Superando Marty (Parte 6)

(Rudel): “En-então, até as artes secretas não funcionam…”

[Sakuya]: (“É só pegajoso e nojento”)

Antes de Sakuya voltar para a |Morada dos Dragões|, Rudel tentou aplicar as técnicas de carícias em Dragões que ele se devotou a aprender. Mas se ele acariciasse ela, ela simplesmente diria que fazia cócegas. A técnica secreta era apenas nojenta.

Rudel olhou para suas duas mãos. Ele poliu sua técnica. Com as palavras de Lena, ele recuperou o amor. Mas isso não tinha o menor efeito em Sakuya. Diante dos olhos de Rudel, ele podia ver Sakuya chamando a loção de nojenta enquanto ela brincava.

Sakuya era um Dragão imaturo recém-nascido. O Dragão de Marty disse que iria cuidar dela por um tempo, então foi decidido que ela temporariamente voltaria para a |Morada dos Dragões|.

(Rudel): “O qu-que eu… deveria fazer…”


(Fina): “Eu perdi minha motivação. (O que há com você mestre… você vai ficar feliz sendo mandado para a fronteira? Você é um idiota?)”

Enquanto Rudel ficava depressivo, Fina estava em seu próprio quarto, abraçando seus joelhos enquanto encarava a parede. Como sempre, Mii e Sophina estavam com ela. Nessa cena tão familiar, elas não podiam se sentir motivadas a anima-la.

(Fina): “Eu até garanti os fundos. Eu não consegui a permissão formal, mas eu já deixei tudo preparado… ainda assim, é impossível que o Capitão esteja ausente, certo!?”

Mostrando sua competência inútil, Fina criou uma organização para se opor a Guarda Real, mas então, um pequeno erro nos cálculos apareceu. Mesmo que Rudel estivesse pensando em seguir para as fronteiras no futuro, ele facilmente negou o pedido de Fina para torna-lo Capitão.

(Fina): “Eu deveria ser a Princesa deste país, não é? Por que eu sou recusada com tanta facilidade? Você está me dizendo que eu fico tão atrás assim daquela Cabelo Preto!?”

Vendo fina liberando uma aura negra, Mii finalmente apareceu para consola-la.

(Mii): “Is-isso não é verdade Princesa. Você é linda e gentil… não tem jeito de você perder para Izumi-san”

(Fina): “São os peitos? Se há um campo em que eu perderia para aquela Cabelo Preto, teriam que ser os peitos! Eu tenho certeza que o mestre gosta deles grandes! É por isso que ele não mostra interesse nesses meus peitos transitórios!”

(Sophina): “Não, eu tenho certeza que é o que está dentro”

Irritada como estava, Sophina murmurou de uma forma que Fina não a escutasse. Para ser honesto, ela na verdade escutou isso, mas para Fina, esse era apenas um detalhe trivial, então ela ignorou isso. A prioridade dela era Rudel. Neste ritmo, ela pensou se poderia usar aquela Cabelo Preto como refém para conquistar Rudel.

(Fina): “A Cabelo Preto está querendo virar uma Alta Cavaleira, não está? Se o clã dela está depositando suas esperanças nela, eu posso usar isto. Sophina, chame a Cabelo Preto aqui. Eu vou negociar com ela e vou garantir que ela não faça pouco caso de mim a partir de agora!”

(Sophina): “Isso não vai acontecer”

(Fina): “… eh?”

(Sophina): “Cabelo Preto… Izumi Shirasagi já recebeu uma oferta tentadora para se tornar uma Alta Cavaleira. Com a formação da Guarda Real, nossa atual falta de pessoal só fica mais severa. Os papeis já foram entregues e, assim que ela se graduar, Izumi Shirasagi vai se tornar uma Alta Cavaleira. Bem, ela tem aptidão mais do que suficiente e essa foi uma decisão que levou em conta os relacionamentos dela”

Graças a criação da Guarda Real, a nomeação de Izumi como uma Alta Cavaleira já estava certa. Os Cavaleiros que serviam Aileen foram afastados de seus postos. Enquanto isso, uma fissura estava se formando entre os Altos Cavaleiros. Eles estavam descontentes com a formação da Guarda Real.

