Descobrindo seu próprio valor

O Mulherengo aumentou sete Levels e eu adquiri a habilidade ‖Equipar Carta‖.

Carta como aquelas nos jogos de cartas?

Eu pensei comigo mesmo que essa era certamente mais uma habilidade esquisita.

Por que esse emprego aumentou só cinco Levels ontem e depois que eu derrotei os Minotauros ele chegou no Lv10, mas ele aumentou sete vezes hoje? Bom, é porque eu melhorei.

Depois que acordamos de manhã, nós dois praticamos alguns golpes juntos.

Talvez graças a meus treinamentos antes do café da manhã, meu Espadachim chegou a um Level consideravelmente alto e ele não aumenta mais mesmo depois de um treino de 30 minutos.

Com um multiplicador de 400 vezes, isso se tornaria 200 horas, o que seria equivalente a ter um treino diário de cinco horas por 40 dias, então é algo impossível afinal, huh. Como imaginei, isso não supera a experiência ganha em batalha.

Normalmente, você iria querer tomar um banho depois de suar tanto, mas, obviamente, não há necessidade para esse tipo de coisa.

Eu tenho uma arma secreta.

(Ichinojo):‖Limpar‖!”

Eu apliquei o ‖Limpar‖, a ‖Magia Quotidiana‖ que eu adquiri, em mim mesmo.

No momento em que fiz isso, meu corpo foi envolvido por bolhas e no momento seguinte, a sensação do suor grudento foi maravilhosamente removida.

Eu descobri que esta purificação era efetiva no corpo humano na última noite também. Depois de usar o ‖Limpar‖ para lavar os lençóis que estavam sujos por certos motivos, eu pensei em usar essa magia para nos limpar já que estávamos suando tanto devido aos mesmos motivos e isso foi um sucesso.

Parece que ele limpa as roupas junto com o corpo.

A sensação é extremamente agradável.

Depois do tempo de espera de 30 segundos, eu o usei em Haru também.

Só com isso, o calor do corpo dela diminuiu, seu suor desapareceu por completo e seus cabelos brancos, orelhas e até a ponta de sua cauda, se tornaram lindas como se elas tivessem passado por um tratamento estético.

Estou me apaixonando de novo.

Eu consegui uma habilidade incrivelmente conveniente.

Originalmente, ela não demonstra efeitos tão maravilhosos… aparentemente, ela só chega ao ponto de se limpar com uma toalha seca, mas o efeito deve ser assim porque eu troco para meus empregos especializados em magia para aumentar meu |Ataque Mágico quando eu uso o ‖Limpar‖.

Olhando para a lista de magias, ‖Limpar‖ tem proficiência e Level, portanto eu pretendo usá-lo sempre. De qualquer forma, ele só consome um |MP.

Quando nós entramos pela primeira vez no quarto, itens como lençóis eram amarelados, mas agora, eles estão puramente brancos. Enquanto pensava que a estalagem deveria ser grata a mim por um trabalho tão perfeito, enquanto estávamos tomando o café da manhã, a dona da estalagem…

(Dona): “Tanto quanto possível, por favor, façam menos barulho a noite”

… me deu um aviso. A cauda de Haru abaixou de vergonha.

Eu também estava envergonhado. Parecia que meu rosto estava em chamas.

Mas não posso fazer nada. Assim que Carol se tornar nossa companheira, nós não vamos mais ser capazes de fazer o que estivemos fazendo até agora.

Eu troquei meu Mulherengo para Aprendiz de Ferreiro e nós seguimos para o Posto de Trocas de Escravos.

Lá, ao invés de Quince, Carol estava limpando o chão.

Carol me notou e se curvou.

(Carol): “Bom dia Ichinojo-sama”

Ela me cumprimentou com um sorriso. Essa expressão… um energético, e adequado para sua idade, sorriso que eu não poderia imaginar vindo de uma garota que queria morrer anteontem… mas, por alguma razão, a expressão de Haru atrás de mim estava sombria.

Eu me lembrei das palavras que ela me disse quando deixamos a Guilda ontem.

“Mestre… por favor, não me abandone mesmo se você comprar Carol”

Que estranho para Haru… mas, eu senti que essas palavras eram os verdadeiros sentimentos de Haru.

Eu aprecio muito Haru.

Ao ponto de ser difícil dizer quem me é mais querida: se Haru ou minha irmãzinha que eu deixei no Japão.

