A misteriosa casa de impressões

(Ichinojo): “A propósito, você está em posse de algum D também?”

Eu pergunte a Suzuki.

(Suzuki): “Yeah. Uns dez volumes”

(Ichinojo): “Hoo… isso é surpreendente. Eu pensei que você não iria precisar disso já que está viajando com essas lindas garotas”

Não é como se você tivesse que falar sobre isso! Muitas pessoas provavelmente devem estar curiosas com isso, mas eu só perguntei por curiosidade.

Quando eu fiz isso, Suzuki me mostrou um sorriso sem graça e disse…

(Suzuki): “É porque eu não encostei minhas mãos nessas garotas”

Uwa. Mesmo com essas três garotas que seriam desejadas por qualquer um, ele não fez nenhum movimento? Sério?

Bem, vamos excluir a garota loli.

(Ichinojo): “Essas são palavras admiráveis. É porque você é um ⌈Herói?”

(Suzuki): “Eu não tenho escolha, tenho? Miles é uma freira. Kusunoki-kun nunca escutou sobre isso? Freiras devem permanecer virgens”

(Ichinojo): “… eu sinto que já escutei isso em algum lugar antes… eu acho que entendo você não fazer nenhum movimento neste caso. Então, que tal a Nee-chan[1] Espadachim?”

(Suzuki): “Kyanshi é o completo oposto de Miles. Ela está sempre me provocando. Mas… a tribo dela tem uma regra absoluta de um marido e uma esposa. Se eu encostar as mãos nela, no fim, eu vou ter que me casar com ela. Essa é a tradição da tribo. Além disso, assim que nos casarmos, eu serei proibido de entrar em contato com qualquer outra mulher tirando minhas próprias filhas”

Essa tradição é bem severa.

(Ichinojo): “En… então, que tal a garota loli? Como pensei, ela está fora da sua zona de interesse, não é?”

(Suzuki): “Eu acho que Schreyl é uma garota suficientemente atraente também, porém, antes de eu chegar no vilarejo dela… durante o ataque ao vilarejo dela… é que… ela foi sequestrada por bandidos… colocaram um [Colar de Escravo] a força nela e eles praticamente…”

(Ichinojo): “Espere! Você não precisa dizer mais nada. Não diga mais nada. Eu te imploro, por favor, não diga mais nada. Eu acredito que você não vai encostar naquela garota”

Eu gritei.

(Suzuki): “Aliás, ela finalmente começou a conversar comigo de forma casual e ela não tem mais problemas quando eu encosto nos ombros dela”

Suzuki disse isso com um sorriso amargo.

(Ichinojo): “… hey. Suzuki. Não me diga que você… não apenas está em posse de um D, mas também tem um T[2]?”

(Suzuki): “… por favor, não fale sobre isso”

(Ichinojo): “Desculpe”

Yup. Eu realmente disse algo ruim.

É claro que ele precisaria do Doujinshi.

Diferente de mim, ele realmente está na seca.

Na periferia da cidade, nós entramos em um enorme prédio meio deserto.

Essa mansão era originalmente uma moradia de um nobre, mas ela parece ter sido abandonada quando o nobre morreu.

O Sol já se pôs por completo e estava completamente escuro dentro da mansão como se nem a luz da Lua pudesse entrar.

(Suzuki):‖Iluminar‖

Luz apareceu com a ‖Magia de Luz‖ que Suzuki invocou.

Era parecida com a ‖Luz Pequena‖ que eu usei, mas a minha só podia voar em linha reta e eu não podia fazer ela ficar flutuando na palma da minha mão como ele.

Deixando isso para lá, eu segui ele enquanto nós avançávamos. Eu estava admirando o quão conveniente essa magia era.

Me perguntando se minha ‖Luz Pequena‖ poderia fazer o mesmo, eu tentei o meu melhor para liberar uma ‖Luz Pequena‖ lenta. Eu consegui formar uma pequena esfera de luz que se movia na velocidade do caminhar de uma pessoa, mas isso não muda o fato de que eu não posso controlar ela.

