Mais uma vez em |Fhuren|

Não houve mudança na vivacidade da |Cidade Comercial Neutra de Fhuren|.

Do outro lado do alto e gigantesco muro, o clamor da cidade alcançava uma considerável distância por todo o caminho até as periferias. Também não houve mudança com as longas filas nos portões. De turistas a comerciantes que estavam visitando por causa de negócios, e também havia todos os tipos de pessoas desinteressadas devido ao tormento de esperar por sua vez.

Havia um homem que transmitia um ar espalhafatoso de pé no fim da fila de pessoas na entrada da cidade, onde a inspeção era realizada. Ele estava acompanhado por duas mulheres chamativas, uma de cada lado, que também estavam indiferentes enquanto esperavam por sua vez insatisfeitas enquanto suavam. Por enquanto, seria melhor perguntar a eles o que aconteceu ou apenas observá-los? … eles transmitiam tal humor. Então, eles falaram sobre bobagens tais como melhorar a condição de espera deles para que sua vez chegasse mais rápido, quando, subitamente, o homem espalhafatoso escutou um som desconhecido.

] GUINCHO!!! [

No começo, o homem espalhafatoso ignorou o som enquanto tentava melhorar o humor das duas mulheres a seu lado. Contudo, quando os mercadores e as duas mulheres ao lado dele ficaram com olhos arregalados quando olharam atrás dele, juntamente com o som que ficava gradualmente mais alto, ele se virou para a estrada e disse, “Quê!?”.

Assim, ele também ficou com olhos arregalados quando viu a cena de uma caixa preta correndo pela estrada enquanto criava uma intensa tempestade de poeira. As pessoas rapidamente criaram um tumulto. Embora houvesse aqueles que tentaram fugir enquanto gritavam, 〈Fera Mágica, a velocidade do objeto em forma de caixa era maior do que eles podiam imaginar, e ele imediatamente os alcançou antes que eles notassem.

O homem espalhafatoso congelou. As pessoas na fila pensaram: “Agora já é inútil!”, com desespero refletindo em seus olhos.

Nesse momento, quando a coisa quase colidiu com eles, o objeto em forma de caixa, ] rangido, rangido, rangido [, fez um giro enquanto sua parte traseira sacudia, e ele parou logo a seguir enquanto criava uma tempestade de poeira.

As pessoas estavam encarando o objeto parado, o [Veículo Mágico de Quatro Rodas]. No meio da confusão do que estava acontecendo, as portas do [Veículo de Quatro Rodas] se abriram. Aqueles que saíram enquanto ignoravam e não pensavam nada sobre as pessoas surpresas eram, logicamente, Hajime e seu grupo. Yue, Shia e até mesmo Tio, estavam ignorando os olhares das pessoas. Apenas Will estava dizendo, “Desculpem pela confusão”, enquanto se curvava.

Entretanto, as pessoas não poderiam nem escutar o pedido de desculpas de Will. Poderia se dizer que eles nem mesmo se incomodavam com o fato de que pessoas estavam saindo de dentro do objeto nunca antes visto. Seus olhos estavam colados nas lindas garotas e mulher que se esticavam diante deles. Quando Yue, Shia e Tio se moveram, “Hou”, suspiros de admiração das pessoas em transe podiam ser ouvidos.

Hajime estava sentado no capô do [Veículo de Quatro Rodas] e disse, “A distância daqui até a entrada, parece que vamos precisar esperar mais ou menos uma hora, huhhhh”, enquanto ele apertava seus olhos. Seus músculos tinham endurecido por causa do longo tempo gasto dentro do carro, então ele saiu para fora de forma despreocupada quando eles chegaram ao portão. Como o [Veículo Mágico de Quatro Rodas] era ativado com o uso da ‖Manipulação de Magia direta de Hajime, era possível movê-lo sem se sentar no assento do motorista, embora a dificuldade de controlar fosse mais alta.

Hajime se livrou da rigidez em seus ombros enquanto seu pescoço estalava. Yue subiu no capô como Hajime, foi para trás dele e começou a esfregar os ombros de Hajime. Aparentemente, ela queria massageá-lo. Hajime relaxou seu corpo enquanto sorria.

Talvez porque Shia tenha se sentido solitária, ela também se sentou e se aproximou do lado de Hajime. Quando Tio os viu, ela disse, “Muh, esta também irá participar!”, enquanto ela enfatizava seus enormes peitos e tentava se agarrar ao braço de Hajime, porém… ela foi estapeada por Hajime e caiu. No entanto, parecia não haver problemas pois ela mostrou uma expressão muito feliz sob os pés de Hajime.

