O maníaco por batalhas e o protagonista

O intenso choque entre espadas revestidas por luz não transmitiu o som de madeira colidindo.

O piso do ringue estava afundando e sendo fatiado, ficando pior cada vez que os dois se confrontavam. Preparando dois escudos de um metro de comprimento, Rudel os manteve perto de si.

Com isso, ele poderia reduzir o dano causado pelos movimentos da lâmina deformada de Eunius. Enquanto Rudel esteve na ofensiva, o ataque feroz de Eunius o colocou na defensiva.

A espada mágica às vezes cresceria e às vezes diminuiria, tornando impossível julgar a distância. Protegido por seus escudos, Rudel pensou em partir para o ataque com magia, mas ele se viu ficando sem energia.

Os escudos de luz… apesar de serem poderosos escudos, consumiam grandes quantidades de |Mana e concentração. Quanto ao manuseio desses escudos, ele ainda tinha que se acostumar. Rudel entendia que estava sendo encurralado.

Ele usou seu movimento rápido de ‖Magia do Vento‖, mas como Eunius era capaz de prever o destino dele, haveria uma espada mágica esperando por ele. Rudel precisava dar mais um passo ou ele nunca chegaria até Eunius.

Enquanto Rudel pensava que estava em desvantagem, Eunius estava na mesma. Os ataques de sua espada mágica eram bloqueados pelos escudos. Se ele não fosse capaz de ver através dos movimentos de alta velocidade de Rudel em um instante, então, nesse instante, a partida seria decidida.

Como Rudel iria voar sempre que ele mostrava uma abertura, Eunius se colocou em uma ofensiva desesperada.

Ao contrário da abundante gama de opções de Rudel, Eunius estava com dificuldades sobre como continuar a luta. Um bom tempo se passou desde que ambos começaram a usar suas espadas mágicas. Eunius só poderia mostrar sua esgrima durante o período em que sua espada de madeira pudesse resistir a sua |Mana.

(Eunius): “Merda! E eu queria concluir esta batalha com a espada!”

A espada de madeira que ele segurava foi feita de forma especial. Mas sua força era completamente insuficiente para resistir a poderosa espada mágica de Eunius. Ela era um item especial feito para uma única partida com Rudel e isso mostrava o quão obcecado Eunius estava com esta luta.

A sensação ruim que ele sentia quando manejava sua espada ficava cada vez pior e ela estava a ponto de chegar a seu limite.

Rudel também podia dizer que a espada mágica de Eunius não duraria muito. Mas o que Rudel segurava não era nada mais do que uma espada de madeira comum. Seu limite também estava próximo.

Rudel desfez seus escudos e fluiu sua |Mana para sua espada mágica, lançando uma investida contra Eunius. Para esse ataque de alta velocidade, Eunius reagiu, mas assim que Rudel abandonou completamente a defesa para se aproximar, Eunius só foi capaz de bloquear.

No instante seguinte, a espada de madeira de Rudel destruiu a de Eunius. Nesse momento, ele colocou uma quantidade explosiva de |Mana, mirando a destruição da arma de Eunius.

(Eunius): “Então você estava visando isso Rudel!?”

Eunius jogou o punho de sua espada quebrada, mas as mãos de Rudel ainda seguravam uma espada de madeira. Como ele mudava constantemente a potência de sua espada, a lâmina de Rudel ainda estava forte.

Vendo como ele não usou o movimento de alta velocidade de novo, Eunius podia dizer que Rudel também estava perto de seu limite. Para a espada que Rudel abaixava para encerrar a partida, Eunius revestiu sua mão esquerda com magia, colocando tudo o que tinha para bloquear o golpe.

Ele resistiu ao ataque que, se fosse subestimado, custaria seu braço.

Do braço esquerdo de Eunius, o som de ossos quebrando podia ser ouvido. Mas a espada de madeira de Rudel foi destruída. Nesse momento de surpresa de Rudel, Eunius atacou com um chute alto giratório com toda a sua força.

Rudel pulou para diminuir o poder do golpe, mas incapaz de deter o impulso, ele voou e se arrastou pelo ringue antes de rolar para recuperar a postura.


Vendo os dois ficando cada vez mais esfarrapados, rindo enquanto se encaravam, a plateia começou a gritar. O que realmente era uma batalha que superava suas imaginações estava agora se desenrolando diante deles.

Ao mesmo tempo, Luecke estava ocupado ordenando os Cavaleiros Protetores para manter a Barreira. Estava tudo bem no momento, mas quando a espada mágica de Eunius se rompeu, eles enfrentaram uma crise onde a Barreira poderia se quebrar.

