Há coisas que até um figurante pode fazer

A atual localização deles era a sala mais profunda do 89º andar.

Na realidade, havia quatro entradas dentro da enorme sala octogonal, mas na verdade, havia uma passagem que levava para uma sala secreta entre duas das entradas. O tamanho da entrada desta sala fechada era de quase dez tatames[1], e sua entrada era esplendidamente camuflada.

Dentro da sala estava o grupo de Kouki, que estava descansando em completo alívio. Contudo, suas expressões estavam todas sombrias. Havia apenas aqueles que lançavam seus olhares para baixo em profunda frustração. Todos estavam cobertos de feridas, então muitos deles tinham expressões distorcidas pela dor.

Normalmente, Kouki usaria seu carisma para encorajar a todos, mas agora, seu corpo inteiro era atacado por uma severa exaustão devido ao efeito colateral do ‖Superar Limite, e ele inclinava seu corpo contra a parede, fechando sua boca e ficando em silêncio.

Além disso, em um momento desses, a animadora que não poderia reconhecer a gravidade de uma situação (de uma forma positiva), estava com o rosto pálido devido à perda de sangue e estava dormindo com uma respiração irregular enquanto franzia o cenho pela dor. Este fato também era uma das razões para que todos ficassem deprimidos.

A metade inferior do corpo de Suzu ainda estava petrificada dos joelhos para baixo, e assim, Kaori ainda continuava o tratamento. Sua coxa perfurada já tinha sido curada. O que faltava era desfazer sua petrificação. Entretanto, Suzu perdeu uma enorme quantidade de sangue com os ataques dos tentáculos. Havia a possibilidade de suas veias e artérias terem sido danificadas. Mas também podia se dizer que Kaori realizou a cura a tempo porque ela era Kaori.

Em primeiro lugar, mesmo Kaori era incapaz de repor o sangue perdido de Suzu. Assim, ela estava limitada a fazer Suzu beber o remédio deste mundo que aumentava a produção de sangue do paciente. Esse foi o motivo para a condição física de Suzu não voltar ao normal imediatamente. Era necessário que ela descansasse.

Kaori passou todo o seu tempo com Suzu, então os outros não receberam sua cura. Naturalmente, Saito e Kondo, que foram petrificados e pareciam estátuas de pedra, foram deixados como estavam. Depois que o tratamento de Suzu terminasse, viria o tratamento dos dois petrificados, e os outros integrantes do grupo, que entendiam que ainda havia uma longa espera antes da vez deles chegar, não reclamaram, exceto por uma pequena porção deles. Era simplesmente porque eles não tinham energia para fazer isso.

Dentro do quarto escuro, onde a atmosfera sombria se espalhava, Shizuku franziu sua testa e estava com problemas pensando em como encorajar os outros. Naturalmente, a taciturna Shizuku não poderia habilmente mudar o clima, diferente de Suzu. Contudo, não havia mais ninguém para fazer isso, já que Kouki também estava enfraquecido devido ao efeito do ‖Superar Limite e de sua derrota, então ela pensou que deveria fazer algo. Ela estava pensando dessa maneira porque ela naturalmente se importava com os outros. Uma pessoa imensamente bondosa.

A própria Shizuku estava perto de seu limite, tanto físico quanto mental, e ela estava ficando mais perturbada ao pensar sobre o que fazer. Dessa forma, ela decidiu fazer uma cena de comédia no estilo “uma pessoa incapaz de ler o clima” com a determinação de ter uma morte honrosa. No entanto, quando ela considerou isso mais uma vez, ela sentiu como se estivesse se quebrando. Então, Nomura e Tsuji Ayako apareceram na passagem improvisada e conversaram.

(Nomura): “Fuu, de certa forma, eu acho que isso se tornou uma boa camuflagem. Mas, como esperado, eu estou exausto depois de usar uma magia tão delicada… eu já estou no meu limite”

(Ayako): “Não faz parte da sua especialidade ser capaz de transformar isso em uma parede perfeita… mas você até usou uma formação mágica para isso, então não há o que fazer. Parabéns pelo seu trabalho duro”

(Nomura): “Você também trabalhou duro para desfazer por completo minha petrificação, não é? Obrigado”

Pela conversa das duas pessoas, aquele que fez esta sala e camuflou a entrada com as paredes vizinhas era o ⌈Mago da Terra, Nomura Kentaro.

⌈Mago da Terra tinha grande aptidão com magia do elemento da Terra que manipulava diretamente o solo, mas isso não poderia ser utilizado para trabalhos delicados como produção e criação de itens como a ‖Transmutação. Por exemplo, ele poderia criar uma protuberância no chão, fazer rochas voarem do solo, endurecer o chão para criar lanças de pedra, ou controlar nuvens de areia. Além disso, para alguém de alto nível, ele poderia usar feitiços de petrificação e criar 〈Golems (bonecos completamente dependentes). Entretanto, um ⌈Mago da Terra não poderia produzir itens ao separar ou misturar vários minerais.

Era por isso que, embora fosse possível criar um buraco na parede, com dificuldade, usando uma formação mágica, para ser capaz de “formar” uma parede parecida com as paredes vizinhas, Nomura não poderia fazer nada além de construí-la contando apenas com uma formação mágica.

Deve se notar que Tsuji Ayako tratou Nomura depois que ele mesmo desfez sua petrificação.