(Shia): “Hajime-san. Está mesmo tudo bem dirigir o [Veículo de Quatro Rodas] até aqui? No mínimo eu pensei que teríamos que escondê-lo…”

(Hajime): “Nn? Honestamente, já não é tarde demais? Nós já nos exibimos tão brilhantemente. Em uma semana, isso vai se espalhar até para regiões remotas. Além disso, eu já tinha uma ideia de que esse dia eventualmente iria chegar… só foi mais cedo do que eu tinha previsto”

(Yue): “… nn, não há mais necessidade desse tipo de prudência”

Hajime respondeu à pergunta de Shia enquanto encolhia seus ombros. Mesmo ele tendo planejado empenhar um pouco mais de esforço, assim eles conseguiriam evitar qualquer problema, a batalha na |Cidade de Ur| deveria se espalhar rapidamente. Portanto, independentemente de qual fosse seu plano, ele seria inútil agora. Era por isso que, exatamente como Yue disse, ele parou de tentar esconder seus Artefatos o máximo possível, e decidiu que não iria mais prosseguir com tal cautela.

(Shia): “Uuuun, então é isso. Bom, como certamente irão surgir ações da Igreja e do |Reino|, com certeza é tarde demais, huh. Apesar de ser melhor se nós conseguirmos ajuda de Aiko-san ou Ilwa-san…”

(Hajime): “Bem, no fim, eles são apenas resguardos. Isso está no nível onde será o suficiente se eles demonstrarem um bom efeito. Para começar, eu decidi lutar contra qualquer coisa que possa aparecer, não importa quem eles sejam. Independentemente do que acontecer, eu só vou destruí-los e seguir em frente. É por isso que está tudo bem para você, Shia, não agir mais como uma Escrava, entendeu? Você quer que eu remova esse colar?”

Ele pensou que as preparações complicadas que ele fez contra a Igreja e o |Reino| relacionadas a Ilwa e Aiko seriam algo bom se tivessem algum efeito no fim. Hajime não pensava muito sobre isso. Assim que o assunto logo chegou ao fim, ele disse que estava tudo bem para Shia deixar de agir como um Escrava enquanto cutucava o colar dela. Esticando sua mão, ele indicava que não era mais necessário se utilizar desse tipo de artifício para evitar situações problemáticas.

Contudo, Shia, que silenciosamente acariciou e tocou o colar, sacudiu sua cabeça para se recusar com bochechas levemente coradas.

(Shia): “Não, está tudo bem deixar isso como está. Afinal, foi a primeira coisa que eu recebi de Hajime-san… além disso, essa é a prova de que eu sou de Hajime-san… e eu recentemente passei a gostar disso… é por esse motivo que está tudo bem deixar as coisas como elas estão”

Shia disse essas coisas. Suas orelhas de coelho se moveram com o constrangimento. A aparência dela de quando ela estava olhando para baixo, juntamente com sua timidez, era realmente fofa. Os homens no canto da visão de Hajime estava pressionando seus narizes para suprimir o sangue escorrendo.

Enquanto Shia ainda estava olhando para baixo, Hajime segurou o queixo dela e a fez olhar para cima. Por causa das ações dele, o rosto de Shia ficou com um tom de vermelho mais escuro. Isso foi acompanhado pelo chão debaixo dos pés dos homens também ficando todo vermelho. Hajime pegou um cristal com uma linda tonalidade da [Caixa do Tesouro] e o colocou no colar de Shia. Para ser mais preciso, ele usou a ‖Transmutação‖ no cristal.

O colar de Shia tinha a função de mostrar que ela era a Escrava de Hajime, então ele tinha uma aparência grosseira. O [Minério da Telepatia] e as outras pedras foram instaladas sem pensar em nenhum estilo pois ele foi feito em um formato sem ostentação. Para começo de conversa, isso foi feito como um item temporário para não atrair nenhum problema dentro da cidade, então ele desconsiderou o design.

Entretanto, se Shia gostava disso e queria continuar com ele, mesmo que fosse só um pouco, podia se dizer que o colar era grosseiro demais. Aliás, comparado com o momento em que ele a deu o colar, os sentimentos de Hajime por Shia ficaram mais gentis. Foi por isso que Hajime pensou em fazer o colar combinar com Shia.

Como resultado, ornamentos brancos e azuis foram geometricamente inseridos no material preto e o fragmento do [Cristal Divino] foi processado em uma pequena cruz que irradiava luz azul, instalada na parte da frente que resultou em um colar meio misterioso… uma gargantilha ainda mais glamorosa do que aquelas vendidas na Terra. Já não havia nenhuma impressão de uma coleira usada para contê-la.

