O mal entendido com o ⌈Herói⌋

Com certeza deve ter algum tipo de febre de japoneses neste lugar.

Esse já é o terceiro japonês que eu conheço.

(Ichinojo): “Eu sou Kusunoki Ichinosuke. Meu nome é listado como Ichinojo deste lado”

Ele falou de maneira educada, então eu respondi com uma educação correspondente.

(Marina): “Ichino não é o seu sobrenome?”

Marina exclamou surpresa depois de todo este tempo. Agora que penso sobre isso, eu não me apresentei para esta garota. Carol me chama de Ichino, então ela deve ter pensado que esse era o meu sobrenome.

Eu olhei o emprego de Suzuki.

Cavaleiro Sagrado: Lv39

Wow. Tão maneiro.

Cavaleiro Sagrado, huh.

Como uma pessoa pode se tornar um desses?

Eu vou tentar perguntar para ele.

(Ichinojo): “Você disse que você é um herói, mas seu emprego é Herói?”

(Suzuki): “Não. Para ser preciso, é um emprego chamado de Cavaleiro Sagrado. Eu sou Lv39”

(Ichinojo): “Ooh. Cavaleiro Sagrado… isso é fruto de alguma bênção?”

(Suzuki): “Não, Cavaleiro Sagrado é um emprego de altíssimo nível. Eu não o obtive de uma bênção”

(Ichinojo): “Ooh. Que bênção você recebeu?”

(Suzuki): “Eu vou deixar isso para a sua imaginação”

Suzuki sorriu com seus dentes brancos brilhantes.

Então ele não vai me passar essa informação, huh.

Bênçãos são um tipo de trunfo por aqui.

Até mesmo eu não falaria sobre as minhas próprias bênçãos com uma pessoa que eu ainda não sei dizer se é ou não meu aliado.

(Ichinojo): “… oh, bem. Já que é uma oportunidade rara de encontrar um compatriota do Japão, que tal isso? Você quer comer conosco?”

Na verdade, meu plano era terminar nossa refeição antes do pôr do Sol, mas graças a inspiração que eu tive para usar a ‖Exibição de Rua‖ para juntar pessoas depois de ouvir as informações que Carol obteve, no fim, nós ainda não conseguimos jantar.

Eu estava me sentindo com muita fome.

(Suzuki): “Eu sinto muito, eu planejo seguir para a próxima cidade assim que meus negócios aqui terminarem”

(Ichinojo): “Hmm… que negócios?”

(Suzuki): “Bom… você poderia por favor libertar essas três Escravas?”

Ha?

Este idiota… o que ele está falando tão de repente.

(Ichinojo): “O que você planeja fazer? Você é parte de algum movimento contra a escravidão? Eu entendo seus sentimentos já que nascemos no Japão, mas você tem três Escravas te seguindo também”

(Suzuki): “Isso é por vontade própria delas. Eu quero dar a essas três a liberdade se elas desejarem por isso”

Dizendo isso, Suzuki encarou as três pessoas de pé atrás dele.

Uma mulher vestida com roupas de freira. Uma mulher que parecia uma espadachim. E uma garota pequena segurando uma boneca que parecia ser cara.

Os empregos delas eram Aprendiz de Médica, Espadachim e Shaman. Parece um grupo bem equilibrado.

(Aprendiz de Médica): “Eu sou um Aprendiz de Médica, mas fui salva quando fui capturada por um mercador de escravos. Eu quero continuar como uma Escrava até pagar este favor”

(Espadachim): “Eu participei do Torneio de Esgrima como uma gladiadora e fui derrotada por Suzuki. Eu o pedi para me comprar por vontade própria. Eu decidi que o dia em que eu tirar este colar será o dia em que eu derrotar Suzuki”

(Shaman): “… eu decidi seguir Ko-onii-chan depois que ele salvou meu vilarejo”

Este cara… ele definitivamente tem feito todo o tipo de coisas de herói.

De onde este protagonista apareceu?

(Ichinojo): “Se esse é o caso, então é o mesmo do meu lado. Haru e Carol também, eu quero remover seus [Colares de Escravo] se elas quiserem”

Quando eu disse isso, Haru e Carol acenaram confirmando.

(Suzuki): “E aquela usuária de magia ali? De fato, eu perguntei por aí durante o dia e eu escutei que você fica incomodando ela tirando o importante item dela e a forçando a fazer exibições parecidas com as de artistas de rua para ganhar ouro”

Eu queria corrigir ele. Não são exibições parecidas com as de artistas de rua, elas são mesmo exibições de rua.

No entanto, se eu disser isso, então a conversa vai ficar muito confusa. Portanto, vamos omitir essa parte.

Justo quando eu estava pensando em me manter em silêncio e apenas escutar o que ele tinha a dizer, como eu já imaginava, essa garota se levantou.

