A presença misteriosa nos fundos da sala do Chefão

Depois de garantir que todos tinham descido as escadas, eu os segui.

Eu derrotei dez Minotauros, mas não parece que o número deles diminuiu. O número de reforços ultrapassava isso.

Além disso, havia Minotauros se aproximando da direção oposta, então eu ficaria preso em um movimento de pinça[1] se eu continuasse aqui.

Eu rapidamente desci as escadas.

… espere aí! Os Minotauros estão me seguindo pela escada!

Sério? Mesmo os monstros dos |Labirintos| normalmente não mudando de andares… não, isto só mostra quão poderosa é a habilidade de Carol.

Entrando no 25º andar, chegamos em uma sala grande com a sala do Chefão nos fundos.

(Ichinojo): “Todos, entrem na sala do chefão! ‖Corte‖!”

Eu mirei no pé direito de um Minotauro atrás de mim e usei o ‖Corte‖.

O Minotauro que perdeu seu pé direito caiu no meio das escadas, bloqueando o caminho dos Minotauros atrás dele.

Com Haru e Sebastan na liderança, Oregeru e Carol seguiram por trás e entraram na sala do Chefão.

Assim, a porta para a sala do Chefão começou a se fechar.

… vaiiiiiiii!

Eu deslizei pela porta que estava fechando com um mergulho.

Foi pela distância de um fio de cabelo, minha capa definitivamente teria sido presa pela porta se eu estivesse usando uma.

Com isso, os Minotauros não serão capazes de nos perseguir… eh?

(Ichinojo): “O Chefão também é um Minotauro?”

Dentro da sala com um teto alto, havia um enorme Minotauro com cinco metros de altura e pele dourada.

Ele bufou selvagemente assim que olhou para nós… não, ele não olhou para nós, ele olhou diretamente para Carol.

A habilidade de Carol é efetiva neste cara também?

(Haru): “É um Rei Minotauro

(Ichinojo): “Ele é forte?”

(Haru): “… sim”

(Ichinojo): “… então eu vou derrotar ele… a sala do Chefão não vai abrir até nós derrotarmos ele, certo?”

(Haru): “Sim, a menos que a porta seja aberta por dentro, a porta permanecerá fechada até o tempo para um novo Chefão reaparecer se passar. É um sistema onde, quando o tempo acabar, se todos os membros deixarem a sala do Chefão, fecharem a porta e reabrirem ela, o Chefão vai estar lá”

Então é um mecanismo que impede o monopólio de um Chefão se um grupo continuar dentro da sala.

Pensando bem, está na hora de derrotar o Chefão para que eu possa descansar um pouco.

Eu estive lutando por todo o caminho até aqui, então eu devo ter acumulado uma boa quantidade de pontos de experiência.

Eu acredito que vou ser capaz de lidar com a horda de Minotauros se eu ficar mais forte.

… entretanto, já há algum tempo, Oregeru está me encarando… eu acho que o fato de que sou o dono de Haru foi exposto.

Parece que teremos problemas mesmo se escaparmos do |Labirinto|.

No entanto, agora eu devo derrotar o Rei Minotauro.

Primeiramente, eu vou colocar alguma distância entre mim e os outros antes de atacar… isso aconteceu enquanto eu pensava nisso…

Oregeru correu em direção ao Rei Minotauro por conta própria.

Segurando a espada sem lâmina dourada…

(Oregeru): “Se prepare Rei Minotauro! Eu, Oregeru Robutti, herdeiro de Sir Eric Robutti do |Reino de Arundel| serei seu oponente!”

Esse aristocrata idiota de merda! O que ele está pensando!?

A espada de Oregeru… ficou presa no ponto fraco do Rei Minotauro, sua canela… a espada não perfurou ou cortou, ela só ficou presa.

Mesmo que seja seu ponto fraco, o Rei Minotauro encarou Oregeru e balançou seu machado gigante contra ele.

(Sebastan): “Oregeru-sama!”

Apesar de sua perna machucada, Sebastan se moveu em uma velocidade inimaginável para ficar na frente de Oregeru e receber o ataque do machado com suas costas.

(Oregeru): “Sebastan!”

Oregeru chamou pelo nome de seu mordomo… mas Sebastan não respondeu.

Mesmo que ele esteja vivo, é claramente um ferimento sério.

Planejando dar o golpe final nos dois, o Rei Minotauro mais uma vez ergueu seu machado.

(Ichinojo):‖Corte‖!”

Meu ‖Corte‖ atingiu o braço do Rei Minotauro, impedindo seu ataque. Sangue escorreu de seu braço.

Nós precisamos tratar ele logo… eu vou concluir esta batalha agora!

