A apresentação e o rei

O céu para onde os moradores da capital olhavam era um céu azul sem nuvens.

Mas uma sombra se estendia sobre muitos dos espectadores. A luz foi interrompida pelo voo de Dragão após Dragão, o bastante para cobrirem o céu. Às vezes, o Sol iria aparecer atrás dos ⌊Dragões, mas os moradores eram incapazes de dizer uma única palavra.

As formas heroicas dos belos ⌊Dragões eram lideradas no céu em fila.

Não era uma formação de voo, parecia mais como um único e enorme fluxo. Os movimentos dos ⌊Dragões seguiram pela praça, fazendo muitos imaginarem a cena de um enorme rio correndo.

Eles não fizeram nenhuma manobra aérea. Os ⌊Dragões que voavam em fila mostravam um voo sem o menor sinal de desordem. E voando no meio estava um Dragão especialmente gigante entre seus pares, um enorme e brilhante Dragão Branco.

Vermelho, azul, amarelo, verde… sua forma enquanto voava protegido por um visivelmente Dragão gigante de cada espécie fez ele parecer como o ⟦Rei dos Dragões. Eventualmente, os ⌊Dragões passaram acima dos moradores, reunindo-se sobre o palácio e girando ao redor dele como se fossem desenhar um círculo.

Logo acima do palácio localizado no centro da capital real, um símbolo imitando a forma de um Dragão estava à mostra para todos verem. O símbolo era formado por fileiras de ⌊Dragões e, de dentro dele, um único Dragão desceu.

Um único ⌈Cavaleiro em uma armadura branca, um manto azul em suas costas, corajosamente desceu para o palácio ao lado desse Dragão.

(Garota):⌈Lorde Demônio…”

(Pai): “Eh?”

Com os murmúrios de uma garota nos ombros de seu pai, o pai encarava fixamente de forma vazia. Assim que o grito da garotinha trouxe fim ao silêncio, os moradores dirigiram seus olhos para ela.

(Garota): “Eu vi isso em um livro ilustrado. O ⌈Lorde Demônio irá vir, liderando seu exército. Suas legiões cobrirão o céu enquanto ele ataca o palácio”

Nesse dia…

No país de |Courtois|, um jovem homem conhecido como ⌈Lorde Demônio nasceu.


O palácio estava escuro, uma enorme horda de ⌊Dragões cobria o céu acima deles.

O lugar que Rudel desceu era o mesmo lugar que tinha sido decidido antecipadamente. Como prometido, ele não realizou nenhuma manobra aérea, então, sob circunstâncias normais, não haveria nenhuma reclamação.

Porém…

(Aileen): “Qu-qual o significado disto!?”

A primeira a levantar sua voz foi Aileen, protegida por Fritz. Os Dragoonsinstantaneamente subiram aos céus para proteger a Linhagem Real e as autoridades. A diferença nos números era esmagadora, nenhuma alma pensava que eles iriam vencer.

|Courtois| contratou ⌊Dragões desde tempos antigos, assim, há muito tempo, muitas pessoas temiam o dia em que os ⌊Dragões se voltariam contra eles.

(Ministro A): “Nós causamos a ira dos ⌊Dragões!”

(Ministro B): “Sem chances! Eles não estão atacando”

(Ministro C): “Quem causou isto? Quem fez isto!?”

Na praça caótica do palácio, o Rei Albach ergueu sua voz.

(Albach): “Não temam! Continuem a cerimônia. ⌈Cavaleiro Branco, ⌈Cavaleiro Negro, venham até aqui”

A apresentação deveria ter os representantes diante do Rei se ajoelhando. Assim, o Rei chamou os ⌈Cavaleiros. O objetivo era mostrar aos moradores da capital o poder militar de |Courtois|. Se o espaço de transformasse em caos, então o país iria ficar caótico também.

(Albach): “Deixem a orquestra tocar. Isto tudo estava planejado”

Albach assumiu a liderança desse local desordenado, fazendo Aleist e Rudel (que tinha desmontado de Sakuya) irem até ele. As autoridades e ⌈Cavaleiros que não poderiam fazer nada além de olhar para o céu, controlaram seus ânimos e encararam a cerimônia.