Ao ponto de que se me disserem que eu irei morrer se eu não escolher entre a vida de uma das duas, eu iria, sem qualquer hesitação, não fazer escolha nenhuma. É claro que sem esquecer da escolha de buscar uma solução para salvar todos sem ter que sacrificar ninguém. No mínimo, as duas são existências insubstituíveis para mim.

Contudo, para ser honesto, eu posso entender um pouco da ansiedade de Haru.

É dito que, tipicamente, a afeição se espalha mais quanto maior o número de recipientes.

Mas, como companheiros, eu espero que essa possa se tornar uma poderosa ligação se o número aumentar.

(Ichinojo): “Bom-dia Carol. Quince-san está?”

(Carol): “Sim, Quince-sama está esperando lá dentro”

(Ichinojo): “Entendo. Carol pode vir comigo?”

(Carol): “Sim… permita-me acompanhar você”

Quando eu entrei no Posto de Trocas de Escravos, Quince-san estava sentada em uma cadeira feita com a casca de uma árvore e ela estava enchendo seu cachimbo.

(Ichinojo): “Bom-dia Quince-san”

(Quince): “Dia. Então, você escutou algo de Carol?”

(Ichinojo): “Não, ainda não”

(Quince): “Entendi. Carol, diga isso você mesma, tudo bem?”

(Carol): “Sim”

Carol me olhou com um sorriso.

(Carol): “Ichinojo-sama, primeiramente, por me salvar duas vezes e por discutir com a Deusa-sama sobre meu emprego e restaurar meu emprego para Plebeia, eu gostaria de mais uma vez te agradecer sinceramente”

Carol se curvou profundamente.

Então, ela se levantou ainda com seu sorriso e disse.

(Carol): “E também, estou extremamente feliz que Ichinojo-sama mencionou que queria me comprar”

(Ichinojo): “E…”

Você está disposta a vir comigo?

Quando eu estava a ponto de dizer isso…

(Carol): “Desculpe”

Carol balançou sua cabeça.

(Carol): “Eu estou extremamente feliz com seu sentimento, mas eu não posso seguir Ichinojo-sama”

(Ichinojo): “… entendo”

(Carol): “Sim. Eu sinto muito”

Carol abaixou sua cabeça.

Se é o que Carol decidiu, eu irei respeitar o desejo dela.

Enquanto eu pensava nisso…

(Haru): “Carol-san, é pelo bem do mestre?”

Ao meu lado, Haru fez essa pergunta com um rosto sério.

Pelo meu bem?

(Haru): “Carol-san, você pensou sobre isso, não é? Que ao perder sua habilidade como Tentadora, não há nenhum valor em uma mera Plebeia como você seguir o mestre”

(Carol): “Isso…”

(Haru): “Eu também tive esse tipo de pensamento. Se eu tinha algum mérito para o mestre que era forte ao ponto de não precisar de minha proteção”

Depois que Haru disse isso…

(Haru): “Mas eu pensei que se não tenho valor, então está tudo bem apenas trabalhar duro até conseguir algum mérito. É fácil escapar pensando que você é uma Escrava que não é digna do mestre. No entanto, esse é um ato que quebra seu valor”

(Carol): “Meu valor…”

(Haru): “Quince-sama mencionou para o mestre. Ela gostaria que o mestre comprasse Carol-san se ele pudesse ver o seu valor. Mas, antes disso, Carol-san precisa ver seu próprio valor. Carol-san é mesmo inútil para o mestre?”

(Carol): “O que eu sou capaz… eu…”

Depois de Carol falar um pouco e vacilar…

(Carol): “Até hoje, eu estudei sobre muitas cidades!”

… ela gritou.

(Carol): “Os produtos especializados de cada terra; suas situações; o que é saboroso; o que é tabu; qual raça existe lá; qual item pode ser vendido por um bom preço; qual é o emprego da maioria das pessoas. Para o dia em que eu me tornar uma Mascate, toda noite, eu continuei a estudar sozinha em meu quarto!”

(Ichinojo): “Isso é incrível… essa é uma habilidade que eu definitivamente não possuo. Eu pretendo conhecer o mundo a partir de agora. No momento, eu estou mirando |Mallegory|, mas, para ser honesto, é um pouco vago a forma como devemos ir para lá. E eu também não comprei um mapa”

Eu não estou bajulando ela. No momento, como |Mallegory| fica no Sudeste, eu planejo ir para o Sul, mas como nós devemos ir para lá… eu realmente não sei.

(Carol): “Se é assim, eu posso guiar você! Ichinojo-sama, Carol… por favor, compre Carol!”

(Ichinojo): “É claro”

Para a minha resposta, Quince se levantou em silêncio e começou a preparar os documentos para a compra dela.