Epílogo (Volume 04)

Depois que eu escapei do |Labirinto|, eu me separei de Suzuki.

Julio, Sutchino e Milky pareciam estar exaustos, então ele pensou em deixar eles montarem em Pochi, mas como as lãs douradas que Sutchino carregava eram um grande estorvo, Sutchino iria retornar a pé e ele ofereceu seu lugar para Elise, mas ela disse que não queria se separar de Jofre. Assim, no fim, Suzuki partiu apenas com Milky e Julio.

Jofre e Elise seguiam na frente enquanto montavam no Centauro que caminhava sem pressa. Sutchino e nós caminhamos atrás.

Depois de ouvir Carol e Marina contarem sobre o Rei Dragão que era grande o bastante para cobrir o céu, eu fiquei com muita vontade de encontrar ele.

Então, eu chamei Sutchino que estava caminhando mais atrás.

Mesmo ele não estando machucado, ele estava cansado por passar alguns dias no |Labirinto| e, considerando o peso da lã dourada que ele estava carregando, estava dentro das minhas expectativas que ele acabasse ficando para trás. Eu me ofereci para carregar metade delas, mas Sutchino recusou com firmeza.

Jofre se ofereceu para carregar as lãs em sua [Bolsa de Itens] para que Sutchino pudesse montar nas costas de Pochi, mas ele disse que ele mesmo iria carregar elas.

(Sutchino): “Infelizmente, eu sou incapaz de confiar em outras pessoas como Julio. Mas, obrigado por nos salvar”

(Ichinojo): “E essa frase final poderia ser explicada porque agradecer não custa nada?”

(Sutchino): “Haha. Bem, eu vou ao menos pagar suas despesas assim que voltarmos para casa, já que meus pais são donos de uma estalagem”

Se a estalagem é a sua própria casa, então você não estaria apenas me emprestando um quarto ao invés de me pagar um?

Agora que penso nisso, a proprietária e o taverneiro estavam falando sobre o filho deles que não voltou para casa. Quem sabe esse filho não é Sutchino?[1]

Se for esse o caso, eu já paguei as taxas de hospedagem.

Seria desconfortável se eu pedisse para eles me devolverem o que eu paguei.

Eu não sou tão apegado a dinheiro, então está tudo bem.

Eu disse a Sutchino que se ele tivesse problemas para carregar as lãs ele poderia me pedir ajuda a qualquer momento e voltei para Haru e os outros.

(Haru): “Mestre, agora mesmo…”

Eu já perdi as contas de quantas vezes Haru abaixou sua cabeça.

(Ichinojo): “Como eu disse, não se preocupe com isso. É compreensível já que você conheceu a Deusa-sama que você admira. Não é de se estranhar que você desmaiou. A propósito Haru, que habilidade você recebeu? Não foi um item, então foi uma habilidade, certo?”

(Haru): “A habilidade que eu adquiri foi a ‖Lança Tripla‖. Quando eu ataco com uma lança, duas cópias dela irão se materializar. É uma habilidade famosa entre as técnicas com lança concedidas pela Deusa-sama. Ela não é exclusiva para lanças, mas também pode ser usada com uma espada, então eu devo agradecer a Setolance-sama”

Haru disse isso enquanto ela encarava uma pequena árvore por perto e a apunhalou com sua espada favorita… [Presa do Dragão de Fogo].

Ao fazer isso, eu vi a espada dela se dividindo em três.

Contudo, elas não eram apenas ilusões como as três marcas na árvore mostravam.

(Ichinojo): “Isso certamente parece uma técnica conveniente”

(Carol): “O que Ichino-sama recebeu?”

(Marina): “Foi provavelmente um esfregão”

Marina respondeu à pergunta de Carol por mim.

É você que é amada pelos esfregões!

(Ichinojo): “Infelizmente, foram Sutchino e Julio que receberam esfregões. Eu recebi a ‖Magia Quotidiana‖

Mas esta ‖Magia Quotidiana‖ é muito questionável.

É claro que ela é sem dúvidas uma magia útil.