Quando eu perguntei a Suzuki sobre isso, ele me disse que até mesmo a ‖Luz Pequena‖ é considerada uma magia de ataque entre os feitiços da ‖Magia de Luz‖ e ela é uma magia para purificar monstros do tipo morto-vivo.

‖Iluminar‖ é uma magia que produz luz que não tem poder ofensivo e faz parte da mesma ‖Magia de Luz‖, mas ela pertence a uma categoria completamente diferente.

Aliás, ‖Iluminar‖ é uma habilidade que ele adquiriu depois de se tornar um Cavaleiro Sagrado.

O “II” e “III” adicionados nas habilidades da ‖Magia de Luz‖ mostram o número de feitiços que uma pessoa é capaz de usar, assim, só por duas terem o mesmo nível de ‖Magia de Luz‖ não significa que eles podem usar as mesmas magias. O que explica o porquê Suzuki disse que estava com inveja da minha ‖Luz Pequena‖.

(Suzuki): “É nesta lareira”

Suzuki empurrou um tijolo da lareira.

Ao fazer isso, o fundo da lareira se abriu e uma escada secreta apareceu.

Luz brilhou do fundo dessa escadaria e eu também podia ouvir sons que pareciam conversas.

Parece que já há visitantes.

Suzuki entrou primeiro.

(???): “Oo. ⌈Herói-sensei! Como foi? Você cuidou daquele criminoso?”

Eu escutei uma voz. Essa voz era…

Entrando na passagem, eu vi… como esperava, eram os três de mais cedo.

(Usuário de Gato): “Quê!? Por que você está aqui!? ⌈Herói-sensei, não me diga que você nos traiu?”

O Usuário de Gato careca gritou em desespero.

(Suzuki): “Foram vocês que traíram minha confiança. Ele não é o tipo de pessoa que vocês descreveram. Além disso, ele não veio aqui para se vingar, então relaxem”

(Ichinojo): “É verdade”

Eu disse isso enquanto pegava o Doujinshi que o homem derrubou pela manhã da minha [Bolsa de Itens].

(Ichinojo): “Eu gostaria de ler a continuação disto. A propósito, se possível, me mostre mais alguns livros que você tem aqui e eu quero comprar alguns deles. Eu vou pagar com ouro se for preciso”

(Usuário de Gato): “… você é um Secarian também!? Mesmo que você esteja viajando com aquelas três garotas fofas!?”

(Ichinojo): “2D é algo diferente. Está tudo bem se você só me mostrar eles. Se você fizer isso, eu vou te perdoar pelo incidente de mais cedo assim como a farsa que vocês inventaram para enganar o ⌈Herói

Mesmo que o que eu tenha feito de dia tenha sido legítima defesa, eu claramente exagerei.

O Usuário de Gato e seus companheiros olharam um para o outro depois de me escutarem…

(Usuário de Gato): “Okay. É bem difícil encontrar caras que entendem os prazeres do que temos aqui. Se você devolver a cópia original, então não teremos problema para vender cópias para você”

(Ichinojo): “Cópias? Vocês estão fazendo uma produção em massa?”

… eu achei que o comércio de Doujinshi era proibido.

A legislação deste mundo ainda não é tão avançada?

Isso seria punido com pena de morte se fosse feito no Japão.

(Usuário de Gato): “Venha por aqui”

O homem nos guiou até os fundos.

(Usuário de Gato): “Você conhece o emprego chamado Jornalista Mágico?”

(Ichinojo): “Só pelo nome”

Este é um dos empregos que você adquire aumentando seu Level como Plebeu.

(Usuário de Gato): “É um emprego que usa uma tinta especial para criar contratos ou desenhar círculos mágicos em talismãs e atacar usando esses talismãs. Entretanto, desenhar círculos mágicos é uma tarefa que requer muita precisão. Criar um talismã pode levar algumas dezenas de minutos ou até algumas horas dependendo do tipo. Assim, os nobres pensaram em algo: podemos usar uma ferramenta mágica para produzir talismãs em massa?”

