A garota no barril

A floresta não era tão densa e exuberante quando comparada a primeira floresta em que estive quando vim para este mundo.

Contudo, estou preocupado se nós seremos capazes de voltar para nossa localização anterior se continuar correndo desse jeito.

No fim, eu terei que confiar no faro de Haru para voltarmos para a estrada.

Como ela obteve o ‖Fortalecimento Olfativo‖ do Espadachim Fera, ela deve ser capaz de facilmente seguir o cheio da carruagem até chegarmos a próxima cidade.

Dessa forma, eu me concentrei em ajudar as pessoas na frente de meus olhos ao invés de me preocupar com reencontrar o caminho.

(Haru): “Mestre, o cheiro de sangue está ficando mais forte”

A cauda de Haru se levantou e sua saia ergueu um pouco.

(Ichinojo): “Só mais um pouquinho”

(Haru): “Sim, é só mais um pouco”

A cauda de Haru reagiu ao cheiro de sangue e se levantou ainda mais fazendo sua saia gradualmente subir…

(Ichinojo): “… eu estou vendo! (Mas são bloomers!)”

(Haru): “Sim, estou vendo eles!”

(Ichinojo): “… eh?”

Olhando para frente, eu vi um homem que parecia ser um aventureiro sendo atirado para longe por um Urso enorme.

Não era apenas o Urso, mas Lobos também estavam presentes. Os números eram: dez Ursos e 20 Lobos, não eram tantos quanto os Peixes-Lagarto, mas ainda era um número considerável.

O mesmo tipo de monstro se juntando para atacar uma pessoa pode acontecer, porém, é possível que vários tipos diferentes de monstros se juntem e ataquem um grupo de aventureiros?

Não havia apenas o aventureiro que foi lançado para longe. Havia cinco aventureiros caídos, mas eles já deviam estar mortos.

Há um item parecido com um incenso repelente de monstros, então deve existir um incenso que atraia monstros também.

Mas seria desastroso se você fosse morto por usar isso.

(Ichinojo): “Eu vou derrotar os Ursos, então deixo os Lobos com você Haru”

Eu disse isso e antes de desembainhar minha espada, eu soltei um ‖Corte‖ usando meus dois braços.

Um “X” foi gravado no corpo do Urso e ele caiu no chão.

Diferente dos monstros dos |Labirintos|, monstros da superfície não desaparecem depois de morrerem.

Aparentemente, é difícil confirmar se o monstro está morto ou não.

Eu agarrei minha espada e corri contra dois Ursos.

(Ichinojo):‖Corte Giratório‖!”

O ‖Corte Giratório‖ dividiu ao meio o Urso, mas… a espada ficou pesada.

Depois de dissecar um dos Ursos, o poder foi muito reduzido e a espada afundou no corpo do segundo Urso. Eu não consegui puxar a espada. Parecia que a espada iria quebrar se eu usasse força demais para puxa-la.

Nesse momento, o Urso que não foi cortado totalmente me atacou com sua pata esquerda e eu pulei para trás imediatamente.

O que ele está fazendo agora, ao invés de focar em mim ou nos aventureiros caídos, é cavar o chão.

Tem alguma coisa aí embaixo?

… errado, não alguma coisa, mas alguém.

Minha ‖Detecção de Presença‖ estava reagindo.

Olhando mais de perto, o lugar onde ele estava cavando tinha pás espalhadas.

Isso foi cavado pelos aventureiros?

Não, o buraco estava tapado, então os aventureiros enterraram alguém?

Um monstro? Ou uma pessoa?

E então, os monstros estavam tentando tirar isso do solo?

Não apenas os Ursos, mas os Lobos também estavam cavando.

Graças a isso, o número de oponentes que tínhamos que enfrentar diminuiu, portanto eu estava grato por isso.

Muito bem, a hora do recreio acabou.

(Ichinojo):‖Corte‖!”

