Uma situação anormal

Sons intensos de armas se chocando e explosões ressoavam dentro do sombrio |Calabouço| subterrâneo, com apenas uma fraca luz verde para se guiar.

Era algo tão intenso que poderia ser descrito como grave, e até as paredes distantes sacudiam de vez em quando. Inúmeros rastros de espadas prateadas foram belamente desenhados no espaço vazio. Projéteis de fogo, lanças de fogo, lâminas de vento e lasers de água voavam como uma barragem. Sons de algo atingindo carne, rugidos furiosos de seus companheiros, e gritos de guerra preencheram o espaço que deveria estar em silêncio, subitamente o transformando em um campo de batalha.

(Kouki): “Ó luz que atravessa toda a criação, vento que traz a destruição, se espalhe e dance como um redemoinho e se torne a tempestade de luz que corta meus inimigos! ‖Rompimento Crescente!”

A [Espada Sagrada] que ele tinha em suas mãos, junto a seu pulso desfocando enquanto acelerava, criou várias espadas de luz liberadas com ele, Kouki, no centro. A Fera Mágica, que parecia um morcego e atacava, tinha o comprimento de quase 50 centímetros e foi instantaneamente cortada em dez pedaços, caindo no chão sem ser capaz de ter sucesso em seu ataque enquanto sangue respingava.

(Kouki): “Vanguarda! Contando, dez…”

(Alunos na Vanguarda): “Entendido!”

Feras Mágicas parecidas com formigas que moviam suas mandíbulas, Feras Mágicas parecidas com morcegos que voavam, e Feras Mágicas em forma de anêmonas-do-mar[1]; elas se contorciam e se moviam dentro da sala arredondada com 30 metros de diâmetro. As Feras Mágicas vinham dos oito túneis ao redor da sala.

Este lugar era o 89º andar do |Grande Calabouço Orcus|. A vanguarda, Kouki, Ryutaro, Shizuku, Nagayama, Hiyama e Kondo, estavam acompanhando a contagem do ataque mágico total da retaguarda. As Feras Mágicas, que conseguiram atacar a retaguarda, foram repelidas e derrotadas por Kouki e a vanguarda enquanto eles esperavam pela contagem regressiva.

As Feras Mágicas problemáticas com forma de morcego dispararam para atacar a retaguarda usando o espaço entre a defesa da vanguarda, mas foram paradas graças a muralha feita pela confiável ⌈Mestra de Barreiras.

(Suzu): “Ó tempestade efêmera, ó escudo invisível; se enfureça, golpeie, rodopie e detenha tudo, ‖Muro da Tempestade Furiosa!”

Taniguchi Suzu ativou a magia que era ao mesmo tempo ofensiva e defensiva. O feitiço entoado seguiu direto para a retaguarda, e a brisa poderia ser sentida pelas mãos estendidas deles. Nenhuma mudança podia ser vista a olho nu. Até as Feras Mágicas em forma de morcego não notaram a presença disso, e não foram avisadas por seus instintos. Elas continuaram tentando atacar a retaguarda, que estava a ponto de ativar feitiços de ataque mágico de larga escala.

Contudo, antes que eles chegassem a seus alvos, o que se encontrou com as Feras Mágicas que atacavam foi uma parede de ar que parecia uma enorme distorção do espaço aparecendo de repente. Dez dessas Feras Mágicas parecidas com morcegos colidiram com a parede uma atrás da outra, mas a parede de ar apenas se dobrou sem deixar nenhuma atravessar.

Quando todas as Feras Mágicas em forma de morcego colidiram, o espaço distorcido explodiu, causando um grande impacto como se tivesse atingido seu limite. O impacto gerado foi enorme, e a carne esmagada por ele imediatamente se espalhou pelas paredes do |Calabouço| com o som dos respingos e das mortes.

] Splash! [

(Suzu): “Hmph! Eu não deixarei vocês passarem tão facilmente!”

A voz da criadora de climas da classe, Suzu, soou no meio do intenso som de batalha. Ao mesmo tempo, a retaguarda simultaneamente disparou seus melhores ataques. Foi um ataque onde foi necessário que eles mantivessem uma certa distância, já que isso iria derrotar os inimigos e levar todos aqueles que estivessem por perto.

(Kouki): “Recuar!”

Com a ordem de Kouki, a vanguarda imediatamente se afastou das Feras Mágicas.