Hajime mostrou uma expressão satisfeita para seu trabalho. Shia, que estava em transe por causa da sensação dos dedos de Hajime que algumas vezes encostavam em seu pescoço, ficou assustada quando Hajime entregou um espelho a ela. Seguido disso, ela prontamente confirmou a gargantilha em seu pescoço com o espelho. Certamente havia uma gargantilha com ornamentos lindos e misteriosos. A cruz feita com o [Cristal Divino] era de fato bela e combinava com os olhos de Shia.

Shia estava cutucando a cruz com seu dedo e sua boca se afrouxou em um largo sorriso. Depois disso, ela abraçou o braço de Hajime com um sorriso realmente feliz sobre seu rosto enquanto esfregava sua testa no braço dele, e continuou com seus agradecimentos. A propósito, as orelhas de coelho dela também estavam aninhadas em Hajime.

Quando Shia, em seu ombro, mostrou uma expressão de felicidade, Yue, em suas costas, sorriu levemente e acariciou as orelhas de coelho de Shia aninhadas em Hajime. Tio, que rastejou para cima mais uma vez, recebeu uma bofetada.

Por causa do espaço rosado que apareceu do nada, as pessoas que se recuperaram do impacto do objeto desconhecido e as aparências das garotas super bonitas, começaram a prestar atenção em Hajime e seu grupo com sentimentos variados. A maioria das mulheres nem mesmo invejava a beleza de Yue e as outras enquanto elas suspiravam calorosamente. Do outro lado, os homens se dividiram naqueles fascinados por Yue e as outras, aqueles que olhavam para Hajime com inveja e intenção assassina, e aqueles que lambiam seus lábios enquanto imaginavam o valor de mercado dos Artefatos de Hajime e das garotas.

Contudo, ninguém encarava Hajime e seu grupo diretamente, mesmo agora. Os mercadores pareciam conter uns aos outros enquanto eles esperavam pelo momento certo de falar. Entre eles, estava o homem espalhafatoso de mais cedo; ele mostrava uma expressão mortificada assim que ele comparou as duas mulheres ao lado dele com Yue e as outras, e estalou sua língua. Assim, ele imprudentemente se aproximou de Hajime e sua equipe.

(Homem Espalhafatoso): “Yo, senhoritas. Se estiver tudo bem, posso…”

(Hajime): “Quem você pensa que é para tentar tocar sem permissão? Huh?”

(Homem Espalhafatoso): “Hii!”

O homem espalhafatoso casualmente chamou Yue e as outras enquanto ignorava Hajime. Se ele só estivesse falando com elas, a ‖Pressão de Hajime não acabaria o levando para um desmaio. Mas, de todas as coisas, o homem espalhafatoso estava tentando tocar a bochecha de Shia.

Só com um olhar, o homem espalhafatoso possuía uma boa aparência. Portanto, ele deve ter pensado que qualquer mulher iria se apaixonar por ele se ele as tocasse e seduzisse. No entanto, o olhar de Shia era frio e embora ela tenha pensado em lidar com ele antes de ser tocada, o braço de Hajime agarrou a cabeça do homem antes dela. Além disso, o movimento estava aliado com uma imensa intenção assassina.

O homem espalhafatoso imediatamente encolheu seu corpo e soltou um grito patético. Hajime só ignorou a aparência do homem e o jogou para fora da estrada. O homem espalhafatoso atingiu o solo com tremenda velocidade a 30 metros de distância. Com seu rosto raspando contra o chão, ele terminou em uma pose parecida com a do Shachihoko[1] do Castelo de Nagoya[2]. E depois de avançar por mais dez metros com apenas sua cabeça, ele caiu e ficou completamente imóvel.

Dentro da nuvem de areia, o homem espalhafatoso estava deitado na terra sem nem mesmo se contrair. As pessoas que viram isso estavam boquiabertas porque elas acabaram de ver uma pessoa voando em uma órbita impossível, e elas voltaram seus olhares para Hajime, que criou tal espetáculo. As duas mulheres que acompanhavam o homem estavam timidamente olhando para Hajime, que encarava os arredores com olhos na temperatura do zero absoluto, o que as fez estremecer e elas desapareceram enquanto gritavam.

Os comerciantes que estavam contendo uns aos outros enquanto diziam, “Vocês aí, eu não vou permitir que vocês vão na frente”, um momento atrás estavam agora dizendo, “Por favor, vá na frente”, enquanto eles mutuamente se comprometiam uns com os outros. Hajime disse claramente, “Quem é o próximo?”, com seu olhar.

Como ninguém se aproximou, Hajime sorriu com satisfação, e ele olhou para longe das pessoas o cercando assim que perdeu o interesse.

(Shia): “Whoa, Hajime-san ficou furioso por miiiim. É assim que ele mostra seu desejo de me monopolizar? Só mais um passo até que aquilo aconteça, não é!?”