(Marina): “Para chamar minha super magia de exibição de rua depois de vê-la… isto é um ultraje. Eu vou fazer você se arrepender amargamente… ah. Ichino-san, máscara… por favor, devolva minha máscara”

(Ichinojo): “Você vai deixar nossa conversa confusa, então fique quieta”

Eu tirei a máscara dela e a guardei na minha [Bolsa de Itens].

Ela esticou suas mãos para tentar pegar a máscara, mas as [Bolsas de Itens] foram criadas para que outras pessoas que não sejam o dono não possam utiliza-las.

Ela não será capaz de tirar a máscara, não importa o quanto ela tente.

(Suzuki): “Então sua verdadeira natureza apareceu. Para tirar o acessório de uma garota sem permissão… é um ato difícil para perdoar já que somos homens. Parece que a informação estava correta”

(Ichinojo): “… ah. A conversa ficou complicada. Eu vou dizer isso agora, eu não quero lutar com você”

(Suzuki): “Eu também não quero lutar com você, mas se você não concordar, eu não terei escolha”

Dizendo isso, Suzuki pegou sua espada.

(Ichinojo): “Tudo bem. Mas nós vamos atrapalhar os outros clientes se lutarmos aqui. Vá para fora”

(Suzuki): “Isso é verdade… tem razão. Vamos continuar lá fora”

Suzuki e as três garotas deixaram a Guilda.

E eu…

(Garçonete): “Obrigado por esperarem. Quatro porções de massa sazonal[1]

Eu comi a massa que eu estava esperando até agora.

Eu fiquei com vontade de experimentar e pedi a massa sazonal, mas eu nem sabia em que estação nós estávamos. Como o tempero é leve, deve ser o verão?

Em cima da massa tinha uma erva cozida que parecia espinafre.

Eu encorajei as três garotas a comer também e nós quatro aproveitamos nossa refeição.

(Carol): “Ichino-sama, está tudo bem não ir?”

(Ichinojo): “Me fortificar com uma refeição tem prioridade”

(Haru): “Eu quero tentar lutar com aquela garota Espadachim

(Malina): “Erm. Ichino-san, máscara… ah. Isto é delicioso”

Assim que nós quatro estávamos comendo tranquilamente nossa massa…

(Suzuki): “Seu desgraçado… o que você está fazendo!”

Com o rosto vermelho de raiva, Suzuki voltou para a Guilda.

(Ichinojo): “O quê? Eu estou jantando, não estou? É trabalho de um Herói interferir nas refeições das pessoas?”

Quando eu disse isso, Suzuki suspirou com seu rosto vermelho e relaxou seus ombros.

(Suzuki): “… eu vou esperar você terminar sua refeição”

(Ichinojo): “Ao invés disso, vocês vão comer também. Já que eu pedi quatro porções a mais. Esta massa é deliciosa, sabia?”

(Suzuki): “Não, na verdade, eu sou alérgico a trigo, então…”

(Ichinojo): “Alergia a trigo será um problema neste mundo. Já que pão parece ser o principal alimento por aqui”

(Suzuki): “Eu tenho batatas na minha [Bolsa de Itens], então eu também as uso como prato principal… espere, isso não é importante!”

(Ichinojo): “Tudo bem. É só uma partida, certo? Então o que você faria se eu perdesse?”

(Suzuki): “De este comando para as garotas: ‘ignorem todas as ordens anteriores e falem com honestidade se vocês querem deixar de ser Escravas ou não’. Se alguma delas desejar, então você terá que libertar ela”

Entendi. Se for assim, eu não terei nenhum prejuízo.

Eu tenho a sensação de que tudo será resolvido se eu apenas dar essa ordem imediatamente.

(Ichinojo): “A propósito, e se eu vencer?”

(Suzuki): “Contanto que suas companheiras não interfiram, não importa que ordem você me dê”

(Ichinojo): “Só uma ordem?”

(Suzuki): “Quantas você quiser”

De jeito nenhum ele vai perder. Essa é a mensagem que eu sinto de Suzuki.

(Ichinojo): “Tudo bem. Eu aceito isso. Vamos ter nosso duelo”

Terminando minha massa, eu disse isso.

(Ichinojo): “Então, devemos usar pedra, papel e tesoura para determinar o vencedor?”

(Suzuki): “O que você está dizendo!? Um duelo é…”

(Ichinojo): “Algo que só pode ser resolvido com violência? Então os ⌈Heróis são assim…”

(Suzuki): “… tudo bem”

Parece que Suzuki aceitou o duelo de pedra, papel e tesoura.

Se vamos resolver isso assim, então não havia necessidade para que ele esperasse a gente terminar nossa refeição, mas, bem, essa é a punição que eu planejei por ele me tratar como vilão.