No momento seguinte, os ataques mágicos de seis pessoas apareceram com uma sincronia perfeita.

Uma enorme bola de fogo caiu e simultaneamente criou uma enorme explosão. Enquanto isso, um tornado aparecia no campo de batalha, trazendo lâminas de vácuo que sugaram as Feras Mágicas e as cortaram. No chão, lanças de pedra disparadas com enorme velocidade perfuraram as partes inferiores das Feras Mágicas. Ao mesmo tempo, pingentes de gelo que caiam do alto criaram buracos nos troncos dos monstros.

Não havia como uma criatura viva ser capaz de sobreviver dentro do espaço sublime que parecia ter recebido a fúria da natureza. Os ataques duraram apenas dez segundos. Entretanto, mais do que 90% das Feras Mágicas estavam mortas enquanto o resto estava à beira da morte devido a ferimentos sérios.

(Kouki): “Tudo bem! Isto é bom! Vamos finalizar os que sobraram depressa!”

Com o grito de Kouki, a vanguarda mais uma vez seguiu em frente, e as Feras Mágicas à beira da morte, que não poderiam nem mesmo se defender graças ao bombardeio de ataques mágicos, foram exterminadas uma a uma. Nem mesmo cinco minutos se passaram quando todas as Feras Mágicas foram aniquiladas.

A batalha terminou, mas o grupo de Kouki não relaxou sua guarda e investigou seus arredores para ver se havia mais inimigos.

(Kouki): “Phew, o próximo é o 90º andar, huh… nós fomos capazes de derrotar as Feras Mágicas deste andar sem muita dificuldade… e parece que o fim do treinamento de combate dentro deste |Calabouço| está próximo”

(Shizuku): “É por isso que não devemos baixar nossa guarda. Afinal, não sabemos que tipo de Feras Mágicas e armadilhas estão à frente”

(Kouki): “Você não está se preocupando demais Shizuku? Nós não acabamos de ter uma batalha fácil em um andar em que ninguém jamais chegou? Não importa o que venha a seguir, eu vou derrotá-los! Mesmo se for a raça dos Demônios!”

Shizuku advertiu Kouki, que murmurou isso em pensamento profundo, e o cérebro de músculo Ryutaro respondeu com uma gargalhada vigorosa. Entretanto, Kouki fez um cumprimento punho com punho com Ryutaro, e mostrou um sorriso destemido. Olhando para eles, Shizuku suspirou enquanto esfregava sua testa enrugada. Ela seguiu em frente e acompanhou o exagero dos dois, o que a elevou ao estágio de um sábio secular. “Minhas rugas não aumentaram de novo, aumentaram?”, era a preocupação dela já que as vezes que Shizuku olhava para um espelho aumentaram. Mesmo assim, ela não restringiu os dois enquanto os acompanhava; realmente uma pessoa bondosa.


(Kaori): “Hiyama-kun, Kondo-kun, eu acho que vocês devem ter se recuperado agora. Mas… como estão vocês?”

Enquanto os outros discutiam a batalha de mais cedo, Kaori estava cumprindo seu dever; curar as pessoas feridas na batalha anterior, já que ela era uma ⌈Curandeira. Deve se notar que havia outra garota com a classe de ⌈Curandeira entre as 15 pessoas que passavam pelo treinamento de combate ao conquistar o |Calabouço|, e a tarefa de curar os outros era dividida entre as duas.

(Hiyama): “… aah, não há nenhum problema agora. Obrigado Shirasaki”

(Kondo): “O-oh, está tudo bem agora. Obrigado”

Hiyama, que foi curado por Kaori, estava sonhando acordado devido à proximidade do rosto de Kaori, e a respondeu distraidamente. Era óbvio que ele estava encantado por ela. Até Kondo estava a agradecendo com suas orelhas ficando vermelhas. Como eles eram parte da vanguarda, Hiyama e Kondo estavam frequentemente aos cuidados da cura de Kaori, ainda assim, eles não podiam se acostumar a entrar em contato com Kaori.

Embora a atitude de Kondo fosse exatamente a de um garoto na puberdade… havia escuridão dentro dos olhos de Hiyama quando ele olhava para Kaori. A escuridão se tornava mais espessa conforme os dias passavam… mas quase ninguém notou.

Ouvindo os agradecimentos deles, Kaori disse, “De nada”, com um sorriso. Então, ela se levantou e se virou. Quando ela confirmou que mais ninguém estava precisando de cura, ela suspirou secretamente, e começou a olhar para a passagem sombria à frente com olhos cheios de preocupação.