O que eu vi nos fundos da sala era… uma máquina de impressão.

Ou melhor, ela parecia com uma daquelas máquinas de xerox colocadas em lojas de conveniência.

(Usuário de Gato): “Usando a tinta especial dos Jornalistas Mágicos, esta ferramenta mágica cria talismãs. Mas o resultado foi um fracasso. Você sabe o motivo?”

(Ichinojo): “O efeito não aparece se eles não são desenhados a mão?”

(Usuário de Gato): “Não. O efeito aparece. Aparece até demais. Talismãs só podem ser feitos ao se alterar o poder mágico lentamente. Como resultado de desenhar tudo de uma vez usando uma ferramenta mágica, o Jornalista Mágico pode passar por um esgotamento do poder mágico graças a alteração em seu próprio |MP e desmaiar. Eles não conseguem evitar isso, não importa o que façam…

O motivo para isso terminar em um fracasso total foi que eles pensaram que seria mais fácil e rápido para criar talismãs por esse método. Depois disso, esta instalação foi descartada, mas, por alguma razão, uma mansão foi construída atrás dela e por um erro no design, as escadas não são grandes o bastante para carregar a ferramenta mágica para fora. Isso estava escrito neste diário”

O homem disse isso enquanto pegava um livro que parecia ser um caderno de anotações de alguma pesquisa.

(Usuário de Gato): “Durante suas viagens, o nobre que era o diretor deste centro de pesquisas morreu e este prédio foi esquecido”

(Ichinojo): “Então, usando tinta comum, vocês recomeçaram as operações como uma fábrica de Doujinshi, huh? É uma história incrível. Então, onde está a cópia original do Doujinshi?”

Eu estava esperando pelo prato principal, mas eu não tinha paciência o bastante para continuar desse jeito. Parecia que eu estava em uma palestra de culinária.

(Usuário de Gato): “Está aqui”

O homem se virou para um canto coberto por um pano.

Embaixo dele… poderia não ser uma quantidade significante no Japão, mas no |Outro Mundo|, um lugar onde mangás não eram parte da cultura, mesmo que você tirasse alguns deles, eu ainda teria ficado muito encantado. Em outras palavras, havia uma estante de livros com três fileiras cheias de numerosos Doujinshi.

Bom, Doujinshi são finos.

Com uma estante cheia, o número seria maior do que apenas 100 ou 200.

(Usuário de Gato): “Na última fileira, os 30 livros a direita são o que foram escritos por Big Second-sensei”

(Ichinojo): “Eh? Daiji… há outros que escreveram Doujinshi além de Big Second-sensei?”

(Usuário de Gato): “Sim, esses autores se nomearem de Segundos Filhos”

Por enquanto, eu vou dar uma boa olhada em alguns desses livros.

Enquanto a maioria dos livros foram desenhados em duas dimensões, o estilo do desenho era próximo do realismo. Não há muito dos estilos de deformação na arte afinal[3].

Entre eles, eu encontrei um Doujinshi com uma bela ilustração com uma garota com orelhas de gato.

(Ichinojo): “Oooo. Isto parece bom. Hey. Eu gostaria de uma cópia deste… por… geh”

O que eu vi foi a aparência grotesca do careca inquieto com o rosto vermelho pelo constrangimento.

(Usuário de Gato): “Obr… obrigado”

(Ichinojo): “É você! Foi você quem desenho estas ilustrações! Que inesperado considerando a sua cara… não, este é um excelente trabalho. Além disso, ter o emprego de Usuário de Gato e também criar ilustrações de garotas com orelhas de gato… o quanto você gosta de gatos!?”

(Usuário de Gato): “Quê!? Como você sabe que eu sou um Usuário de Gato!?”

