Os três idiotas e o rei

O torneio acabou sem nenhum incidente, e os feridos… foi por volta do tempo que os seriamente feridos Rudel, Luecke e Eunius estavam internados na enfermaria como de costume. Você poderia dizer que a cama perto da janela já era um local reservado para Rudel. Luecke estava no meio e Eunius estava na cama mais próxima do corredor.

Neste quarto da enfermaria, Izumi distribuiu as frutas, que ela se tornou extremamente boa em descascar, entre eles. Só a de Rudel foi modelada para imitar o formato de um Coelho Assassino.

(Rudel): “Isso parece a cabeça de um Dragão, então eu não posso comer… posso usar ele como decoração?”

(Izumi): “É-é um Coelho Assassino! É um coelhinho, então por favor, coma logo”

(Rudel): “Oh. Entendi, é um coelho… eu acho que vou comer esse coelhinho, não, mas…”

Com ferimentos por todo o corpo, Rudel se recusou a comer as frutas cortadas que Izumi levou até sua boca. Enquanto Luecke e Eunius assistiam os dois disfarçadamente, eles pareciam incomodados com a interação entre Rudel e Izumi que palavras não poderiam descrever. E fora do quarto, uma pessoa acabou escutando essa conversa…

[???]: (“Coelhinho!? Ele está comendo uma coelha? D-de uma forma sexual, certo? Você come elas de maneira sexual, certo mestre!? Deixe-me fazer parte da diversão!!!”)

… era Fina. Seguindo atrás dela, havia alguns Alto Cavaleiros, o diretor e o próprio rei Albach. Eles apareceram para parabenizar Rudel pela vitória de sua turma.

Esta vitória fez com que Rudel se tornasse mais apreciado entre a família real e a academia… mas é claro que não era tudo flores para Rudel.


(Albach): “Perdoem-me pela intrusão… os três parecem bem… esperem, o que vocês estão fazendo!? Fiquem calmos!”

Assim que Albach entrou casualmente no quarto, seus quatro ocupantes se ajoelharam… entre eles, os três pacientes com sérios ferimentos. A primeira foi Izumi, mas a seguindo na sequência, Rudel moveu seu corpo dolorido para ir para o chão… isso fez o senso de competição de Eunius se ativar e Luecke também não queria ser o único a continuar na cama, então ele os acompanhou.

Como resultado, os três feridos se ajoelharam diante do rei. Seus Cavaleiros subordinados olharam para elee como se quisessem dizer algo. Enquanto o rei estava admirando a cortesia deles por se ajoelharem apesar de estarem tão feridos, esse três seriam os futuros Três Lordes

(Albach): “Só fiquem deitados! Vocês não precisam se forçar a se ajoelhar!!!”

[Fina]: (“Ah. O pai gritou… que interessante!!!”)

Sem expressão nenhuma, Fina estava aproveitando a situação, enquanto o diretor e os Cavaleiros lançavam alguns olhares para faze-los parar. Em tal quarto de doentes, a voz do rei ressoou…

Assim que todos se acalmaram e a situação permitiu o início de uma conversa, Albach começou…

(Albach): “Parabéns por sua vitória neste torneio. Eu nunca imaginei que você seria tão talentoso… e assim, eu quero que você oficialmente suceda a Casa Arses. Eu já entendi a essência do que aconteceu pela carta de Fina. Você salvou ela e havia clara malícia contra você contida nos relatórios oficiais…”

O rei já tinha percebido que os relatórios oficiais eram falsos nesse ponto, oferecendo a Rudel uma avaliação correta. Com isso, Izumi alegrou-se e ambos Luecke e Eunius ficaram aliviados. Mas Rudel estava completamente insatisfeito.

(Rudel): “Não. É verdade que eu expus a princesa ao perigo e é verdade que tanto Luecke quanto Eunius foram arrastados para a confusão por mim! Só por poder continuar estudando nesta academia já é mais do que o suficiente para mim!”

Para Rudel, os Três Lordes… suceder seu pai no título de arquiduque seria o mesmo que abrir mão de seu sonho de se tornar um Dragoon. Quando ele finalmente começou a se aproximar de seu sonho, voltar a ser apenas um herdeiro não era a intenção de Rudel.

(Albach): “Não, não. Com exceção dos relatórios, juntando várias fontes diferentes, eu cheguei à conclusão de que você será um arquiduque excelente. Suas notas estão entre as mais altas da academia e você é capaz de interagir com as pessoas independente de raça ou status”

A respeito dos elogios do rei, Rudel (que não desejava herdar nenhum status) pensou com cuidado. Neste ritmo, seria impossível virar um Dragoon… se o rei ordenasse que ele assumisse seu título, então Rudel teria que se envolver com os assuntos de seu território ainda mais do que antes. Assim que ele deixasse a academia, ele estaria instantaneamente preso aos assuntos internos… seu pai passaria vários trabalhos para ele e ele teria que frequentar a alta sociedade, algo que ele nunca fez antes.