(Yue): “… Shia, dê o seu melhor”

(Shia): “Yue-saaaaan. Okay. Eu vou dar o meu melhoooor!”

(Tio): “Hmph, não importa o quanto tu sejas valorizadaaaa. Mestre. Não está tudo bem valorizar esta também? Por favor, jogue esta exatamente como aquele homem, por favor?”

Como Hajime estava irritado com a pessoa que tentou tocar nela, felicidade se espalhou pelo corpo todo de Shia. Na verdade, Hajime não poderia perdoa-lo por tentar tocar em Shia como se ela fosse um objeto seu. Não havia desejo de monopolizá-la, mas era tarde demais para corrigi-la, embora fosse verdade que a ação de Hajime fosse motivada por ele pensar em Shia como uma pessoa importante para ele.

A propósito, como Tio, que olhava para o homem espalhafatoso desmaiado com olhos de inveja, tentou se aproximar dele, Hajime respondeu com outro tapa. “Aan!”, Tio, que caiu no chão contente depois de soltar uma voz cativante, estava sendo encarada por Hajime com um olhar verdadeiramente gelado. Entretanto, ela ficou ainda mais feliz enquanto ficava animada. Hajime suspirou profundamente e disse, “Esta aqui não tem mais jeito”, enquanto desistia de pensar na condição dela.

Hajime e seu grupo estavam flertando com tais sentimentos, Will, que estava fora disto, entrou no veículo e se sentou enquanto olhava para longe para resolver seus sentimentos. A fila de antes ficou barulhenta de novo. Hajime virou seu olhar e, aparentemente, havia guardas correndo. Eles provavelmente viram a briga de antes. Ou melhor, eles deviam estar tentando confirmar o que aconteceu, porque o homem espalhafatoso, que foi plantado no chão, ainda estava imóvel.

Os três homens, que montavam cavalos e vestiam armaduras simples, se aproximaram de Hajime e sua equipe depois de perguntarem sobre a situação para mercadores que estavam por perto. Um dos mercadores apontou para o grupo de Hajime, então ele apontou para o homem espalhafatoso. Um dos homens ordenou que um de seus companheiros fosse até o homem caído. Os dois restantes se aproximaram do grupo de Hajime, que estava relaxando (flertando) no capô do [Veículo de Quatro Rodas]. Os olhos dos dois homens ficaram um pouco ferozes. Não por causa de seu dever… mas por causa da inveja que sentiam de Hajime.

(Guarda A): “Oi, você! O que foi esta confusão!? Aliás, o que é essa caixa preta? Explique-se!”

Para o homem que falava de forma opressiva com Hajime, não havia nenhuma força, pois ele continuava roubando olhares de Yue e das garotas. Hajime já esperava por este desenvolvimento enquanto ele olhava para o guarda e respondia em poucas palavras.

(Hajime): “Este é o meu Artefato. Eu atirei aquele homem para longe porque ele tentou colocar suas mãos nela. Você pode acreditar nisso? Como ele pode subitamente tentar abraçá-la? Olhe, ela está assustada por isso… Senhores Guardas, não me digam que vocês vão se aliar com aquele agressor sexual? Nesse caso, nós não iremos para |Fhuren| nunca mais… como eu posso ser tratado como um criminoso enquanto vocês protegem o agressor… não é?”

“Blah, blah”, Hajime falou de tal maneira sobre coisas vagas como se elas fossem fatos. Shia se agarrava em Hajime simplesmente porque ela queria ser mimada, e ela não parecia assustada se alguém olhasse diretamente para ela. “Foi uma tragédia”, Hajime distorceu sua expressão para apelar sinceramente. Will, no veículo disse, “Que conversa fiada”, enquanto o encarava, mas foi ignorado. Os mercadores ao redor disseram, “Ao invés de tentar abraçar, ele foi atirado antes que pudesse terminar de falar”, ou, “Longe de ficar assustada, é mais como se vocês estivessem flertando”, em vozes baixas que também foram ignoradas.

Contudo, era desnecessário dizer que a resposta deles era, obviamente, acreditar nas palavras de um homem espalhafatoso ou nas palavras de lindas mulheres. “Aquele cara é o pior”, eles facilmente acreditaram em Hajime sem nem examinar a situação.

Assim, nesse momento, um dos guardas inclinou sua cabeça quando viu o grupo de Hajime e então disse, “Ah”, como se se lembrasse de algo e então sussurrou para o outro guarda para confirmar isso. Sem saberem o que foi dito, o outro guarda falou de forma parecida, “Agora que você mencionou”, enquanto ele cuidadosamente examinava o grupo de Hajime.

(Guarda A): “… vocês, vocês são Hajime, Yue e Shia?”

