Este é o meu mundo

Eu gostaria de fazer uma objeção para o mundo.

É fácil juntar o Desempregado, o Hikikomori e o NEET[1] no mesmo grupo, mas eles são completamente diferentes.

Primeiramente, quanto aos Hikikomoris, como a palavra implica, é um termo aplicado a pessoas que não querem deixar suas casas e não querem participar da sociedade.

Eu vou até a loja de conveniência uma vez por semana para comprar uma Jump[2], então eu não sou um Hikikomori. Portanto, essa declaração está errada e como uma pessoa que fazia trabalhos autônomos mesmo estando sempre em casa, eu não sou um Hikikomori. Em outras palavras, o Hikikomori está incluído como parte do Desempregado, mas Desempregado não é a mesma coisa que Hikikomori.

Em seguida o NEET. Este termo se refere a pessoas com 15 a 34 anos que não estão trabalhando nem estão procurando emprego, não estão estudando e não são responsáveis pelas tarefas domésticas. Por exemplo, se vigiar uma casa é considerado uma tarefa doméstica, essa pessoa não seria um NEET.

Resumindo, como eu faço minha parte na respeitável atividade social de procurar emprego, eu não sou nem um NEET nem um Hikikomori.

Eu mais uma vez confirmei isso enquanto checava os detalhes da habilidade ‖Hikikomori‖.

‖Hikikomori‖: habilidade do tipo mágica | Desempregado Lv80

“Uma habilidade que cria um buraco que leva para um subespaço e constrói um mundo do outro lado”

“É possível usar várias funções com o consumo de |MP⟩”

… o quê?

Uma magia chamada ‖Hikikomori‖?

Mesmo assim, ela passa a impressão de ser uma incrível magia que pode até ser considerada como ‖Magia Espacial‖.

(Carol): “Qual o problema, Ichino-sama?”

(Ichinojo): “Nada. Me dê um momento… abrir lista de magias”

Várias magias foram adicionadas.

Provavelmente é graças ao ‖Conceder Magia‖. Havia muitos feitiços que pareciam ser usados em espadas como a ‖Forma de Fogo‖ ou a ‖Forma de Relâmpago‖.

Isso já era maneiro o bastante, mas havia uma entrada no final da lista…

‖Meu Mundo‖ Lv | Consumo de |MP: 0

Uma magia sem Level e sem consumo de |MP, huh?

(Ichinojo):‖Meu Mundo‖!”

Eu estiquei meus braços para frente e ativei a magia.

Então, um buraco apareceu na minha frente.

(Ichinojo): “… então este é o meu mundo, huh…”

Eu disse isso e…

Instantaneamente…

Eu estava em outro mundo.

Um mundo puramente branco. Um mundo sem o em cima e embaixo.

Ele me lembrava… o mundo onde eu conheci as Deusas.

Um mundo sem gravidade.

Definitivamente, este lugar não é adequado para se viver.

Se eu vivesse em um lugar desses, meu corpo seria esmagado pela gravidade assim que eu retornasse para o mundo original.

Lá havia um item flutuando.

Um livro.

Eu estiquei minha mão e agarrei o livro que estava próximo de mim.

Esse livro só tinha duas entradas escritas nele.

“Por favor, escolha sua opção favorita:”

Criar Estrela[3]: Consumo de |MP– 50”

Permitir Criação: Consumo de |MP– 50”

Criar estrela?

Esta parece ser mais uma tarefa que precisa ser feita primeiro, assim, enquanto eu ponderava sobre o que fazer quanto a essas palavras, eu marquei as letras.

Subitamente, uma superfície apareceu embaixo de meus pés.

Era uma terra árida com solo vermelho.

Eu senti a gravidade ao mesmo tempo.

Aparentemente, eu fiz uma estrela… um corpo celestial.

Apesar disso, o consumo de |MP foi apenas 50 pontos.

Não havia um Sol ou uma Lua no céu.

Só havia um espaço puramente branco se espalhando pelo céu de tal forma que eu não precisaria me preocupar com a iluminação.

Eu me perguntei se a fotossíntese[4] seria possível com esta luz e se seria possível plantar algo aqui ou não.

Olhando para trás, eu vi o buraco no espaço.

Enquanto segurava o livro, eu me aproximei desse buraco com a minha mão.

De repente… eu fui sugado pelo buraco e estava de pé…

Em cima da grama de uma planície.

Parece que eu voltei para minha localização original.

O buraco continua aqui. Quando eu recitei em minha mente para ele sumir, a fissura no espaço desapareceu diante de meus olhos.

(Haru): “Mestre!”

(Carol): “Ichino-sama!”

(Marina): “Ichino!”

As três se apressaram até mim.

Carol estava com seus olhos vermelhos. Ela deve ter chorado.

Bom, elas provavelmente se preocuparam já que eu fui sugado de repente por um espaço esquisito.

(Ichinojo): “Desculpem por deixa-las preocupadas. A habilidade que eu acabei de adquirir parece ser um tipo de habilidade que me permite criar e entrar no meu próprio mundo”

(Haru): “Um mundo pessoal!? Eu nunca ouvi falar de tal habilidade… é um tipo de ‖Magia Espacial‖? Qual é o nome da habilidade?”

