O bar e a briga

Em um bar que transmitia um ar atenuado, tensões subitamente surgiram assim que Aleist se levantou para encarar a mesa de Eunius.

Mais do que ele mesmo sendo ridicularizado, ele não poderia perdoar o fato de que eles estavam menosprezando Millia como uma ⌊Demi-Humana. Enquanto as pessoas ao redor de Rudel pararam ele na mesma hora, as mulheres dos Defensores foram incapazes de fazer o mesmo com Aleist.

Ele encarou os ⌈Cavaleiros que se reuniam ao redor de Eunius e aquele que zombou dela estava de pé, com um sorriso no rosto.

Aleist era o ⌈Cavaleiro Negro, o filho mais velho da ⟦Casa do Conde Hardie, Mesmo esse título, diante de um Arquiduque, seria ofuscado[1]. Não importava o quão importante o ⌈Cavaleiro Negro foi para o país, seu papel no palácio era a limpeza. Com certeza seria natural que esses ⌈Cavaleiros fizessem pouco caso de Aleist. Mesmo que eles escutassem contos sobre a força dele, eles nunca viram isso pessoalmente.

Humanos têm uma tendência para focar apenas naquilo que é mais conveniente.

O ⌈Cavaleiro rindo era alto em estatura, quase uma cabeça a mais em relação a Aleist. Quando Aleist encarou ele, o ⌈Cavaleiro tremeu em tom de brincadeira.

(Oficial Militar C): “Oh, que assustador. Nosso pequeno ⌈Cavaleiro Negro está zangado”

(Aleist): “É melhor vocês retirarem aquelas palavras”

Rudel observava enquanto Aleist ignorava as reações de seu adversário, se aproximando e dizendo a eles para retirarem aquelas frases. Ele decidiu deixar isso para Aleist. Enxergando através da força do inimigo, ele viu que duas pessoas não seriam necessárias. Mas seus olhos desviaram para Eunius. Enquanto Eunius dirigia um olhar irritado para seus seguidores, ele não passava a mesma intensidade que ele tinha na academia. Ele estava com uma expressão próxima da resignação.

(Oficial Militar C): “Hah, não teste sua sorte novato. Não importa quão forte você diz ter sido na academia, nós somos ⌈Cavaleiros oficiais aqui. Nós estamos em um nível diferente de seus jogos de criança”

(Aleist): “Nível? Vocês definitivamente parecem ser de baixo nível”

Recebendo essa provocação, alguns ⌈Cavaleiros a mais se levantaram com a ofensa de Aleist. Incapaz de continuar assistindo, Eunius suspirou enquanto ele se desculpava.

(Eunius): “Minha culpa Aleist. Vocês aí, se sentem. Nós temos uma importante apresentação depois de amanhã. Eu não quero nenhum problema”

(Oficiais Militares): “Des-desculpe”

Diante dos ⌈Cavaleiros que tomaram seus assentos, Aleist ainda estava insatisfeito. Agarrando o colarinho do ⌈Cavaleiro que o provocou, ele o forçou a se levantar.

(Aleist): “Isso é tudo muito bom, agora se desculpe. As desculpas de Eunius e a sua declaração são assuntos separados!”

Sendo agarrado pelo colarinho, o rosto do ⌈Cavaleiro ficou vermelho enquanto ele apertava seus punhos. Então, as ⌈Cavaleiras dos Defensores finalmente se levantaram para deter Aleist. Millia parecia desmotivada enquanto ela se levantava, apenas para observa-lo sem tentar segura-lo.

(Millia): “… você está sendo um incômodo. Se sente”

(Aleist): “Eh? Okay”

Vendo Aleist recuando deprimido com as palavras de Millia, as pessoas ao redor deram o seu melhor para conter suas risadas. Dos assentos próximos, pequenas risadas reprimidas escapavam e alguns até estavam com seus ombros tremendo.

Embora o ar cercando Eunius e Luecke e as pessoas em volta deles fosse algo diferente disso.


(Rudel): “Mesmo assim, isso com certeza está silencioso”

Rudel esticou uma mão para a comida e a cerveja posta na mesa enquanto ele falava.

Luxheidt pediu cerveja a mais para o garçom que trouxe a comida deles enquanto ele animadamente respondia as dúvidas de Rudel.