(Hajime): “Nn? Ah, isso está correto…”

(Guarda A): “Entendo. Então, vocês estão voltando do pedido do Diretor da Filial da ⟦Guilda?”

(Hajime): “Ah, apesar de ser isso mesmo… um aviso veio do Diretor da Filial?”

O guarda acenou em consentimento para as expectativas de Hajime. O guarda imediatamente os disse para passarem pelo portão sem esperarem por sua vez. Eles se moveram usando o [Veículo de Quatro Rodas] e foram seguidos pelos guardas. As pessoas nas filas estavam curiosas com o que tinha acontecido enquanto semicerravam seus olhos para observa-los passando, e o grupo de Hajime mais uma vez colocou os pés em |Fhuren|.


O grupo de Hajime estava atualmente dentro da sala da recepção da Guilda de Aventureiros.

Eles foram servidos com chá de alta qualidade e bolos, eles beberam sem reservas enquanto esperaram por cinco minutos. Aquele que abriu a porta com um chute e pulou para dentro foi Ilwa Chang, que pediu ao grupo de Hajime que resgatasse Will.

(Ilwa): “Will! Você está bem!? Você está com algum machucado!?”

Jogando fora sua atmosfera calma do encontro anterior, ele nem mesmo os cumprimentou enquanto Ilwa confirmava a segurança de Will quando o viu. Deve ter sido porque ele estava muito preocupado com ele.

(Will): “Ilwa-san… eu sinto muito. Foi porque eu disse algo insensato que você ficou preocupado…”

(Ilwa): “… O que você está dizendo… fui eu quem apresentou você a essa missão perigosa… você está mesmo seguro… eu não poderia encarar Greille e Saria se algo acontecesse com Will… eles também estão muito preocupados com você. Será melhor se você mostrar sua cara logo para aliviá-los. Eu os avisei sobre a sua segurança. Essa informação chegou a |Fhuren| alguns dias atrás…”

(Will): “Pai e Mamãe estão… eu entendo. Eu irei imediatamente me encontrar com eles”

Ilwa disse a Will onde seus pais estavam e concordou, dizendo que estava indo. Will mais uma vez expressou sua gratidão a Ilwa ao se curvar, então ele formalmente cumprimentou o grupo de Hajime antes de ele, como prometido, sair da sala. Para Hajime, ele estava feliz que tudo correu bem, mas ele parecia insatisfeito porque Will não os agradeceu corretamente.

Depois que Will saiu, Ilwa olhou para Hajime. Ilwa estava sorrindo com uma expressão calma, então ele se curvou para Hajime.

(Ilwa): “Hajime-kun, muitíssimo obrigado por isto. Eu nunca pensei que você realmente trouxesse Will de volta vivo. Eu não posso expressar minha gratidão com palavras”

(Hajime): “Bem, Will sobreviveu porque ele teve sorte”

(Ilwa): “Fufu, então foi isso? Certamente isso contribuiu… mas não é verdade que você o protegeu de dezenas de milhares de Feras Mágicas? ⟦Espada da Deusa-sama?”

Quando ele sorriu alegremente, Ilwa chamou Hajime por seu apelido da batalha anterior contra o enorme grupo de Feras Mágicas. As bochechas de Hajime se contorceram. Aparentemente, o Diretor da Filial da ⟦Guilda possuía um método de adquirir informação mais rápido do que o movimento de Hajime.

(Hajime): “… essa informação se espalhou bem rápido, huh”

(Ilwa): “É por causa dos Executivos da ⟦Guilda. Também há o Artefato para relatórios de longa distância. E eu também tenho meu subordinado o acompanhando. Apesar de eu dizer isso, ele parece ter sempre ficado para trás por causa do movimento inesperado dos seus Artefatos… foi a primeira vez que eu ouvi ele se queixando. Afinal, ele possui a melhor habilidade para reunir informação”

Ilwa disse isso com um sorriso irônico. Parece que ele contratou um observador desde o início. Era uma medida natural como um Diretor da Filial da ⟦Guilda, então Hajime não ficou irritado. Ou melhor, ele se simpatizou com o subordinado do Diretor da Filial quando pensou que ele devia estar sempre correndo por aí por culpa de Hajime.

“Ainda assim, a situação era mesmo séria. Eu nunca pensei que o acidente na área da Cordilheira do Norte fosse um sinal para um desastre tão grande… foi mesmo algo bom eu ter te pedido para realizar essa missão. Eu também estou interessado no poder que poderia aniquilar dezenas de milhares de Feras Mágicas… você pode me contar isso? O que diabos aconteceu?”

