Os três e o ⌊Dragão⌋

(Rudel): “Guarda Real? Eu decidi recusar isso”

Ouvindo os rumores sobre os movimentos do palácio, Eunius foi até Rudel. Ele ouviu que eles prepararam um Dragão Cinza e um organização inteira chamada Guarda Real para ele. Antes que a aula começasse, ele se sentou ao lado de Rudel e escutando a resposta dele, Eunius ficou surpreso. Seu sonho ia se tornar realidade, era isso o que ele estava tentando dizer.

Mas a resposta de Rudel foi rápida e despreocupada.

(Eunius): “Ca-cara! Justo quando você ia colocar suas mãos em um Dragão, por que você rejeitou isso!? Você não vai me dizer que prefere os naturais, vai?”

(Rudel): “Naturais? Eu realmente prefiro Dragões selvagens, mas eu também gosto de Dragões Cinzas. Talvez eu não tenha me explicado direito… eu recebi mesmo uma ordem para participar de uma seleção para a posição de Capitão da Guarda Real. Então eu disse que não queria participar a menos que eles me examinassem e me qualificassem como um Dragoon. Quando eu fiz isso, eu fui aprovado nos exames em um instante. Eles provavelmente estão confundindo as coisas, mas meu objetivo é obter um Dragão antes de participar desse evento!”

Na mente de Rudel, ele tinha que obter um Dragão nesse espaço de tempo antes que o teste de seleção acontecesse, senão, ele não poderia se tornar o Capitão da Guarda. Eunius não poderia perdoar esses idiotas do palácio que não conheciam Rudel e provavelmente só o passaram nos exames para acalmar a birra de uma criança egoísta.

(Eunius): “Eu entendo bem que esse pessoal do palácio não sabe nada de você. Deixando isso de lado, você está indo mesmo procurar por um Dragão?”

Rudel pensou um pouco antes de sacudir sua cabeça.

(Rudel): “Não, eu apenas descobri sobre minhas próprias falhas no torneio. Eu quero mesmo me apressar aqui, mas as preparações são importantes… eu acho que vou tentar isso nas férias do primeiro termo do nosso quarto ano”

Assim que ele falou com Eunius, Rudel pensou sobre o tempo que seria preciso para ele conseguir controlar seu poder. No início do segundo termo, a seleção do capitão da Guarda Real aconteceria. Pensando dessa forma, seu tempo limite era menos de um ano.

Se fosse para escolher entre o tempo ser escasso ou ser grato por ter tanto tempo… Rudel escolheu a última opção. Mais do que qualquer coisa, Rudel estava feliz por ter passado no exame para se tornar um Dragoon. Ele estava transbordando de motivação.

(Rudel): “Ah, pensando bem, eu tenho uma promessa com a tribo dos Tigres depois das aulas. Quer vir comigo Eunius?”

Assim que Rudel se lembrou de algo, Eunius se sentiu um pouco insatisfeito. Mas acima de suas preocupações, ele decidiu priorizar a curiosidade. Se a suspeita dele estivesse correta, então isso seria algo bem interessante para Eunius.

(Eunius): “Parece interessante. Eu vou estar lá”


(Fina): “O exame de seleção para a Guarda Real…”

[Fina]: (“Há mesmo algum motivo para fazer uma organização dessas? As obrigações deles sobrepõem a jurisdição dos Altos Cavaleiros e eu tenho certeza que o ressentimento deles vai explodir se a proteção da linhagem real for roubada deles. Bom, o mestre é o Cavaleiro Branco, então eles provavelmente vão se controlar”)

Fina escutou o relatório de Sophina sobre o que foi decidido no palácio. Sophina não parecia estar muito ressentida, mas ela também não parecia contente com a fundação de uma organização que apareceria apenas para dizer que sua própria classe não era de confiança. Fina podia sentir isso.

(Sophina): “No segundo termo do próximo ano, o exame de seleção vai ser realizado, os estudantes desta academia estão incluídos. Contanto que você tenha qualificação como Cavaleiro, você será capaz de participar, então o número de participantes cresceu consideravelmente”

(Fina): “Você vai participar também Sophina?”