(Luxheidt): “É lógico. Quando temos três Arquiduques, além de alguns seguidores de suas facções, as coisas ficam tensas. Os únicos que se atrevem a fazer uma comoção neste ar pesado são nossa pequena Enora apaixonada e aquele ⌈Cavaleiro Negro logo ali”

Embora isso não soasse como o tipo de coisa onde qualquer um pudesse rir, Luxheidt era também um Dragoon. Ele passou por suas próprias experiências e obteve um Dragão. Era natural para ele ser capaz de permanecer calmo.

Rudel olhou para a mesa de Aleist, vendo uma situação onde Aleist queria falar com Millia, mas todas ao redor continuavam entrando no caminho.

Olhando para Izumi, ela simplesmente comia sua refeição com o garfo e faca que ela antes era terrível em usar. Quando ele pensou que nada tinha mudado, Rudel notou que as pessoas ao seu redor começaram a mudar, pouco a pouco. Porém, mais do que isso, Rudel mostrou algum interesse na declaração de Luxheidt. Ele também criou alguns laços com seus companheiros e, quem sabe, ele também estivesse mudando, ele pensou…

(Rudel): “Apaixonada? Enora tem alguém que ela gosta?”

(Enora): “Hey! Parece que o álcool atingiu a língua de Aiguille-san”

Enquanto Enora foi pega de guarda baixa com a súbita pergunta de Rudel, ela instantaneamente sorriu e encarou Luxheidt. Foi aqui que Rudel fez uma confusão.

(Rudel): “O que é isto? Então vocês dois estão saindo?”

(Luxheidt): “Wow, até mesmo eu fiquei assustado agora. Eu nunca iria imaginar que você poderia olhar para esse sorriso no rosto de Enora e usar essas palavras. Rudel, olhe com mais atenção… os olhos dela não estão sorrindo, estão?”

Ouvindo isso de Luxheidt, Rudel olhou de volta para Enora para ver ela encarando ele intensamente com olhos arrebitados, seu rosto um pouco vermelho. Ele pensou que ainda estava cedo para ela estar bêbada, mas ele conseguiu entender que esses dois não estavam juntos.

(Saas): “Oy, Luxheidt. Não parece que Rudel entendeu isso”

Até Rudel teve que negar isso.

(Rudel): “Que rude. Eu entendi agora que esses dois não estão saindo”

Rudel estava certo de que ele entendia o que Saas estava tentando dizer, e ambos Saas e Luxheidt suspiraram. Vendo os dois, seus outros companheiros riram.

(Luxheidt): “Hah, é assustador ver como uma mulher pode mudar. De qualquer forma, Rudel, como é aquele ⌈Cavaleiro Negro ali? Ele é um cara sinistro como parece ser?”

Luxheidt olhou cansado para Enora. Depois de virar seus olhos para Aleist, ele perguntou a Rudel sobre a natureza dele.

(Rudel): “Você está interessado? Ele é um pouco estranho, mas ele é uma boa pessoa. Pelo que eu sei, ele tem cinco noivas, mas… parece que isso vai aumentar”

(Saas): “Sério? Mas que tipo de esquisitão ele tem que ser para até mesmo você chamar ele de estranho?”

(Rudel): “Saas, eu tenho a impressão de que você está zombando de mim”

Quando Saas enviou um olhar de sincera surpresa para Aleist, os outros Dragoons olharam para ele também. Eles estavam curiosos para saber que tipo de pessoa excêntrica ele teria que ser para que até Rudel pensasse nele como uma pessoa estranha.

… mas se eles fizessem uma comoção no silencioso estabelecimento, naturalmente, os outros grupos iriam escuta-los. Acima disso, recebendo esses olhares de pena de todos os Dragoons, até Aleist iria notar.

(Aleist): “Espere aí! Eu não quero ser chamado de esquisito por você Rudel! Eu não destruí nenhum campo de treinamento ou instalações!”

Para um Aleist com olhos marejados, uma voz surgiu de um lugar inesperado.

Era Luecke.

(Luecke): “Oh, agora essa foi uma declaração intrigante Aleist. Pelo que eu posso dizer, uma soma que supera em muito o orçamento anual foi desperdiçada com os Defensores”

Descansando ambos os cotovelos na mesa, Luecke cruzou suas mãos par cobrir sua boca enquanto ele encarava Aleist. Por alguma razão, seus oficiais civis também enviaram algumas expressões amarguradas para os Defensores.