Com suor frio escorrendo de sua testa, Luecke manteve uma vigilância atenta a ação deles.

Lena também assistia a partida com seriedade.

Depois que Izumi viu Millia saindo da sala de espera, ela conseguiu a permissão de Vargas para usar a fileira da frente reservada e convidou ela.

Quando ela apareceu no assento dos espectadores, o fato de que todos pareciam gritar bênçãos para ela era certamente culpa de Aleist.

Com Basyle sentada entre elas, Izumi e Millia assistiram a partida.

(Basyle): “Mesmo assim, Rudel-sama com certeza ficou mais forte”

Assim que Basyle falou com um tom nostálgico, Izumi concordou. Na academia, Izumi era a pessoa que o observou com maior proximidade.

O Rudel que ficou com uma cara humilhada em seu primeiro ano[1], e o Rudel que não desistiu em seu segundo ano[2]. E agora, o Rudel que obteve o Dragão de seus sonhos estava diante delas.

(Izumi): “… ele esteve dando duro durante todo esse tempo”

Enquanto Izumi pensava sobre os últimos cinco anos, havia um peso nas palavras que saíram de sua boca. Quando Rudel constantemente viveu sua vida ao máximo, assistir ele realmente o fazia parecer perigoso.

Na verdade, quando ele tentou obter um Dragão, ele quase acabou perdendo sua vida[3].

Izumi conhecia esse lado de Rudel e depois de encarar o perfil dela, Millia virou seus olhos para Rudel. Ela sabia. Que Rudel nunca esteve consciente dela.

Mesmo agora, havia vezes em que ela desejava que o primeiro encontro deles tivesse sido um pouco mais decente. Se ela tivesse apenas um pouco de coragem… triste como isso era, Millia finalmente se afastou de Rudel. Seguir em frente, ela decidiu isso em seu coração.


A partida de Rudel e Eunius se tornou uma luta corpo a corpo.

Rudel queria usar magia e atacar a distância, mas sua |Mana estava perto do limite. Como se nenhum dos participantes se importasse nenhum pouco com a próxima partida, eles trocaram golpes com todas as suas forças.

As técnicas de que eles se gabavam apenas fez a partida ficar ainda mais violenta.

Quando se tratava de estilos de luta, Rudel era normalmente desonesto. Ele atirava areia nos olhos de seu oponente como se isso estivesse gravado em seu corpo. Evitando isso e lutando contra ele em um combate corpo a corpo adequado, Eunius lutou enquanto ignorava a fratura em sua mão esquerda.

(Eunius): “Oy, Rudel! Você não vai usar aquela técnica que você me mostrou antes!? Por que você não fica um pouco mais sério!?!?”

Abençoado com físico, você poderia dizer que apenas isso seria o suficiente para ele derrotar Rudel. Ainda assim, sendo capaz de competir com ele, Rudel também era um monstro. Os dois lados usavam ataques que faziam seus corpos fortalecidos com |Mana chiarem, e eles resistiram a isso.

(Rudel): “Se é isso o que você quer!”

Pulando para trás, Rudel ativou seu movimento de alta velocidade. No intervalo de um instante, ele disparou contra o peito de Eunius, tocando as duas mãos no peito dele e disparando sua magia com toda a sua força.

Qigong[4]… quando ele escutou tal termo de Izumi, Rudel trabalhou por conta própria para recriar isso com |Mana. Seu nível de controle aumentou muito mais do que quando ele liberou esse ataque em Fritz, alguns anos atrás[5].

O impacto atravessou o peito de Eunius. Seus efeitos foram sentidos até na parede atrás dele. Com esse intenso impacto, a barreira se distorceu por um momento. Isso mostrou sua falha de ser fraca contra um ataque não antecipado.

Mas Eunius riu enquanto ele arremessava Rudel para longe. Rudel rolou pelo ringue mais uma vez antes de se levantar com um olhar confuso no rosto.

(Eunius): “Isso é tudo o que você tem? Aquele golpe de antes foi melhor…”

Suas roupas que receberam o ataque já estavam despedaçadas, mas o corpo de Eunius estava completamente ileso. Parecia que a espada mágica que Rudel usou antes era uma ameaça maior.

Como contramedida para Rudel, Eunius escolheu resistir a ameaça que ele viu no ataque sofrido por Fritz… ele decidiu tentar suportar. Era uma simples aplicação de força bruta. No momento que ele recebeu o ataque, ele iria se defender com todas as suas forças. Isso era tudo o que ele faria, mas como ele estava produzindo um poder explosivo para se defender, o tempo era importante.

