O serviço de limpeza e o bar

Com o evento de apresentação em dois dias, a rua principal da capital estava animada.

Os Dragoons novatos caminhavam audaciosamente pela rua agitada. Eles não pretendiam se exibir, mas eles eram elites e os Dragoons reconhecidos como heróis do país.

Mostrar humildade e servilismo[1] também era um problema.

Dentro desse grupo, Rudel estava muito animado. Saas, que costumava conversar com ele na brigada, ficou curioso e acabou o questionando.

(Saas): “Você está de muito bom humor Rudel. Desde que o Vice Capitão te chamou para te remover da formação, eu pensei que você estaria desanimado”

Saas era um homem com olhos astutos e uma língua afiada. Mas entre seus colegas, ele era o mais próximo de Rudel. Apesar do ódio que ocasionalmente escapava de sua boca, ele era um homem que se preocupava com seus companheiros. No último meio ano que eles passaram juntos, Rudel notou isso.

(Rudel): “Você reparou? A verdade é que… parece que o problema da formação de voo vai se resolver sozinho. Nós não podemos fazer nenhuma acrobacia, mas tenho certeza que você ficará surpreso”

Se lembrando de sua conversa com Mystith, Rudel sorriu. Seus colegas a seu redor, Saas incluso, pareciam aliviados ao ver um Rudel satisfeito.

Seu Dragão fugiu uma vez, e eles estavam preocupados de que ela poderia fugir de novo.

Reunindo os olhos das pessoas (especialmente os dos homens) passando pela rua principal, Enora caminhava ao lado de Rudel. Desde sua dogfight de Dragoons, ela começou a trata-lo como um bom amigo. Ela iria convida-lo com frequência para almoçar em seus dias de folga e a distância entre os dois definitivamente estava diminuindo.

Essa Enora estava um pouco incomodada com a confusão da rua principal.

(Rudel): “Qual o problema Enora? Você não gosta desse ar festivo?”

Assim que Rudel dirigiu seus olhos para Enora, os olhos de seus outros colegas se reuniram nela também. Para melhor ou pior, Rudel se tornou um tipo de líder para os novos recrutas.

Isto era provavelmente por sua parceira Sakuya oficialmente comandar os estábulos de ⌊Dragões.

Ao invés dos outros olhos, receber um olhar de Rudel fez Enora negar isso com um pouco de pânico.

(Enora): “Eu certamente não odeio isso, mas quando chega a este ponto, entrar em um estabelecimento será terrível. Eles estarão todos ocupados pelos novos ⌈Cavaleiros recrutas de todos os lugares do |Reino|

Enora disse isso enquanto ela dirigia seus olhos para uma loja próxima. Com toda certeza, as lojas parecidas com bares de frente para a estrada principal tinham sido conquistadas pelas manadas de jovens ⌈Cavaleiros. Isso não era particularmente algo ruim. Por volta desta época do ano na capital real, você poderia chamar esta cena de um prenúncio da estação.

Mas os Dragoons não poderiam beber no dia seguinte. Uma regra da brigada… ou melhor, essa era uma ordem de Oldart.

“Quando eu não posso sair para me divertir, pro inferno com os novos recrutas se divertindo sozinhos. Eu estou banindo todo o álcool no dia antes da apresentação!”

Os novos recrutas não poderiam dizer se ele estava brincando ou se estava sério. Mas definitivamente seria ruim para os Dragoons ficarem de ressaca em uma importante apresentação. Eles aceitavam isso.

(Rudel): “Parece que a maioria dos estabelecimentos que servem álcool estão cheios”

Rudel murmurou enquanto ele olhava para os ⌈Cavaleiros bebendo com alegria, quando Luxheidt fez uma proposta. Quando se tratava desses assuntos, Luxheidt era o mais confiável entre seus colegas.

Enora conhecia alguns estabelecimentos famosos na capital, mas quando se tratava de bares, isso estava fora da área de conhecimento dela.

(Luxheidt): “Eu achei que isso pudesse acontecer! Eu tomei a liberdade de escutar algumas coisas dos nossos superiores”

(Saas): “Como esperado do nosso líder Brahms e Liszt[2]

(Luxheidt): “Eh? É nessas horas que eu sou o líder? Eu pensei que eu estava no comitê de planejamento geral”

Assim que Luxheidt devolveu uma piada para o cinismo de Saas, todos sorriram. Vendo esses Dragoons novatos, as pessoas que caminham por perto pareciam perplexas.

