O discurso de Ichino

O Sol já se pôs e nós estávamos envolvidos pela escuridão.

Nós estávamos agindo sob o véu do sigilo, então não usamos nenhuma luz ou fogueira.

Luzes de fogo podiam ser vistas de longe. Essas luzes eram provavelmente das fogueiras usadas pelos soldados de |Dakyat|.

Mas eu não podia vê-las claramente.

(Haru): “Os soldados de |Dakyat| parecem estar preparando algo para o jantar”

(Ichinojo): “Haru, você consegue ver até isso?”

Eu sabia que ela tinha boa visão, mas ela era capaz até de dizer esse tipo de coisa na escuridão?

(Haru): “Sim. Os Lobos Brancos preferem a noite. Nossa visão noturna será efetiva contanto que exista luz da Lua”

Haru disse isso sem a intenção de se gabar.

Os Lobos Brancos e a lua certamente têm uma forte ligação.

(Ichinojo): “Isso com certeza é invejável. Eu não posso ver mais do que algumas luzes daqui”

Talvez eu precise que Haru me diga sobre o estado dos soldados de |Dakyat|.

(Haru): “Mestre, você não possui a habilidade chamada ‖Olhos de Falcão‖?”

(Ichinojo): “Hn? Ah, oh. É verdade, eu tenho essa habilidade”

‖Olhos de Falcão‖: outras habilidades, Caçador Lv60

“Permite que o usuário veja uma imagem da terra do alto”

“É possível configurar a altura para até um quilômetro”

Talvez eu deva fazer um teste.

Pensando nisso, eu ativei o ‖Olhos de Falcão‖.

Então, eu senti como se meu corpo estivesse flutuando.

Não, não houve mudança em meu corpo. Minha linha de visão era o que estava subindo em direção ao céu.

Quando eu inclinei minha cabeça para baixo, minha visão também foi para baixo.

Assim, eu vi minha própria imagem abaixo de mim.

(Ichinojo): “É como se eu estivesse tendo uma experiência fora-do-corpo[1]

Quando eu murmurei isso, o eu no chão também abriu a minha boca.

A diferença para uma experiência fora-do-corpo seria que meus movimentos são restritos apenas a subir ou descer.

Eu gradualmente flutuei mais alto e mais alto.

Eu já não podia mais ver as figuras de Haru e eu mesmo devido a escuridão.

Contudo, quando eu olhei para os soldados, eu podia claramente ver as fogueiras espalhadas do céu.

A distância era de fato grande, mas era mais fácil para ver os movimentos dos soldados do céu.

(Ichinojo): “Hn? Isso é…”

(Carol): “Ichino-sama, o que você viu?”

(Ichinojo): “Uwa… ah. Entendo. Mesmo minha visão flutuando para o céu, meu corpo ainda está na superfície, então eu posso escutar a voz de Carol, huh…”

(Carol): “Sim, todas estão aqui”

Quando ela disse isso, eu acho que Carol segurou minha mão.

Um toque gentil foi transmitido através de minha palma.

Foi Haru que segurou minha outra mão?

… e eu também senti uma leve sensação de minhas roupas sendo puxadas.

Malina entendeu a situação e segurou a minha roupa?

Eu estava sozinho no céu, mas na verdade eu não estava sozinho.

Assim, eu olhei para aquilo.

(Ichinojo): “Eu vejo seres se contorcendo na direção Noroeste… parece ser a horda de monstros e eles parecem ser um número enorme. Haru, você pode confirmar isto?”

(Haru): “Não, uma colina está bloqueando minha visão daqui… ah. Os soldados estão atirando flechas. Parecem ser flechas de fogo”

(Ichinojo): “Ah. Então eram as flechas de fogo… uwa. Fogo está se espalhando pela grama da planície”

Acho que eles espalharam óleo antes de soltarem as flechas de fogo porque as chamas se espalharam em um instante.

Eles provavelmente devem ter se livrado da grama para que o fogo não se espalhe e ele provavelmente não vai chegar até a nossa posição.

As chamas se espalharam para o Oeste, mas não parecia que elas estavam seguindo para o Leste.

Com o incrível poder do fogo não era exagero dizer que essa era a maior arma da humanidade. Eu pensei que os monstros seriam erradicados todos de uma vez pelo fogo.

(Carol): “Incrível…”

Eu pude ouvir a voz de Carol.