Mas falando sobre resultados, um número que não poderia ser chamado de pequeno apareceu se alistando na mesma Guarda Real. Fortemente prejudicados por este resultado, a falta de pessoal dos Altos Cavaleiros apenas agravou a lacuna entre eles e aqueles que se transferiram para a Guarda Real.

Com sua falta de pessoal, era apenas natural que eles se moveriam para garantir mais pessoas. Estava decidido que não havia problemas com as habilidades de Izumi e ela estava entre os muitos novos recrutas que eles iriam alistar neste ano.

(Fina): “Cabelo Preeeetoooo!! (Merda! Se é uma oferta tentadora, eu não posso agir sem atenção! Se eu ir em frente e ameaçar a Cabelo Preto, eu vou ter que apagar a oferta dela e até mesmo o mestre vai suspeitar. Se-se o mestre passar a me odiar, minha utopia de fofuras… meu fofuraíso ficará distante. Eu devo assumir o risco? Ameaçar a Cabelo Preto… mas o risco é alto demais. Por enquanto, eu devo prosseguir com cautela… certo, eu só tenho que oferecer um acordo! Com um acordo que me coloque com uma pequena vantagem, eu vou ameaçar a Cabelo Preto! Vai ser um acordo oficial, então eu não terei problemas!)”

Havia outro grande motivo para Izumi receber essa oferta tentadora para a posição de Alta Cavaleira. Seus relacionamentos pessoais. Os Altos Cavaleiros avaliaram o fato de que ela era boa amiga dos três filhos mais velhos dos Três Lordes. Ela parecia ter uma alta capacidade individual de se opor ao exorbitante Rudel.

Para os Altos Cavaleiros que enfrentavam uma queda em seu poder, a habilidade de reprimir o jovem ás de seus rivais, os Dragoons, era um enorme bônus.

(Sophina): “… você não pode esconder isso e nem ameaçar ela”

Sophina olhou para Fina enquanto ia direto ao assunto. Com seus pensamentos lidos, Fina entrou em pânico, mas seu rosto estava sem expressão nenhuma.

(Fina): “A-ameaçar? Suas palavras me machucam Sophina”

(Sophina): “É mesmo? Até um momento atrás você só falava sobre ameaças. Bem, eu posso entender a razão para você entrar em pânico… mas se você está preocupada com Rudel, eu acho que tudo vai se resolver sozinho”

(Fina): “Fwah!?”

Mudando sua postura para se sentar sobre seus pés, Fina ergueu sua voz enquanto ela olhava para Sophina. Seu rosto sem expressões a pressionou a continuar e Sophina acabou dando um passo para trás.

(Sophina): “Vo-você é impaciente demais. Tente pensar nisso. Ele é o filho mais velho de um dos Três Lordes e o Cavaleiro Branco que contratou um Dragão gigante que ninguém nunca viu antes. De forma alguma o palácio mandaria alguém desse nível de valor para as fronteiras”

(Fina): “Você tem um ponto. Eu me esqueci sobre a parte do Cavaleiro Branco e do Dragão. O verdadeiro valor do mestre não reside nesses títulos vazios… hmm, não importa a era, você encontrará homens incríveis que nunca receberam as apreciações que eles mereciam”

Cansada, Sophina deu alguns “Yeah” como resposta para superar a situação.


Eu percebi minha própria falta de aptidão. Eu estou indo para uma jornada. Não procurem por mim.

Recebendo a carta de Izumi, as mãos de Eunius estavam tremendo. Não de medo. Ele estava tremendo de raiva.

(Eunius): “A-aquele idiota!! Quem ele pensa que é!? Partindo em uma jornada em um momento tão importante!?!?”

A raiva dele não iria se apaziguar mesmo depois de ele rasgar a carta em pedaços, então ele soltou um rugido. Com a figura enfurecida de Eunius, houve alguns alunos que começaram a se esconder.