A onda de choque de Rudel que precisava acumular força não era mais uma ameaça para Eunius.

Ele se livrou de suas roupas despedaçadas, as jogando de lado e assumindo sua postura. Era definitivamente um ataque que ele estava guardando. Como ele aumentou a potência, Rudel pensou que isso iria infligir ferimentos sérios.

Mas parecia que isso não seria suficiente para seu amigo diante de seus olhos… Rudel assumiu sua própria postura, e quem sabe satisfeito, ele mostrou um sorriso.

Ambos os lados trocaram sorrisos ferozes. Eles avançaram simultaneamente, se encontrando em um intenso choque.


(Fina): “Oh, que incrível! (O mestre é louuuuco. E espere… como ele planeja derrotar Eunius? Como ele pretende conquistar o bombado idiota? Não pode ser um aborrecimento onde Eunius vai ser a pessoa que enfrentará Aleist, certo? Mas quando ele está tão acabado, eu tenho a sensação de que isso nem será uma partida)”

A cena que Fina viu da sala dos visitantes nobres era uma batalha animada o bastante para fazer você cerrar seus punhos até que eles ficassem cobertos de suor. Mas talvez a própria Fina não estivesse interessada já que ela pensava sobre quem iria ser o campeão.

Enquanto a luta continuava, comparados com Rudel e Eunius, uma luta onde guerreiros de força similar se enfrentavam, o próximo oponente de Aleist era Fritz.

Nas semifinais, ela previa que Aleist ganharia. Talvez as pessoas ao redor pensassem de forma parecida, já que Sophina estava com um rosto preocupado.

(Fina): “Sophina, quem você acha que vai vencer o torneio?”

(Sophina): “… Aleist-sama, talvez…”

Assim que Sophina murmurou, Cattleya e Lilim concordaram ao lado dela. No caso de Eunius vencer, seu braço esquerdo já estava quebrado. Se Rudel vencesse, ele já estaria sem energia. Pelo estado de destruição do ringue, seria necessário algum tempo para repara-lo. Então o problema seria quanta energia e |Mana o vencedor poderia recuperar nesse período.

Por outro lado, Aleist mostrou tranquilidade em sua primeira partida, e a próxima seria contra Fritz. Falando sobre habilidades, seria difícil ver Aleist perdendo essa luta.

O próprio homem se confessou antes diante de muitos espectadores e estava agora se arrependendo disso na sala de espera. Seu rosto estava completamente vermelho e ele estava rolando no chão pelo absoluto constrangimento.

Cattleya colocou sua mão em seu queixo, pensando enquanto ela tentava dizer algo, quando uma voz chamou Fina. Era sua irmã mais velha Aileen, que criou algum interesse pela conversa de Fina.

(Aileen): “Minha nossa, então você já decidiu o vencedor da próxima partida? Esta partida ainda não acabou”

Aileen estava sorrindo, mas ela liberava um ar intimidador que estava além da expressão dela. Ela não podia perdoar o fato de que o grupo de Fina tinha decidido a derrota de Fritz.

Assim que ela olhou para as três Cavaleiras, talvez tenha sido a primeira vez que Aileen tenha reparado nelas, pois seus olhos ficaram afiados por um instante.

Enquanto isso, Fina estava contente por seu plano estar funcionando.

[Fina]: (“Whooh! Com isto eu diminuiu a probabilidade de Sophina e das duas Dragoons irem para a facção da minha irmã!! Eu vou reduzir isso pouco a pouco!!”)

Fina manteve as duas Dragoons por perto para reposição de fofuras, mas com essa colheita além de suas expectativas, ela declarou a exibição desta partida como um sucesso.


A partida onde os dois lados não conseguiam encaixar um golpe decisivo estava finalmente prosseguindo para força bruta.

Enquanto Rudel atacava com versatilidade, Eunius apostava em um único golpe balançando seus punhos. O topo do ringue foi destruído, tornando o apoio terrível.

Estaria tudo bem se eles continuassem trocando socos, mas estava na hora de eles decidirem a partida.

Assim que os dois lados pularam para trás para tomar distância, eles colocaram suas respirações em ordem.

(Rudel): “Eunius, eu vou decidir isso no próximo ataque”

(Eunius): “Oh, que coincidência… eu também estava pensando em fazer isso. Infelizmente, eu ainda tenho minha próxima partida na sequência”

Ambos acreditavam em suas próprias vitórias. Eles não tinham nenhum pensamento sobre derrota. Mas só poderia haver um vencedor. Mesmo que fosse difícil, Eunius tinha a vantagem na frente defensiva. Ele foi capaz de resistir aos golpes de Rudel.