(Ichinojo): “Isso não importa. Ha? Esta bela imagem desta garota-gato loli foi mesmo desenhada por você!? Não importa o quanto eu olhe para você, eu não consigo te imaginar como alguém que pode desenhar! Aliás, você parece o tipo de pessoa que iria gritar ‘Eu devo pintar esta ilustração com o vermelho de seu sangue?’, mas então esmaga um tomate para usar como tinta”

(Usuário de Gato): “Isso foi cruel. Só para você saber, fui eu mesmo quem desenhou isso”

Mesmo ele sendo só um personagem secundário, um personagem criado apenas para ser um Usuário de Gato e alguém que cria Doujinshi, não dá para colocar o título de artista de mangá também.

Seu nome nem mesmo apareceu aqui, sabia?

Mesmo que o nome dele não tenha aparecido, se isso continuar assim, ele pode até acabar aparecendo na segunda página da descrição dos personagens.

(Ichinojo): “… então este Doujinshi foi criado pelo Mangaká Usuário de Gato”

(Usuário de Gato): “Não vá me dando um nome tão esquisito! Meu nome é…”

(Suzuki): “Ooh. Você é um Usuário de Gato, huh? Eu ouvi que este é um emprego que só pode ser adquirido se você for reconhecido pelo líder dos Cait Sith[4]

Suzuki estava chocado e concordou com a cabeça em admiração.

(Usuário de Gato): “Se você só sabe isso, então lembre-se de mais uma coisa. Apenas Padres da tribo dos Cait Sith podem conceder o emprego de Usuário de Gato. Aqueles caras…

Eles não apenas vieram e roubaram a erva Actinidia[5] que eu estava carregando por motivos médicos, como eles disseram que queriam me dar uma recompensa apropriada. Então eles mudaram o meu emprego sem nem me consultar! Além disso, eles são de uma tribo difícil de se encontrar e que ninguém sabe onde vive. Ah. Merda. Eu vou ser um Usuário de Gato pelo resto de minha vida, huh”

Ah… da mesma forma que Carol estava incapaz de mudar seu emprego de Tentadora, este Usuário de Gato também é incapaz de mudar seu emprego.

Eu devo ser capaz de mudar o emprego dele com a minha habilidade, mas colocá-lo no meu grupo vai ser complicado, então eu acho que está tudo bem deixar ele assim.

Como o Mangaká Usuário de Gato resmungou sobre seus problemas, a expressão dele parecia um pouco mais aliviada.

(Usuário de Gato): “É por isso que eu estou me vingando dos Cait Siths. A raça deles parece exatamente com gatos comuns, então eles são hostis com a raça dos HomensGato, que só tem como característica de gatos suas orelhas. Eu vou continuar a criar esses trabalhos com o objetivo de aumentar a posição e a popularidade da raça dos HomensGato

… este cara é daquele tipo, huh?

Um autoproclamado fã que envia histórias de escândalo para revistas semanais para aumentar as chamas e aumentar a popularidade do ídolo que ele está perseguindo?

Me parece que ele vai acabar fazendo a posição da raça dos HomensGato cair.

(Usuário de Gato): “Então, o que você planeja fazer? Uma cópia custa 50 sense e meu livro é dividido em três partes”

(Ichinojo): “Eu quero comprar as três!”

Eu não vou dizer algo como “Isso é caro”.

Este tipo de trabalho é uma existência única neste mundo. Se eu não comprar eles aqui, eu não sei quando eu poderia encontra-los de novo.

Enquanto existe uma grande possibilidade de Daijiro-san também ter sua coleção, há a chance de que os livros dele já tenham sido descartados.

(Usuário de Gato): “Volte sempre”

Aparentemente, os livros do homem já tinham sido copiados e eu consegui três cópias.

Mesmo que seja só uma cópia, a caligrafia é impressionante.

Nesse momento…

O Mangaká Usuário de Gato subitamente ficou inquieto e ficou com uma expressão misteriosa.

Assim, um pedaço de papel voou de seu bolso.

Talismã… um talismã usado por Jornalistas Mágicos?