[Albach]: (“… você com certeza foi e fez isso”)

Enquanto ele queria apresentar uma queixa ou duas, o Rei manteve uma expressão tranquila enquanto chamava Rudel e Aleist.

(Albach): “Esplêndido. Eu estou satisfeito em ser capaz de ver a forma de dois ⌈Cavaleiros tão galantes este ano”

(Rudel): “Senhor! Eu aceito suas palavras com profunda gratidão”

(Aleist): “E-essas palavras são desperdiçadas com…”

Os dois deram as respostas decididas de antemão, mas Aleist estava confuso. Às vezes, ele olhava com preocupação para o céu. Ele tirou seu elmo, segurando-o em sua mão direita, e isso foi sua pequena recompensa que o fez ficar menos suspeito. Se ele usasse ele, então os tremores de seus chifres alertariam os outros de quão preocupado ele estava com o espaço acima dele.

[Albach]: (“Mesmo assim, que rostos terríveis eles têm. Eles estão cobertos por ferimentos”)

Como resultado de suas lutas, havia marcas remanescentes em seus rostos. Embora eles tenham recebido tratamento, isso não foi feito a tempo.

Havia ⌈Cavaleiros como eles todos os anos, mas Albach nunca pensou que os dois que atuassem como representantes iriam estar entre eles.

[Albach]: (“Minha nossa, resolver isto vai ser uma dor de cabeça”)

Ele tinha certeza que uma reunião de emergência para medidas anti-Rudel seria realizada mais tarde.


Assim que a cerimônia terminou, as brigadas de ⌈Cavaleiros deveriam se dispersar.

Mas depois que os ⌊Dragões selvagens voltaram, Rudel foi apreendido. Vendo Rudel sendo levado, Sakuya mostrou sua ira.

Os outros ⌊Dragões não tentarem deter Sakuya, então uma situação onde os ⌈Cavaleiros cheios de medo a cercavam teve início.

Quando Sakuya rugia, os ⌈Cavaleiros em suas melhores roupas assumiam suas posições com desconforto. Essa era uma cerimônia formal e eles não levaram nenhum equipamento decente com eles.

(Cavaleiro A): “Ca-capitão! Isso não é bom!”

(Cavaleiro B): “Não desista! Nós estamos diante dos olhos de Sua Majestade!”

(Cavaleiro C): “Não, mas…”

Quando era preciso coragem para apenas ficar diante de um Dragão, Sakuya ostentava o maior corpo entre todos eles. Não havia como evitar que os ⌈Cavaleiros a temessem.

Foi culpa da Guarda Real por arrastar Rudel a força. O tratamento deles fez Sakuya ficar fora de controle.

(Cavaleiro A): “E quanto a Guarda Real!?”

(Cavaleiro B): “O que os Dragoons estão fazendo!?”

Havia Dragoons que iriam apenas observar de longe, mas era porque seus próprios ⌊Dragões não poderiam se mover. Oldart e Alejandro apareceram para tentar acalma-la.

(Oldart): “Oy, oy, Sakuya-chan. Ficar tão nervosa assim vai fazer com que rugas apareçam nesse lindo rosto…”

(Alejandro): “Você definitivamente não está tentando isso, está!?”

Alejandro alertou Oldart devido a sua falta de motivação. Talvez se sentindo descontente com a piscada, Sakuya rugiu mais uma vez.

Normalmente, esses dois teriam acompanhado Rudel, mas a Guarda Real os expulsou. A Guarda Real afirmou que isso pertencia a jurisdição deles, aos olhos de Oldart, parecia que eles estavam desesperados para conquistar algo.

(Oldart): “Não, mesmo que você me peça para trabalhar pelo bem desses desgraçados, você entende…”

(Alejandro): “Idiota, isto é um problema relacionado a honra dos Dragoons

(Oldart): “Claro, claro”

Oldart olhou para Sakuya, ele podia ver que ela estava mesmo irritada. Seus próprios ⌊Dragões reconheciam Sakuya como a chefe, então ele não poderia se aproximar descuidadamente. Enquanto a diferença no poder era evidente, mais do que isso, as mais refinadas leis dos humanos não tinham significado para os ⌊Dragões.

O contratante dela estava recebendo um tratamento injusto.