O local era a cafeteria da escola e, além de Izumi que trouxe a carta, Luecke também estava lá, lendo um livro. Depois que eles terminaram de almoçar, Izumi mostrou a Eunius a carta que Rudel confiou a ela.

O motivo para Eunius estar tão zangado era porque o torneio individual estava próximo. Este seria o último grande palco deles e havia a possibilidade do inimigo que ele jurou derrotar nem mesmo aparecer. Isso era algo que Eunius não poderia aceitar.

(Luecke): “Ele certamente é um idiota, mas se Rudel vai participar ou não, depende apenas dele”

Luecke, que estava desinteressadamente lendo seu livro, não iria participar do torneio individual. Não, ele tinha um motivo para não poder participar.

(Luecke): “Eu também não vou participar. Bem, este ano, eu tenho um motivo, então eu não posso participar”

(Eunius): “O que você quer dizer com se!? Rudel vai participar, quer ele queira, quer não! Eu não vou deixar ele fugir com uma vitória!”

A razão para o desinteressado Luecke não poder participar estava profundamente amarrada com o torneio em si. Além disso, era culpa de Rudel e dos outros que Luecke não poderia participar. Contudo, algo como isso era irrelevante para Eunius. Com o desaparecimento de Rudel, ele pensou que o torneio individual se tornaria chato.

Izumi olhou para os dois enquanto ela suspirava. Reunindo os pedaços da carta, ela os guardou no bolso de seu uniforme.

(Izumi): “Rudel não escreveu que ele não iria participar. Eu tenho certeza que ele vai voltar logo”

Mesmo ela dizendo isso, Izumi se lembrou da chegada tardia de Rudel no teste de seleção. Para Rudel, se houvesse algo de maior valor para ele do que o torneio individual, então ele iria mesmo participar? Mais do que isso, ela ficou curiosa sobre a base para ele declarar sua falta de aptidão.

Ela subitamente se lembrou dos murmúrios de Rudel.

“A arte secreta não funciona”

(Izumi): “… ah, isto pode ser ruim”

(Eunius): “O quê?”

Os ombros de Izumi encolheram quando ela se lembrou da conduta de Rudel e começou a juntar as peças. Ela nunca considerou que ele poderia desaparecer apenas porque suas carícias em Dragões não estavam indo bem.

Mas com Rudel, isso não seria possível? Assim que ela explicou os eventos para os outros dois, Luecke abaixou seu livro, enquanto Eunius começava a tremer de raiva mais uma vez.

(Luecke): “Vamos ver. Analisando o resultado, é suficientemente plausível. Se você me perguntar, eu estou mais surpreso ao saber que há um Dragão em que as carícias de Rudel não funcionam. Pelo que eu ouvi, parece que sua irmã Lena foi capaz de vencer um Dragão Vermelho

(Eunius): “O-o maldito… nós finalmente chegamos até aqui e ele está focado em cafunés!? Agora não é hora para isso! O que ele precisa se preocupar é o torneio individual!”

(Izumi): “Eu concordo totalmente”


Enquanto os três se preocupavam com Rudel, a pessoa em questão entregou os papeis oficiais para a academia para partir em uma jornada. Acariciando vários animais e relendo “Como Acariciar um Dragão”, era um treino sem uma direção definitiva. Ele caminhou enquanto pensava sobre o que estava faltando.

(Rudel): “O que é que está faltando? Eu tenho a técnica. Eu realmente amo Sakuya. Então o que poderia ser…”

Enquanto Rudel refletia sobre isso, quando visto de lado, certamente seria uma visão revigorante. Mas o próprio homem estava sério. Ele estava realmente preocupado.

Enquanto Rudel caminhava, três indivíduos apareceram para bloquear seu caminho e o chamaram. Vestindo roupas diferentes das habituais, eram Fina, Sophina e Mii. As outras guardas simplesmente não se mostraram porque elas estavam corretamente escondidas.