(Shizuku): “Obrigado por seu esforço, Nomura-kun. Nós devemos ser capazes de ganhar algum tempo com isto”

(Nomura): “… eu espero que sim. Bom, com isto, eu não posso fazer nada além de rezar para que não sejamos encontrados até que todos se recuperem. Sobre Kousuke… nós só podemos rezar também, huh”

(Nagayama): “… Kousuke deve estar bem. Ele não vai perder para ninguém em termos de finura de sombra[2]

(Nomura): “Não, Jugo. Não diga isso, eu me sinto mal por escutar algo assim…”

A conversa sobre o aumento da segurança de seu esconderijo deixou a atmosfera depressiva um pouco melhor, e Shizuku sorriu enquanto ela tratava Nomura com gentileza devido ao cancelamento do que seria a criação de uma história negra para ela.

Por outro lado, Nomura tinha um sorriso amargurado enquanto ele rezava e olhava para longe em direção a um de seus melhores amigos, que não estava no local com eles.

Isso mesmo, neste momento, um dos companheiros deles não estava ali. Ele era Endo Kousuke. Com sua classe de ⌈Assassino, ele era o melhor amigo de Nagayama Jugo e Nomura Kentaro. Ele não era nem sombrio nem uma pessoa calada, mas sua existência era esquecível.

Ele era um típico estudante do ensino médio que falava casualmente com qualquer um, mas por algum motivo, “a sombra dele era fina”. Sua figura desapareceria antes que qualquer um notasse e eles diriam, “Huh? Onde ele está?”, enquanto olhavam para os lados apenas para serem surpreendidos por ele estar logo ao lado deles. Ele demonstrava sua evasão sem qualquer intenção de fazer isso. E, é claro, a história era a mesma quando eles ainda estavam no Japão.

Embora a pessoa em questão fosse extremamente relutante, sua habilidade era na verdade a mais útil. Endo se separou sozinho do grupo e partiu para explicar a situação para Meld e os ⌈Cavaleiros. Normalmente, não importava quão trapaceira a pessoa invocada fosse, seria suicídio correr através dos andares 89 a 80 sozinho. Até o grupo de Kouki teve pouco espaço para respirar enquanto conquistava esses andares, mesmo que eles tivessem 15 pessoas cooperando.

Porém, se fosse Endo, um homem que poderia estufar seu peito enquanto dizia, “A sombra mais fina do mundo!”, ele poderia fazer uso total das vantagens de suas habilidades furtivas e era totalmente capaz de chegar ao 70º andar, onde Meld e os ⌈Cavaleiros estavam, sem ser encontrado por nenhuma Fera Mágica. Pensando assim, o grupo de Kouki enviou Endo.

Quando ele partiu, Endo estava com os olhos levemente marejados… certamente, ele sentia algo por ter que abandonar seus companheiros. Se não fosse pelas palavras persuasivas de seus companheiros, tais como: “Se for você com sua sombra minúscula, até as Feras Mágicas mais perceptivas não te notarão! Só você tem uma sombra fina que não perderá para ninguém, então você deve ser capaz de passar pelas Feras Mágicas sem ser notado”.

Para ser franco, o grupo de Kouki queria se retirar depressa para os andares superiores. Contudo, para o arrependimento dos estudantes, eles não tinham forças para fazer isso. Entre os integrantes do grupo que estavam cobertos de ferimentos, três deles não estavam em condições de lutar, enquanto Kouki estava em um estado enfraquecido, então eles não pensavam que seriam capazes de atravessar os andares 89 a 80.

Logicamente, eles também não pensavam que Meld e os ⌈Cavaleiros fossem resgatá-los. Incluindo Meld, apenas seis pessoas eram capazes de criar uma base no 70º andar. Nas mentes dos integrantes do grupo, ao receber a ajuda de outros ⌈Cavaleiros e de Aventureiros de Rank elevado da ⟦Guilda, cuja força se aproximava da de Meld, eles deveriam estar dentro da margem de segurança para Meld e os outros alcançarem a metade final dos andares 70 a 79, mais do que isso seria pedir pelo impossível.

Mesmo assim, esse cenário não teria qualquer significado se o grupo de Kouki não atravessasse os andares 89 a 80 por conta própria. Em outras palavras, ao invés de pedir por resgate, o propósito de Endo era ir sozinho informá-los sobre a situação atual e sobre a mulher da raça dos Demônios que liderava as Feras Mágicas.

O grupo de Kouki certamente ouviu de Ishtar e dos outros da ⟦Igreja dos Santos que a raça dos Demônios estava reunindo Feras Mágicas, não ao fazer lavagem cerebral, mas ao escravizá-las, já que os monstros ainda carregavam suas vontades próprias. Porém, eles nunca escutaram sobre Feras Mágicas tão poderosas. E o mais surpreendente sobre as Feras Mágicas deveria ser seu “número”, e não sua força individual.

Na verdade, as Feras Mágicas que a mulher da raça dos Demônios liderava, exploraram com facilidade o inexplorado 90º andar do |Grande Calabouço Orcus| e esmagaram o grupo de Kouki mesmo com as trapaças que eles possuíam. Tais coisas tornavam estranho o fato da raça humana ainda não ter sido destruída.

Em outras palavras, a informação de Ishtar não estava errada e a conclusão ainda era que as Feras Mágicas que a raça dos Demônios controlava “ficaram mais fortes”. Não apenas seus “números”, mas sua força individual também era impressionante. O grupo de Kouki julgou que esta informação deveria ser transmitida por qualquer meio possível.