(Kaori): “…”

Notando o estado de Kaori, Shizuku entendeu o que sua melhor amiga sentia. A mente de Kaori estava cheia de preocupações. Havia mais dez andares até o andar mais profundo (segundo a opinião geral), mesmo assim, eles não encontraram nenhum sinal de Hajime.

Apesar de isso significar que havia esperança, o desespero era muito mais forte. Mesmo se ela decidisse não acreditar que Hajime estava morto até ver com seus próprios olhos, outro andar foi conquistado, e os pensamentos negativos que surgiam quando nada era encontrado não podiam ser facilmente descartados. Além disso, quatro meses se passaram desde o dia que Hajime caiu dentro do Abismo. Mesmo que a determinação dela fosse forte, era tempo o bastante para que pensamentos negativos começassem a invadir sua mente.

Vendo a aparência de Kaori enquanto ela abraçava seu Artefato, um Cajado branco, com força, Shizuku a chamou já que ela não podia mais aguentar ver isso. E, antes que Shizuku se movesse, a pequena animadora disse, “Como se eu fosse deixar Kaori ficar se preocupando dessa forma!”, e correu na direção dela. ] Salto [, ela pulou e abraçou Kaori por trás.

(Suzu): “KA-O-RIIIIN!! Não há nenhum motivo para curar esses caras, apenas cure Suzu, muitoooo! Me cure com esse e esse aquiiii”

(Kaori): “Hya! Suzu-chan! Onde você está tocando!? Ou melhor, Suzu-chan não deve ter nenhum ferimento!”

(Suzu): “Tem sim! O coração de vidro de Suzu está ferido! Portanto, me mime! Para deixar isso mais claro, use os peitões da Kaorin!”

(Kaori): “Pe-peit… eu disse para parar! Ah, hey! Yanh! Shizuku-chan, ajuda!”

(Suzu): “Haa, Haa, isto é bom? Que tal por aqui? Jovem senhorita, você é bem du… puuuu!?”

(Shizuku): “… haa, pare já com isso Suzu. Eu sei que você não se incomoda com os olhares dos garotos… porém, você deveria…”

Suzu se transformou em um velhote pervertido e estava apalpando os peitos de Kaori com uma expressão tão descarada que isso não deveria ser mostrado para outro ser humano. Foi essa a razão para ela receber um golpe na cabeça de Shizuku e desabar. A propósito, alguns dos alunos que estavam assistindo a cena Yuri de Suzu e Kaori também tinham caído no chão. Suzu estava convulsionando com um inchaço em sua cabeça, e foi tratada por Nakamura Eri com um sorriso sem graça.

(Kaori): “Uuuuu, obrigado Shizuku-chan. Isso foi constrangedor…”

(Shizuku): “Tudo bem, tudo bem. Está tudo bem agora. Eu exterminei a pervertida, okay?”

Kaori, que se agarrou nela com olhos marejados, teve sua cabeça gentilmente acariciada por Shizuku. Era uma cena que podia ser vista com frequência recentemente. Shizuku deu uma olhada no rosto de Kaori enquanto ela gentilmente afagava o cabelo sedoso de Kaori. Kaori estava olhando para Eri, que estava cuidando de Suzu com uma expressão preocupada, mas, ao mesmo tempo, feliz, e sua angústia de antes não estava mais presente.

Aparentemente, seu sentimento mudou, mesmo que fosse algo temporário. De qualquer maneira, Shizuku sentiu admiração em sua mente enquanto ela pensava, “Como esperado da animadora da classe, Suzu (versão Velhote)”.

(Shizuku): “Há apenas mais dez andares sobrando… vamos dar o nosso melhor Kaori”

Shizuku colocou suas mãos nos ombros de Kaori, e então colocou um pouco de força neles enquanto ela olhava diretamente para Kaori. Era seu jeito de encorajar sua melhor amiga, assim ela não se quebraria. Vendo Shizuku, Kaori notou que ela ficou um pouco mais tímida, então ela bateu em ambas suas bochechas e devolveu o olhar de Shizuku com olhos determinados.

