O mundo sem teto

Um teto desconhecido… na verdade não.

Em primeiro lugar, não há nenhum teto.

Eu pensei isso com minha mente confusa.

Onde eu estou?

Ou melhor, que horas são?

Eu olhei para o meu relógio… isso é ruim! Eu perdi a hora da entrevista!

ha. Isto não é bom.

Não tem jeito. Eu preciso ir para o Family Eleven comprar sorvete de sukiyaki ou pudim de tofu de algas cozidas antes de voltar para casa.

Eh? Onde está a estação?

Ou melhor…

(Ichinosuke): “Onde eu estou?”

Não apenas não há um teto como não há chão, estrada, construções ou céu.

Por que eu estou aqui?

É verdade. O caminhão bateu e um número enorme de cavalos saiu correndo de dentro dele… e depois?

Eu… eu estou morto?

(???): “Yup. Você morreu. Este é seu leito de morte. O motorista estava fugindo depois de roubar 20 cavalos de um estábulo e acabou causando um acidente onde você foi atropelado pelos cavalos em fuga”

Eu entendo. Então eu morri. Além do mais, aquele caminhoneiro não só não viu o sinal, como ele era um ladrão de cavalos?

Se eu estou morto, a Miri vai ficar triste.

Bem, eu tenho certeza que Miri pode viver bem por conta própria… mas se ela for morar com nosso tio, ela será obrigada a mudar de escola.

Haha. Se isso acontecer, mesmo morto Miri vai ficar puta comigo.

Se eu me tornar uma alma penada preciso estar preparado para sentar na posição seiza[1].

Hmm? Alguém acabou de falar comigo?

A pessoa que me disse que eu morri.

Quem é?

(???): “Você tem coragem para ignorar uma deusa”

Eh? Deusa-sama?

Eu me virei sem pensar quando ouvi a voz cativante e fiquei petrificado.

Eu não consegui me mover, como um sapo encarando uma cobra; como um guerreiro que olhou para a Medusa.

Um Orc com um vestido branco estava na minha frente.

Merda. Como pensei. Depois de morrer há mesmo um outro mundo, mas do nada encontrar um Orc logo de cara. Este é um jogo impossível.

E eu nem recebi minha ‖Habilidade de Trapaça‖ ainda.

(Deusa): “Quem é este Orc de quem você está falando. Eu te disse que eu sou uma deusa”

O Orc… não, a deusa falou isso em um tom furioso.

Minha mente está sendo lida!?

(Ichinosuke): “Você é mesmo uma deusa?”

Eu estava meio convencido, meio desconfiado… por isso perguntei.

(Deusa): “Yeah. É isso mesmo. E então, já que você está morto, você é o sortudo escolhido a cada um bilhão de pessoas para obter esta grande chance de ganhar o direito de ser transferido para outro mundo. Mas você vai continuar com sua idade e aparência atuais, então não é uma reencarnação. Então, qual é sua escolha? Você deseja apenas descansar em paz, ou você irá viver uma nova vida em um outro mundo?”

(Ichinosuke): “Erm. É impossível voltar para meu mundo original? Se continuar desse jeito, minha irmãzinha vai ter que mudar de escola”

(Deusa): “Isso é impossível. Eu não estou dizendo isso por pirraça, mas é realmente impossível”

Ku. Impossível huh.

Se esse é o caso, então não tenho outra escolha a não ser viver uma nova vida em um outro mundo.

(Deusa): “Mas se você for transferido para outro mundo do jeito que está agora, você será morto de novo assim que chegar. Eu irei lhe conceder um poder misterioso conhecido como ‖Bênção do Céu‖. A propósito, você já jogou videogames? Quando eu digo videogame não estou me referindo a Tetris ou Paciência. Estou me referindo a jogos de RPG”

(Ichinosuke): “… sim, vários tipos”

Jogos de RPG são literalmente jogos em que você representa um papel. É um jogo onde você manipula um protagonista que é um Herói ou um Espadachim, acumula pontos de experiência para passar de level e ficar mais forte e ganhar novas habilidades.

Títulos como Dragon Quest ou Final Fantasy ou a série Tales são populares, certo?

(Deusa): “O lugar para o qual eu vou te transferir é um mundo parecido com um jogo desses. Há monstros e derrotando eles você ganhará pontos de experiência e itens. Para começar, seus jogos de RPG foram criados depois que uma certa deusa interferiu na subconsciência humana porque seria muito complicado explicar sobre outros mundos para as pessoas que vão ser transferidas como você”

Eu acabei de ouvir um fato surpreendente.

Em outras palavras, Dragon Quest e Final Fantasy, não, mesmo os mais antigos como Dungeon and Dragons foram feitos graças à intervenção da deusa. Eu estou surpreso. Talvez os autores dessas novels de transferências para outros mundos também receberam a intervenção de alguma deusa para escrever esse tipo de história.

(Deusa): “Primeiramente eu posso aumentar suas habilidades, mas qual habilidade seria interessante? Eu recomendaria que você escolhesse algo que te fizesse adquirir o cargo de Herói ou algo parecido”

(Ichinosuke): “Não. Eu não estou muito interessado em me tornar um herói ou nada do tipo. Não é possível me tornar absurdamente rico ou coisa parecida?”

(Deusa): “Não é impossível, mas será que estaria tudo bem? Por exemplo, se 100 trilhões de ienes fossem creditados em sua conta no Japão, o que você acha que aconteceria?”

Yeah. Com certeza seria um problema.

As pessoas estariam em dúvida sobre como eu transferi tanto dinheiro e eu não seria capaz de explicar como eu botei a mão em 100 trilhões de ienes.