Soltando um ‖Corte‖ com minha mão, outro Urso caiu e eu pulei em direção ao peito de outro, desferindo um golpe com a palma de minha mão e atingindo o queixo do Urso com uma voadora.

Depois de derrotar um total de cinco Ursos, os cinco Ursos restantes parecem achar que não têm mais a opção de continuar cavando, assim, eles me escolheram como alvo e atacaram.

Contudo, vocês estão sem sorte por estarem tão juntos… não, todos vocês já estavam mortos no momento em que me encontraram!

(Ichinojo):‖Fogo‖!”

Mudando para meus empregos especializados em magia, eu liberei meu ataque com o máximo de poder de fogo.

Esse ataque envolveu quatro dos Ursos com chamas… mas um estava fora do alcance, então ele correu em minha direção.

No entanto, as duas espadas de Haru atravessaram o corpo do Urso.

(Haru): “Mestre, me desculpe por entrar em sua luta”

(Ichinojo): “Não se preocupe, isso me ajudou”

Olhando para o Urso caído, eu respondi com honestidade.

Ichinojo subiu de Level

Habilidade de Mago: ‖Magia da Água‖ evoluiu para ‖ Magia da Água II‖

Habilidade de Espadachim: ‖Equipar Duas Espadas‖ obtida

Apesar de ter mudado meus empregos no meio da batalha, eu ainda tive um aumento decente no level.

Entretanto, eu só consegui duas habilidades.

Assim, eu olhei para o aventureiro que foi lançado para longe um momento atrás.

… como imagine, ele está morto. Eu chequei seu pulso para confirmar a morte.

(Haru): “… no fim, não conseguimos salvar ninguém”

(Ichinojo): “Não… nós ainda podemos salvar uma pessoa”

Eu disse isso e peguei uma pá antes de começar a cavar o solo.

Haru não percebeu devido ao cheiro de sangue, mas ela entendeu pelas minhas ações e ajudou com a escavação.

E assim, debaixo da terra, havia um barril.

Um enorme barril de vinho.

(Ichinojo): “… hey. Tem alguém aí?”

(???): “… quem? Quem é?”

O som que veio de dentro do barril era uma voz de uma garota jovem.

Então, Haru se levantou e sua cauda ficou tensa.

(Haru): “Mestre, monstros estão vindo para cá”

(???): “Depressa! Por favor, tire Carol rápido daqui!”

Talvez ela estivesse nervosa depois de ouvir que monstros estavam vindo, mas a voz dentro do barril ficou mais alta.

Eu faria isso mesmo que ela não dissesse. Eu abri a tampa do barril.

Dentro do barril, vestida com roupas negras e cabelo violeta… uma jovem garota.

Uns 12 anos de idade… talvez a mesma idade de Miri?

Além disso, em seu pescoço estava o mesmo [Colar de Escravo] de Haru.

Até mesmo uma criança tão jovem se torna uma Escrava huh.

Além do mais, nós precisamos fugir logo daqui.

(Haru): “… mestre, os movimentos dos monstros pararam… de alguma forma, eles estão indo embora”

(Ichinojo): “Sério? Graças a Deus”

Eu estava aliviado e olhei para a jovem garota.

Mesmo ela tendo ouvido que os monstros estavam indo embora, ela continuava abatida… ah. Isso mesmo.

Ela entendeu que fomos nós que cavamos o buraco e tiramos o barril.

Não faço ideia do porque ela estava enterrada no chão, mas por ela ser uma Escrava, isso significa que um dos aventureiros mortos era o mestre desta criança.

(Ichinojo): “Desculpe, não conseguimos proteger seus mestres”

(Carol): “Evidentemente… apesar do que Carol disse…”

Apesar do que ela disse?

Eu estou em dúvida devido ao jeito que ela fala como se soubesse desde o início que esses homens iriam morrer.

Então, a garota que provavelmente se chama Carol olhou para mim nos olhos e apelou.

(Carol): “Eu não sei quem é você, mas por favor… Carol… eu, por favor, me mate”