(Kaori): “Un. Obrigado Shizuku-chan”

A preocupação de Shizuku fez Kaori perceber mais uma vez como Shizuku iria apoiá-la, e Kaori transmitiu sua gratidão enquanto seu olhar suavizava e ela sorria. Shizuku acenou com a cabeça silenciosamente, e seu olhar também suavizou… lírios estavam florescendo ao lado delas, mas elas não notaram isso. Kouki e os outros que estavam olhando pelo local embaraçosamente também não foram notados por Shizuku e Kaori. Elas já estavam em seu próprio mundo afinal.

(Kaori): “Se for agora… eu posso protegê-lo?”

(Shizuku): “Entendo… tenho certeza que você pode. Nós estamos diferentes daquela época… até nossos Levels ultrapassaram os de Meld-san e os outro ⌈Cavaleiros… contudo, hehe, não seria possível que ele também ficou mais forte? Mesmo naquela vez, foi ele quem nos ajudou no fim”

(Kaori): “Haha, caramba… Shizuku-chan…”

Kaori acreditava na sobrevivência de Hajime, mas ela estava subestimando sua forma atual, se perguntando se ela poderia protegê-lo desta vez, e foi por isso que Shizuku estava zombando dela por brincadeira. Na realidade, elas ficariam boquiabertas por vários motivos quando elas encontrassem seu alvo… mas isso era algo para o futuro próximo.

A propósito, as pessoas que estavam nesse local eram, Kouki, Ryutaro, Shizuku, Kaori, Suzu, Eri, cinco pessoas incluindo Nagayama Jugo, e a gangue formada por quatro alunos de Hiyama; um total de 15 pessoas, enquanto Meld e os ⌈Cavaleiros estavam de prontidão no 70º andar. Na verdade, eles eram capazes de começar pelo 70º andar, já que um círculo mágico de teletransporte que conectava o 30º e o 70º andar foi descoberto.

Embora isso tornasse mais fácil para se mover para os andares inferiores, o 70º andar era o limite para Meld e os ⌈Cavaleiros. Para começar, havia apenas Meld e poucos outros que poderiam acompanhar o ritmo enquanto acompanhavam o grupo de Kouki quando eles estavam por volta do 60º andar. Assim, eles só se tornariam um estorvo para o grupo de Kouki quando eles chegaram ao 70º andar.

Até Meld estava consciente disso. Ele compartilhou com o grupo de Kouki todo o conhecimento sobre o |Calabouço|. Era por isso que ele e os ⌈Cavaleiros decidiram dar o seu melhor para garantir uma zona segura ao redor do círculo de teletransporte, e apenas o grupo de Kouki pôde seguir em frente.

Meld queria mostrar um sorriso amargurado por ter sido superado em apenas quatro meses. Mas mesmo assim, depois de se associar com o grupo de Kouki, ele e os ⌈Cavaleiros ficariam satisfeitos se suas habilidades pudessem garantir uma zona segura no 70º andar.

Os Status atuais do grupo de Kouki eram algo como o que se segue:

 

Nome:Amanogawa Kouki17 anos de idadeHomem
Classe:HeróiLevel:72 (26↑)
Força:880 (320↑)Vitalidade:880 (320↑)
Resistência:880 (320↑)Agilidade:880 (320↑)
Poder Mágico:880 (320↑)Resistência Mágica:880 (320↑)
Habilidades
‖Aptidão com Todos os Elementos[+ Aumento na Eficácia do Elemento da Luz] [+ Aumento na Velocidade de Ativação] ‖Resistência contra Todos os Elementos[+ Aumento na Eficácia do Elemento da Luz] ‖Resistência Física[+ Aumento na Taxa de Recuperação] [+ Mitigação de Impacto] ‖Magia Composta[2] ‖Esgrima‖Força Hercúlea‖Teletransporte[3] ‖Predição[4] ‖Recuperação de Magia de Alta Velocidade‖Detecção de Presença‖Detecção de Magia‖Superar Limite‖Compreensão da Linguagem

 

Nome:Sakagami Ryutaro17 anos de idadeHomem
Classe:Lutador de PunhosLevel:72
Força:820Vitalidade:820
Resistência:680Agilidade:550
Poder Mágico:280Resistência Mágica:280
Habilidades
‖Técnicas de Combate Corpo a Corpo[5] [+ Fortalecimento Corporal] [+ Fortalecimento Parcial] [+ Fortalecimento Concentrado] [+ Penetrar e Destruir] ‖Teletransporte‖Resistência Física‖ [+ Vajra][6] ‖Resistência contra Todos os Elementos‖Compreensão da Linguagem

 