(Ayako): “Shirasaki-san. Por favor, tome conta da ‘despetrificação’ de Kondo-kun e Saito-kun. Levaria muito tempo se fosse eu a fazer isso. Mas deixe a cura dos outros comigo”

(Kaori): “Un, okay. Não se esforce demais Tsuji-san”

(Ayako): “Eu vou ficar bem. Ou melhor, essa deveria ser a minha frase… desculpe. Se eu fosse mais forte, a responsabilidade de Shirasaki-san iria diminuir…”

Ao lado de Nomura e os outros que conversavam, Ayako estava bebendo a poção para recuperar |Poder Mágico e ela disse isso a Kaori, que ainda continuava seu tratamento em Suzu. Embora ambas fossem ⌈Curandeiras, as habilidades de Ayako eram inferiores quando comparadas com as de Kaori, e mesmo que ela não mostrasse isso, Ayako se sentia patética e cheia de culpa, já que ela só poderia aumentar o trabalho de Kaori.

“Não há necessidade para isso”, Kaori respondeu com um sorriso sem graça, então Ayako se virou para curar seus companheiros. Mesmo que fosse só um pouco, a escuridão desapareceu dos rostos de seus colegas quando eles receberam a cura de Ayako. Nomura estava observando Ayako com uma cara que mostrava que ele queria dizer algo, mas ele não pôde levantar sua voz já que ele sentia que iria apenas perturbar o trabalho dela.

(Nagayama): “… em uma situação dessas. Só fale se há algo que você deseja falar”

(Nomura): “… cale a boca”

Nagayama disse isso a Nomura com uma expressão que dizia que ele estava se divertindo, mas Nomura virou seu rosto para longe como se estivesse de mau humor.

Depois disso, várias horas se passaram. Os corpos e mentes dos estudantes gradualmente se recuperaram e eles se revezaram para dormir.


Enquanto isso, um aluno, Endo Kousuke, estava recuando com a informação que lhe foi confiada sobre a raça dos Demônios. Ele andou continuamente mirando o 70º andar, onde Meld e os ⌈Cavaleiros estavam, sem entrar em sequer uma batalha.

Entre os andares 89 e 80, se ele fosse notado pelas Feras Mágicas, um contra um seria uma luta possível, mas se muitos inimigos o atacassem, seria o fim para ele. Dessa forma, enquanto se apressava o máximo possível, ele avançou com pensamentos prudentes. Graças a isso, ele foi capaz de passar direto pelas Feras Mágicas sem ser notado, mesmo agora.

Depois que as Feras Mágicas estavam fora de vista, Endo saiu do teto onde ele estava preso. A figura que estava completamente vestida de preto para fazer o melhor uso da Invisibilidade o fazia parecer um verdadeiro ⌈Assassino. Certamente, até as Feras Mágicas por quem ele passou mais cedo receberiam um enorme dano se recebessem um ataque surpresa do teto. Em sua mente, ele não pensava, “… pelo menos sintam um pouco da minha presença…”. Não havia nenhum brilho em seus olhos quando ele viu as Feras Mágicas passando sem o notarem. Definitivamente não.

(Endo): “Eu tenho que me apressar…”

Endo entendia a missão imposta a ele. Ele imaginou que Kouki e os outros tinham o enviado para transmitir a informação, o que também significava que ele tinha que sobreviver. Nagayama e Nomura disseram, “Não volte aqui”, mas seus desejos foram transmitidos sem a necessidade de mais palavras.

Contudo, depois que ele completasse sua tarefa, Endo iria voltar para onde Kouki e os outros estavam. Não importava o que fosse dito, ele não se sentiria bem se ele fosse o único capaz de fugir para a segurança.

Ele se sentiu um pouco vazio por causa das Feras Mágicas não notarem ele, mas essa era a melhor arma para o atual Endo enquanto ele percorria a rota que ele memorizou em sua cabeça, e finalmente chegou ao 70º andar.

Enquanto suprimia sua impaciência, ele seguiu para a sala com o círculo de teletransporte onde Meld e os outros montaram sua base. Depois de um tempo, a ‖Detecção de Presença percebeu a presença de seis pessoas. Não havia engano de que eles eram Meld e os ⌈Cavaleiros. Com esta distância, os outros deveriam o notar já que ele desativou a Invisibilidade.

Endo dobrou a última esquina e chegou na sala com o teletransporte onde Meld e os ⌈Cavaleiros estavam. No entanto, apesar de sua figura não poder ser completamente vista, Meld e os ⌈Cavaleiros não o notaram. Endo então se aproximou de Meld com olhos sem vida e o chamou.

(Endo): “Comandante! Sou eu! Por favor, me note! É uma emergência!”

(Meld): “Uoh!? Quê!? É um ataque do inimigo!?”

No momento que Endo ergueu sua voz, Meld gritou, sacou sua espada, pulou para trás e olhou ao redor com atenção. Até os outros ⌈Cavaleiros estavam surpresos e abalados por um momento, então eles entraram em posição de batalha.

(Endo): “Como eu disse, sou EU! Sério, por favor, não tenham esse tipo de reação!”

(Meld): “Eh? Espere, é o Kousuke, huh. Não me assuste dessa forma. Ou melhor, o que aconteceu com os outros? Aliás, você não está um pouco surrado?”

(Endo): “Eu acabei de falar, temos uma emergência!”

Quando Meld e os ⌈Cavaleiros entenderam que era Endo, eles relaxaram seus ombros porque sabiam quão fina era a sombra do rapaz. Contudo, Endo voltou mais cedo do que o planejado, e ele estava sozinho. Além disso, Endo estava surrado e coberto de feridas, foi por isso que as expressões deles ficaram sérias e eles imaginaram que algo devia ter acontecido.