Eu dei um grande salto do lado dele e mandei um chute com toda a minha força contra sua têmpora.

O corpo gigante do Rei Minotauro caiu de lado.

Então, eu puxei minha espada de minha [Bolsa de Itens] e usei ela para perfurar o pescoço do Rei Minotauro.

Ichinojo subiu de Level

Habilidade de Desempregado: ‖Segundo Emprego II‖ obtida

Habilidade de Espadachim: ‖Fortalecimento de Esgrima (Menor)‖ evoluiu para ‖Fortalecimento de Esgrima (Médio)‖

Habilidade de Aprendiz de Espadachim: ‖Prevenção da Deterioração da Espada‖ obtida

Não há mais Levels para o Aprendiz de Espadachim

⟦ ⌈Título: Ápice do Aprendiz de Espadachim obtido

Habilidade de Pugilista: ‖Fortalecimento de Ataque Físico (Menor)‖ evoluiu para ‖Fortalecimento de Ataque Físico (Pequeno)‖

Habilidade de Caçador: ‖Detecção de Presença‖ evoluiu para ‖Detecção de Presença II‖

Emprego: Desmanteladorestá disponível

Muitas dessas coisas chamaram minha atenção, mas agora, o tratamento de Sebastan tem prioridade.

(Oregeru): “Sebastan, Sebastan! Aguente firme!”

Oregeru estava sacudindo o corpo de Sebastan, mas isso só iria piorar a situação dele!

(Ichinojo): “Saia. Eu vou tratar ele! ‖Cura Pequena‖!”

Depois de atirar Oregeru para longe, eu mudei meus empregos para Desempregado, Aprendiz de Mago, Mago, Aprendiz de Alquimista e Aprendiz de Médico; empregos com alta |Defesa Mágica e comecei o tratamento.

A ferida gradualmente se fechou, mas o rosto de Sebastan estava pálido.

Mesmo que seja um mundo parecido com um jogo, não estamos em um jogo, assim, só fechar o ferimento não consertará tudo.

Ele claramente perdeu muito sangue.

(Ichinojo): “Nós precisamos leva-lo para o hospital para uma transfusão de sangue…”

Mas como?

Quem vai carregar Sebastan?

Se Haru ou eu o carregarmos, o pessoal de combate vai ser reduzido. Eu não sei se seremos capazes de escapar se fizermos isso.

(Carol): “Carol vai ser a isca. Todos, por favor, escapem quando Carol atrair os monstros para longe”

Eu acho que essa é a única opção. Com a habilidade de Carol, os monstros não devem ataca-la.

Neste caso, depois de escaparmos separadamente…

(Oregeru): “… não”

Mas Oregeru disse isso.

(Oregeru): “Com a habilidade da Tentadora, ela não será atacada… isso se deve ao fato dos monstros verem a Tentadora como alguém atraente do sexo oposto. No início, os monstros vão apenas cerca-la para corteja-la. Então, no fim, os monstros vão atacar ela… se não estivéssemos no subsolo, o Sol iria nascer antes de que isso acontecesse, mas este é um |Labirinto|, antes que ela possa escapar par a superfície, ela será arrastada para a toca deles”

(Ichinojo): “Então, que tal se Carol e eu escapar primeiro? Se fizermos isso… hmm?”

Eu olhei para os fundos da sala do Chefão.

Havia uma porta.

(Ichinojo): “Hey. Aquela sala leva para onde a estátua da Deusa está, não é?”

Eu pedi uma confirmação antes de continuar.

(Ichinojo): “Eu sinto a presença de três indivíduos… há mais alguém aqui?”

(Oregeru): “Não pode ser. Se há alguém dentro da sala da Deusa, o Chefão não iria aparecer”

(Ichinojo): “… mas há claramente três presenças. Quem sabe existe outra entrada? Se for assim, nós podemos escapar por lá…”

Eu me agarrei a esse fio de esperança, mas, enquanto continuava atento, a porta para a estátua da Deusa foi aberta.

Aqueles que estavam lá eram…

(Ichinojo): “… por que diabos vocês estão aqui!?”

Os indivíduos que estavam lá eram Jofre e Elise, assim como o burro que eles compraram.

As duas pessoas e o animal estavam tirando uma soneca despreocupados na frente da estátua da Deusa.

Apesar de não existir outra entrada para a sala da estátua da Deusa… eles… por que… não, como eles chegaram aqui?

É impossível que eles sejam capazes de enfrentar um Rei Minotauro.


[1] O movimento de pinça é uma manobra militar na qual os flancos do exército oponente são atacados simultaneamente por duas alas defensivas se movimentando como braços de uma pinça como reação ao ataque inimigo e cujo objetivo é cercar o atacante.