Nome:Yaegashi Shizuku17 anos de idadeMulher
Classe:EspadachimLevel:72
Força:450Vitalidade:560
Resistência:320Agilidade:1.110
Poder Mágico:380Resistência Mágica:380
Habilidades
‖Esgrima‖ [+ Aumento na Velocidade de Corte] [+ Aumento na Velocidade do Saque da Espada] ‖Teletransporte‖ [+ Teletransporte Superior] [+ Pernas Vertiginosas] [+ Sem Batida][7] ‖Predição‖Detecção de Presença‖Furtividade‖ [+ Ataque Fantasma] ‖Compreensão da Linguagem

 

Nome:Shirasaki Kaori17 anos de idadeMulher
Classe:CurandeiraLevel:72
Força:280Vitalidade:460
Resistência:360Agilidade:380
Poder Mágico:1.380Resistência Mágica:1.380
Habilidades
‖Magia de Cura‖ [+ Aumento na Eficácia] [+ Aumento na Taxa de Cura] [+ Aumento na Habilidade de Imaginar] [+ Detecção de Permeação][8] [+ Aumento Eficaz no Alcance] [+ Aumento na Eficiência da Cura Distante] [+ Aumento na Eficiência da Recuperação de Estados Anormais] [+ Diminuição no Consumo de Magia] [+ Aumento na Eficiência de Poder Mágico] [+ Aumento Contínuo] [+ Ativação Simultânea] [+ Ativação Atrasada] [+ Ativação Adicional] ‖Aptidão com o Elemento da Luz‖ [+ Aumento na Velocidade de Ativação] [+ Aumento na Eficiência] [+ Aumento na Duração] [+ Aumento Contínuo] [+ Ativação Simultânea] [+ Ativação Atrasada] ‖Recuperação de Magia de Alta Velocidade‖ [+ Meditação] ‖Compreensão da Linguagem

As habilidades ‖Magia de Cura e ‖Aptidão com o Elemento da Luz de Kaori estavam no máximo. Sua ‖Magia de Cura em particular estava no mais alto nível possível. Só por julgar pela quantidade de habilidades, Kaori equivalia ao menos a quatro pessoas. Além disso, seu atual número de habilidades até excedia o do ⌈Herói, Kouki. Tudo foi definitivamente por sua promessa. Acreditando na sobrevivência dele, desta vez, ela iria ser aquela a protegê-lo. Esse era o resultado de ela determinadamente repetir tudo o que ela poderia fazer enquanto reservava pouco tempo para dormir.

(Kouki): “Eu acho que está na hora de partirmos… está tudo bem agora?”

Kouki timidamente chamou Kaori e Shizuku, que ainda estavam olhando uma para a outra. Antes, ele testemunhou Kaori e Shizuku se abraçando no quarto de Kaori, então, algumas vezes, a atitude de Kouki ficava suspeita, o que deixava Kaori espantada, mas Shizuku sabia o que estava na mente dele e apenas o observava silenciosamente. Seus olhos estavam realmente expressando, “Até quando você vai manter este mal-entendido estranho, seu idiota”.

Fingindo que ele não notou o olhar de Shizuku, Kouki deu ordens aos outros membros. Eles tinham explorado 90% do 89º andar, e a rota que eles estavam usando agora era o último local a se explorar. Pensando sobre a estrutura dos andares até o momento, estava na hora de eles verem as escadas.

A previsão se tornou realidade, e o grupo descobriu as escadas dez minutos depois de se moverem. Eles desceram a escadaria espiral sombria enquanto examinavam a possível existência de armadilhas. Depois que eles desceram cerca de dez metros, o grupo de Kouki chegou no 90º andar.

Por enquanto, o grupo de Kouki estava examinando com atenção por qualquer coisa que pudesse acontecer já que esse era o ponto de partida. Contudo, assim como sua aparência externa, nada mudou do 80º ao 89º andar que eles acabaram de explorar. Eles imediatamente começaram sua exploração enquanto mapeavam o local. Mesmo que as estruturas fossem as mesmas, eles não poderiam baixar suas guardas porque as Feras Mágicas que iriam aparecer seriam mais fortes.

Em vigilância, o grupo de Kouki explorou as passagens e salas com as mesmas estruturas de antes. A exploração progrediu com facilidade. Ou assim deveria ser, porque pouco depois, um a um, os alunos ficaram com expressões de dúvida.

(Kouki): “… o que está acontecendo?”