Mas ele estava machucado pelo fato de que até os ⌈Cavaleiros de elite do |Reino| eram incapazes de notá-lo a menos que ele os chamasse. No entanto, Endo pensou que não era hora para isso e ele começou a conversar sobre a situação rapidamente.

A princípio, Meld e os ⌈Cavaleiros ficaram com expressões de dúvida, mas seus olhares se intensificaram assim que Endo avançou em sua história. Então, talvez porque seu coração estivesse abalado quando sua história chegou no momento em que ele teve que recuar sozinho, Endo estava se afogando em lágrimas e sua cabeça foi esfregada.

(Meld): “Não chore Kousuke. Você está fazendo algo que apenas você pode fazer. Você acha que qualquer um deles pode correr por 20 andares em tão pouco tempo sem sequer lutar? Você fez bem. Eu certamente recebi suas palavras”

(Endo): “Comandante… eu, eu tenho que voltar para eles agora. Embora eles sejam capazes de voltar aqui por conta própria… mesmo que desta vez eles tenham dito que não perderiam… Amanogawa foi incapaz de derrotar os inimigos mesmo com o ‖Superar Limite. Tudo o que pudemos fazer foi fugir. Todos estão completamente exaustos, então, mesmo que os ferimentos sejam curados… se eles forem atacados… nós ainda não entendemos tudo sobre aquelas malditas Feras Mágicas… portanto, por favor, voltem para a superfície e entreguem esta informação”

Envergonhado por estar chorando, Endo esfregou seus olhos com sua manga e disse isso com uma expressão decidida.

Meld mordeu seus lábios arrependido, e entregou a [Bolsa de Itens] cheia de poções de cura de alto nível e tudo o que estava dentro. Os outros ⌈Cavaleiros copiaram a ação de Meld e confiaram suas [Bolsas de Itens] a Endo, se sentindo aterrorizado.

(Meld): “Eu só posso me desculpar Kousuke. Apesar de querermos resgata-los com você… nós seríamos apenas um empecilho para você…”

(Endo): “Ah, não, por favor, não se preocupe com isso. Houve uma considerável redução no número das nossas poções, então isso irá certamente nos ajudar”

Dizendo isso, Endo sacudiu as [Bolsas de Itens] onde várias poções estavam com um sorriso sem graça, mas a cara fechada de Meld apenas se intensificou. Não era apenas porque ele estava agoniado com sua incapacidade de ajudá-los, mas também devido à amargura.

(Meld): “… Kousuke. Agora, eu vou te dizer a pior coisa que eu poderia dizer. Eu não ligo se você vai me desprezar porque isso seria natural. Contudo, eu quero que você me escute”

(Endo): “Eh? O que você está dizendo tão de repente…”

(Meld): “… não importa o que aconteça, por favor, traga apenas ‘Kouki’ de volta”

(Endo): “Eh?”

As palavras de Meld deixaram Endo perplexo.

(Meld): “Kousuke. Se as Feras Mágicas são tão fortes e capazes de colocar o seu atual eu em tal crise… a raça humana não terá nenhum futuro se perdermos Kouki. É claro que eu acredito que todos vocês podem superar isto e se encontrarem de novo conosco, e eu desejo isso… no entanto, eu tenho que dizer isto como o Comandante dos ⌈Cavaleiros do |Reino Haihiri|. Se por acaso chegarmos a isso, por favor, permita que ‘Kouki’ viva”

(Endo): “…”

Endo finalmente imaginou o que Meld queria dizer e ficou aturdido. Ele sacrificaria qualquer um para manter o mais importante vivo, uma “escolha” que deveria ser tomada por alguém no comando. Era algo que Endo nunca imaginou. Dessa forma, a expressão de Endo ficou terrivelmente amarga.

(Endo): “… nós, nós somos apenas extras que acompanham Amanogawa?”

(Meld): “É claro que não. Pois é verdade que eu quero e desejo a sobrevivência de todos. Não, tais palavras não têm nenhum poder de persuasão depois de dizer aquilo… Kousuke, no mínimo eu quero que você transmita essas palavras para Shizuku e Ryutaro”

(Endo): “…”

As palavras de Meld escureceram os sentimentos de Endo. Meld, Endo e os outros passaram muito tempo juntos. Ele sempre esteve ao lado deles desde os primeiros dias neste mundo, e eles lutaram juntos por todo esse tempo. Meld era como a existência de um irmão mais velho para os estudantes que seguiam para a linha de frente e era a pessoa em que eles mais confiavam neste mundo. Foi por isso que Endo se sentiu traído por Meld, que disse para descartar os outros estudantes.

Ainda assim, ele entendia a necessidade do que Meld disse no canto de sua mente, então ele não poderia xingá-lo. Com uma expressão sombria, Endo apenas concordou e girou em seus calcanhares.

Entretanto, nesse momento…

(Meld): “Kousuke!?”

(Endo): “Eh!?”

Meld subitamente empurrou Kousuke para o lado e ] cliiiiing!! [, o som de metal batendo em metal surgiu, esse som veio da espada desembainhada que formava um arco. Seguido disso, ele girou uma vez e desferiu um esplêndido chute contra o espaço desfocado.

] BooOOOm! [

Com tal som, o espaço desfocado foi lançado para trás. Em seguida, várias marcas de garras apareceram no chão cinco metros de onde eles estavam. As garras provavelmente foram usadas para desacelerar.

Vendo isso, Endo, que caiu de bunda no chão, ficou pálido e murmurou.