[Fina]: (“Ela viver pelo trabalho, então não seria uma ideia ruim se ela participasse. Mais do que isso, seria engraçado se ela recorresse ao fato de que mais trabalho significaria que ela teria que desistir do casamento. E eu vou ter uma fofura de Alta Cavaleira para mim… oy, oyoyoy!!! Esta é minha chance! Por que eu estou sentada aqui!? Mestre pode ser o Capitão da Guarda Real e os membros serão todas fofu… yeah, não vai acontecer”)

Fina pensou em criar a unidade de fofuras de seus sonhos, mas ela desistiu assim que se lembrou que sua irmã estava no palácio real. Entre Aileen e Fina, se fosse para dizer quem era mais apreciada, o nome de Aileen seria escolhido. Linda como ela era com seu defeito/habilidade especial (?) de não ter expressões, Fina não podia fazer nada além de se sentir injustiçada.

(Sophina): “… Altos Cavaleiros não podem participar. Esta é uma ordem do nosso Capitão”

Sophina informou Fina que nenhum dos Altos Cavaleiros iria participar. Esta também era uma forma de protesto, mas com o surgimento dos Cavaleiros Branco e Negro, isso também era uma forma de renúncia. Isso mostrava o quanto de atenção as existências de Rudel e Aleist estavam ganhando no palácio.

(Fina): “A participação é livre. E se abster também é… então suas organizações nunca serão capazes de cooperar”

[Fina]: (“Isto vai ser um saco. Bem, neste ritmo, a Guarda Real irá proteger a linhagem real na superfície e, atrás das cortinas, tudo será como sempre foi, quem sabe? O pai está envolvido, então eu duvido que tenha que fazer alguma coisa”)

(Sophina): “Nós vamos cooperar, mas nós também temos nosso orgulho”

(Fina): “Entendo”

[Fina]: (“Não importa onde ele vá, o mestre tem seus problemas… ah!”)

(Fina): “O mestre se tornando o Capitão da Guarda Real já está decidido, certo Sophina? Mas o assento do Vice Capitão ainda não está disponível? Mestre é muito inexperiente para garantir a prosperidade da Guarda Real Sophina”

[Fina]: (“Agora, o que você vai fazer? Como você irá responder? Você vai agarrar essa chance para ficar sozinha com o mestre ou você irá desistir? Que tipo de escolha você irá fazer?”)

Como Fina tinha pensado, Sophina reagiu. Ela pensou um pouco e seu rosto começou a ficar vermelho. Rindo com isso, Fina apreciou a forma dela sem mostrar nenhuma expressão.

(Sophina): “Te-tem isso também, mas Altos Cavaleiros não po-podem participar, então…”

(Fina): “Entendo, que pena Sophina”

[Fina]: (“Ooh, está funcionando, está funcionando! Você está irritada? Você está irritada, não está Sophina?”)


(??? A): “Não perca chefe!”

(??? B): “Vença por nós, pelo futuro da tribo dos Tigres!”

(??? C): “Merda, Rudel-san é forte demais”

No campo de treinamento da academia, começando com os homens e mulheres da tribo dos Tigres, um excepcional número de estudantes se reuniu para assistir ao duelo. Um garoto quintanista, representante da tribo dos Tigres, enfrentava Rudel em uma luta individual. Ambos os lados pediram por uma luta com as mãos limpas. Assim, os dois lados removeram seus equipamentos e se encontravam em uma intensa troca de socos.

(Homem-Tigre): “Hmn!”

O representante da tribo dos Tigres, com sua intimidante diferença na altura, todos pensaram que a batalha iria prosseguir com a vantagem dele. Mas Rudel desviou e pulou no peito do homem com mais de dois metros de altura, o desafiando sem medo.

(Luecke): “Rudel tem a vantagem na velocidade e força. Para um Homem-Fera sem habilidades na manipulação de |Mana, ele é um adversário incompatível para o atual Rudel”

Olhando para a luta, Luecke falou isso, mas Eunius ofereceu uma refutação.

