O jeito errado de usar o ‖Quarto do Silêncio‖

… minha cabeça está pesada.

Nn. Esta sensação é a mesma da ressaca que tive daquela vez uma semana depois do meu aniversário de 20 anos, durante meus dias trabalhando meio expediente, quando eu fui arrastado para um bar por meus senpais e fui obrigado e beber litros de vinho de ameixa e doses de shochu[1].

Daquela vez, eu fui muito repreendido por Miri, então eu claramente me lembro da dor de cabeça que eu senti (mas eu não me lembro como eu cheguei em casa).

No momento em que eu abri meus olhos… era um teto que eu conhecia.

Como eu dormi no mesmo quarto de ontem… foi o teto que eu fiquei encarando pela noite inteira. Eh. Olhando com mais atenção, parecido com as imperfeições no rosto de uma pessoa que são únicas, este é exatamente o mesmo quarto.

[Ichinojo]: (“Eh? Eu não estou no quarto simples?”)

(Ichinojo): “Este lugar…”

Olhando para o lado na parede, havia uma lamparina suspensa e já estava escuro do lado de fora da janela.

(Haru): “Mestre, você acordou”

Haru examinou meu rosto.

(Ichinojo): “Haru… eu… por que eu estou aqui?”

(Haru): “Mestre perdeu a consciência porque seu |MP se esgotou”

(Ichinojo): “Então as pessoas perdem a consciência quando o |MP acaba, huh?”

… como nos jogos você fica incapaz de usar magia quando isso acontece, eu inconscientemente pensei que seria o mesmo neste mundo.

Além disso, eu nunca tinha gastado todo o meu |MP até hoje.

Quando eu tentei confirmar meu |MP atual, ele se recuperou em 30 pontos.

(Haru): “Desculpe. Mesmo sabendo que mestre é um Andarilho, eu não expliquei isso ao mestre”

(Ichinojo): “Não. Eu fui descuidado. Haru, você não deve se culpar por isso… Carol está no quarto simples?”

(Haru): “Sim. Ela estava observando o mestre comigo até agora pouco, mas eu percebi que o rosto dela não estava bem, então eu decidi que nós deveríamos cuidar do mestre em turnos. A propósito, você gostaria de jantar? Na verdade, eu preparei um pouco de guisado, mas ele já esfriou”

Havia um pouco de guisado frio colocado em cima do criado mudo ao lado da cama.

Hn. Eu realmente não estou com fome no momento.

Eu encarei Haru intensamente.

Cabelo branco, orelhas brancas, pele branca.

(Haru): “Eu vou esquentar isso agora”

Quando ela se virou, sua cauda branca apareceu de dentro de sua saia.

Eu lentamente me levantei da cama, abracei Haru por trás e deslizei minha mão direita sob sua saia.

A sensação de um par de bloomers foi transmitida para a minha mão.

Minha mão esquerda agarrou o peito de tamanho médio de Haru.

(Ichinojo): “Haru… como não conseguimos fazer isso ontem…”

Eu mudei meu emprego para Mulherengo.

(Haru): “Mas mestre. As paredes deste quarto são finas. Carol vai perceber se fizermos barulho”

(Ichinojo): “… não se preocupe com isso…”

Eu ri.

(Ichinojo):‖Quarto do Silêncio‖!”

… e invoquei a magia.

Com isto, não importa o que aconteça, o som não vai escapar para fora.

Haru e eu, assim como a cama, fomos cercados por uma sala feita de luz.

Era como se esta magia fosse preparada precisamente para que eu fizesse isso na estalagem.

Para ser honesto, este método de uso era tudo o que eu podia pensar quando eu ouvi sobre a explicação sobre o efeito da magia.

(Haru): “Muito bem… por favor, permita-me cuidar de você”

Haru se virou e me convidou para a cama.

Assim, minha noite começou.


Café da manhã. Como a senhorita da estalagem cozinhou o guisado de ontem, eu pude comer ele com muita carne.

Normalmente, isso seria o melhor café da manhã.

Contudo, a realidade era que o lugar estava tomado por uma atmosfera constrangedora.

Meu Mulherengo subiu apenas um Level.

Não pude fazer nada.

Carol também estava bastante desconfortável, mas eu definitivamente sou o culpado.

É verdade que com o ‖Quarto do Silêncio‖ o som ao redor da cama… os sons de nossas atividades noturnas não seriam ouvidos.

Entretanto, nós também não podíamos ouvir o som de alguém batendo na porta.

A expressão de choque quando Carol abriu a porta para trocar de turno com Haru ainda está claramente queimada em meus olhos.

Eu acho que foi minha culpa por não ter trancado a porta, mas se nós não reagíssemos a batida na porta, Carol poderia até procurar a moça da estalagem para que ela abrisse a porta usando uma cópia da chave.

Seria ainda mais desastroso se isso acontecesse.

Da próxima vez, eu devo estender o alcance do ‖Quarto do Silêncio‖ só o suficiente para incluir a porta, mas se eu aumentar demais, a película de luz pode deixar o som escapar para fora, então isso também me deixaria nervoso.

(Carol): “Erm… Ichino-sama… ontem…”

(Ichinojo): “… Carol… me desculpe. Por favor, esqueça o que aconteceu ontem”

(Carol): “… sim”

No fim, foi isso o que aconteceu.

Haru também estava levemente depressiva.

Para Haru, Carol era algo como uma irmã mais nova, então deve ser difícil para ela ser vista durante aquele ato.

Eu também tenho uma irmãzinha, então eu consigo imaginar a sensação.