Se Sakuya pensasse assim, essa era a verdade para os ⌊Dragões. Acima disso, ainda jovem, Sakuya tinha problemas com o controle de suas emoções.

[Oldart]: (“Sem chances de eu lidar com uma garota deste tamanho”)

Assim que ele estava em seu limite, uma única ⌈Alta Cavaleira apareceu. A pessoa que a trouxe foi Aleist, que tinha removido sua armadura. Escoltando ela por metade do caminho, ele enviou essa única ⌈Cavaleira para Sakuya.

A ⌈Cavaleira era Izumi.

Assim que a ⌈Alta Cavaleira apareceu, seu rabo de cavalo balançando, os outros se perguntaram o que estava acontecendo e abriram caminho.

(Izumi): “Desculpem, me perdoem”

Ainda em suas vestes cerimoniosas de ⌈Cavaleira, Izumi atravessou a multidão e foi para frente. Enquanto Oldart tentava fazer ela recuar diante do perigo, o comportamento de Sakuya mudou visivelmente.

(Oldart): “Oy, jovem dama, chegar mais perto será… oh”

Sakuya que (até um momento atrás) estava abrindo suas asas e rugindo várias vezes, subitamente gemeu e dobrou suas asas. E Izumi olhou para Sakuya.

Enquanto os rugidos paravam, as pessoas ao redor continuavam tensas. Por outro lado, Izumi se aproximou sem se incomodar.

(Izumi): “Rudel está bem. Então vai ficar tudo certo… entendeu? Rudel é forte, não é?”

Vendo Izumi chamando Sakuya, todos ficaram surpresos. Enquanto parecia que ela estava simplesmente falando sozinha, os Dragoons sabiam que essa cena possuía um significado diferente.

Alejandro estava com uma cara surpresa.

(Alejandro): “Ela está tendo uma conversa? Uma ⌈Cavaleira que não é nem mesmo uma Dragoon?”

(Oldart): “Isso é raro, mas não é inédito. Eu só estou agradecido que nossa garotona ficou mansa”

Oldart encolheu seus ombros dando ordens para todos ao redor que se acalmassem. Sakuya obedeceu Izumi e se sentou.

Os ⌈Cavaleiros, livres da tensão anterior, começaram a olhar para Izumi com olhos como se estivessem vendo seu Messias. Os novos recrutas que se afastaram tinham olhares abatidos em seus rostos.

Isso mostrava o quão mentalmente extenuante era confrontar um Dragão.

[Oldart]: (“Bem, é realmente duro quando você não está acostumado com isto”)

Oldart chamou seus subordinados, dando ordens a todos que não estavam mantendo vigilância em Sakuya para voltarem. Sakuya estava deitada e parecia que Izumi estava se aproximando da cabeça dela para falar.

(Izumi): “… um buraco? Não, eu realmente não acho que você deveria fazer um aqui… não, eu estou te dizendo que essa é uma ideia ruim”

Sakuya era um Dragão Gaia com gosto por cavernas. Ela estava entediada com a espera, então ela provavelmente estava dizendo a Izumi que queria cavar um buraco.

Ouvindo isso, Oldart e Alejandro ficaram desesperados.

(Oldart): “Jo-jovem senhorita! Detenha ela com todas as suas forças!”


O palácio estava em caos pelas ações de Rudel.

A reunião de emergência foi feita com todos ainda em suas vestimentas de cerimônia. Algumas vezes, eles escutariam os rugidos de Sakuya, as vibrações ressoando, mesmo na distante sala de reunião.

A reunião dizia respeito a como eles iriam tratar Rudel a partir de agora.

Ele não tinha feito nada além de aparecer com alguns ⌊Dragões a seu lado, mas o fato de que ele liderava tantos ⌊Dragões selvagens era o problema. De acordo com o homem em questão, isso foi algo único.

Mas não ficou claro se isso era verdade ou não. Se ele tivesse a vontade, ele não poderia trazer ruína para |Courtois|? Era isso o que eles temiam. Mas eles não poderiam trata-lo mal. O próprio status de Rudel era algo importante, mas agora, ele era o ⌈Cavaleiro Branco e era famoso por todo o |Reino|.