(Eunius): “É por isso que vocês cabeças duras são… ele é mais forte, mas quando se trata de punhos, aquele Tigre tem a vantagem. Desconsiderando o alcance, o corpo resistente dele é uma ameaça e quando se trata de artes marciais, Rudel está perdendo. Quando surge uma falha na técnica, a tribo dos Tigres tem a vantagem”

Eunius explicou como o Homem-Tigre que estava resistindo ao ataque de Rudel tinha a vantagem. Na verdade, todos os golpes de Rudel foram bloqueados. Ao lado dos dois espectadores, Aleist também assistia a batalha com medo.

(Aleist): “Não! Aquele cara tem uma força excepcional mesmo entre a tribo dos Tigres! Eu não fui páreo para ele. Mais importante que isso, vocês sabem… ninguém aqui acha que deveríamos impedir esta luta?”

(Luecke): “Por quê? Isto foi uma promessa, não foi?”

(Eunius): “Você não entende isso Aleist. Isto é uma promessa entre homens”

Nem Luecke nem Eunius iriam escutar Aleist. Como seu último recurso, Aleist se virou para Izumi ao lado deles. Mas aquela que percebeu seu olhar foi outra pessoa.

(Ex-Deusa): “O que você está olhando?”

A ex-Deusa ao lado de Izumi encarou Aleist.

(Aleist): “Não você! Só fique quieta por um segundo cérebro de pudim! Shirasagi-san, está mesmo tudo bem deixar eles lutarem assim? Não seria melhor que eles parassem?”

Observando eles com uma expressão séria, Izumi respondeu sem tirar seus olhos de Rudel.

(Izumi): “Está tudo bem. Ele tem um movimento secreto pronto”

(Aleist): “… h-huh? Eu sou o esquisito aqui!? Sou eu o esquisito!?”

Aleist murmurou como ele costumava fazer e a seu lado estava a garota que liderava a tribo dos Tigres. Um corpo com um metro e oitenta de altura, pequeno para a tribo dos Tigres, e cabelos que não podiam ser chamados nem de longos nem de curtos. Seus olhos determinados e pele escura destacavam a garota Juju.

(Juju): “Você não é estranho. Você não é nenhum pouco estranho Aleist!”

Sendo consolado assim, Aleist ficou feliz, mas ele não podia tirar Millia de sua cabeça, que também estava assistindo a luta. Millia ainda estava encarando Rudel e ela não estava olhando para ele no momento, o que foi um alívio. Apesar de ser verdade que ele estava um pouco insatisfeito com isso.

(Seli): “Que primitivo. Aleist-sama, o que você acha de Rudel-dono?”

E de pé do outro lado dele estava Seli. Seus longos cabelos louros cresciam até sua cintura, a figura imponente da habilidosa Espadachim era uma vista a ser admirada. Suas habilidades eram tantas que Eunius desejava que ela fosse um homem. E por algum motivo, ela sentia afeição por Aleist.

(Aleist): “Como? Não, o estilo dele é selvagem ou até violento. Mais importante que isso, por que as mulheres da tribo dos Tigres estão torcendo por Rudel!? Isso é algo que está me confundindo até agora e até as garotas das outras tribos estão… Rudel é mesmo popular”

(Seli): “Isso não é verdade. Você também é muito popular Aleist-sama”

(Juju): “Yeah, Aleist é maneiro”

Com essas respostas, Aleist refletiu sobre como deveria responder. Ele estava feliz, mas no momento, seu coração pertencia a Millia. Ele fugiu com uma resposta vaga. E foi nesse momento que aconteceu. A batalha estava a ponto de chegar a sua conclusão.

(Rudel): “Agora!!!”

Assim que o Homem-Tigre atacou ele, Rudel colocou seu pé no peito dele, agarrou seu braço e assumiu uma postura para sustenta-lo com suas costas. Era um arremesso por cima do ombro. Normalmente, o Homem-Tigre nunca iria cair nesse golpe, mas sua energia estava chegando ao fim por sua prolongada luta contra Rudel. Ele ofereceu uma abertura.

Voando pelo ar, o Homem-Tigre foi lançado contra o chão.

(Homens-Tigre): “Che-chefe!!!”

