

Yue respondeu as palavras de Hajime com um grito cheio de espírito de luta. Ela entendia que ela tinha o menor poder de fogo dentro deste |Calabouço|. Contudo, ela não iria ser um estorvo. Como parceira de Hajime, ela não iria perder para algo nesse nível. Ainda mais porque agora, haveria existências atuando como suas rivais no amor, então ela não podia mostrar nenhuma fraqueza.

Do lado de Shia, ela abaixou sua cintura um pouco. Esta integrante do grupo era a mais fraca em termo de influência, mas não em poder. Ela sabia que sua experiência de batalha ainda era consideravelmente insuficiente. Primeiramente, a batalha contra as Feras Demoníacas na ravina durou apenas cinco dias. Mesmo que sua batalha simulada contra Yue fosse incluída, ainda era apenas um pouco mais do que duas semanas de experiência de combate. Como ela também veio da tribo Haulia, renovada por sua gentileza, era impossível para ela ter determinação em uma batalha. Ou melhor, podia-se dizer que ela mostrou uma enorme coragem apenas por segurar [Doryukken] enquanto enfrentava seus inimigos.

(Hajime): “Shia”

(Shia): “Si-sim! O qu-que foi Hajime-san?”

Shia respondeu com uma voz nervosa quando ela escutou a voz de Hajime chamando ela. A voz dele era mais gentil do que o normal… ou talvez fosse apenas a imaginação de Shia.

(Hajime): “Você é forte. Nós garantimos isso. Você não vai perder contra esses Golems. E por isso, nunca mais pense que você é fraca. Se isso ficar perigoso, eu vou te ajudar com certeza”

(Yue): “… nn. É meu trabalho cuidar dos problemas da minha aprendiz”

Escutando as palavras de Hajime e Yue, Shia involuntariamente ficou com os olhos marejados. Ela estava simplesmente feliz. Apesar de ela ser tratada rudemente, enquanto ela pensava que era porque ela era um empecilho, isso a fez se sentir desconfortável… era uma ansiedade desnecessária. Uma novata deveria fazer apenas o que uma novata poderia fazer da melhor forma possível. Shia ativou o fortalecimento corporal em todo o seu corpo. Assim, ela vigorosa e firmemente pisou no chão.

(Shia): “Fufu, Hajime-san está um pouco mais dere. Eu estou cheia de motivação agora! Yue-san, o dia em que eu vou te superar está próximo”

(Hajime e Yue): “… não se empolgue demais”

Apesar de Hajime e Yue falarem isso com olhares impressionados, Shia, que estava com sua tensão no máximo, não escutou isso. Ela olhou para frente e encarou os cavaleiros.

(Shia): “Aqui! Vou! Eu!”

(Hajime): “Não, como eu disse antes, de onde você tira esse tipo de… ah, ela já se foi”

(Yue): “… daaaaa”

(Shia): “… eu não vou ignorar isso. Eu absolutamente não vou ignorar isso”

Com Golems Cavaleiros na frente dele, Hajime estava com uma expressão cansada antes mesmo da luta começar. Como se eles tivessem entendido o estado de Hajime… os Golems começaram a atacar os intrusos.


[1] Lavitan D é um suplemento a base de cálcio que é utilizado na prevenção e tratamento auxiliar de osteoporose e prevenção de raquitismo.

[2] O termo formiga-leão é a designação comum aos insetos cujas larvas, providas de longas mandíbulas, se enterram no fundo de um funil cônico por elas construído na areia para capturar presas. Quando a presa chega ao buraco, os grãos de areia que rolam avisam a formiga-leão, que desenterra a cabeça e lança um jato de areia sobre a presa. A vítima cai no fundo do buraco e é capturada pelas fortes mandíbulas da formiga leão. Também são conhecidos pelos nomes de cachorrinho-do-mato, formigão, furão, joão-torrão, mirmeleão, piolho-de-urubu e tatuzinho. Apesar do nome vulgar, estes insetos não pertencem ao grupo das formigas.

[3] Deredere significa “tornar-se amável/amoroso”.

[4] O termo barragem designa um método de fogo de artilharia em larga escala, de uma ou mais peças de artilharia. Os disparos são feitos numa cadência contínua, com projéteis explosivos ou de estilhaços. O seu objetivo principal é criar uma barreira entre o avanço da infantaria e as linhas inimigas (barragem ofensiva), ou ser utilizada para impedir ou dificultar a passagem do inimigo (barragem defensiva).