No momento que o grupo chegou no amplo espaço no fundo do andar, a sensação incompreensível atingiu seu auge, e Kouki soltou uma voz questionadora com uma expressão perplexa. Os outros estudantes também estavam perturbados, exatamente como ele, então eles pararam quando Kouki fez a pergunta.

(Kouki): “… mesmo que tenhamos explorado tanto, por que não encontramos nenhuma Fera Mágica?”

A exploração deles tinha chegado a metade final, excluindo as passagens desnecessárias. Até agora, eles não seriam capazes de avançar tão facilmente já que eles seriam furiosamente atacados por poderosas Feras Mágicas. Normalmente, eles precisariam de dois dias para chegar a metade final do andar. No entanto, nem mesmo três horas se passaram desde que o grupo de Kouki começou a exploração do 90º andar. A razão para este progresso era simples. Eles não encontraram nem mesmo uma Fera Mágica neste andar.

No início, eles pensaram que as Feras Mágicas estavam observando o grupo das sombras, mas nada apareceu mesmo quando eles usaram suas habilidades de detecção e feitiços mágicos. Era estranho para eles nem mesmo sentirem a presença de uma única Fera Mágica. Era obviamente uma situação anormal.

(Ryutaro): “… como posso dizer, isso parece sinistro. Não havia nada aqui desde o início?”

De forma parecida com Ryutaro, os outros alunos também falaram sobre as outras possibilidades que permaneciam sem solução. A confusão deles apenas aumentou.

(Shizuku): “… Kouki, não devemos voltar por ora? Por algum motivo, eu sinto uma premonição ameaçadora. Meld e os ⌈Cavaleiros devem saber algo sobre esta situação”

Shizuku sugeriu a Kouki enquanto ela aumentava sua vigilância. Kouki considerou a sugestão de Shizuku porque ele também tinha uma sensação ruim sobre a situação, mas eles deveriam continuar avançando, não importava o que acontecesse, e ele pensou que eles estariam bem porque puderam enfrentar o 89º andar com facilidade, então ele hesitou em responder.

Enquanto Kouki estava hesitando, os integrantes do grupo que exploravam as imediações inesperadamente ergueram suas vozes.

(Aluno A): “Isto é… sangue… não é?”

(Aluno B): “É difícil de discernir já que o sangue é parecido com a cor da parede… está por toda a parede”

(Aluno C): “Oi, oi… isto… isto é uma quantidade bem grande”

Nagayama avançou a partir do grupo de alunos pálidos e tocou o líquido que eles pensavam ser sangue com seu dedo. Posteriormente, ele confirmou os detalhes ao olhar e cheirar o sangue preso em seu dedo.

(Nagayama): “Amanogawa… nós devemos seguir a sugestão de Yaegashi… isto é sangue de Fera Mágica. Além disso, ainda está fresco”

(Kouki): “Bem, se isso é sangue de Fera Mágica, isso significa que as Feras Mágicas daqui foram todas mortas. Além do mais, isso também significa que há uma mais forte que fez isso… mas nós não seríamos incapazes de avançar a menos que derrotemos ela?”

Nagayama balançou sua cabeça para a resposta de Kouki. Mesmo que Nagayama fosse o segundo maior aluno depois de Ryutaro, ele tinha uma personalidade muito prudente, diferente do outro citado. Nagayama observou o ambiente cuidadosamente enquanto se preparava para a batalha e disse a Kouki o que ele pensava sobre a situação.

(Nagayama): “Amanogawa… a Fera Mágica provavelmente não vai sair desta sala sozinha. Nós também não encontramos nenhuma nas passagens e salas até agora. Além disso, é a primeira vez que descobrimos pistas. Em outras palavras…”

(Shizuku): “… algo deve ter escondido os vestígios das Feras Mágicas atacadas, correto?”

Nagayama concordou com as palavras de Shizuku. Até a expressão de Kouki mostrou que ele percebeu algo por causa dessas palavras. Assim, exatamente como Nagayama, ele aumentou sua vigilância ao máximo com uma expressão séria.

(Kouki): “Também há a possibilidade de as Feras Mágicas terem ficado mais inteligentes… porém, é natural pensar que alguém estava aqui… junto a isto, para apenas vestígios neste local específico não estarem escondidos, isso significa que ela não teve tempo para fazer isso, ou…”

(???): “Esta é a última parada”

O que sucedeu as palavras de Kouki foi a aparição súbita de uma voz nunca antes ouvida de uma mulher. Era uma voz rouca um pouco masculina. O grupo de Kouki ficou de olhos arregalados e eles imediatamente entraram em modo de batalha. Eles viraram seus olhares para a fonte da voz.