(Aleist): “Nã-não, quer dizer, eu não quebrei nada, sabia? E não é como seu eu tivesse ligação com o orçamento ou algo do tipo”

(Luecke): “Eu concordo que Rudel também é um problema, mas várias dezenas de vezes mais fundos do que foram necessários para consertar o campo de treinamento e as instalações estão em circulação. Você realmente deveria pensar um pouco mais sobre orçamentos. Você não quer ser visto como alguns cérebros de músculo que chegaram a desilusão de que o dinheiro é um recurso inesgotável, correto?”

(Aleist): “Des-desculpe, e espere… eu realmente valorizo as ferramentas que eu uso para limpeza e eu estou economizando o máximo que posso com detergente…”

Os tocantes esforços de Aleist, diante da ultrajante soma sendo reunida, pareciam muito pouco. Mas isso era melhor do que nada, Rudel concordou com honesta admiração.

(Saas): “… não, Rudel? Você realmente deveria se arrepender disso…”

Saas avisou Rudel, mas sua declaração foi cortada. Esmagando seu copo, um ⌈Cavaleiro se levantou para encarar os oficiais civis. Parecia que Eunius não tinha intenção de detê-lo desta vez pois ele apenas o ignorou.

(Oficial Militar A): “E quem seriam esses cérebros de músculo? Tenho certeza que vocês ficarão felizes em nos dizer brotos de feijão”

O ⌈Cavaleiro que se levantou estava com uma mão em sua arma. O bar instantaneamente voltou para seu original estado de tensão. Havia algumas pessoas que tinham terminado de pagar para fugir. Isso era um verdadeiro incômodo para o estabelecimento.

(Luecke): “O que é isto? Não é precisamente porque você está consciente disso que você está tão irritado? Este é mesmo um espetáculo do calibre do seu dono”

Luecke engoliu o conteúdo de seu copo, calmamente o colocando na mesa. Quando seus olhos se encontraram com os de Eunius, Eunius violentamente bateu seu copo, o despedaçando. Ambos os lados trocaram olhares e, naturalmente, as pessoas em volta reagiram também. Mas os oficiais civis estavam olhando ao redor, seus olhos imploravam por ajuda.

(Rudel): “Vocês dois, por que não paramos por aqui? A apresentação é em dois dias”

Recebendo esses olhares suplicantes, Rudel se queixou com eles. Mas com um pouco da influência da bebida, os dois não pareciam ter sua usual sensatez.

(Eunius): “Hah? Calado Rudel. Foi ele quem começou a briga. Então seria rude se eu não aceitasse o desafio, certo? Para comprar uma briga que você sabe que vai perder, você com certeza é uma pessoa estranha”

Assim que Eunius se levantou e agarrou sua espada, Luecke de uma risada escarnecedora.

(Luecke): “Briga? Parece que você ainda não entendeu. Se você ainda pensa que tudo pode ser resolvido com violência como nos nossos dias de estudantes, então vocês realmente são idiotas irrecuperáveis. Vocês estariam melhor dentro do calabouço. Não, é o trabalho de vocês que deveria ser preso. Isto seria hilário”

Com as palavras de Luecke como o gatilho, os homens de Eunius pegaram suas armas e chutaram a mesa. Como uma ⌈Alta Cavaleira, Izumi se interpôs entre eles para mediar.

(Izumi): “Parem já com isso. Eu devo pedir para que vocês se controlem e não causem uma confusão antes da apresentação”

Exatamente como em seus dias como alunos, Eunius e Luecke pararam suas ações com a mediação de Izumi, mas eles foram os únicos que fizeram isso.

(Oficial Militar B): “Cale sua boca, uma mera estrangeira acha que pode se colocar entre nós!?”

(Izumi): “Quê!?”

O seguidor de Eunius empurrou Izumi. No instante seguinte, Rudel socou o ⌈Cavaleiro que empurrou Izumi. Isso aconteceu em um instante. Enquanto os ⌈Cavaleiros pensavam que havia alguma distância entre eles, Rudel ignorou esse fato, diminuindo a distância em um instante para socar e nocautear esse ⌈Cavaleiro.

(Rudel): “… você tem alguma coragem. Se você quer tanto lutar, então eu serei o seu oponente. Todos vocês, vamos levar isto para fora”

Rudel enviou um olhar para Luecke e Eunius e, pensando em alguma coisa, os dois sorriram um pouco.

Mas vendo seus olhos sérios, os ⌈Cavaleiros dirigiram um olhar para Eunius. Eles estavam hesitando sobre começar uma briga com um Dragoon.

