Extermínio de monstros

Trinta minutos depois que eu tive minha boa ideia, Marina e Haru estavam se revezando para atirar com o [Arco do Vento] continuamente.

(Ichinojo): “Hey. Marina. Já está na hora de você trocar com Haru. Haru também pode usar o arco”

(Marina): “Espere um pouco Ichino. Aquela vaca com uma cicatriz no olho deve ser a chefe das vacas. Eu vou trocar depois que derrubar ela”

Marina ergueu o arco e atirou na maior das vacas que tinha uma cicatriz no olho.

Então, ela passou o [Arco do Vento] para Haru começar seu turno.

Os monstros estavam se aproximando.

Assim que os monstros se aproximaram a mais de 500 metros…

(Ichinojo): “Tudo bem Carol. Eu vou remover ela”

Eu alterei o emprego de Tentadora de Carol para Fazendeira.

Assim que o efeito da Tentadora se perdeu, os monstros seguiram para o Leste.

Os monstros na frente tentaram se virar para passar pelos monstros que estavam atrás, mas eles não conseguiram fazer isso com facilidade.

Estava muito congestionado. Os monstros estavam extremamente confusos.

A flecha disparada por Haru atravessou o pé de um monstro enorme, fazendo ele cair no meio do grupo de inimigos.

Isso contribuiu para diminuir os movimentos dos monstros.

Assim, quando os monstros chegaram a uma certa distância, eu mais uma vez troquei o emprego de Carol de Fazendeira para Tentadora.

Os monstros se viraram de novo.

(Ichinojo): “Haru, tem monstros vindo de trás também!”

(Haru): “Okay!”

Haru cuidou dos monstros parecidos com lobos que se aproximavam por trás com o [Arco do Vento].

Atrás de nós era de onde o vento vinha, então os monstros raramente vinham dessa direção. Assim, os monstros ocasionais eram limitados a apenas um ou dois até o máximo de cinco, então nós podíamos lidar com eles facilmente.

Dessa forma, quando os monstros se agrupavam como um dango[1]

(Ichinojo): “Muito bem. Aqui vou eu!”

Eu reuni poder mágico em minhas mãos.

Habilidade: ‖Aumentar Poder Mágico‖

Essa é uma habilidade que consome muitas vezes mais do |MP e precisa de uma certa quantidade de tempo, então não há muitas ocasiões onde ela pode ser usada, mas era possível usar isso aqui com esta quantidade de tempo disponível. Além disso, os monstros estavam até reunidos em um único local.

Eu abri meus olhos e estiquei minha mão para frente em direção ao centro da horda de monstros.

O poder mágico reunido na minha palma aumentou em densidade ao ponto em que ele era visível aos olhos.

Quando eu confirmei que a aura roxa ficou vermelha, eu gritei.

(Ichinojo):‖Aumentaaaar Fogoooo‖!!”

Level de proficiência em ‖Fogo‖ subiu para o Lv2

Ao mesmo tempo que a mensagem apareceu na minha visão, uma enorme bola de fogo voou até a horda de monstros e causou uma enorme explosão.

E ao mesmo tempo, eu caí.

(Haru): “Mestre!”

(Carol): “Ichino-sama!”

(Marina): “Ichino!”

As três gritaram, mas eu me deitei com minha testa no chão enquanto acenava para elas.

(Ichinojo): “Estou bem. Estou bem… eu só fiquei sem |MP

Ah… fazia muito tempo que eu não sentia essa fadiga.

Contudo, meu |MP não chegou ao zero, então eu ainda podia manter a consciência.

Eu me sentei.

Havia uma cratera naquele lugar.

Com quase 500 metros de diâmetro.

Apenas alguns monstros que estavam um pouco fora da área de ataque podiam ser vistos.

Esses monstros foram atingidos pelas flechas de vento de Haru.

Ichinojo subiu de Level

Habilidade de Mago: ‖Magia do Relâmpago‖ evoluiu para ‖Magia do Relâmpago II‖

Emprego: Mago do Fogoestá disponível

Emprego: Mago da Águaestá disponível

Emprego: Mago do Ventoestá disponível

Emprego: Mago da Terraestá disponível

Habilidade de Médico: ‖Equipar Maça‖ evoluiu para ‖Equipar Maça II‖

Habilidade de Médico: ‖Magia de Defesa II‖ evoluiu para ‖Magia de Defesa III‖

Habilidade de Médico: ‖Magia de Cura IV‖ evoluiu para ‖Magia de Cura V‖

ah. O Médico que estava no Lv1 há poucos momentos chegou ao Lv48… o Mago também chegou ao Lv63.

O Desempregado chegou ao Lv85.

Parece possível que eu chegue ao ápice e me gradue do Desempregado logo.

Eu quero alcançar o ápice do Desempregado e me livrar dele o mais rápido possível.

Eu removi a Tentadora de Carol e respirei profundamente.

Esses provavelmente não foram todos os monstros.

Mesmo assim, os soldados devem ser capazes de aguentar por um tempo.

No exato instante que eu tive esse pensamento, a sombra de uma figura parecida com um pássaro se aproximou nos céus.

Oi, oi. Outro inimigo?

Bom, se for apenas um monstro, Haru deve ser capaz de derruba-lo com algumas flechas… ou foi o que eu pensei, mas eu estava surpreso.

A coisa que se aproximava no céu não era um pássaro.

Pteranodonte[2]… um monstro parecido com um pteranodonte.

