Vamos para o |Labirinto Intermediário| rapidinho

A manhã chegou em um piscar de olhos. A manhã chegou porque a manhã chegou.

Haru e eu suamos bastante porque ficamos nos agarrando, então nós limpamos o suor com uma toalha antes de seguirmos para a sala de jantar.

O café da manhã já estava preparado e nós quatro nos reunimos para comer.

Com os quatro reunidos, o café foi pão e leite.

No entanto… se eu não ficasse mexendo meu corpo, eu iria me lembrar do que aconteceu ontem e ficaria envergonhado.

Eu não podia fazer nada. Foi meu primeiro degrau rumo a vida adulta, yup. Eu não serei capaz de lidar com isso tão bem quanto imaginei.

De forma parecida, o olhar de Haru também estava levemente perdido.

Norm era aquela que estava mais constrangida e Margaret-san estava comendo e sorrindo por algum motivo.

(Margaret): “Hey. Ichi-kun, sabia que as paredes da minha casa são bem finas?”

Eu entendi depois de ouvir esta única frase de Margaret-san.

Elas escutaram tudo… Margaret-san e Norm também.

Uwa. Que vergonha… da próxima vez eu preciso analisar melhor o horário e o lugar.

(Margaret): “Você não pode constranger garotas desse jeito. Se estiver tudo bem para você, eu posso atenciosamente ensinar a Ichi-kun com grandes detalhes antes de vocês partirem…”

(Ichinojo): “Nós não vamos fazer isso!”

Estou te implorando, por favor, não use esse olhar tão apaixonado. Eu não quero despertar esse seu lado.

Norm me jogou um bote salva vidas quando eu estava com problemas.

(Norm): “Isso mesmo Margaret-san. Onii-san já tem Haru como sua amante. Se ele não tivesse, então eu também poderia…”

Norm murmurou e resmungou enquanto ela bebia seu leite.

Foi uma refeição constrangedora, mas também muito agradável.

(Margaret): “Então Ichi-kun, o que você pretende fazer agora?”

(Ichinojo): “No momento, eu planejo ir até o |Labirinto Intermediário| pela manhã e visitar a Guilda de Aventureiros depois do almoço para vender itens e conseguir dinheiro para a viagem”

(Margaret): “A Guilda de Aventureiros huh… não faça nada imprudente”

(Ichinojo): “… sim”

Margaret-san me repreendeu com um sorriso e eu concordei com um sorriso sem graça.

Eu ainda não tenho a sensação de que poderia rivalizar com Margaret-san.

Mesmo se minha trapaça do crescimento ficasse mais forte, mesmo se eu adquirisse a força para derrotar o Lorde Demônio, pessoas capazes de me superar com certeza aparecerão no futuro. Na verdade, eu me sinto culpado por deixar Miri sozinha no Japão.

Além disso, eu sinto que conhecer essas pessoas iria me fazer experimentar o verdadeiro significado de crescimento.

(Margaret): “Então eu vou entregar as roupas lavadas e o bentō na hora em que a carruagem estiver pronta”

(Ichinojo): “Obrigado por tomar conta de mim até o fim”

(Margaret): “Está tudo bem, isto é o que eu posso fazer para te ajudar”

Margaret-san piscou para mim quando disse que tinha algo para preparar e saiu.

Parece que a loja vai ficar temporariamente fechada hoje.

Nós limpamos a mesa e seguimos para o |Labirinto| em que os aventureiros de nível intermediário se aventuravam.

Haru também trocou para suas roupas de combate em seu próprio quarto.

Cinco minutos depois, Haru entrou em meu quarto depois de terminar de se vestir.

(Haru): “Como estou?”

Quando ouvi sua pergunta, eu olhei para as roupas de Haru. Eu não sei porque o equipamento foi feito em forma de saia, mas era menor do que a saia que ela normalmente usa, na altura de seus joelhos, mas as meias eram alongadas. Aparentemente, o equipamento foi feito de uma fábrica especial, então ele era resistente ao dano.

(Ichinojo): “Isso combina perfeitamente com você”

(Haru): “Obrigado”

(Ichinojo): “No entanto, se isso é tão curto… erm. Acho que sua roupa íntima poderá ser vista”

(Haru): “Está tudo bem porque estou vestindo bloomers[1]

Haru disse e levantou sua saia.

Eeeeh. Esta é a primeira vez que vejo isto… mas, por que este mundo tem bloomers?