No pior caso, não havia garantias de que matar Rudel não seria um convite a retribuição dos ⌊Dragões. Não, pelo estado de Sakuya, estava claro que essa possibilidade era alta.

Assim que Rudel foi jogado em uma cela, a Guarda Real pediu a transferência dele.

(Cavaleiro da Guarda Real A): “Rudel-dono é perigoso. Não podemos deixar ele a cargo dos Dragoons. Eu suplico para que vocês deixem que a Guarda Real seja responsável por ele”

Sem nenhuma conquista militar notável e com Fritz como seu capitão, as sementes do pânico nasceram. Eles não acreditavam que teriam a Princesa apoiando eles para sempre.

Albach olhou para o executivo que falou no lugar de Fritz, sentindo sua impaciência.

(Cavaleiro da Guarda Real A): “Acima de seus inúmeros surtos de comportamentos problemáticos desde que se tornou um Dragoon, eu acho que vocês conseguiram compreender com a apresentação de hoje. Rudel-dono não está sendo tratado de forma correta”

[Albach]: (“Então você vai lidar com ele corretamente? Você vai prender o ⌈Cavaleiro Branco para obter influência para vocês mesmos? Eu acho que isso é muito mais problemático”)

Enxergando através da impaciência da Guarda Real, Albach se lembrou de Fina o avisando para ter cuidado com eles. Mesmo que você o chamasse de Capitão, Fritz tinha a autoridade de um líder de uma única brigada. Se Rudel fosse colocado sob a supervisão dele, definitivamente haveria disputas.

Eles provavelmente não aceitariam o fato de que o ⌈Cavaleiro Negro estava com os Defensores. Mesmo que ele estivesse no serviço de limpeza no momento, era certo que ele iria seguir seu caminho até o topo.

Rudel também era um único ⌈Cavaleiro, mas, ao mesmo tempo, ele era um futuro Arquiduque. Encarando dez, doze anos no futuro, a Guarda Real não era nada além de preocupação. Não havia nada para garanti-los que Aileen iria continuar a apoiar eles nos tempos por vir.

Ainda assim, ao mesmo tempo, eles estavam rapidamente juntando poder dentro do palácio. Eles planejavam fazer Rudel tomar parte nisso. Para manter esse poder, eles precisavam de um brilho ainda maior do que Fritz em valor.

[Albach]: (“Isto está ficando complicado. Porém…”)

(Ministro A): “Eu também apoio a transferência dele para a Guarda Real”

Um dos ministros sinalizou sua aprovação, ele disse que eles deveriam apenas confiar e deixar ele de quarentena com a Guarda Real. Embora tenha sido uma declaração indireta, era uma proposta para mantê-lo como um pouco mais do que um animal de estimação pelo resto da vida.

[Albach]: (“Esses caras são ainda mais problemas”)

Entre seus ministros, havia muitos que iriam deter a mão de Albach. Enquanto eles se preparavam para o |Império Gaia|, essa era uma situação onde ele teria que fazer algo a respeito deles.

[Albach]: (“Mas agora, Rudel tem preferência”)

Ele temia puni-lo com rigor demais, trazendo a ira dos ⌊Dragões. Todos sentiam o mesmo. Enquanto muitos sinalizavam suas aprovações, Albach olhou para Fritz.

(Albach): “E o que pensa o Capitão da Guarda Real?”

Fritz se levantou de seu assento e fez uma declaração ousada. Era quase como se ele estivesse repetindo frases escritas com antecedência. Quando se olhava para ele como um simples ⌈Cavaleiro, ele era competente, e o Rei não poderia esperar para ver como ele cresceria.

Mas por seus ideias e posicionamento, ele não poderia se impedir de parecer não confiável. Não, do ponto de vista de Albach, Fritz era um obstáculo.

(Fritz): “Eu serei capaz de conter Rudel. Eu acredito que é perigoso demais deixa-lo livre para sempre. O problema está na falta de autoconsciência do indivíduo”

(Albach): “Hmm. Então a Guarda Real pode conter Rudel?”

(Fritz): “Precisamente”

Pela opinião pessoal de Albach, se Fritz realmente tivesse tanto poder, então estaria tudo bem deixar o assunto para ele. Mas quando comparado a Oldart, ele parecia ficar atrás, e, acima disso, ele sabia que Fritz não fazia nada além de beber chá com Aileen.