Rudel não tinha tempo para esse tipo de coisa. Ele percorreu todo o caminho até aqui para se tornar um Dragoon. Para Rudel, o título de arquiduque era inútil.

(Rudel): “… eu… não tenho interesse no status de arquiduque”

(Albach): “… é em nome do seu sonho? Com certeza Dragoons são heróis entre os heróis de nossa terra, mas se você se tornar um arquiduque, você será capaz de salvar muito mais vidas do que poderia sendo um único Cavaleiro

Com as palavras do rei, Rudel ficou com uma cara confusa.

(Rudel): “Ainda assim, eu não quero desistir do meu sonho!”

A vontade de Rudel não iria mudar. O rei ficou impressionado pela força de vontade dele, e o rei esperava grandes coisas da determinação de seus olhos. Foi exatamente por isso que ele disse…

(Albach): “Começando pela coroa, proteger o país e seu povo, este é o dever de um Cavaleiro. Desde o início, sua resposta era contraditória… eu vou deixar o assunto sobre o título para outra hora. Mas enquanto você não me der uma resposta satisfatória, eu não vou permitir que você se torne um Dragoon, e seus direitos como arquiduque serão confiscados… vamos encerrar por hoje”

Com essas palavras, Albach e seus Cavaleiros se retiraram do quarto. Depois de olhar um pouco para a forma inquieta de Rudel, Fina seguiu seu pai e saiu do quarto.


Depois do rei sair, Rudel foi até a cobertura. A enfermaria… a cobertura do prédio que você até poderia chamar de hospital… ele implorou que Izumi o levasse até lá. O meio-dia já tinha se passado, o vento estava soprando… a cobertura onde as roupas eram lavadas possuía um som irritante.

Com bandagens ao redor de todo o corpo, Rudel estava amarrado de tal maneira que mal podia mover os dedos de suas mãos. Sentado no banco, ele pensou nas palavras do rei. E sentada ao lado dele, Izumi estava preocupada.

Izumi sabia sobre o sonho de Rudel. Ela sabia de seu desejo de sacrificar até mesmo seu povo por esse sonho… assim, chegando tão longe, as palavras do rei colocaram uma barreira em seu caminho. A própria Izumi conhecia um enorme número de pessoas que seria salvo se Rudel herdasse o território Arses, ela entendia o significado das palavras do rei, porém…

(Izumi): “Rudel… não fique tão deprimido”

Mesmo assim, Izumi queria realizar o sonho dele. Então ela o chamou, mas…

(Rudel): “Izumi, como eu posso me livrar desta situação? Eu posso pensar em um bom número de razões apropriadas, mas… eu não consigo encontrar nenhuma que resolva todos os problemas”

(Izumi): “… Rudel? Você planeja enganar o rei!?”

(Rudel): “Enganar? Suas palavras me ferem! Eu sei o que o rei estava tentando dizer… mas agora, eu só preciso salvar mais pessoas como um Dragoon do que eu poderia salvar sendo um arquiduque, não é? Eu vou virar um Cavaleiro, então um Dragoon e vou salvar muitas pessoas!”

Seu corpo estava coberto de ferimentos e Rudel estava sem qualquer fragmento de persuasão. Mas confiando em suas palavras, Izumi sorriu enquanto olhava para ele.

… observando esses dois das sombras, Luecke, Eunius… e o diretor… os três estavam esperando pelo momento certo para falar com o deprimido Rudel, mas ele era um garoto surpreendente… não, além de ser mais energético do que eles imaginavam, eles descobriram que ele estava tentando enganar o rei.

(Luecke): “Você não pode simplesmente enganar ele!”

Luecke replicou em voz baixa.

(Eunius): “Enganar o rei, eh… tudo vai se resumir a como ele planeja fazer isso”

(Luecke): “Por que você parece estar se divertindo Eunius!? Rudel está tentando enganar o rei da nossa nação. Precisamos impedi-lo”

(Eunius): “Sem chances. É claro que estou me divertindo… e Rudel disse isso, não disse? Ele vai salvar mais pessoas do que ele poderia sendo um arquiduque”

Enquanto Eunius estava se divertindo e Luecke começou a argumentar, o diretor parecia aliviado ao ver que Rudel continuava animado. E ele também estava contente por ver que o garoto já estava até pensando no que fazer depois que se tornasse um Dragoon.

[Diretor]: (“Estou feliz por ver que ele não perdeu o foco”)


Depois disso, Rudel escreveu uma carta para o rei. Era uma forma de responder à pergunta do rei. Assim que ele a leu, o rei Albach ficou com um ótimo humor.

“Eu vou me tornar um Dragoon que salvará mais pessoas do que um arquiduque”

Esta foi a resposta de Rudel para o rei.