(Endo): “Im-impossível. Para eles nos alcançarem agora…”

Como se estivessem usando essas palavras como sinal, Feras Mágicas que rastrearam Endo e os ⌈Cavaleiros apareceram uma a uma. Endo continuou sentado no chão, abalado por ter sido encontrado tão rápido. Até ele chegar no local, ele usou as habilidades de ⌈Assassino para apagar sua presença, cheiro e traços mágicos enquanto se movia. A mulher da raça dos Demônios estava se movendo enquanto procurava por Kouki e os outros, então não seria possível para ela alcançar Endo, que correu diretamente para o 70º andar.

A dúvida de Endo foi apagado com o pesadelo em forma de mulher que apareceu em seguida.

(Mulher): “Tch. Apenas um, huh… eu pensei que eles tivessem escapado para cá onde o círculo de teletransporte está… pensando bem, parece que eles estão se escondendo em algum lugar”

Enrolando seu cabelo com irritação, a mulher da raça dos Demônios, que apareceu montando as costas de um 〈Lobo de Quatro Olhos, fez Meld e os ⌈Cavaleiros entrarem em modo de batalha. Pelas palavras dela, a mulher pensou que o grupo de Kouki iria fugir em direção ao círculo de teletransporte, e foi por isso que ela seguiu diretamente para este andar. Com seu palpite se provando errado, ela parecia irritada porque agora precisaria procurar nos andares por Kouki e os outros.

Ao mesmo tempo, podia se dizer que Kouki e os estudantes ainda estavam seguros. Endo, Meld e os ⌈Cavaleiros pareciam aliviados e sorriram levemente. A mulher da raça dos Demônios os notou e bufou para Endo e os ⌈Cavaleiros.

(Mulher): “Que seja, eu também tenho um dever aqui… vamos matá-los depressa e começar nossa busca”

Logo a seguir, todas as Feras Mágicas atacaram. As 〈Quimeras dispararam e fizeram o espaço virar um borrão, enquanto 〈Gatos Negros cobriam a distância como o vento. Os monstros semelhantes a 〈Brutais estavam se aproximando com suas clavas em suas mãos e os 〈Lobos de Quatro Olhos estavam buscando uma oportunidade para atacar por trás.

(Meld): “Façam um círculo! Defendam o círculo de teletransporte até o fim! Kousuke! Por quanto tempo você vai mostrar essa atitude vergonhosa! Se levante e… fuja! Para a superfície!”

(Endo): “Eh!?”

Como esperado da elite das elites do |Reino|. Meld e os ⌈Cavaleiros rapidamente fizeram tal formação e cooperaram contra as Feras Mágicas atacando. Ao escutar a história de Endo há pouco sobre as Feras Mágicas, eles claramente sabiam que eram obviamente inferiores em termos de poder de ataque, foi por isso que eles escolheram apenas defender e desviar.

Endo soltou uma voz de surpresa quando Meld disse, “Escape para a superfície”. “Se é para escapar, será melhor se todos nós formos juntos”, quando Meld disse a ele para fugir deste lugar, Endo sentiu que, ao invés de ir para a superfície, ele tinha a responsabilidade de voltar para onde Kouki e os outros estavam.

(Meld): “Pare de sonhar acordado! Avise a superfície sobre a raça dos Demônios!

(Endo): “Ma-mas, Comandante Meld e os ⌈Cavaleiros…”

(Meld): “Nós vamos… fazer deste lugar nossos túmulos! Kousuke! Destrua o círculo de teletransporte assim que você chegar do outro lado! Isso vai ao menos nos conseguir algum tempo!”

(Endo): “Is-isso…”

A intenção de Meld era clara. Mesmo que eles fossem para a superfície, as Feras Mágicas também iriam imediatamente se teletransportar, se nenhum deles conseguisse pelo menos um pouco de tempo. Se isso acontecesse eles perderiam o meio para despistar seus perseguidores, e eles provavelmente seriam mortos quando os monstros os alcançassem. Dessa forma, a melhor escolha era que apenas um deles escapasse enquanto o resto ganhava algum tempo para ele.

Se tempo pudesse ser obtido, o outro círculo de teletransporte no 30º andar poderia ser destruído e ele despistaria seus perseguidores. O círculo de teletransporte era do tipo esculpido no chão, então ele poderia ser restaurado usando ‖Transmutação. Depois que ele escapasse e dissesse a força destacada na superfície sobre a situação, eles teriam apenas que restaurar o círculo, e ele poderia ser usado de novo por Kouki e os outros.

O escolhido para escapar foi Endo, mas devido as palavras anteriores de Meld sobre descartar todos os outros além de Kouki, Endo ficou confuso, porque desta vez, ele ouviu que deveria escapar usando o sacrifício dos ⌈Cavaleiros. Foi essa a razão para ele não poder se mover imediatamente.

Para tal Endo, Meld rugiu seu desejo mais profundo enquanto uma intensa batalha se desenrolava.

(Meld): “Eu sinto muito por ser incapaz! Eu sinto muito por não poder te ajudar! Eu sinto muito por você não ser o escolhido! Kousuke! Este é o último desejo deste inútil! Então por favor, preste atenção!”

Para o confuso Endo, o último desejo do homem que era como um irmão mais velho foi transmitido.

(Meld): “Não morra!”

Essas palavras fizeram Endo entender tudo. Meld, na realidade, nunca quis deixar ninguém morrer. Se alguém devesse se sacrificar para que os outros sobrevivessem, que fossem os ⌈Cavaleiros. Meld e os ⌈Cavaleiros desejavam que não apenas Kouki, mas todos os estudantes sobrevivessem. Ser “escolhido” fez com que Endo ficasse cheio de amargura.