(Suzuki): “Contudo, o vencedor será decidido em uma melhor de três. Está tudo bem?”

Suzuki adicionou uma condição.

Eu respondi com um “Okay”.

(Suzuki): “Eu esqueci de mencionar, mas o Cavaleiro Sagrado é um emprego com uma elevada |Sorte entre a maioria dos empregos que a Deusa-sama pode conceder. Ao ponto de poder rivalizar com o Mulherengo que só tem a sua elevada |Sorte como ponto positivo. Você poderia ter uma chance de vencer se fosse uma partida única, mas se forem várias partidas seguidas, então você não tem chance. Isto é o que acontece quando você cai na armadilha de um estrategista!”

… dez segundos depois…

(Suzuki): “Por quê!? Por que eu não posso vencer! O que diabos você fez!?”

(Ichinojo): “O que eu fiz? Eu só joguei pedra, papel e tesoura”

Contudo, eu fiz uma pequena alteração em meus empregos. Adicionando o Mulherengo e o Caçador, minha |Sorte ficou consideravelmente mais alta.

(Suzuki): “Merda…”

Suzuki caiu em desespero.

Eu já completei meu objetivo, então talvez seja hora de resolver este mal-entendido.

(Ichinojo): “Ah. Haru, Carol e Malina também. Isto é uma ordem. Ignorem todas as ordens anteriores e falem com sinceridade se vocês querem continuar como Escravas

Eu dei essa ordem as três. Eu tentei me manter fiel as palavras de Suzuki o máximo possível.

(Haru): “Eu já disse isso antes, mas eu não pretendo deixar de ser a Escrava do mestre”

(Carol): “Carol também. Carol é escrava de Ichino-sama por vontade de Carol”

Haru e Carol anunciaram.

(Malina): “Eu… eu… é que…”

Eu tirei a máscara da minha [Bolsa de Itens] e a passei para Malina.

Malina colocou a máscara cheia de ânimo…

(Marina): “Não confunda as coisas Ichino. Você pode ser o meu dono temporário, mas a única dona que eu reconheço é a minha aliada Kannon. Você nunca teve o direito de me acompanhar em primeiro lugar”

… e disse isso com uma risada.

(Ichinojo): “Aí está”

Eu disse isso triunfante e o rosto de Suzuki ficou pálido.

(Suzuki): “Me desculpe. Tudo não passou de um engano meu. Por favor me perdoe”

Ele me mostrou um esplêndido pedido de desculpas no estilo japonês… em outras palavras, um dogeza[2].

Eu bati nos ombros de Suzuki e gentilmente disse…

(Ichinojo):⌈Heróis não devem usar esse método para pedir desculpas. Então, quem foi que falou essas coisas para você? A pessoa que me pintou como vilão. Você tem um pista, não tem?”

(Suzuki): “… não posso dizer”

(Ichinojo): “Você disse que iria escutar qualquer coisa que eu pedisse, não disse? Então, você vai me dizer?”

(Suzuki): “… tudo bem. Mas por favor, venha comigo. Aliás, por favor, não diga nada disso para ninguém”

(Ichinojo): “Entendido. Eu posso imaginar o motivo. Então eu tinha razão afinal”

Eu mostrei um sorriso maligno e saí da Guilda de Aventureiros.

Lá fora, as três companheiras de Suzuki estavam esperando.

Eu disse com um sorriso…

(Ichinojo): “O mal-entendido já foi resolvido, então não há necessidade para um duelo. Além disso, eu pedi comida, então se estiver tudo bem para vocês, podem ir comer”

Eu também adicionei…

(Ichinojo): “Como camaradas japoneses, nós temos algo importante para conversar, então nós vamos ficar fora por um tempo, mas vamos voltar logo”

(Ichinojo): “Então Suzuki. Como eu suspeitei, o homem que espalhou esses rumores ruins sobre mim é alguém que estava em posse de um D[3]?”

(Suzuki): “D!? Entendo, Kusunoki-kun. Você também sabe sobre isso, huh. É verdade, ele estava em posse de um D”

Em primeiro lugar, em uma cidade em que eu estava visitando pela primeira vez, só havia três pessoas que poderiam ter algo contra mim.

Em outras palavras, aqueles três homens que vieram comprar briga conosco na Guilda de Aventureiros.

Eu tenho que encontrar esses caras mais uma vez.

(Ichinojo): “Eu preciso muito ler a continuação daquele D que eu li em segredo”


[1] Sazonal é algo relativo a estação do ano; próprio de uma estação.

[2] Dogeza é uma postura tradicional no Japão onde a pessoa se ajoelha e coloca sua cabeça no chão. É uma forma de pedir desculpas por um ato de grande desrespeito.

[3] Esse “D” é uma abreviação para Doujinshi.