(Hajime): “Ah, eu não me importo. Mas, antes disso, eu tenho que te pedir pelas [Placas de Status] de Yue e Shia… e quanto a Tio…”

(Tio): “Hmm, se essas duas vão receber isso, então, por favor, uma para esta também”

(Hajime): “… foi o que ela disse”

(Ilwa): “Hmm, certamente, e a credibilidade irá aumentar se eu puder ver o que está na [Placa]… okay”

Depois de dizer isso, Ilwa chamou o funcionário e três [Placas de Status] completamente novas foram apresentadas.

Como resultado, os Status de Yue e as garotas são os seguintes…

 

Nome:Yue323 anos de idadeMulher
Classe:Feiticeira (Miko[3])Level:75
Força:120Vitalidade:300
Resistência:60Agilidade:120
Poder Mágico:6.908Resistência Mágica:7.120
Habilidades
‖Regeneração Automática‖ [+ Controle de Dor] ‖Aptidão com Todos os Elementos ‖Magia Composta‖Manipulação de Magia‖ [+ Emissão de Poder Mágico] [+ Compressão[4] de Magia] [+ Controle Remoto] [+ Aumento na Eficiência] [+ Absorção Mágica] ‖Composição por Imaginação[5] [+ Aumento na Habilidade de Imaginar] [+ Composição Simultânea de Mais de Duas Magias] [+ Invocação Atrasada] ‖Conversão de Sangue‖ [+ Fortalecimento Corporal] [+ Conversão de Magia] [+ Conversão de Vitalidade] [+ Fortalecimento Mágico] [+ Pacto de Sangue][6] ⋯  ‖Recuperação de Magia de Alta Velocidade‖Magia da Criação‖Magia da Gravidade

 

Nome:Shia Haulia16 anos de idadeMulher
Classe:AdivinhaLevel:40
Força:60[Máximo]:6.100
Vitalidade:80[Máximo]:6.120
Resistência:60[Máximo]:6.120
Agilidade:85[Máximo]:6.125
Poder Mágico:3.020Resistência Mágica:3.180
Habilidades
Premonição‖ [+ Invocação Automática] [+ Suposição do Futuro] ‖Manipulação de Magia‖ [+ Fortalecimento Corporal] [+ Fortalecimento Parcial] [+ Aumento na Eficiência da Conversão II][7] [+ Fortalecimento Concentrado] ‖Magia da Gravidade

 

Nome:Tio Clarce563 anos de idadeMulher
Classe:GuardiãLevel:89
Força:770[Forma de Dragão]:4.620
Vitalidade:1.100[Forma de Dragão]:6.600
Resistência:1.100[Forma de Dragão]:6.600
Agilidade:580[Forma de Dragão]:3.480
Poder Mágico:4.590Resistência Mágica:4.220
Habilidades
‖Forma de Dragão ‖Endurecimento de Escamas de Dragão[8] ‖Aumento na Eficiência Mágica ‖Aumento na Força Física ‖Rugido ‖Capa do Vento ‖Conversão de Dor ‖Manipulação de Magia‖ [+ Emissão de Poder Mágico] [+ Compressão de Magia] ‖Aptidão com o Elemento do Fogo‖ [+ Diminuição no Consumo de Magia] [+ Efeito Aumentado] [+ Duração Aumentada] ‖Aptidão com o Elemento do Vento‖ [+ Diminuição no Consumo de Magia] [+ Efeito Aumentado] [+ Duração Aumentada] ‖Magia Composta

Apesar dos Status delas não alcançarem o de Hajime, elas estavam em um nível onde nenhum dos trapaceiros do grupo invocado poderia chegar. Era um nível que não poderia ser atingido nem pelo ⌈Herói quando ele usava o ‖Superar Limite.

Como esperado, Ilwa ficou sem palavras e boquiaberto. Não podia ser diferente. Yue e Tio possuíam habilidades como ‖Conversão de Sangue e ‖Forma de Dragão, que eram habilidades peculiares das raças assumidamente extintas, e seus Status eram muito anormais. Shia também ignorava por completo o senso comum de sua tribo. Seria estranho não ficar surpreso com elas.

(Ilwa): “Ora, ora… eu imaginei que devia existir algum segredo, mas algo como isso…”

Ensopado em suor frio, o usual sorriso de Ilwa ruiu quando ele viu os Status, e Hajime desinteressadamente concordou. Ele escutou isso normalmente, mesmo que o conteúdo bobo parecesse fixado a suas vidas, ele não poderia se impedir de acreditar por causa dos valores numéricos e habilidades que ele acabou de ver listadas nas [Placas de Status]. Quando Ilwa terminou de ouvir todas as histórias de Hajime, ele se afundou no sofá com uma aparência exausta que o fazia parecer ter subitamente envelhecido ao menos dez anos.