(Usuário de Gato): “E pensar que isto iria aparecer”

O homem disse isso e colocou o talismã que estava voando no ar em sua orelha.

O que ele está fazendo?

Assim que eu pensei nisso…

(Suzuki): “Esse é um talismã mágico usado para comunicação. Um talismã do tipo de recebimento de informações”

Suzuki me explicou.

Nesse momento, o papel que o homem segurava se transformou em areia e se desfez.

(Usuário de Gato): “No entanto, ele é algo que é descartado desse jeito depois do uso”

O homem disse isso, suspirou e olhou para fora.

(Usuário de Gato): “… ah. Desculpem. São 150 sense. Você está com o dinheiro?”

(Ichinojo): “Duas moedas de prata[6] são o suficiente? Eu não preciso do troco. Apenas considere isso como custo de produção pelo mangá”

Eu o entreguei duas moedas de prata.

Eu pensei que ele fosse ficar encantado, mas a expressão dele me mostrou que ele estava desanimado.

Parece que o comunicado que ele recebeu foi algo ruim.

(Usuário de Gato): “Obrigado… eu gostaria de conversar mais, mas por favor, vamos encerrar por hoje. Eu vou pedir a um subordinado para te guiar… aliás, Suzuki. Eu gostaria de conversar com você um pouco”

Suzuki e o Mangaká Usuário de Gato foram para o fundo da sala.

Sob a orientação de seu subordinado, eu deixei a loja secreta de Doujinshi.

Me pergunto o porquê disso… mesmo tenho colocado minhas mãos em três trabalhos de alta qualidade, eu estou com um mal pressentimento.


História secundária: Nos fundos da casa de impressões

Suzuki foi levado para os fundos da casa de impressões.

(Suzuki): “Hey. Eu quero que você saiba que eu ainda não te perdoei por mentir para mim…”

(Usuário de Gato): “Eu peço perdão por isso. Mas, por favor, desta vez é sério. Por favor, me ajude”

(Suzuki): “… o que aconteceu?”

Suzuki perguntou com os olhos semicerrados ao ver a expressão séria do Mangaká Usuário de Gato.

Assim, o Mangaká Usuário de Gato disse esse nome.

(Usuário de Gato): “Calças Rosas… você sabe algo sobre esta pessoa?”

(Suzuki): “Eu não… não, espere. Ela é a pessoa que imprime gravuras?”

(Usuário de Gato): “Isso mesmo. A autora que é incompatível conosco. Seu nome verdadeiro é Milky. Ela vive em |Ferruit|, no Sul… bom, ela é minha sobrinha, mas ela acabou de me contatar”

Suzuki imediatamente percebeu que deve ter sido a mensagem recente do talismã.

A aparência animada do homem ficou estranha depois de escutar a mensagem do talismã.

(Usuário de Gato): “Por favor, salve Milky… salve este país. Senão, este país vai ser destruído”

(Suzuki): “Conte-me os detalhes!”


[1] Nee-chan significa “irmã mais velha” em japonês, mas pode ser usado para se referir a mulheres que são mais velhas que a pessoa que está falando.

[2] DT é uma abreviação para Doutei, que significa “virgem” em japonês.

[3] Ichinojo está se referindo ao estilo de desenho dos mangás japoneses como os olhos enormes nos personagens.

[4] Cait Sith são criaturas do folclore escocês e irlandês que se parecem com grandes gatos negros com um ponto branco no peito. Algumas lendas sugerem que os Cait Sith não são fadas, mas bruxas que podem se transformar em gatos. No jogo Final Fantasy VII, Cait Sith é um dos personagens jogáveis.

[5] Actinidia é uma família de plantas a que pertence a planta do Kiwi. São trepadeiras lenhosas, nativas das regiões temperadas do oriente asiático, sendo frequentes na China, Taiwan, Coreia e Japão. Algumas ervas dessa família são muito atrativas para gatos.

[6] Duas moedas de prata são o mesmo que 200 sense.