De pé em um campo de pedras. A batalha vai começar logo

Uma hora se passou no meio de nossa colheita de tomates, assim, Haru substituiu Malina.

Os olhos de Malina também ficaram esbugalhados pelo choque do sabor dos tomates quando ela os comeu.

Depois disso, nós colhemos os tomates e os colocamos no saco que eu comprei.

(Ichinojo): “No entanto, isto definitivamente é um mistério. Para as plantas crescerem em um piscar de olhos… dióxido de carbono, água e luz são necessárias para a fotossíntese. As plantas absorvem a água da nascente em um instante?”

Elas deveriam precisar de uma enorme quantidade de luz para a fotossíntese, não é?

Como elas conseguem juntar a luz necessária?

Em primeiro lugar, por que este mundo é tão brilhante?

Muitos aspectos são misteriosos demais.

(Carol): “O que é tão misterioso em criar uma nascente e fazer plantas crescerem usando |MP?”

Carol calmamente apontou isto.

Isso também é verdade.

Em primeiro lugar, meu senso comum do Japão não funciona neste mundo chamado |Outro Mundo|.

Ao usar magia e gastar |MP, uma pessoa pode criar fogo, pedra ou água.

Então eu não vou chegar a lugar nenhum se focar demais nos detalhes.

(Ichinojo): “Que tipo de sementes você trouxe Malina?”

(Malina): “É uma… é uma semente de uma planta aquática”

(Ichinojo): “Planta aquática?”

Plantas aquáticas não me parecem ser comestíveis.

(Malina): “Sim. Já que você fez uma fonte de água, eu pensei em transforma-la em um tanque de peixes”

Malina disse isso enquanto encarava o chão.

(Ichinojo): “Tanque de peixes, huh… com certeza será divertido se pudermos pescar algo. Os peixes não devem crescer tão rápido quanto as plantas, mas pode ser bom esperarmos pacientemente que eles cresçam também. Assim poderemos pescar!”

Eu joguei as sementes da planta aquática no lago e acelerei ainda mais o crescimento das plantas.

O trigo já estava brilhando com uma cor dourada.

Parece que eu posso colher o trigo agora.

(Ichinojo): “Ah… não temos nenhuma ferramenta para a colheita…”

(Carol): “Várias ferramentas serão necessárias se quisermos transformar o trigo em farinha depois da colheita, então nós devemos apenas colhe-lo depois de prepararmos todas as ferramentas”

Eu acho que isso é verdade… haaaa. Se eu soubesse que seria assim, teria sido melhor plantar sementes de plantas como macieira no lugar do trigo.

Eu decidi deixar este mundo por hoje.

Quando nós voltamos para o quarto, Haru estava sentada tranquilamente ao lado da cama de casal.

Como se ela fosse uma guarda protegendo a cama.

Eu acho que teria sido perfeito se ela estivesse com uma Naginata[1].

(Ichinojo): “Haru, você poderia ter sentado na cama, sabia?”

(Haru): “Mas esta é a cama onde o mestre vai descansar”

(Ichinojo): “Você não precisa se preocupar com esse tipo de coisa”

Haru é rigorosa demais.

Essa característica dela pode ser seu ponto forte ou seu maior defeito.

Eu preferia que ela simulasse um pouco da imprudência de Marina.

Contudo, este é um dos pontos mais encantadores de Haru, então não sei como agir.

(Ichinojo): “Nós comemos muitos tomates, eu acho que não vamos precisar almoço, certo?”

Mesmo que o almoço tenha consistido apenas de tomates, eu sinto que foi uma refeição consideravelmente luxuosa.

(Ichinojo): “Portanto, como planejamos, devemos ir acampar?”

Levels que só podem ser obtidos através de batalhas.

Desta vez, Malina… não, Marina agora é capaz de usar o [Arco do Vento] e meu Level também aumentou.

Nós consideramos aumentar o emprego de Tentadora de Carol durante o dia, mas… bem, depois de levarmos várias coisas em consideração, nós decidimos usar a habilidade de Carol a noite e aumentar seu Level.

(Carol): “Carol também pode usar o ‖Encantar‖, então eu definitivamente serei útil”

(Ichinojo): “Ah. Estou contando com você”

Quando eu acariciei a cabeça de Carol, ela exalou um humor de extrema alegria.

Nós falhamos da última vez, mas eu pensei em várias estratégias para essa próxima tentativa, então eu me pergunto se nós seremos capazes de deixa-la chegar a um Level mais alto de uma única vez.


Há mesmo poucas pessoas deixando a cidade.

As pessoas tentando fugir da destruição da guerra já devem ter fugido ontem.

O processo para deixar a cidade acabou em um instante.

O guarda do portão nos disse para viajar pela estrada do Leste antes de irmos para o Norte se planejamos fugir, mas como não estamos fugindo, eu o agradeci e nós começamos a caminhar para o Sudoeste.

Nós caminhamos por quatro horas em direção ao Sudoeste.

Nós saímos da planície e chegamos em um campo de pedras.

Eu peguei a areia com minha mão e deixei ela cair.

Ela caiu indo em direção ao Norte.

Parece que o vento está vindo do Sul.

O Sol já se pôs no horizonte.

(Ichinojo): “Incrível… então esses são os soldados deste país?”

Eu olhei para o Norte do campo de pedras.

Eu vi muitas pessoas a quase dez quilômetros a frente.

Eles pareciam do tamanho de grãos de areia daqui, mas um esquadrão de soldados estava se reunindo.

Eu não poderia mesmo detalhar a imagem dos soldados, mas eu podia claramente ver alguns tipos de bandeiras de guerra de nossa posição.

A visão de Haru é aparentemente melhor do que a minha e ela poderia até distinguir cada uma delas de onde estávamos.

Baseado na informação que Carol obteve, a escala do exército era de aproximadamente 400 soldados e parece que eles eram, em média, Espadachins Lv20.

Se fosse um indivíduo com a classe de general, aparentemente, ele seria um Espadachim Lv30.

Eu não sei quão forte isso seria.

Parece que eles planejam enfrentar a horda de monstros aqui.

Não teremos problemas se o lado humano vencer.

Se os soldados perderem, eu planejo atrair os monstros para a nossa posição usando a habilidade de Carol.

É claro que não teremos problemas quanto a segurança.

Nós só lutaremos com os inimigos com ataques de longa distância e nós iremos fugir para o ‖Meu Mundo‖ se as coisas ficarem perigosas.

É por isso que seremos capazes de lutar com 100% de segurança.

Sem permissão, os monstros não serão capazes de entrar no ‖Meu Mundo‖.

Nós já confirmamos isso usando Fuyun como experimento.

Não há dúvidas, já que Fuyun tentou me morder de raiva depois que ele foi repelido pela fissura no espaço.

(Ichinojo): “Então, vamos jantar? Já que temos os tomates, eu vou cozinhar carne e vou fazer sanduíches de carne com tomate”

Eu disse isso e comecei a preparar o jantar.

A batalha vai começar logo.

(Haru): “Mestre, eu vou ajudar também”

(Ichinojo): “Ah. Haru! Esses tomates já estão cortados! Por favor, pare de estraçalhar eles!”

Eu gritei enquanto olhava para os tomates sendo retalhados.


[1] Naginata é uma espada japonesa tradicional que tinha a forma de um bastão. Elas eram usadas por samurais na era feudal do Japão e era considerada uma arma icônica das onna-bugeisha, as mulheres guerreiras da nobreza japonesa.