(Ichinojo): “De qualquer forma, eu peço desculpas por acabar daquele jeito ontem, depois de esgotar meu |MP. Eu vou manter isso em mente a partir de hoje”

(Haru): “O |MP do mestre é muito maior comparado a Alquimistas normais, então não é de se estranhar que o mestre tenha sido descuidado”

(Carol): “Contudo, quando Carol checou as bolas de ferro feitas por Ichino-sama, a qualidade delas claramente aumentou. Como esperado de Ichino-sama”

Nós sorrimos de forma forçada com a mesa de jantar entre nós.

Yup. Como imaginei, é melhor quando o guisado tem carne nele.


Subindo na carruagem, nós viajamos pela montanha.

Até o meu |MP se recuperar completamente, eu verifiquei se algum emprego me permitiria acumular pontos de experiência sem usar |MP, mas não encontrei nenhum. Assim, eu acabei procurando por monstros usando continuamente a ‖Detecção de Presença‖.

Contudo, havia apenas um ou dois monstros muito distantes e não havia nenhum perto da estrada.

Na hora em que a tarde chegou, meu |MP se recuperou por completo, então eu tentei usar a ‖Alquimia‖.

Eu peguei a caixa cheia de minérios de ferro da minha [Bolsa de Itens].

Aliás, o resultado do meu trabalho pelo dia inteiro de ontem até eu perder a consciência era: Aprendiz de Alquimista Lv37 e Alquimista Lv18.

As habilidades que eu adquiri forma:

Habilidade de Aprendiz de Alquimista: ‖Refinador de Metal‖ obtida

Habilidade de Aprendiz de Alquimista: ‖Refinador de Metal‖ evoluiu para ‖Refinador de Metal II‖

Habilidade de Alquimista: ‖Fusão de Metal Mágico‖ obtida

‖Refinador de Metal‖ é uma técnica usada para extrair impurezas dos metais. Aparentemente, os metais que eu posso refinar mudam de acordo com o nível da habilidade.

‖Fusão de Metal Mágico‖ é aparentemente uma habilidade usada para fundir os metais mágicos que Carol me disse antes.

Mas no momento, é uma habilidade que não tem relação comigo, já que eu só possuo o [Ferro de Goblin] agora.

Meus métodos também aumentaram, mas como esperado, parece que eu ainda não posso refinar Mithril de minérios de Mithril.

Eu vou precisar aumentar o Level do meu Alquimista para ser capaz de fazer Mithril.

Atualmente, eu tenho quase quatro vezes mais |MP do que um Alquimista normal.

Como a recuperação de |MP depende do valor máximo do |MP, minha recuperação também é quatro vezes maior do que a de Alquimistas normais.

Além disso, graças as minhas bênçãos, meu crescimento é 400 vezes mais fácil quando comparado com o resto das pessoas.

Em outras palavras, se eu acumular pontos de experiência apenas com a ‖Alquimia‖ e não derrotar nenhum monstro, eu posso aumentar meu Level 1.600 vezes mais rápido do que os outros Alquimistas que usam o mesmo método.

Mas assim, eu não acho que eu serei capaz de derrotar esses Alquimistas ricos que compram [Poções de Mana] com o objetivo de aumentar de Level.

Ao fazer isso, assim que o Level deles aumenta, eles serão capazes de realizar o que outros Alquimistas não podem. Como a forma com que eles podem converter minérios de Mithril em Mithril. Se eles fizerem isso, eles podem conseguir muito ouro e podem comprar ainda mais [Poções de Mana].

É um círculo vicioso.

É um sistema onde o ouro se acumula com os mais ricos.

[Poções de Mana], huh? Me pergunto quando eu serei capaz de obter elas.

Como lojas comuns não lidam com elas, eu acho que vamos precisar de contatos para obter [Poções de Mana].

(Carol): “Haru-san, por favor, pare a carruagem nesta área!”

Carol disse.

Parada para o banheiro? Ou foi o que eu pensei…

(Carol): “Ichino-sama, aparentemente, [Erva de Mana] cresce aos montes nesta área”

(Ichinojo):[Erva de Mana]?”

Vidro com poderes mágicos?[2]

Não, já que ela mencionou que elas crescem, ela deve estar falando de ervas, huh?

O efeito negativo de não ser capaz de distinguir entre a pronúncia do “R” e do “L” apareceu.

Ervas com poderes mágicos… é uma erva medicinal?

(Carol): “Sim. É um dos ingredientes para a [Poção de Mana]. O Caçador-san da vila tropeçou nesse lugar e me contou sobre ele. Enquanto eu continuar com o meu primeiro emprego como Mascate, eu não serei capaz de entrar na Guilda de Herbalistas, então eu tenho que encontrar essas ervas por conta própria”

Portanto, o que ela estava investigando ontem era a informação sobre as ervas, huh?

Vendo Carol entrar na floresta de acordo com o ponto de referência que ela escutou de um Caçador e sujar as mãos com terra para extrair a erva mágica, eu pensei que talvez não levaria tanto tempo para obtermos uma [Poção de Mana].

Eu queria ajudar também, mas eu iria impedir Carol de ganhar pontos de experiência se eu fosse colher as ervas.

Em troca, eu pensei em ajudar ela usando o ‖Limpar‖ depois que ela terminar sua coleta.


Nota do Autor (Yousuke Tokino)

Seção de comentários… todos pensaram em usar o ‖Quarto do Silêncio‖ de um jeito bem parecido com o de Ichinojo.

Eu planejo a aparição de Jofre e Elise em uma História Secundária em breve.


[1] Shochu é uma bebida destilada típica do Japão.

[2] Em japonês não existe a pronúncia do “L”, então as palavras “grass” (grama ou erva em inglês) e “glass” (vidro em inglês), têm o mesmo som.