(Ilwa): “… certamente, vocês foram capazes de capturar a atenção de Catherine-sensei. Embora eu esperasse que apenas Hajime-kun fosse especial como alguém do mundo diferente… a realidade é muito mais assustadora, huh…”

(Hajime): “… então, Diretor da Filial-san. O que você irá fazer? Você vai nos entregar para a Igreja como elementos perigosos?”

Ilwa se ajeitou em seu assento enquanto olhava para Hajime como se criticasse a pergunta dele.

(Ilwa): “Essa piada é cruel demais. Você acha que eu posso fazer isso? Virar seu inimigo é uma escolha impossível como um Executivo da ⟦Guilda… aliás, eu não quero que você faça pouco caso de mim. Vocês são meus benfeitores. Isso não é algo que eu possa esquecer pelo resto de minha vida”

“… entendo. Então isso é bom”. Hajime encolheu seus ombros e usou seu olhar para expressar seu arrependimento e sua gratidão.

(Ilwa): “Eu até mesmo pensei, pelo menos, em me tornar seu suporte como prometido, como um Executivos da ⟦Guilda e como eu mesmo. Bem, pelo menos eu vou mostrar isso agora. Por ora, eu não acho que as pessoas do alto escalão farão alguma coisa a vocês já que a discussão deles vai ser complicada. No mínimo, eu vou fazer de todos vocês Aventureiros Rank ⟦Ouro para que ajudar vocês fique mais fácil. Normalmente, haveria vários procedimentos complicados para virar ⟦Ouro… eu vou cuidar disso mais tarde. Afinal, há a recomendação de Catherine-sensei e a minha, juntamente com sua fama como ⟦Espada da Deusa

Ilwa mostrou uma hospitalidade luxuosa enquanto ele preparava uma carta com o brasão de sua família, assim eles poderiam usar a sala VIP na estalagem diretamente operada pela ⟦Guilda enquanto estivessem em |Fhuren|. De qualquer forma, embora houvesse sua gratidão pelo evento recente, ele também parecia querer criar uma relação amigável com o grupo de Hajime. Ele falou de tudo com seriedade sem ter nenhuma razão para esconder algo.

Mais tarde, quando eles se separaram de Ilwa, o grupo de Hajime foi relaxar na sala VIP do hotel diretamente controlado pela ⟦Guilda na Ala Central de |Fhuren|. No caminho, eles conheceram os pais de Will, Conde Greille Kudeta e Saria Kudeta, que apareceram para cumprimentá-los acompanhados de Will. Eles eram diferentes dos nobres que ele viu no Palácio Real, já que eles pareciam ser pessoas bastante lógicas. Ele estava convencido que a bondade de Will vinha de seus pais.

Conde Greille queria agradecê-los ao convidá-los para sua casa e dar dinheiro e presentes a eles, mas ele partiu com uma mensagem dizendo que ele os ajudaria se eles estivessem em apuros porque Hajime recusou com firmeza as recompensas.

Uma enorme sala de estar: havia outros quatro quartos além da sala e todos estavam equipados com camas com dossel vigiando a Ala de Visitação do terraço. Hajime estava deitado no enorme sofá na sala de estar enquanto suspirava relaxado.

Yue levantou a cabeça de Hajime e a descansou em seu colo, como de costume. Shia estava sentada perto dos pés dele, enquanto Tio estava olhando ao redor da sala com curiosidade.

(Hajime): “Vamos descansar por hoje. Vamos fazer algumas coisas como ir às compras e adquirir comida amanhã”

Hajime semicerrou seus olhos enquanto ele sentia o prazer vindo da mão de Yue esfregando seu cabelo, e ele falou sobre a agenda do dia seguinte. Shia estava esperando por isso. Ela timidamente balançou o corpo inclinado de Hajime.

(Shia): “Entãããão, Hajime-san. A promessa…”

(Hajime): “… eu lembro. Eu devo te levar para a Ala de Visitação…”

Como recompensa pelo trabalho duro de Shia, Hajime prometeu ir em um encontro com ela por um dia. Shia estava olhando para Hajime com olhos cheios de expectativa. Hajime estava hesitando porque era necessário obter a comida, mas Yue resolveu esse problema. Suas mãos macias foram colocadas nas bochechas de Hajime e ela apertou seus olhos gentilmente.

(Yue): “… Tio e eu iremos fazer as compras. Portanto, vá com Shia, okay?”

(Hajime): “… está tudo bem?”

(Yue): “Nn… em troca…”

(Hajime): “Em troca?”

Yue olhou para Hajime e sua melhor amiga Shia, que estava realmente esperando pela promessa, com um olhar gentil enquanto ela transmitia uma atmosfera de irmã mais velha, e ela incentivou Hajime. Hajime tentou confirmar a continuação de suas palavras com um olhar um pouco confuso, e a expressão gentil de Yue mudou para uma provocante enquanto ela lambia seus lábios. Ela continuou ao aproximar seu rosto do ouvido de Hajime e…

(Yue): “… eu quero que você me ame muito esta noite”

Ela disse.