Endo mordeu seus lábios e usou todas as suas forças para se virar e correr em direção ao círculo de teletransporte. Ele fez isso porque sentiu que não seria um homem se não respondesse ao desejo e resolução de Meld.

(Mulher): “Não pense que eu vou permitir!”

A mulher da raça dos Demônios ergueu sua mão em direção a um 〈Gato Negro enquanto ativava sua própria magia. O 〈Gato Negro disparou os tentáculos de suas costas com grande velocidade. Além disso, lanças de pedras também voaram no ar carregando a intenção assassina da mulher.

De alguma forma, Endo conseguiu cortas os tentáculos com sua Espada Curta e inclinou seu corpo para o lado. Parecia que ele não seria capaz de desviar das lanças de pedra que seguiam em sua direção. A razão para sua incapacidade de desviar foi o posicionamento dos tentáculos, e a espetacular sincronia das lanças que apareceram em sucessão. Endo apertou seus dentes e se preparou para receber o impacto. Mesmo que ele fosse receber o ataque, ele estava determinado a continuar correndo e pular dentro do círculo de teletransporte.

Contudo, o impacto esperado não apareceu. Um dos ⌈Cavaleiros pulou da formação e usou seu corpo para proteger Endo.

(Endo): “A-Alan-san!”

(Alan): “Guh… não se preocupe e vá!”

Com a lança de pedra perfurando seu abdômen, o ⌈Cavaleiro chamado Alan usou sua espada para defender o ataque das Feras Mágicas e falou com Endo com um sorriso verdadeiramente viril. Endo mordeu seus lábios com força como se ele fosse arrancá-los e correu em direção ao círculo de teletransporte.

(Mulher): “Tch! Que insetos persistentes! Mirem no garoto!”

A mulher da raça dos Demônios enviou uma nova ordem com um pouco de pressa… mas era tarde demais.

(Meld): “Hah, a vitória é nossa! Não subestime os ⌈Cavaleiros do |Reino Haihiri|!”

Meld revelou um sorriso destemido enquanto gritava. Ao mesmo tempo, Endo ativou o círculo de teletransporte e desapareceu. A mulher da raça dos Demônios ignorou as palavras de Meld e esticou sua mão em direção a uma Fera Mágica. Essa Fera Mágica podia manipular diretamente |Poder Mágico, então o círculo de teletransporte poderia ser ativado sem a necessidade do incômodo encantamento. Assim, ela pensou que poderia concluir seu plano se ela fosse rápida o suficiente.

No entanto…

(Meld): “Eu te disse para não nos subestimar!”

Meld e os ⌈Cavaleiros tinham excelentes técnicas e trabalho de equipe que o grupo de Kouki não possuía. Usando suas experiências, eles obstruíram os movimentos das Feras Mágicas. Eles estavam em menor número, mas suas habilidades e capacidades defensivas eram louváveis.

Em primeiro lugar, era incrível que Meld e os ⌈Cavaleiros confrontassem tantas Feras Mágicas poderosas, não importava o quão desesperado eram os esforços que eles empenhavam. Alan, cujo abdômen foi perfurado pela lança de pedra, finalmente ficou exausto e o equilíbrio foi destruído quando ele caiu de joelhos no chão e não poderia mais enfrentar as Feras Mágicas. Com essa abertura, uma das 〈Quimeras quebrou a linha de defesa deles e alcançou o círculo de teletransporte.

A 〈Quimera desapareceu ao mesmo tempo que o brilho do círculo mágico se perdeu.

(Meld): “Kuh, uma, passou, huh… Kousuke… não morra”

O murmúrio de Meld foi apagado pelos rugidos das Feras Mágicas. Incapaz de aceitar que deixou Endo escapar, a mulher da raça dos Demônios enviou as Feras Mágicas simultaneamente contra Meld e os ⌈Cavaleiros.

(Meld): “Fuh, nós decidimos que nossos túmulos seriam aqui, então vamos causar um pouco de estrago até o final. Homens, mostrem a eles o espírito dos ⌈Cavaleiros do |Reino Haihiri|

(Cavaleiros): “Ou!”

Com a instrução de Meld, seus subordinados ⌈Cavaleiros responderam com um grito ousado. O espírito posto no grito deles, mesmo que tenha sido por apenas um momento, fez as Feras Mágicas os cercando vacilarem.

… dez minutos se passaram.

Silêncio mais uma vez voltou para a sala com o círculo de teletransporte no 70º andar.


(Endo): “Uwaaaaaaaa!!”

Com um urro misturado com um berro e um grito de guerra, Endo pulou para fora do círculo de teletransporte no 30º andar do |Grande Calabouço Orcus|, imediatamente sacou sua Espada Curta e tentou destruir o círculo mágico diante dele.

(Cavaleiro A): “Qu-quê!? Eh, você! O que você está fazendo!?”

(Cavaleiro B): “Detenham-no”

(Cavaleiro C): “Peguem-no”

Um garoto vestido de preto apareceu do círculo de teletransporte, subitamente soltou um grito e começou a destruir o círculo mágico com a Espada que tinha em mãos. Isto fez as pessoas ao redor, vestidas como ⌈Cavaleiros, ficarem paradas com pura surpresa por um momento, então eles soltaram rugidos de raiva e pularam em Endo para impedir a destruição do círculo.