(Ichinojo): “Hikiko… é chamado de ‖Meu Mundo‖

Justo quando eu estava a ponto de dizer Hikikomori, eu anunciei o nome da magia.

(Ichinojo): “Deixando isso para lá, vamos voltar para a cidade agora. Parece que eu vou ter que inspecionar muitas coisas sobre essa habilidade…”

O livro que eu deveria ter trazido comigo desapareceu.

Parece ser impossível tirar o livro de lá.

Enquanto eu estava desaparecido, a fissura no espaço parecia estar lá. Contudo, as três não conseguiram entrar.

Há algo curioso sobre isso.

“Permitir criação”. Em outras palavras, isso significa que uma pessoa em posse disso será capaz de entrar no meu mundo?

É claro que a utilidade dessa habilidade é enorme.

Era um terreno muito grande. Dependendo da condição da terra, pode ser bom começarmos algum tipo de plantação lá.

Além disso, pode ser uma boa ideia construir uma casa também.

Meu sonho estava se expandindo.

Aliás, será que é possível fechar o espaço enquanto alguém ainda está lá?

O que acontece com a pessoa quando eu fizer isso?

Eu vou aparecer no mesmo local, não importa onde eu crie a fissura?

Eu preciso inspecionar vários aspectos dessa habilidade.

(Ichinojo): “Há algumas coisas que eu preciso verificar. Eu volto logo”

Eu disse isso antes de ativar minha magia mais uma vez.

(Ichinojo):‖Meu Mundo‖!”

A fissura no espaço apareceu e assim que eu entrei, eu apareci no mesmo local de antes.

Era um grande terreno vermelho, então eu não posso dizer que era exatamente o mesmo lugar, mas, por enquanto, eu apenas peguei o livro que estava caído no chão.

“Por favor, escolha sua opção favorita:”

Expandir Estrela: Consumo de |MP – 500”

Permitir Criação: Consumo de |MP – 100”

Criar Lixeira: Consumo de |MP – 200”

Criar Nascente de Água: Consumo de |MP – 100~”

Nutrir a Terra: Consumo de |MP – 50”

Criar Mina: Consumo de |MP – 500~”

Criar Vulcão: Consumo de |MP – 700~”

Criar Lago: Consumo de |MP – 300~”

Transição de Tempo para as Plantas: Consumo de |MP – 1/dia”

Várias entradas novas apareceram.

Mas, 700 pontos de |MP, huh. Que magia de larga escala. Aliás, a criação de um vulcão pode mesmo ser considerada uma magia de larga escala?

O que será que acontecerá se eu criar um lago?

Este lugar vai subitamente virar um lago?

As coisas que eu preciso investigar continuam aumentando.

A propósito, eu estou preocupado sobre o porquê o consumo de |MP para criar uma lixeira ser maior do que o para criar uma nascente de água.

Havia outras opções que eu estava interessado, mas eu deixei o livro onde ele estava, peguei uma flecha da minha [Bolsa de Itens] e a espetei no chão na frente de onde eu estava.

Portanto, quando eu voltar para a estalagem e voltar aqui de novo, eu vou ser capaz de descobrir se eu apareço no mesmo lugar.

Seria ruim deixar todas se preocupando, então eu rapidamente saí desse mundo.

Como eu parti depois de avisa-las, elas não ficaram preocupadas desta vez.

(Ichinojo): “Muito bem, minhas preparações estão completas, então vamos voltar. Assim que eu terminei de inspecionar vários aspectos, eu acho que poderei convidar vocês três para o meu mundo”

(Haru): “Eu vou esperar ansiosa por isso”

(Carol): “Parece ser possível começar vários tipos de negócios com isso…”

(Marina): “O mundo de Ichino, huh… cuidado para que nós não vejamos o que você guarda debaixo da sua cama”

O que diabos Marina está dizendo?

Não mencione cama. Não há nem mesmo uma casa ou um quarto e os Doujinshis estão na minha [Bolsa de Itens].

Depois disso, eu caminhei junto das três e voltamos para |Ferruit|.


Nota do Autor (Yousuke Tokino)

Será que só com o ‖Meu Mundo‖ os gastos com roupas, comida e abrigo serão cobertos?


[1] NEET é uma sigla em inglês que significa “Not in Education, Employment or Training”, que traduzido para o Português ficaria como “Não em Educação, Emprego ou Treinamento”. Essa palavra é usada para falar de pessoas que não estão matriculadas em escolas, cursos, ou ensino superior, não estão empregadas ou trabalham autonomamente, e não estagiam em alguma empresa. Ou seja, elas não contribuem para a sociedade e não estão tentando se habilitar a contribuir.

[2] Weekly Shonen Jump é uma revista semanal de mangás publicada pela editora Shueisha. É uma revista de mangás best-selling, como também um dos mais longos; a primeira edição foi lançada com a data de 1º de agosto de 1968 em sua capa. As séries de mangás dentro da revista tem como público alvo os homens e consiste em várias cenas de ação e de comédia.

[3] Estrela no sentido de corpo celestial, como um planeta.

[4] Fotossíntese é um processo físico-químico realizado pelas plantas, que utilizam dióxido de carbono e água, para obter glicose (energia) através da energia da luz solar.