Mesmo que ele estivesse confiando o trabalho a seus subordinados, deveria existir um limite para isso. Embora parecesse que a Guarda Real quisesse tomar Rudel, ele tinha a sensação de que as opiniões estavam se confrontando.

[Albach]: (“Os Defensores têm o ⌈Cavaleiro Negro. Mas a Guarda Real não pode conter Rudel. Nesse caso, é melhor manter o status quo, mas…”)

Albach olhou para Fritz e os outros executivos da Guarda Real.

(Albach): “Então você será capaz de fazer algo se os ⌊Dragões selvagens aparecerem como hoje?”

(Fritz): “Sim”

Fritz respondeu cheio de confiança. Mas então, os rugidos que eles podiam ouvir do lado de fora pararam. Albach enviou um ⌈Cavaleiro próximo para fora para confirmar a situação.

Ele considerava que Rudel poderia ter escapado, mas ele obteve um relatório bem interessante no lugar.


(Izumi): “Oficial Especial de Inspeção?”

Assim que Izumi aceitou os papéis de sua superior, ela sentiu o desejo de inclinar sua cabeça com o conteúdo que estava detalhado.

Alguns dias se passaram desde a confusão da exposição, e quando ela foi até seu local de trabalho, ela foi chamada por sua oficial superior. Sua superior, que já não tinha mais nenhuma esperança sobre o futuro… a Capitã da brigada de ⌈Altos Cavaleiros sorriu enquanto ela bebia chá.

(Capitã): “Yeah, seus talentos especiais foram reconhecidos”

(Izumi): “Especiais? Mas eu não tenho nenhum talento especial…”

Izumi não achava que ela tinha algum talento que a diferenciasse dos outros.

(Capitã): “Você deve se orgulhar do fato que você foi capaz de conversar com um Dragão com que você não tem um contrato e até mesmo acalmou ele. Mais do que isso, você foi capaz de conversar com aquele ⌊Branco. Eu escutei que você tinha uma amizade com ela em seus dias na escola”

Os papéis listavam Rudel como o alvo da inspeção dela. Continuando, ela iria observar Sakuya também.

(Capitã): “Bem, seu trabalho vai te levar para as fronteiras do |Reino|, mas sua promoção foi decidida”

Uma posição nas fronteiras era certamente uma promoção estranha, mas Izumi confirmou o conteúdo com surpresa. Ela estava sendo tratada com muito privilégio. Embora ela fizesse parte da brigada dos ⌈Altos Cavaleiros, ela recebeu um certo nível de autoridade.

Acima disso, ela tinha até o direito de escolher seus próprios subordinados.

Mesmo que seu trabalho estivesse nas fronteiras externas, não era como se ela estivesse sendo enviada para algum lugar desolado.

(Izumi): “… mas o que exatamente eu deveria fazer? Eu não entendo o ponto de apenas observar ele”

(Capitã): “Isso é mais do que o suficiente. Você viu o que aconteceu na apresentação, você só precisa deter um ⌈Cavaleiro e um Dragão antes que eles fiquem fora de controle. Este é um trabalho que só você pode fazer. Não, e pensar que uma conexão dos seus dias de escola iria ajudar tanto, isto é destino”

Alguma parte da Capitã, que não fazia nada além de funções burocráticas nos últimos tempos, transmitia um senso de resignação. Izumi não tinha como recusar, então ela pegou os papéis e saiu do escritório da Capitã.

Enquanto ela atravessava o corredor, ela ficou surpresa por subitamente receber a autoridade de um Major.


No calabouço, sob a luz de uma lamparina, Rudel estava escrevendo uma carta.

(Aleist): “Para quem é isso? Izumi-san?”

Na frente da grade de barras, Aleist foi destacado para manter a vigilância do ⌈Cavaleiro Branco. Ele também tinha seus deveres regulares para realizar, então ele estava usando um avental. “Isso combina demais com ele”, Rudel não tinha nada em particular para dizer a respeito de seu traje.

(Rudel): “Para a minha discípula. Eu me sinto mal por Luecke. Eu estou escrevendo para pedir a ela que não cause tantos problemas a ele”

(Aleist): “… eu não consigo acreditar nessas palavras vindo do culpado do tumulto de hoje. Eu devo fazer alguma queixa também?”