Em outras palavras, eu devo desistir de pedir algo como uma montanha de diamantes. Se eu não resolver a situação com cuidado, parece que eu posso ser acusado de roubo.

As outras recomendações que a deusa me apresentou foram ‖Tele Transporte‖ ou ‖Roubo de Habilidades‖. Resumindo, famosas ‖Habilidades de Trapaça‖.

O ‖Tele Transporte‖ pode ser conveniente para o comércio, mas não é como se eu fosse ficar mais forte.

‖Roubo de Habilidades‖ está fora de questão. Roubar as habilidades de outras pessoas é demais para o meu coração sensível. E se essa informação vazar, eu teria que lidar com uma quantidade absurda de ódio.

(Ichinosuke): “Tem alguma habilidade que me permita ganhar 100 vezes mais pontos de experiência de forma segura?”

(Deusa): “100 vezes é impossível. 20 vezes é o limite.”

(Ichinosuke): “Eu vou querer esse então. Ah. Se eu ganhasse a mesma ‖Bênção do Céu‖ mais uma vez, isso se tornaria 400 vezes?

(Deusa): “Não. Mesmo eu dizendo 20 vezes, para ser mais precisa é algo como 1900% a mais. Mesmo com duas bênçãos dessas, seria algo como 39 vezes a mais. Além disso, eu só posso conceder uma ‖Bênção do Céu‖

Então é isso. Bem, isso será o suficiente.

Eu disse para a deusa.

(Ichinosuke): “Então por favor, me dê a habilidade de ganhar 20 vezes mais pontos de experiência”

(Deusa): “Muito bem. Será como você escolheu, então por favor aproveite a sua vida no outro mundo. Como não há forma de voltar eu não vou te dar nenhum tipo de missão particular”

A deusa disse isso e sumiu.

Então minha vida em outro mundo está para começar huh.

Primeiro eu irei derrotar os Slimes ao redor do castelo para alcançar o level 99.

… estou brincando.

Eu realmente fico triste pela Miri, mas se eu vou ter que viver em outro mundo, eu irei aproveitar o máximo possível.

Minha vida em outro mundo irá finalmente começar.

Finalmente vai começar.

Se vai começar, comece logo.

Já é hora de isso começar.

Começa!

Ne. Quando isso irá começar?

(Ichinosuke): “Deusa-sama. Eu não estou vendo nenhum sinal de transferência para o outro mundo”

… nenhuma resposta.

Nada aconteceu.

Mesmo esperando por horas, nada aconteceu.

Bugou? Congelou?

Eh. O que eu devo fazer?

(Ichinosuke): “DEEEUUUSSSAAA-SAMAAAAAA!”

Eu gritei descontroladamente.

Se eu continuar neste espaço vazio, eu vou pirar.

(???):Oops. Minha culpa… eu acabei dormindo. Eu sou uma deusa”

Ela disse isso enquanto começava a se materializar a partir de seus pés. Ela é uma criança pequena.

Ela é uma criança vestindo um vestido branco, com maria-chiquinha loura e um olhar desagradável no rosto.

(Ichinosuke): “… eh?”

(Deusa criança): “Yeah. É natural que você esteja surpreso. Eu irei lhe explicar. Você morreu. Mas você é o sortudo dentre um bilhão de pessoas que ganhou uma grande oportunidade”

E então a deusa criança continuou com o mesmo discurso da deusa gorda de antes.

Eh. Será que essa também é uma oportunidade limitada a cada uma pessoa em um bilhão?

Não me diga que eu ganhei um encontro duplo com as deusas?

Eu acho que a probabilidade de isso acontecer é de 0,000…1%, com uns 100 zeros antes do um.

(Deusa criança): “Finalmente eu irei lhe conceder uma ‖Bênção do Céu‖

(Ichinosuke): “… ah. 20 vezes mais pontos de experiência por favor”

Mesmo eu já tendo obtido minha habilidade de 20 vezes mais pontos de experiência, eu pedi por mais uma.

Depois de dizer isto…

(Deusa criança): “20 vezes mais pontos de experiência não é uma ‖Bênção do Céu‖ que o meu eu atual possa conceder… mas bem, eu vou lhe dar algo similar. Muito bem, eu vou continuar com minha soneca, então está tudo bem se você apenas aproveitar sua vida no outro mundo”

No mesmo instante a deusa desapareceu e minha cabeça ficou zonza.

Ah. Deve haver algum engano.

Bem, esse é o resultado da minha resposta honesta, então está tudo bem.

E agora, bem, eu devo ter conseguido 39 vezes mais pontos de experiência, certo?

Hmm. Talvez eu devesse ter escolhido algo melhor como o ‖Tele Transporte‖ como minha segunda bênção.

Conforme eu ia me arrependendo, eu perdi minha consciência.

Naquele momento eu não estava ciente.

A ‖Bênção do Céu‖ que a deusa criança me deu foi 1/20 pontos de experiência para passar de level.

Em outras palavras, se é preciso 100 pontos de experiência para passar de level, no meu caso, eu vou precisa de apenas cinco pontos de experiência.

Portanto, basicamente, eu estou em um estado de crescimento 400 vezes mais rápido comparado com os outros. Mas eu ainda não sabia disso até então.


Nota do autor (Yousuke Tokino):

Por enquanto eu vou postar os títulos dos próximos quatro volumes.

Vocês tiverem a decepção de imaginar que a deusa seria uma bonitona?


[1] Seiza é um termo para se referir uma forma tradicional de sentar no Japão.