Eu perguntei. Aparentemente, as pessoas perdidas que vem para este mundo acharam interessante fazer isso e agora podemos os encontrar nas lojas de roupas deste mundo.

Esses japoneses realmente fazem qualquer coisa que eles quiserem huh.

Entretanto, bloomers que podem ser vistos quando a saia levanta. De certa forma isso me deixa com um espirito aventureiro. Parecido com a sensação de uma saia levantada durante uma partida de tênis.

(Ichinojo): “… obrigado pela refeição”

(Haru): “… obrigado”

Haru e eu falamos palavras de agradecimento. Isso me fez pensar que nós somos mesmo uma boa dupla.

Assim, nós seguimos para o |Labirinto Intermediário| de |Florence|.

(Ichinojo): “Está surpreendentemente cheio huh”

Havia uma fila parecida com a de uma atração em um parque de diversões. A diferença era que, enquanto em um parque de diversões você só vê crianças, aqui havia vários homens robustos.

Enquanto pensava que seria um problema entrar numa fila dessas…

(Haru): “É verdade. Aventureiros com mais de três anos de experiência podem entrar no |Labirinto Intermediário|. No entanto, os aventureiros que podem chegar até a sala do chefão não chegam a 10%. O |Labirinto| é mais profundo, mas há ‖Círculos de Transferência‖, então, enquanto você não estiver em combate, você não será incomodado pelos monstros. Eu já estive no 22º andar, por isso posso usar os ‖Círculos de Transferência‖ do 5º, 10º, 15º e 20º andares”

(Ichinojo): “Existem ‖Círculos de Transferência‖ huh…”

Eles devem ser algo como portais que podem te transferir instantaneamente para outro lugar.

Como esperado do outro mundo.

Se esse é o caso, então as pessoas nesta fila estão esperando pela sua vez para usar ‖Círculo de Transferência‖.

Parece que vai levar uma hora até entrarmos no |Labirinto|.

Justo quando eu pensei nisso…

(???): “Heeey. Novato! Aqui! Aqui!”

(???): “Vamos juntos!”

Havia vozes vindo da nossa frente.

… Jofre e Elise. Esses dois já foram libertados huh.

(Haru): “Devemos aceitar a oferta deles?”

Aparentemente, era comum para alguém do grupo ficar na fila enquanto os outros esperavam.

Além disso, o ‖Círculo de Transferência‖ pode enviar seis pessoas para o mesmo local juntas.

(Ichinojo): “Isso definitivamente vai ser melhor do que ficar aqui”

Eu fui até os dois.

(Ichinojo): “Então nós estamos sob seus cuidados”

(Jofre): “Não se incomode com isso. É dito que devemos ajudar uns aos outros quando estamos com problemas e retaliar com um golpe na bochecha esquerda se sua bochecha esquerda foi atingida”

Jofre disse isso sorrindo.

(Ichinojo): “… não, eu nunca escutei isso antes… existe uma frase dessas?”

(Haru): “Eu também nunca ouvi isso antes”

Yup. Como esperado. O início e o fim da sentença têm significados totalmente diferentes.

(Elise): “Boas companhias de estrada são o atalho mais rápido pra o inferno, certo Jofre?”

De jeito nenhum! Eu não vou seguir essa jornada!

Por que morrer é a premissa da jornada? Se alguém tem que morrer que sejam vocês dois.

(Ichinojo): “Aliás, vocês dois não me odeiam pelo que eu fiz antes? Afinal, eu derrotei o chefe de vocês”

(Jofre): “Hmm? Oh. Não ligue para isso! Nós somos amigos! Além disso, você é forte”

(Elise): “Isso mesmo, nós vamos perder se ficarmos preocupados com essas bobagens! É uma dádiva se aliar com os mais fortes!”

… esses dois, mesmo eles sendo idiotas, eles são do tipo que vão se aproveitar dos mais fortes.

Bem, eles são do tipo que definitivamente não vão mentir e como seria uma merda continuar na fila, nós quatro nos reunimos.

(Ichinojo): “Então, para onde devemos ir? Eu tenho um compromisso a tarde”

(Jofre): “Ah. Nós temos bastante tempo se for assim. Já que nós vamos nos transferir para o 95º andar e proceder para a sala do chefão no 100º andar”

huh?


[1] Bloomers são uniformes usados pelas alunas em aulas de educação física no Japão.