Esses homens eram subordinados de Meld e eram responsáveis por proteger o círculo de teletransporte no 30º andar. Devido a deficiência de força, havia pessoas que estavam em seu limite apenas por proteger o 30º andar. Incapaz de destruir o círculo mágico com um golpe, Endo atacou pela segunda vez, pela terceira, e quando ele só precisava de mais um golpe para destruir o círculo, ele foi detido por pouco em sua destruição do círculo mágico.

(Endo): “Me-me soltem! Se isso não for destruído, logo… aqueles malditos vão… !!! Solte!”

(Cavaleiro A): “Qu… você não é do grupo do ⌈Herói!? Por que você está…”

Depois de o olharem com mais atenção, os ⌈Cavaleiros reconheceram que a pessoa que agia como um lunático era um dos companheiros do ⌈Herói, e os ⌈Cavaleiros espontaneamente diminuíram a força com que o seguravam enquanto sussurravam em surpresa. Com essa chance, Endo mais uma vez atacou com sua Espada Curta e destruiu uma parte do círculo mágico, mas ele foi um pouco lento demais.

O círculo mágico brilhou de novo e se ativou. Assim, no momento seguinte, um espaço desfocado atacou Endo e os ⌈Cavaleiros.

(Endo): “Merda!”

(Cavaleiro A): “O que… !!! Guuaaa!!”

Endo imediatamente pulou para trás e escapou por um triz do ataque da 〈Quimera. Contudo, o ⌈Cavaleiro que não sabia da situação e não deveria ser capaz de esquivar, recebeu sem defesa alguma o ataque das garras da 〈Quimera, e morreu com um rasgo profundo em sua Armadura.

Com sangue jorrando subitamente de um de seus companheiros, os outros ⌈Cavaleiros entraram em pânico. Endo gritou desesperadamente para os ⌈Cavaleiros com uma voz cheia de impaciência.

(Endo): “É o inimigo! Tomem cuidado com o espaço desfocado! Mais irão vir se não destruirmos o círculo mágico!”

O grito de Endo fez os ⌈Cavaleiros recuperarem seus sentidos. No entanto, ao mesmo tempo, mais uma pessoa foi dilacerada e atirada para longe. Havia sete pessoas protegendo o círculo de teletransporte no 30º andar. E agora, dois estavam mortos.

Endo cerrou os dentes por este fato e usou a habilidade de ⌈Assassino chamada ‖Corrida na Parede para correr pelo teto e visar a destruição do círculo mágico de cima. Contudo, a 〈Quimera o notou e tentou interceptá-lo ao pular.

Apesar de eles ainda não entenderem o que estava acontecendo, os ⌈Cavaleiros imaginaram que isso era necessário e pularam na direção da 〈Quimera que estava tentando atacar Endo. Entretanto, os ⌈Cavaleiros só poderiam ver a 〈Quimera como um borrão, assim, naturalmente, eles não entendiam que tipo de ataque ela tinha. Eles não entendiam absolutamente nada. Foi por isso que o ⌈Cavaleiro que pulou atrás da 〈Quimera teve se pescoço mordido pela serpente que era a cauda do monstro, enquanto os ⌈Cavaleiros no flanco dela foram atingidos por suas asas e jogados no chão.

Entretanto, isso não foi inútil. A 〈Quimera perdeu um pouco de seu balanço e Endo foi capaz de desviar das perigosas garras e presas. Não foi uma evasão completa já que seu ombro e flanco foram arranhados, mas a serpente que era a cauda recebeu um corte e a 〈Quimera caiu no chão quando eles passaram um pelo outro.

A 〈Quimera bateu suas asas para recuperar o equilíbrio para aterrissar no chão um pouco mais afastados deles, enquanto Endo se levantou imediatamente depois de cair sobre seu ombro e simultaneamente atacar com sua Espada Curta o previamente danificado círculo de teletransporte.

Ao mesmo tempo que ela aterrissou, a 〈Quimera se virou e mais uma vez e disparou para matar Endo. Entretanto, nesse momento, a Espada Curta de Endo já tinha atingido o círculo mágico com toda a sua força. ] BAM! [, um alto som ressoou. Essa era a evidência de que o círculo mágico foi destruído. O traço de magia de quando o círculo de teletransporte foi usado tinha desaparecido.

(Endo): “Com isto… kh… gaa, AaAAAAAH!!!”

Tendo sucesso em destruir o círculo de teletransporte, Endo involuntariamente suspirou aliviado porque mais nenhum algoz iria aparecer. No entanto, as presas da 〈Quimera se enterraram em seu braço direito no momento seguinte, e ele gritou devido à enorme dor. As poderosas mandíbulas tentaram arrancar o braço direito de Endo.

Os ⌈Cavaleiros correram em direção ao monstro e usaram todas as suas forças para atacar a 〈Quimera com o objetivo de afastá-la. A 〈Quimera que teve seu flanco perfurado por Lanças Curtas fortalecidas, involuntariamente diminuiu a força de sua mordida. Endo puxou seu braço direito, sacou sua Faca escondida em sua manga esquerda e atacou o olho da 〈Quimera.

A 〈Quimera enlouquecida estraçalhou mais dois ⌈Cavaleiros quando eles se aproximaram para dar o golpe final. Endo jogou a Faca em sua mão, mas a 〈Quimera, com um olho cortado, desviou por instinto.

Em seguida, um dos ⌈Cavaleiros repentinamente soltou um grito. Ele automaticamente olhou para a fonte do grito e viu o ⌈Cavaleiro, que anteriormente teve seu pescoço mordido pela serpente, caído no chão. Os lábios do ⌈Cavaleiro ficaram roxos, ele se contorceu de dor e morreu em pouco tempo.

(Endo): “Merda!”