Assim que Rudel caminhou para frente, Eunius priorizou seu ataque no lugar da defesa. Rudel se atirou em linha reta e ele pretendia receber Eunius com seu golpe mais forte.

Eunius canalizou magia em seu punho, magia com extremas capacidades destrutivas. Quando ele abaixou seu punho, Rudel definitivamente estava lá, mas ele desviou por uma distância mínima. No instante seguinte, Eunius preparou seu corpo para resistir, mas Rudel riu.

(Rudel): “Isso não é bom Eunius. Era aqui que você deveria atacar”

Agarrando esse braço abaixado, Rudel lançou Eunius sob seu ombro. Voando no ar, Eunius tentou rolar enquanto ele colidia com o chão. Mas no momento que ele rolou, ele notou sua derrota.

(Eunius): “Rudel!”

Se lançando no ar com ‖Magia do Vento‖, Rudel fez uma rápida descida diretamente contra Eunius. No momento em que ele notou, o chute de Rudel já estava pronto para atingir o alvo. Incapaz de desviar, Eunius só podia resistir.

Assim que Rudel usou esse chute, ele colocou todo o peso de seu corpo em seu pé e com magia… ele acelerou ainda mais para penetrar as defesas de Eunius.

Sem lugar para fugir, Eunius recebeu o ataque de Rudel com força total. Rachaduras se espalharam por todo o ringue.

Ainda assim, Eunius conseguiu suportar o ataque que excedia todas as suas expectativas. Como preço por resistir, ele ficou sem |Mana. Uma dor intensa assaltou seu corpo, o deixando incapaz até mesmo de se levantar.

Ele subitamente se lembrou da figura de Luecke de pé mesmo depois de ficar sem |Mana.

[Eunius]: (“Aquele maldito. Então ele suportou esta dor… eu tenho que elogia-lo por isso… mais importante, eu tenho que levantar logo e ficar em posição. Senão, eu vou perder”)

De alguma forma, Eunius conseguiu manter sua consciência, mas assim que a voz do árbitro declarou a vitória de Rudel, ele apagou com um sorriso. Ele deu seu máximo e perdeu. Ele estava com um rosto satisfeito.

A arena sacudiu com a enorme ovação.


Eunius foi mandado para a enfermaria as pressa, enquanto Rudel recebia os primeiros-socorros na sala de espera.

Como ele tinha uma partida o esperando, Rudel tinha que se preparar para sua próxima luta. Ele não poderia perder diante do Rei.

Mas levaria algum tempo até que o ringue fosse consertado e Rudel conseguiu um tempo valioso. Observando os reparos do ringue dos assentos da plateia, Izumi e os outros se preocuparam com Rudel.

Millia sentiu a desvantagem das finais e abriu sua boca com ansiedade.

(Millia): “Neste ritmo, vai ser mesmo ruim. Rudel está quase sem |Mana, enquanto Aleist deve ser capaz de vencer sem nenhum ferimento”

Basyle esfregou sua barriga aumentada enquanto pensava.

[Basyle]: (“Não, você poderia apenas ter se esforçado mais. É sua culpa que ele chegou até aqui ileso, não é?”)

Apoiando seu antigo empregador, Basyle encarou os rápidos reparos do ringue sendo conduzidos com magia. Do jeito que as coisas estavam indo, as partidas seriam retomadas em menos de uma hora.

Um intervalo já havia acontecido e os espectadores que aproveitaram esse momento para ir até a cafeteria da escola, já estavam começando a voltar. A cafeteria era incapaz de acomodar todos eles, então a plateia foi dividida. As três terminaram seus almoços primeiro, então elas estavam passando o tempo nos assentos da plateia.

(Izumi): “E-ele definitivamente tem uma desvantagem, mas Rudel sempre supera situações desfavoráveis. Então eu tenho certeza que ele ficará bem desta vez”

Izumi respondeu Millia como se ela estivesse se obrigando a acreditar, mas estava claro que Rudel tinha uma desvantagem depois do combate corpo a corpo contra Eunius.

Basyle entendia os sentimentos de Izumi, mas desta vez, a organização das partidas foi terrível. Ela sabia que o Cavaleiro Negro era inquestionavelmente habilidoso e ela se perguntava por quanto tempo Rudel poderia ser capaz de lutar.