Ah. É incrível… não parece que vamos precisar agir… ou foi o que eu pensei, porém…

(Ichinojo): “É mentira… não é?”

A horda de monstros nem diminuiu a velocidade.

Eles se jogaram nas chamas sem se preocuparem com as queimaduras enquanto eles seguiam em direção ao Leste… em direção aos soldados.

Isso imediatamente se tornou uma luta corporal.

Graças aos monstros que atravessaram a parede de chamas e que ainda estavam envolvidos pelo fogo, incêndios se espalharam pelo acampamento dos soldados.

(Ichinojo): “Eles começaram a recuar… isso está indo rápido demais!”

Não se passaram nem dez minutos que a batalha começou.

(Haru): “Se eles perderem poder de guerra aqui, eles vão deixar uma abertura para |Korat|. Eles devem ter mudado o objetivo para segurar a horda em |Ferruit|. Também existe a possibilidade de que a horda de monstros ignore os muros de |Ferruit| e siga para o Leste se eles tiverem sorte”

(Ichinojo): “Certamente… se os monstros não tiverem um objetivo, essa estratégia pode funcionar”

O comportamento desses monstros era muito anormal.

Aquela cena deles pulando no meio do fogo… era como se eles estivessem sendo manipulados.

Eu cancelei o ‖Olhos de Falcão‖ e voltei para a superfície.

Eu vi Haru e Carol a minha esquerda e direita e Malina atrás de mim.

Eu peguei a máscara da minha [Bolsa de Itens] e a passei para Malina.

Quando ela virou Marina…

(Marina): “Parece que isso se tornou uma situação séria… você precisa da minha força?”

(Ichinojo): “Yeah. Marina, e Haru e Carol também, eu preciso da força de vocês três. Podemos conseguir qualquer coisa trabalhando juntos… mas nós ainda poderemos escapar para o ‖Meu Mundo‖ se a situação ficar ruim”

Eu disse isso com uma risada.

Então, eu olhei para Carol.

(Ichinojo): “Carol. Me parece que você esteve sobre controle da habilidade da Tentadora. Você sentia que só trazia desgraça para quem estava por perto por culpa de suas habilidades. Contudo, suas habilidades irão salvar |Ferruit|

(Carol): “E… ah. Sim! Em. Ichino-sama, por favor, não coloque tanta pressão em mim”

Mesmo eu pensando ter sido um belo discurso apesar de vir de mim, parece que isso deixou Carol nervosa.

(Ichinojo): “Haru, por favor, me ajude com seu ‖Corte‖. Não entre no meio dos inimigos como antes. Iremos fugir também se as coisas ficarem mais perigosas do que os soldados de |Dakyat| enfrentaram”

(Haru): “Eu vou fazer o meu melhor”

(Ichinojo): “Por favor, mantenha essa promessa”

Eu estava preocupado que Haru poderia priorizar minha vida ao invés da dela.

Bem, se a situação ficar crítica, eu provavelmente vou priorizar a vida de Haru no lugar da minha.

(Ichinojo): “Marina…”

(Marina): “Quando o meu terceiro olho se abrir, meu arco mágico irá perfurar todos os corações, destruindo a ampulheta esculpida pela vida que marca a passagem do tempo…”

(Ichinojo): “Longo demais! Bom, é ótimo que Marina está em plena forma”

(Marina): “Ichino. Era isso que eu estava tentando dizer. Nossos sentimentos serão iguais mesmo se você fizer um bom discurso ou não”

Marina me atingiu onde doía mais.

Ela tem razão.

Esta batalha está completamente segura, uma luta sem problemas.

Não é algo como quatro contra alguns milhares ou dezenas de milhares de monstros.

O que nós estamos a ponto de fazer é um estágio bônus baseado na premissa de podermos fugir a qualquer momento.

(Ichinojo): “Todas, vamos nos divertir!”

(Carol, Haru e Marina): “Sim!”

(Ichinojo): “Aqui vamos nós!”

Eu gritei enquanto convertia o emprego de Carol para Tentadora.


[1] Projeção da consciência, ou experiência fora-do-corpo, descreveria um suposto fenômeno paranormal: a “saída” da consciência do corpo humano e uma suposta “manifestação” em uma “dimensão extrafísica”. O Espiritismo denomina esta “dimensão extrafísica” como plano espiritual. A experiência fora-do-corpo pode ser caracterizada também como sendo a sensação de saída ou escape do corpo físico, sendo possível observar a si próprio e o mundo de uma outra perspectiva.