(Luxheidt): “Deixando isso de lado, eles estão sempre lotados nesse horário. Pelo que eu escutei, parece que seria melhor para nós procurarmos por um estabelecimento de alta classe. Para começo de conversa, os serviços deles são ótimos e eles raramente ficam cheios, foi o que eles disseram”

Os ⌈Cavaleiros bêbados dos subúrbios frequentemente brigavam com os Dragoons. Parecia idiotice perder tempo em todas às vezes, então ele recomendou um estabelecimento com um lugar com produtos relativamente bons.

(Saas): “Se for caro demais…”

Enquanto Saas parecia relutante, Luxheidt explicou tudo.

(Luxheidt): “Um Dragoon não pode ir para um local barato, não é? De tempos em tempos, é importante ir para locais que combinem com seu status. E veja, nosso salário não é brincadeira”

Correto, o salário de um Dragoon era verdadeiramente alto. Rudel realmente não ligava para isso, mas para aqueles de famílias de ⌈Cavaleiros, nobres apenas no nome, como Saas e Luxheidt, era uma soma inacreditável.

(Saas): “Não, eu já entendi”

Rudel olhou para a relutância de Saas com um sorriso. Com sua família enorme, Saas estava enviando a maior parte de seu dinheiro para casa. Pelo contrário, Luxheidt estava em uma posição em que ele não precisava se incomodar com esse tipo de coisa.

(Rudel): “Vamos ouvir Luxheidt aqui. Para que não desperdicemos nosso precioso tempo procurando por um bar”

Assim que Rudel direcionou eles para a opinião de Luxheidt, todos aceitaram e começaram a seguir para o famoso bar de alta classe.


Antes da apresentação em dois dias, Cattleya foi chamada por sua superior Lilim.

Originalmente, ela queria entregar um relatório antes de levar os novos recrutas para beber. Mas Lilim deteve ela com um sorriso que não iria aceitar um não como resposta.

O pelotão de Cattleya era uma parte da companhia de Lilim e ela não poderia ir contra suas ordens. Mais do que isso, Lilim ainda guardava rancor por ter a responsabilidade do caso de Rudel jogada para ela.

Em um escritório desses que um Major poderia usar, Cattleya estava ajudando com a papelada. Ela aceitava o fato de que ela tinha fugido da responsabilidade e se sentia culpada quanto a isso. Mas sua insatisfação escapou de sua boca.

(Cattleya): “Aah, eu estava planejando ir beber, sabia?”

Todas as vezes que Cattleya terminava um documento, uma queixa iria sair de sua boca. Lilim estava silenciosamente completando mais do que o dobro da quantidade de papéis dela. Finalmente atingindo o limite de sua paciência, Lilim a avisou.

(Lilim): “Cattleya, você pode desistir disso logo? Você entende que a maioria desses documentos são um resultado da responsabilidade que você me fez tomar, certo?”

Lilim abriu suas pálpebras, vagamente mostrando seus olhos completamente negros.

(Cattleya): “É mesmo? Mas no fim, o Vice Capitão assumiu a responsabilidade, não assumiu? Então isso não deveria ter sido o fim?”

(Lilim): “… correto. No fim, o Vice Capitão de fato assumiu a responsabilidade. Mas o trabalho que você empurrou para mim não desapareceu!”

(Cattleya): “Assumir a responsabilidade é responsabilidade da pessoa responsável Major”

Para a atitude de Cattleya como se ela estivesse encerrando a conversa e pegava seu próximo documento, Lilim apertou seu punho que tremia. Se ela estivesse disposta, Cattleya seria capaz de trabalhar. Mais do que isso, ela era capaz de completar a papelada no mesmo nível de Lilim.

Ela apenas não queria, o que tornava tudo isso ainda pior.

… assim que os documentos foram organizados, Lilim serviu chá para Cattleya. Ela sentia que seria esquisito demais apenas manda-la embora desse jeito. O tópico da conversa mudou para os novos recrutas.

(Lilim): “Então, temos alguma promessa?”

(Cattleya): “… quatro deles, eu acho. Bom, dois nem preciso comentar e os outros dois passam a sensação de serem delinquentes. Um rebelde e um molenga, eu acho”

Enquanto ela pensava sobre esses dois, Cattleya se lembrou do rosto de Oldart. O Capitão delas, Oldart, se Cattleya tivesse que dizer, seria um delinquente também.