A batalha acabou com a vitória de Rudel. Diante dos Homens-Tigre que choravam copiosamente, Rudel e Izumi sentiram pena. Assim, eles decidiram ensina-los com algumas condições.


Esse Dragão se enterrou nas profundezas da terra. Ele tomou uma caverna que já existia e a escavou ainda mais para ter certeza que nunca mais se encontraria com ninguém. Maior até do que os Dragões da mesma espécie, ele era um Dragão que possuía um poder magnífico. Neste ponto, ele não era nada mais do que ossos sem nenhum vestígio de sua antiga glória.

Esse Dragão que nasceu como um Dragão Gaia era diferente dos outros, um Dragão chamado de uma subespécie. Maior do que todos os outros Dragões, sua característica mais impressionante eram seus braços. Seus dois braços eram excepcionalmente enormes. Ambos eram muitas vezes maiores do que seus companheiros Dragões Gaia.

E como isso traria dificuldades para ele voar, suas asas cresceram ainda mais também. Se fossemos colocar em palavras, os Dragões Gaia eram enormes, mas quando esse Dragão era colocado contra seus companheiros, seu corpo era esguio. Sua largura horizontal era a mesma, mas como todos os seus membros eram enfeitados, o corpo entre eles parecia magro.

Os restos de tal Dragão, depois que centenas de anos se passaram, finalmente foram descobertos por esses três.

(Javali): “… oy, isto não é ruim?”

Se posicionando como se estivesse se escondendo nas sombras, o Javali olhou para as profundezas da caverna do Dragão morto. O Pássaro também se escondeu para confirmar a situação.

(Pássaro): “Isso é miasma? Há ódio e inveja circulando por aqui. Por que você veio até este lugar? Normalmente, isto seria o que você devia evitar”

A névoa negra se misturou com a escuridão e só podia agora ser conhecida como uma voz.

(Névoa): “Eu queria um Dragão normal também! Mas como todos os Dragões se recusaram, não temos escolha além de apelar para nosso método final”

(Pássaro): “Final?”

(Javali): “Já está tudo acabado. Desista”

(Névoa): “Depois de fazer aquele espetáculo, pro inferno que nós podemos desistir deste jeito!”

(Pássaro): “Você acabou de dizer ‘nós’, não disse!? Não vá nos jogando na sua responsabilidade!”

(Javali): “Se não podemos mais nos tornarmos um, então nós devemos ser existências individuais. A responsabilidade é só sua!”

Embora pudesse parecer insensível, o Javali e o Pássaro não tinham prometido nada a Rudel. Foi uma decisão arbitrária da névoa negra. Ela ignorou os dois enquanto continuava sua conversa.

(Névoa): “Usando a casca deste Dragão, eu devo me tornar o próprio Dragão. Se eu fizer isso, então significa que eu honrei minha promessa”

(Javali): “Isso é tudo muito bom, mas isso não te tornaria uma farsa?”

(Pássaro): “Ele tem um ponto. Você não será tão forte como um Dragão. Você será apenas uma falsificação”

(Névoa): “Nós não saberemos a menos que tentemos! Aqui vou eu…”

Dizendo isso, a névoa negra se aproximou do Dragão. Quando se tratava de Dragões, tanto seus ossos quanto sua carne eram materiais valiosos, então era raro encontrar os vestígios de algum. Enquanto os próprios Dragões ocasionalmente mostrariam respeito a seus mortos, eles não mostravam interesse quanto a seus corpos. Então havia aqueles que ganhavam a vida indo até a floresta para recuperar os restos mortais deles.

Em tal situação, era raro encontrar um corpo em estado tão completo. Contudo…

(Javali): “Eu tenho um mau pressentimento sobre isto”

(Pássaro): “Havia emoções negativas circulando por aqui desde o início e há ainda mais se reunindo. Isto é perigoso”

Os dois pensaram que a névoa negra iria recuar. Infelizmente, suas expectativas foram esmagadas. Do fundo da caverna, eles puderam escutar o grito da névoa negra.

(Névoa): “Espere, não, isto é um pouco… impossííííveeeel!!!”