Vendo isso, o último ⌈Cavaleiro correu para matar a serpente, mas isso foi um erro fatal. A 〈Quimera, cujas costas estavam viradas para o ⌈Cavaleiro, notou o inimigo que se aproximava e imediatamente atacou. Coberto de ferimentos, Endo acumulou toda a sua força restante e ativou seu ataque mortal contra o pescoço da 〈Quimera que atacou o ⌈Cavaleiro.

(Endo): “MorraaAAAAA!!”

Ser separado de seus companheiros, forçado a abandonar Meld e seus ⌈Cavaleiros, ver os ⌈Cavaleiros que ele conhecia sendo mortos e com os vários ressentimentos misturados em seu grito, ele desferiu seu golpe fatal demonstrando todo o seu poder. Ele rasgou o pescoço da 〈Quimera até sua nuca, e ela morreu na hora.

Devido a inércia[3], Endo, que saltou em direção do flanco da 〈Quimera, a atravessou, e rolou esplendidamente assim que atingiu o chão. Resistindo a dor em seu ombro, braço direito e flanco, Endo ergueu seu tronco com seu braço esquerdo para confirmar e queimar a morte da 〈Quimera em seus olhos.

A 〈Quimera caída parecia estar completamente morta devido a seu pescoço parcialmente destroçado. Entretanto, a expressão de Endo estava fragilizada como se ele fosse chorar ao invés de sentir alegria, e ele não poderia fazer nada além de sussurrar, “Merda!”.

Diante de seu olhar estava a figura do último ⌈Cavaleiro que disparou contra a 〈Quimera. Ele estava caindo de bruços. Com a espada presa na mão direita, seu rosto ficou roxo. Ao lado dele estava a serpente despedaçada. Talvez, logo antes da 〈Quimera atacar, ele cortou a serpente que disparava contra ele e seu rosto deve ter sido banhado pela toxina dentro do corpo do monstro. Consequentemente, todos os ⌈Cavaleiros que estavam protegendo o 30º andar foram aniquilados.

Como ele não pôde salvar nem mesmo uma pessoa, Endo chorou enquanto gritava, “Merda!”, várias vezes. Ele gritou a mesma palavra por um tempo e Endo, que pensou que morreria devido à perda de sangue, pegou as pomadas e poções de cura de alto nível das [Bolsas de Itens] que ele recebeu de Meld e seus ⌈Cavaleiros. Depois que suas feridas foram tratadas pelo conjunto de emergência, ele silenciosamente alinhou os corpos dos ⌈Cavaleiros em um canto da sala onde o círculo de teletransporte estava.

Por um tempo, Endo observou os ⌈Cavaleiros e lentamente se virou para avançar em direção a superfície. Seu rosto estava pálido como um fantasma e seus olhos estavam vazios sem nenhuma ambição. Pensando, “Mais uma vez, só eu sobrevivi”, o coração de Endo se apertou com uma pesada e fria corrente. Seu eu atual moveu seu corpo exatamente como uma máquina que tinha apenas que cumprir a missão que lhe foi confiada, e ele determinadamente avançou rumo a superfície.


Estudantes citados neste capítulo

NomeClasseDescrição
Amanogawa KoukiHeróiO ídolo da escola em que Hajime estuda, tem notas excelentes e era um super-humano bom em todos os tipos de esportes.
Endo KousukeAssassinoAluno que faz parte do grupo de Nagayama Jugo. Seus colegas brincam dizendo que ele tem a menor sombra do mundo.
Kondo Reiichi???Amigo de Hiyama e membro da gangue que atormentava Hajime.
Nagayama JugoArtista Marcial SuperiorLutador de judô e segundo maior aluno na classe de Hajime.
Nomura KentaroMago da TerraAluno que faz parte do grupo de Nagayama Jugo.
Saito Yoshiki???Amigo de Hiyama e membro da gangue que atormentava Hajime.
Sakagami RyutaroLutador de PunhosMelhor amigo de Kouki e o maior aluno da classe de Hajime.
Shirasaki KaoriCurandeiraConsiderada a garota mais bonita da escola e apaixonada por Hajime.
Taniguchi SuzuMestra de BarreirasGarota baixinha e animada que é considerada a mascote da classe.
Tsuji AyakoCurandeiraAluna que faz parte do grupo de Nagayama Jugo.
Yaegashi ShizukuEspadachimMelhor amiga de Kaori e amiga de infância de Kouki.

[1] Aproximadamente 16,2 metros quadrados. Tatame, ou tatâmi, é um tipo de tecido de palha entrelaçada, usado como tapete ou revestimento no piso tradicional japonês. O tatame tradicional é feito de palha de arroz prensada revestida com esteira de junco e faixa preta lateral. O seu formato e tamanho são padronizados. No Japão, o tamanho de um quarto é geralmente medido pelo número de tatames. O tamanho tradicional de um tatame é 90 cm por 180 cm (1,62 metros quadrados) por 5 centímetros.

[2] Dizer que uma pessoa tem a sombra pequena ou fina, significa que ela tem pouca presença, que ela é discreta e não chama atenção.

[3] A inércia é uma propriedade física da matéria. O princípio da inércia pode ser observado no movimento de um ônibus. Quando o ônibus “arranca” a partir do repouso, os passageiros tendem a deslocar-se para trás. Da mesma forma, quando o ônibus já em movimento freia, os passageiros deslocam-se para a frente, tendendo a continuar com a velocidade que possuíam. A inércia refere-se à resistência que um corpo oferece à alteração do seu estado de repouso ou de movimento.