(Lilim): “Entendo, então parece que quatro serão capazes de entrar para a força principal”

Lilim murmurou enquanto ela bebia o chá. Diferente de Cattleya, ela era uma ⌊Elfa de vida longa. É claro que havia vantagem em ter um longo período para que ela pudesse trabalhar. O núcleo da brigada dos Dragoons tinha grandes esperanças por ela.

Enquanto as duas continuavam essa conversa séria, quando o tópico se tornou Enora, Cattleya subitamente começou a reclamar.

(Cattleya): “Mais importante que isso, aquela garota Enora! Aquele monstro peitudo, ultimamente ela esteve no ataque quando o assunto é Rudel, ela continua a tentar criar um ar rosa. É irritante. No outro dia, ela se agarrou nele, sabia?”

(Lilim): “… isso é mesmo um problema. Sim, ela está perturbando a moral pública da brigada”

(Cattleya): “Exatamente! Sempre que ela se agarra em Rudel, o humor do Vice Capitão fica uma merda”

(Lilim): “Pensando nisso, ele estava um pouco irritado quando ele veio para a capital há alguns dias”

(Cattleya): “Ah, isso foi por outro motivo. Parece que ele ficou irritado com Rudel não notando os sentimentos de Enora”

(Lilim): “Certas coisas nunca mudam”

Embora o tom de Lilim estivesse exausto, Cattleya não ignorou isso. Por apenas um momento, Lilim fez uma expressão de deleite.


Assim que Rudel e os Dragoons entraram no estabelecimento, felizmente, havia alguns assentos vazios.

Além disso, alguns rostos familiares estavam convenientemente reunidos. Aqueles com quem ele passou sua vida acadêmica: Luecke, Eunius, Aleist e Millia. Até Izumi estava lá.

(Rudel): “O que é isto, então todos vocês vieram também?”

Enquanto Rudel garantia um lugar com um sorriso, o ar ao redor era realmente pesado. As outras mesas estavam conversando alegremente, mas ao redor da área do assento de Rudel, havia poucas conversas acontecendo. Não, parecia que a chegada de Rudel começou as conversas.

(Luecke): “Já faz algum tempo”

(Eunius): “Yo”

(Aleist): “Ah, Rudel”

(Millia): “É um prazer”

Avistando Izumi, Rudel se sentiu aliviado por ver ela usando o elegante uniforme dos ⌈Altos Cavaleiros. Embora ela passasse um ar mais maduro do que ela tinha há meio ano, ele estava aliviado por ver que ela mal mudou.

(Izumi): “Rudel, há quanto tempo. Você está bem?”

(Rudel): “Yeah, Sakuya está indo bem também”

(Izumi): “Entendo, isso é bom”

Ouvindo a conversa deles, Enora se sentou ao lado de Rudel. Rudel pareceu não se incomodar e ele estava a ponto de apresentar Enora quando Luxheidt sussurrou no ouvido dele.

(Luxheidt): “Hey, o que há com esse pessoal? E com esse ar pesado?”

Ouvindo isso, ele olhou ao redor pela primeira vez. Com toda certeza, Luecke e Eunius não estavam falando. Seus seguidores pareciam ter sofrido uma completa transformação depois da mudança da academia para a capital. No passado, eles todos comiam na mesma mesa e Rudel sentiu que algo estava errado.

(Rudel): “Luecke, Eunius, qual o problema?”

Assim que Rudel chamou os dois, os ⌈Cavaleiros ao redor de Eunius dirigiram olhares ferozes. Mas assim que eles notaram que o grupo de Rudel era feito de Dragoons, seus olhos subitamente vagaram pelo lugar.

Os dois responderam que não era nada e a conversa acabou mais uma vez.

Uma atmosfera diferente da do resto do local governou essa área. Mas aquele que não poderia mais aguentar isso foi Aleist.

(Aleist): “H-hey, Rudel”

(Rudel): “Você parece bem… ou não. Aleist, qual o problema? Você parece exausto”

A expressão de Aleist indicava que ele estava se forçando a sorrir. Vendo a mesa dele, havia uma taxa bem discrepante de homens para mulheres. As mesas de Luecke e Eunius eram nada além de homens, enquanto Rudel tinha duas mulheres com ele.

Mas apenas no lugar de Aleist um único homem estava cercado por oito mulheres, uma cena claramente florida.

(Aleist): “Bom, isto e aquilo. Ahaha”

Aleist mostrou um sorriso sem graça, mas havia muitos rostos desconhecidos em sua mesa. Rudel chamou Luxheidt que estava sentado a seu lado. Quando se tratava deste tipo de coisa, seus colegas reconheciam Luxheidt como o mais versado para lidar com esses assuntos.