(Haru): “É um 〈Wyvern⟩!”

Oi, oi. Por que um oponente tão formidável apareceu aqui?

(Ichinojo): “Haru, eu vou confiar a você a tarefa de intercepta-lo. Se parecer não ser possível para nós derrotarmos ele, eu vou usar o ‖Meu Mundo‖. Isso provavelmente vai gastar todo o meu |MP⟩ restante, então por favor, me carregue para dentro!”

(Haru): “Não mestre, está tudo bem. Esse monstro não é um inimigo”

(Ichinojo): “Eh?”

Ouvindo as palavras de Haru, eu mais uma vez olhei para o céu.

Ah. Tem alguém montado nas costas do 〈Wyvern⟩.

Um homem bonito vestindo armadura prateada com cabelos pretos estava lá.

(???): “Você!? É o Kusunoki-kun!?”

Ele sabe o meu nome!?

Agora que eu penso nisso, eu me lembrei depois de olhar para ele melhor.

(Ichinojo): “Já faz bastante tempo… ou não”

Eu acenei para o homem montado no 〈Wyvern⟩.

O homem que era um Cavaleiro Sagrado[3] Lv41.

Mesmo que supostamente seja difícil aumentar o Level de empregos avançados, ele na verdade aumentou dois Levels.

Que tipo de treinamento ele fez?

(Ichinojo): “Suzuki, você está bem?”

Quando eu perguntei isso, Suzuki pulou de uma altura de três metros.

(Suzuki): “Bem, eu estou… saudável? Tem sido terrível em vários sentidos, mas você ouviu as conversas sobre uma horda de monstros seguindo para |Ferruit|? Eu vim para exterminar esses monstros, mas eles passaram por aqui?”

(Ichinojo): “Ah. Se você está falando sobre aquela horda de monstros então eu me livrei de todos eles… mas graças a isso, eu estou nesse estado lastimável”

(Suzuki): “Todos eles? Você derrotou todos eles?”

(Ichinojo): “… hey. Suzuki, você poderia me dar uma [Poção de Mana] se você tiver uma? Eu vou te dar este tomate”

(Suzuki): “Ah. É claro. Aqui”

Suzuki pegou um frasco e passou para mim.

Estou salvo.

Eu recebi a [Poção de Mana] e a bebi em um gole.

Ooo. O torpor em meu corpo sumiu em um instante e eu me sinto mais leve.

Em troca, eu passei a ele um tomate, mas Suzuki franziu o cenho.

(Ichinojo): “… qual o problema?”

(Suzuki): “Nada. É só que eu não gosto de tomates… eu vou dar isto para Miles”

Ele disse isso enquanto guardava o tomate em sua [Bolsa de Itens].

Que desperdício não comer este delicioso tomate.

(Ichinojo): “Agora que você mencionou, onde estão as garotas?”

(Suzuki): “Eu pedi que elas voltassem para proteger a cidade. Eu vim para diminuir o número de monstros mesmo que eu só pudesse usar um pouco da minha vantagem área, mas…”

(Ichinojo): “Não há mais necessidade disso”

(Suzuki): “Yeah. É ótimo que eu não precise mais me preocupar com isso. Depois disso, eu planejava visitar o |Labirinto| de onde os monstros estão surgindo. Se estiver tudo bem para você, vocês poderiam vir também?”

Eu dei uma olhada em Haru e nas outras atrás de mim depois de escutar o convite de Suzuki.

As garotas provavelmente iriam se juntar a nós se eu dissesse que queria ir.

Mas se nós entrarmos no |Labirinto|, eu não serei capaz de usar a estratégia que nós utilizamos até agora.

O que eu deveria fazer?

(Suzuki): “Eu não vou forçar você a fazer isso. Eu também não acho que eu serei capaz de encontrar a causa dessa situação. Contudo, há cinco pessoas presas dentro do |Labirinto| e eu só desejo salvar elas”

(Ichinojo): “São seus conhecidos?”

(Suzuki): “Não, eu não conheço eles diretamente… você se lembra daquele cara Usuário de Gato? A sobrinha dele, uma garota chamada Milky e seus amigos Julio e Sutchino…”

Suzuki parou por um momento…

(Suzuki): “E também dois aventureiros chamados Jofre e Elise estão aparentemente presos lá dentro”

(Ichinojo): “… Jofre e Elise!?”

Eu gritei sem perceber.

O casal baka[4]. Justo quando eu estava me perguntando por que eles ainda não tinham aparecido, eles supostamente estão em |Ferruit|. Mas o que eles estão fazendo naquele lugar?

(Suzuki): “Você conhece eles?”

(Ichinojo): “… yeah… eu não vou dizer que não vou ajudar eles, porém… eu vou abandonar eles se isso se provar impossível”

Eu disse isso enquanto segurava minha cabeça.


[1] Dango é um bolinho japonês feito de “mochiko” (farinha de arroz), relacionado ao “mochi“. É geralmente servido com chá verde.

[2] O pteranodonte foi um réptil pré-histórico voador da ordem dos pterossauros, que viveu no fim do período Cretáceo (período entre 145 milhões e 66 milhões de anos atrás), na região da atual América do Norte. Foi um dos maiores pterossauros que existiram, com cerca de 7,5 m de envergadura.

[3] A partir desse capítulo, o autor troca o emprego de Guerreiro Sagrado para Cavaleiro Sagrado.

[4] Baka significa “idiota” em japonês.