Particularmente, o ‖Limpar‖ é muito útil neste mundo onde banhos não são mesmo populares.

‖Purificação‖ parece funcionar da mesma maneira, mas pode ser possível usar a nova habilidade com as outras habilidades como o ‖Quarto do Silêncio‖.

Eu senti que deveria existir alguma magia parecida com a ‖Magia Quotidiana‖ para períodos noturnos, ou ela provavelmente seria chamada de ‖Magia Quotidiana Sexual‖[2].

Mas deve ser porque eu não uso elas corretamente.

(Carol): “Isso significa que Ichino-sama atingiu a ‖Magia Quotidiana III‖? Então cozinhar vai ficar mais fácil a partir de agora”

(Ichinojo): “Eh? Cozinhar?”

(Carol): “Sim. ‖Magia Quotidiana III‖ é a magia usada para cozinhar”

Cozinhar, huh

Eu fiquei aliviado depois de ouvir as palavras de Carol.

Eu estava me perguntando o que aconteceria se uma magia como ‖Recuperação de Energia‖ aparecesse.

‖Limpar‖ para cuidar das roupas; ‖Quarto do Silêncio‖ para uma residência se tornar à prova de som e agora uma habilidade de cozinha. Em outras palavras, é uma habilidade para melhorar a comida, as roupas e sua casa.

Isso é mesmo muito bom.

(Ichinojo): “Abrir lista de magias”

Eu queria ver que tipo de magia eu adquiri só por precaução, então eu abri minha lista de magias.

Assim…

(Carol): “A habilidade adquirida com a ‖Magia Quotidiana III‖ é…”

No meio da explicação de Carol, eu vi o nome da magia.

‖Criação de Óleo‖.

Sem tempo para considerar o significado por trás desse nome, Carol anunciou a resposta antes que eu fizesse a pergunta.

(Carol): “Uma magia para produzir óleo”

(Marina): “Óleo, huh. Parece muito conveniente para fritarmos comida”

Enquanto Marina ria, Carol concordou e continuou sua explicação.

(Carol): “Ela pode ser usada para cozinhar ou como combustível e ao aumentar a proficiência, muitos tipos de óleo podem… Ichino-sama, qual o problema?”

Carol me perguntou quando ela notou que meu corpo estava tremendo.

Mas eu… imaginei um uso inesperado para a magia, ou eu posso dizer que isso é só uma expectativa para o futuro…

(Ichinojo): “Como imaginei, isso não passa de ‖Magia Quotidiana Sexual‖!!!”

Eu gritei sem pensar.

Carol e os outros ficaram com expressões que diziam “Isso é algum tipo de ‖Magia Quotidiana‖?”, mas neste ritmo, eu senti que aceitei essa magia.

É certo que a partir deste ponto, isso irá se tornar uma história R-15[3].

É mesmo ótimo que Miri não esteja aqui.

E assim, a expressão preocupada de minha irmã mais nova, que ainda não tinha chegado a 15 anos de idade, ao ouvir o que eu acabei de dizer, veio a minha mente.


Enquanto isso…

Dentro de um quarto escondido como uma enorme árvore entre |Florence| e |Belasra|

(Miri): “Eu voltei… |Outro Mundo|

Miri estava de pé lá.

(Miri): “Onii, espere por mim”


Nota do Autor (Yousuke Tokino)

A partir do próximo capítulo, a história com Miri como protagonista irá começar por um pequeno período.

Os capítulos secundários com Miri como protagonista irão acabar em uma semana e a história principal com Ichinojo como o protagonista irão continuar na próxima semana.


[1] Ichinojo ouviu essa conversa entre os donos da estalagem de Ferruit no capítulo 087.

[2] O autor fez um trocadilho aqui. A forma como “Magia Quotidiana” e “Magia Quotidiana Sexual” são lidas é igual em japonês, o que muda são os caracteres usados para escrever as duas palavras.

[3] R-15 é uma classificação etária para histórias que são consideradas adequadas apenas para pessoas com 15 anos ou mais.