Porém…

(Eunius): “É tarde demais para fraquejarem. Mas isto não é ruim… faz muito tempo desde que eu não causo uma confusão. Vocês aí, todos vocês estão indo para fora. Vocês começaram uma briga, então isso é natural, não é?”

Eunius deu a ordem para seus seguidores. Ele não permitiria que eles fugissem.

(Luecke): “Hmm, para tal grupo meritocrático, não parece nenhum pouco ruim para um oficial civil cala-los. Todos que quiserem participar, vão para fora. E quando nós estivermos contra esses caras, não esperem que eu proteja vocês. Se vocês vão participar, vocês têm que cuidar de vocês mesmos”

Dizendo que eles poderiam participar se eles quisessem, Luecke girou seus ombros para mostrar sua vontade de lutar. Com tudo isso, Aleist e os Defensores eram os únicos que tentavam impedir esses três.

(Aleist): “O que vocês estão pensando!? Vocês entendem que nós estamos em um período importante? Parem de brigar como estudantes, vamos nos acalmar um pouco!”

Embora ele tenha se levantado para deter esses três, Rudel e Eunius silenciosamente colocaram suas mãos nos ombros de Aleist para leva-lo para fora. Arrastado com eles, a expressão de Aleist mostrou que ele não tinha ideia sobre o motivo para eles estarem irritados.

(Aleist): “Eh? O q-quê? O que é isto?”

Para a confusão de Aleist, um Luecke de mãos vazias despejou algumas palavras absurdas.

(Luecke): “Não, veja bem… eu estou com um pouco de inveja vendo você cercado por mulheres. Eu vou me livrar um pouco da minha fúria”

(Aleist): “O que há com isso!? Quando eu não estou nenhum pouco feliz com isso, ser arrastado a força deste jeito é injusto demais!”

(Luecke): “É realmente injusto. Eu sei disso. E já que eu sei disso, eu vou apenas dizer isso. Você vai participar, quer você goste ou não”

Assim que Luecke explicou que ele não estava nem mesmo pensando em Aleist, os quatro foram para fora. Com um início tardio, os ⌈Cavaleiros e oficiais civis também deixaram o estabelecimento.


Vendo Rudel saindo, Luxheidt terminou com a comida restante antes de esvaziar seu copo.

(Saas): “H-hey! Você vai deixar eles para lá!?”

Saas, com seus olhos astutos e sarcasmo frequente, parecia preocupado com Rudel. Enora parecia que iria disparar a qualquer momento, mas talvez ela quisesse perguntar a Izumi sobre sua relação com Rudel enquanto ela estava inquieta.

Luxheidt sorriu enquanto ele dizia ao garçom para chamar a pessoa responsável. Um pouco depois, o dono da loja desesperadamente correu até Luxheidt.

(Proprietário): “Há-há algum problema de nossa parte?”

Mesmo eles sendo aqueles que causaram o problema, o dono era incapaz de ir contra os Dragoons, os heróis do país, então ele se desculpou.

(Luxheidt): “Não, não, essa deveria ser a nossa frase. Nós realmente sentimos muito. Mande as contas dos reparos e dos problemas para o senhor Rudel Arses. Ah, aliás, nós também vamos acertar as contas das outras mesas… afinal, todos foram para fora”

Correto, as mulheres dos Defensores deixaram Izumi e Millia para perseguirem Aleist. Elas provavelmente voltariam mais tarde, mas isso seria um problema para o estabelecimento. Aqueles que devem dinheiro devem pagar. Porém, dizendo que isso era responsabilidade de Rudel por causar um problema desta vez, Luxheidt empurrou o pagamento para Rudel.

(Proprietário): “… isso é uma enorme ajuda”

Assim que o proprietário o agradeceu, Luxheidt entregou uma simples nota. Aceitando isso, o dono partiu.

(Saas): “Como isso vai funcionar para você?”

(Luxheidt): “O pagamento? Está tudo bem, eu planejo vender um favor a ele. Muito bem, está quase na hora de nós assistirmos a luta”

Apressando um preocupado Saas, Luxheidt arrastou uma nervosa Enora para fora do bar. “Então o amor pode mesmo mudar uma pessoa”, ele pensou enquanto olhava para ela.


[1] Na classificação dos títulos de nobreza, entre Conde e Arquiduque, há outros três títulos: Marquês, Duque e Grão-Duque.