(Rudel): “Como aquela mesa parece para você?”

(Luxheidt): “Ehhhh? Eu estou encontrando eles pela primeira vez, então eu não sei de nada. Mas vejamos, isso parece estranhamente tenso. Aquela garota de cabelo preto provavelmente só foi arrastada nessa bagunça? Além dela e daquela garota ⌊Elfa, todas as outras são namoradas daquele cara? Mas parece que o cara está interessado na ⌊Elfa. Eu acho que isso é tudo”

(Rudel): “Entendo, então Aleist aumentou o número de namoradas de novo. Isto é um problema”

(Luxheidt): “É verdade. Apesar de eu não ver isso como um problema”

(Rudel): “Você não acha isso ruim?”

Enquanto Rudel falhava em entender as palavras de Luxheidt, ele olhou para a mesa de Aleist. Aleist estava definitivamente cercado de mulheres. Era uma cena familiar com as da academia. Mas aqui também, as acompanhantes dele sofreram uma mudança completa.

Com certeza, elas não eram todas namoradas dele, e ele supostamente já tinha cinco noivas. “Mais alguma não seria complicado demais?”, ou foi o que Rudel pensou. Esse era um problema de Aleist, assim, pensando que esse não era um assunto onde ele deveria se intrometer, ele tentou mudar de assunto.

Foi então que, assim como Aleist, outras pessoas incapazes de resistir ao clima se manifestaram.

Da mesa de Eunius, alguns jovens ⌈Cavaleiros falaram com a mesa de Aleist.

(Oficial Militar A): “Hey, garotas dos Defensores, que tal vocês nos entreterem também?”

(Oficial Militar B): “Nosso Eunius-sama aqui é o herdeiro da casa de um Arquiduque, sabiam?”

(Oficial Militar C): “Vocês podem ao menos servir uma bebida a ele”

Olhando para a expressão de Eunius, ele estava realmente descontente. Parecia que esses seguidores não entendiam os sentimentos de Eunius.

(Eunius): “Todos vocês…”

Eunius estava a ponto de deter seus seguidores. Mas sua voz foi interrompida por Luecke.

(Luecke): “Por Deus, é por isso que a facção Diade é tão problemática”

Enquanto os olhares se reuniam todos em Luecke, o homem em questão continuou comendo como se nada estivesse acontecendo. Por outro lado, os seguidores de Luecke estavam entrando em pânico.

(Aleist): “Hah, eles fizeram isso de novo”

Pela forma como Aleist segurou sua cabeça angustiado, isto provavelmente tinha acontecido inúmeras vezes antes de Rudel chegar. Rudel enviou um olhar para Izumi e ela balançou a cabeça.

(Izumi): “Tem sido assim todas as vezes que eles abrem suas bocas. É complicado a forma como eles continuam irritando Millia”

(Millia): “Eu não estou nervosa”

Pela forma como ela imediatamente interrompeu Izumi, Rudel entendia que Millia tinha algo para dizer sobre o assunto. Mas desta vez, algo foi diferente do que tinha acontecido até então.

(Oficial Militar A): “Tsk, que grupo ingrato”

(Oficial Militar B): “Eles são do tipo que se juntam com uma ⌊Demi-Humana e uma estrangeira. É nossa culpa por termos tido esperança”

(Oficial Militar C): “Com certeza. Os gostos de uma pessoa representam seu caráter”

Tais risadas surgiram na mesa de Eunius. Assim que Rudel se levantou, Aleist se levantou também. Enora e Luxheidt rapidamente agarraram os braços de Rudel, mas parecia que a mesa de Aleist foi lenta demais.

Aleist seguiu para a mesa de Eunius e encarou as pessoas que estavam rindo.

Talvez as pessoas ao redor sentiram o ar de perigo, pois o bar retornou para o silêncio.


[1] Servilismo é o espírito de servidão, de subserviência; qualidade de quem é um servo, um funcionário.

[2] Johannes Brahms e Franz Liszt foram os principais nomes da Guerra dos Românticos, termo usado pelos historiadores para descrever a cisma na estética musical que ocorreu entre as facções em que se dividiam os músicos de destaque na segunda metade do século XIX. No entanto, esse termo também é usado em determinada região de Londres para se referir a uma pessoa que gosta de beber devido à similaridade de sua pronúncia (com o sotaque dos moradores dessa região) quando simplificada para Brahmsed com Drunked (“Bêbado” em inglês).