Sons de passos ressoaram, mas o que apareceu de dentro da escuridão do espaçoso salão foi uma jovem mulher com cabelo vermelho flamejante. As orelhas da mulher eram levemente pontudas e sua pele era escura.

O grupo de Kouki arregalou seus olhos em assombro. As características da mulher eram algo que eles conheciam muito bem. Embora eles nunca tivessem visto antes, essas eram as características de uma raça que sempre aparecia nas aulas de Ishtar e dos outros… o inimigo do Deus da ⟦Igreja dos Santos, e também a arqui-inimiga da raça humana. Essa era…

(Aluno): “… raça dos Demônios

Alguém murmurou e a mulher da raça dos Demônios revelou um sorriso sutil e frio.


Estudantes citados neste capítulo

 

NomeClasseDescrição
Amanogawa KoukiHeróiO ídolo da escola em que Hajime estuda, tem notas excelentes e é considerado um super-humano bom em todos os tipos de esportes.
Hiyama Daisuke???Líder da gangue que atormentava Hajime na escola. Tem uma paixão doentia por Kaori. Responsável pela queda de Hajime no Abismo.
Kondo Reiichi???Amigo de Hiyama e membro da gangue que atormentava Hajime.
Nagayama Jugo???Lutador de judô e segundo maior aluno na classe de Hajime.
Nakamura EriNecromante[9]Garota que usa óculos e é amiga próxima de Suzu.
Sakagami RyutaroLutador de PunhosMelhor amigo de Kouki e o maior aluno da classe de Hajime.
Shirasaki KaoriCurandeiraConsiderada a garota mais bonita da escola e apaixonada por Hajime.
Taniguchi SuzuMestra de BarreirasGarota baixinha e animada que é considerada a mascote da classe.
Yaegashi ShizukuEspadachimMelhor amiga de Kaori e amiga de infância de Kouki.

[1] As anêmonas-do-mar, ou actínias, são um grupo de animais; elas foram nomeadas assim por causa da anêmona, uma flor terrestre. Utiliza seus tentáculos para capturar alimentos. Como cnidários (filo de animais), são intimamente relacionadas aos corais, águas-vivas e hidras.

[2] Alterando “Magia Complexa” para “Magia Composta”.

[3] Em inglês, o nome desta habilidade é Ground Shrink, que seria literalmente “Encurtar o terreno”.

[4] Alterando “Previsão” para “Predição”.

[5] Combate corpo a corpo (por vezes abreviado pelas siglas HTH ou H2H, do inglês hand-to-hand combat), é um termo genérico muitas vezes usado para se referir a uma luta sem armas conduzida do ponto de vista militar, distinguindo-se assim dos esportes de combate. A expressão “corpo-a-corpo” indica combate desarmado, mas muitas vezes abrange a utilização de algumas armas como facas e baionetas.

[6] Vajra é uma palavra sânscrita (língua antiga usada no Nepal e na Índia) que significa tanto “diamante” quanto “relâmpago”. Como diamante, remete à indestrutibilidade da essência espiritual. Enquanto relâmpago, como aquilo que ilumina velozmente.

[7] No Beat é uma habilidade que permite que o usuário realize um movimento sem uma ação prévia.

[8] Permeação, em física, engenharia e medicina e farmacologia, é a penetração de um permeato (um líquido, gás ou vapor) através de um sólido, e é relacionado à permeabilidade intrínseca do material.

[9] Necromante é o nome de quem pratica Necromancia, suposta arte de se comunicar com o mundo espiritual para obter informações do passado, do futuro ou do pós vida por meio da evocação dos mortos ou dos espíritos, utilizando-se ou não dos restos mortais que pertenceram a outras pessoas. A necromancia também pode ser muito mais que se comunicar com os mortos, mas também trabalhar com ressurreição, reencarnação e muitos outros trabalhos. A Necromancia tem a sua origem na crença de que os seres humanos viajam para um outro mundo após a morte e poderiam relacionar-se com os vivos, mantendo-se disponíveis para serem contatados e questionados. São práticas que encontram registros em diversas civilizações, muito comum entre os gregos e egípcios, também é referenciada negativamente na Bíblia.