Preso em uma cela, Rudel pensava com seriedade sobre o que ele poderia ter feito de errado. Ele foi banido das manobras aéreas, então ele impediu os outros de fazerem isso. Foi tão ruim voar em formação sobre o palácio? Enquanto ele refletia sobre isso, ele colocou a carta em um envelope e a entregou para Aleist.

(Rudel): “Eu achei que isso foi um sucesso”

(Aleist): “Não importa como você olhe para isso, não foi nada bom. Há reclamações vindo dos moradores da capital, ou melhor, tem sido bem complicado com todas essas pessoas vindo para confirmar a verdade por trás da situação. E nesse exato momento, juntamente de Sua Majestade, as autoridades e Fritz estão realizando uma reunião”

Rudel se questionou se ele causou problemas a eles de novo, mas ele achou estranho que os Dragoons não estivessem participando dessa reunião.

(Rudel): “Por que Fritz está participando quando nosso Capitão não pode? Pensando bem, é estranho que a Guarda Real esteja lá”

(Aleist): “Eu acho que é pela autoridade deles no palácio? Entenda, a Princesa Aileen está abertamente apoiando eles, e vários ministros estão do lado da Guarda Real. Você precisa se preocupar sobre que diabos vai acontecer quando o responsável pelo chá e o responsável pelo serviço de limpeza possuem escritórios”

Enquanto Aleist se ridicularizava, Rudel o agradeceu sobre o assunto de Izumi.

(Rudel): “Você acha? Bom, tanto faz. Mais importante, você foi de grande ajuda lá. Obrigado”

(Aleist): “… hahaha, no entanto, Sakuya estava me encarando intensamente”

Aleist mostrou um sorriso sem graça, mas quando Rudel pediu, ele instantaneamente levou Izumi até Sakuya. Parece que ele tinha ido um pouco além de suas obrigações e Rudel estava agradecido.

(Rudel): “Eu não tinha a menor intenção de resistir. Ainda assim, aqueles caras da Guarda Real…”

Rudel fez uma cara de indignação. Ele não tinha cabeça para resistir. Mas a Guarda Real estava ansiosa demais enquanto o imobilizava no chão. A partir daí Sakuya voou furiosa e ele estava em um estado onde não poderia nem mesmo ter uma conversa adequada com ela.

No momento, Izumi estava ao lado dela e parecia que ela tinha se acalmado.

(Aleist): “Cérebro de Pudim era mesmo tão ruim?”

Talvez Aleist se lembrasse do ressentimento de Sakuya antes de ela perder suas memórias enquanto ele se sentia em crise. Do ponto de vista de Rudel, ele entendia que ela não o odiava tanto assim. Mas ele sabia que Sakuya pensava nele como um rival.

Na academia, os dois iriam brigar sobre todos os tipos de coisas. Quem sabe fossem os vestígios dessa época. Mesmo quando ela renasceu sem memórias, Rudel sentia que aquela Sakuya ainda estava lá.

(Rudel): “Do jeito que eu vejo, é mais como se vocês fossem rivais. Eu não acho que ela te odeia”

(Aleist): “Eu realmente tenho que recusar uma relação de rivais com um Dragão

O rosto de Aleist ficou rígido.


Fina estava caída sobre a mesa de seu quarto na academia.

Ela estava normal até voltar para o palácio, mas desde o momento em que ela voltou, ela esteve neste estado.

A razão estava nos documentos em sua mesa. Um estava rasgado, outro amassado. Mas quanto ao último, ela estava cuidadosamente escrevendo uma resposta sem danificá-lo.

(Fina): “Merda… aquela Cabelo Preto”

Sua guarda Sophina olhou para sua mestra, a animando com um sorriso. Por dentro, ela estava encantada ao ver sua mestra ficando depressiva quando seus esquemas falhavam.

(Sophina): “Não há o que fazer Princesa. Este também é um pedido de Rudel-dono”

O papel rasgado era o que Aleist enviou. Escutando a história de Luecke, ele deu sua opinião como Tenente.