O Cavaleiro Negro Aleist se tornou mais decente. Esperando que ele não terminaria a partida em um instante diante dos olhos do Rei, ela torcia para que os dois lados lutassem um bom duelo…

Mas as esperanças de Basyle foram traídas esplendidamente.


Assim que Aleist e Fritz subiram no ringue remendado, além de alguns vivas, algumas vaias separadas ecoaram pela arena.

Com a sua partida com Millia, Aleist estava sendo provocado. Ele tentou o seu melhor para se concentrar na partida, focando sua atenção no oponente diante de seus olhos.

Mas antes da partida começar, Fritz abriu sua boca.

(Fritz): “Por Deus, é por isso que vocês nobres preguiçosos não são bons. Quando você está em uma luta diante dos olhos da Realeza, mostrar uma farsa daquelas…”

(Aleist): “Ah?”

Até mesmo Aleist não queria ouvir isso do homem diante de seus olhos. O tom dele ficou áspero. “Você mesmo produziu uma farsa alguns anos atrás, não foi!?”, ele conseguiu engolir essas palavras.

(Fritz): “É risível pensar que eles chamariam um Cavaleiro como você de Cavaleiro Negro. Eu escutei que isso foi uma revelação de uma Deusa, mas essa Deusa devia ter buracos no lugar dos olhos”

(Aleist): “…”

(Árbitro): “Combatente, fale com moderação! Agora, que a partida comece!”

Assim que o árbitro declarou o início da partida, Fritz assumiu sua postura com sua espada de madeira. Desde que ele foi derrotado por Rudel, Aileen contratou um tutor pessoal para ele para ensina-lo esgrima e artes marciais.

Seu lugar no torneio individual foi algo que ele conquistou com suas habilidades, e ele tinha alguma confiança em seu estado atual.

Mas quando o árbitro declarou o início, a consciência de Fritz foi lançada para longe. A última coisa que ele viu foi a sola do sapato de Aleist.

Exatamente quando a partida começou, Aleist atingiu o rosto de Fritz com um bem posicionado dropkick[6]. O chute do desnecessariamente poderoso Aleist instantaneamente fez Fritz voar pelo salão.

(Aleist): “Tente dizer isso mais uma vez! Eu vou fazer você ver estrelas de novo!!”

Lançado para fora do ringue, Fritz já estava inconsciente. Tendo realmente terminado a partida em segundos, Aleist subitamente se lembrou de sua próxima partida com Rudel.

E o fato de que ele planejou estender esta partida o máximo possível… a plateia pensava o mesmo, mas a Família Real, assistindo de sua sala privativa, estava surpresa pelas ações de Aleist.

(Árbitro): “Ve-vencedor, Aleist Hardie!”

Ignorando a declaração de sua vitória, Aleist disparou até Fritz, agarrando-o por sua gola com ambas as mãos e balançando ele para frente e para trás. Com Sakuya sendo zombada, ele usou (contra seu próprio julgamento) um chute sério. Aleist desesperadamente tentou acordar Fritz.

(Aleist): “A-acorde Fritz! Nós não vamos conseguir tempo deste jeito, merda!!”

(Árbitro): “Pare e desista! Nós não aceitamos nenhum ataque contra um adversário derrotado”

Enquanto Aleist violentamente sacudia Fritz para frente e para trás, o árbitro e as pessoas responsáveis freneticamente o restringiram.


[1] No primeiro ano da academia, no capítulo 008, Rudel e seus colegas de classe foram atacados pelo Javali durante o treinamento na floresta e foram obrigados a abandonar a prova.

[2] No segundo ano, Rudel foi obrigado a vencer o torneio entre classes ou ele seria obrigado a se formar. Ele enfrentou e derrotou respectivamente Luecke, Eunius e Aleist. As lutas aconteceram nos capítulos 026 a 029.

[3] Izumi está se referindo aos eventos do capítulo 075 em que Rudel enfrentou o Dragão Zumbi.

[4] Qigong, Chi Kung ou Kikō, é um termo de origem chinesa que se refere ao trabalho ou exercício de cultivo da energia. Estes exercícios têm a finalidade de estimular e promover uma melhor circulação de energia Qi (energia vital) no corpo.

[5] A luta de Rudel e Fritz aconteceu no capítulo 050.

[6] Dropkick é um golpe de luta-livre em que o lutador aplica um chute aéreo (voadora) no adversário, utilizando os dois pés ao mesmo tempo, geralmente acertando a cabeça ou os joelhos do adversário (Low Dropkick).