(Fina): “Você parece com problemas mestre”

(Rudel): “Eu te disse que não sou seu mestre. Além disso, eu acabei de ser lembrado da minha própria falta de aptidão. Não tem jeito de eu poder ter uma discípula”

(Fina): “Hmph, você acha que pode fugir com essa desculpa para sempre? Eu escutei que você já foi iniciado nas artes secretas. Aos meus, não, aos olhos de qualquer um, não seria estranho para um mestre como você ter uma aprendiz”

Assim que Fina afirmou isso, Rudel decidiu que ela tinha um ponto. Ele não planejava tomar uma discípula, mas era verdade que ele aprendeu as artes secretas. Nesse caso, ele pensou que teria que fazer Fina entender que ele simplesmente não iria aceitar uma discípula.

(Rudel): “Com certeza. Mas eu não posso aceitar meu eu atual. Eu devo escalar alturas maiores, assim, eu sou incapaz de aceitar uma discípula. Você entende onde eu quero chegar?”

Ouvindo as palavras de Rudel, apesar de não demonstrar nenhuma expressão, Fina estava convencida de sua vitória.

(Fina): “Mestre, você nunca vai melhorar desse jeito”

(Rudel): “Quê?”

(Fina): “Eu admito que você é esplêndido por ser capaz de recuperar as técnicas perdidas de centenas de anos. Mas tente pensar nisso. Do jeito que as coisas estão indo, elas vão ser perdidas de novo. Mesmo que outra pessoa aspire pela grandeza, se ela vai poder chegar até você ou não…”

(Rudel): “E o que você está tentando dizer?”

(Fina): “Deixe-me ser franca. Mestre, você está errado! Se você não permitir que sua arte seja passada e polida, você nunca irá se aprimorar. As técnicas que foram feitas para serem passadas de mão em mão vão apodrecer com você. Se ele visse você agora, tenho certeza que Marty-sama iria lamentar. Quando um sucessor finalmente apareceu para herdar sua arte, para esse sucessor não aceitar nenhum discípulo… tenha um pouco de vergonha”

Rudel não podia entender o motivo para ela estrar zangada, mas as palavras de Fina deixaram uma impressão profunda nele. Ele pensou nos sentimentos de Marty que foi tão longe ao ponto de deixar um livro. Ele pensou e chegou a um mal-entendido. Certamente, Marty queria passar isso adiante…

A verdade era muito mais simples. Marty simplesmente queria ser imortalizado por seu amor por seu próprio Dragão em um livro. Ele exagerou nas coisas e escreveu detalhes técnicos também, mas reforçou as palavras para seu Dragão e, no início e no fim, ele escreveu que amor era o mais importante. Ele não tinha a menor preocupação com o mundo que estava por vir.

Se ele tivesse tal intenção, ele certamente iria reportar essas técnicas de alto nível para o país. Fina notou isso, mas ela mentiu com o objetivo de enganar Rudel.

(Rudel): “Eu-eu entendo. Você está certa. Eu não posso permitir que tudo o que foi construído desmorone. Eu tenho que corresponder a expectativa de Marty-sama!”

(Fina): “Isso mesmo mestre! (Yay, ele acreditou nisso. O mestre é mesmo fácil de enganar)”

Por dentro, Fina estava bêbada pela vitória, mas as palavras de Rudel deixaram ela aturdida.

(Rudel): “Portanto, a partir de agora, como você vai ser a minha discípula, eu vou te chamar de Fina em todas as ocasiões não-formais. E também, eu planejo usar esta jornada para treinar. Você vai vir comigo”

(Fina): “Eh? U-um, mestre, eu vim para te levar de volta…”

(Rudel): “Sem discussão! A única resposta que você precisa dar é sim. Agora me siga!”

(Fina): “… sim”

Fina caminhou atrás de Rudel. Vendo os dois partindo, as duas que ficaram para trás estavam confusas. Desde o início, isto era uma tentativa para levar Rudel de volta. Elas não estavam preparadas para uma jornada.

(Mii): “O que vamos fazer sobre isto?”

Para o olhar nervoso de Mii, Sophina queria chorar. Não era como se ela pudesse simplesmente gritar “Como eu poderia saber!?”, então Sophina decidiu negociar com Rudel… como resultado, foi decidido que os quatro iriam viajar juntos.