(Fina): “Aquele ornamento, pensando que ele pode se queixar comigo…”

Ela estava irritada, então ela idealizou um plano para colocar ainda mais ⌈Cavaleiras no pelotão dele no ano seguinte. O documento amassado era um relatório detalhando as ações de Izumi.

(Fina): “Mesmo assim, nomear aquela Cabelo Preto como uma Oficial Especial de Inspeção… meus planos estão…”

Ela não sabia o que se passava nas mentes deles, mas eles tinham oficialmente reconhecido Izumi como um trunfo anti-Rudel. Sophina se sentiu aliviada. E ela também estava aliviada por Izumi chegar a um status onde seria difícil para Fina colocar suas mãos nela.

O último era um relatório de Rudel, mas era mais correto chamar isso de carta. Era um aviso que a alertava sobre o uso irracional de recursos financeiros.

(Fina): “Uuuurrgh, minha Fofuralândia…”

(Sophina): “… isso não era uma brincadeira?”

(Fina): “Não, assim que eu conseguir permissão, eu planejo mesmo fazer isso. Mas se o mestre é contra…”

Prometendo a Rudel sua sincera gratidão, Sophina deu uma olhada na carta de resposta de Fina para Rudel. Então, ela informou Fina sobre o rumor que ela escutou no palácio. Para esse tipo de coisa, Fina escutaria apenas como uma simples fonte de informação.

(Sophina): “Pensando nisso, você já escutou os rumores a respeito de Rudel-dono? Parece que desde aquela apresentação no castelo, ele está sendo chamado mais de ⌈Lorde Demônio do que de ⌈Cavaleiro Branco

Assim que Sophina mostrou um sorriso amargurado, Fina inexpressivamente limpou sua mesa antes de voltar ao trabalho. Ela estava ouvindo, mas ela não parou os movimentos de suas mãos.

Sophina engoliu seus verdadeiros desejos para sua mestra usar seu elevado e desnecessário poder de processamento um pouco mais pelo bem do país.

(Fina):⌈Lorde Demônio, eh”

(Sophina): “Eu fiquei surpresa com a exposição e o palácio ainda está ocupado com isso. Parece que eles vão deixa-lo com a brigada dos Dragoons como antes, mas a Guarda Real não vai ficar quieta sobre isso”

(Fina): “Seria uma loucura deixar ele com um Capitão cujo trabalho é beber chá. Bem, eu tenho certeza que minha irmã está fazendo uma comoção, mas… há qualquer outro movimento?”

Os olhos de Sophina ficaram sérios. Ela empurrou seus óculos para cima com o dedo indicador de sua mão direita, deixando eles refletirem a luz.

(Sophina): “Ainda não está confirmado, mas parece que há uma facção se aproximando de Aileen-sama. Os morcegos ao redor da fronteira”

(Fina): “… você quer dizer os traidores? Bom, eles estão em uma posição complicada lá fora. Eu não acho que seja estranho para eles desejarem ter conexões pessoais com o |Império|

(Sophina): “O zelo de Aileen-sama pelo Capitão da Guarda Real se tornou um rumor recente no palácio. Talvez eles pensem que ela será facilmente manipulada”

Sophina reuniu informação de suas colegas no palácio. Os ⌈Altos Cavaleiros estavam perdendo o poder, mas eles não eram todas as conexões que Sophina possuía. Ela também tinha suas companheiras das entrevistas de casamento.

Embora isso não a deixasse nenhum pouco feliz, as contínuas falhas de Sophina faziam com que todos olhassem para ela com olhos gentis.

A facção que ela chamava de “morcegos” era feita de nobres que possuíam territórios perto da fronteira. Tendo como vizinhos um país rival, os confrontos eram insuportáveis. Mas entre eles havia alguns que iriam formar conexões pessoais com o |Império| para diminuir suas casualidades. Para Sophina, eles pareciam traidores.

(Fina): “Há faíscas ardendo por todo o lugar e não seria estranho se tudo se incendiasse a qualquer segundo”

(Sophina): “Devemos nos mover também?”

(Fina): “… não, vamos esperar por enquanto. Quando a hora chegar, eu vou colocar eles para trabalhar, quer eles queiram ou não. Correto, quando o momento chegar”

Sophina se virou para sua mestra organizando a papelada e depois de se curvar rigorosamente, ela deixou o quarto.