Hajime cobriu seu rosto com sua mão e falou, “… nn”, uma resposta no estilo Yue. Era tudo o que eles precisavam. Apesar de ele ter confiança de ser capaz de derrotar o Guardião nas profundezas do |Calabouço|, talvez pelo resto de sua vida, ele não seria capaz de derrotar Yue, assim Hajime pensou.

(Shia): “… antes de eu perceber, eles naturalmente começaram a criar um mundo só deles… nada surpreendente para Yue-san”

(Tio): “Hmm, ainda assim, esta sente que a não desencorajada Shia é muito forte. Bem, esta não tem problemas porque esta está satisfeita contanto que o Mestre abuse desta… Shia tem um belo desafio pela frenteeee”

Enquanto Shia dirigia um olhar de, “Como esperado da Mestra”, para Yue com olhos de respeito, Tio enviava um olhar interessado no relacionamento de Shia e Yue onde inveja não podia ser sentida. Posteriormente, quando Hajime conseguiu recuperar seus sentidos que lhe escaparam por causa do ataque surpresa de Yue, os quatro conversaram e o dia se tornou noite.


Extra

Meia-noite nesse dia.

Assim que a lua se aproximava do zênite… duas sombras furtivamente se moviam para o terraço do último andar da estalagem controlada pela Guilda de Aventureiros. As duas estavam vestidas de preto exatamente como assassinas, lentamente apagando suas presenças enquanto se aproximavam da janela de um certo quarto e silenciosamente olhavam para dentro.

O que estava dentro desse quarto era…

(Shia): “Fuwah! Por favor, olhe para aquilo Tio-san! Que intenso… Yue-san vai quebrar, não é?”

(Tio): “WHOOAA! O Mestre é tão intenso! Con-contudo, Shia. A expressão de Yue… certamente não é ruim! Embora esta também seja uma mulher, esta pode sentir algo estranho…”

(Shia): “Ack, essa é definitivamente uma expressão fascinante que não pode ser enfrentada! Ela parece tão feliiiiz, eu estou com tanta invejaaaa”

(Tio): “Mmmmmm, apesar desta ficar satisfeita contanto que o Mestre abuse desta… esse tipo de coisa não é ruim tambéééém”

… depois disto, não é preciso dizer que Hajime, que notou as presenças delas, deu as duas voyeurs uma punição severa.


Nota do autor (Chuuni Suki)

Os Status ainda são provisórios. Há a possibilidade de ajustes dependendo de futuros desenvolvimentos.


[1] Shachihoko, ou shachi, é um animal do folclore japonês com a cabeça de um tigre e o corpo de uma carpa. Acreditava-se que este animal poderia fazer chover, e, portanto, templos e castelos eram frequentemente adornados com ornamentos no teto (chamados de shibi) feitos na forma de um shachihoko, com o objetivo de proteger o prédio do fogo. Quando pronunciado, shachi também pode significar “orca”.

[2] O Castelo de Nagoya localiza-se em Nagoya, na Província de Aichi, no Japão. O castelo Nagoya jō foi construído em 1612. Durante a Segunda Guerra Mundial foi totalmente destruído, restando somente a sua base de pedra. Em 1959 foi reconstruído segundo os planos originais. Nagoya-jō é também famoso pelos seus dois opulentos Kin no Shachi (“Orcas douradas”) no telhado, que são frequentemente utilizados como símbolo da cidade.

[3] O sacerdócio xintoísta é aberto às mulheres. Além de sacerdotisas, as mulheres podem ainda ser mikos (巫女). Uma miko é uma virgem que leva uma vida monástica, ajudando os sacerdotes a executar os ritos nos templos e executando as danças sagradas. Exercem estas funções durante cinco a dez anos.

[4] Compressão física é o resultado da aplicação de uma força de compressão a um material, resultando em uma redução em seu volume, ou, como tratado em resistência dos materiais e engenharia, uma redução de uma de suas dimensões. A compressão tem muitas implicações na resistência dos materiais, na física e na engenharia estrutural, pelo fato da compressão produzir quantidades consideráveis de stress e tensão.

[5] Formações mágicas podem ser feitas completamente através da imaginação.

[6] Aumento drástico no Status da pessoa que é escolhida para se chupar sangue.

[7] Uma unidade de magia será convertida em duas unidades de força física.

[8] Escamas de Dragão podem ser ainda mais endurecidas usando magia. É possível aumentar ainda mais o Status base usando a Forma de Dragão.