As aventuras de Miri (Parte 02)

Mesmo Miri tendo aparecido tão tarde da noite, Margaret preparou o jantar para ela e depois de receber o que ela considerou ser uma hospitalidade aceitável de alguém como Margaret, Miri acordou em seu quarto…

… em um quarto que o irmão dela uma vez dormiu.

É claro que não haviam traços de seu irmão restando neste lugar.

(Margaret): “Bom dia Miri-chan”

Margaret cumprimentou Miri.

Levando o futuro em consideração, Miri decidiu seguir com o nome Miryuu que estava em seu status.

Foi só uma coincidência que ele poderia ser encurtado para Miri. O homem chamado Margaret parecia dar apelidos para as pessoas ao tirar dois caracteres de seus nomes.

A propósito, ontem, quando ela se apresentou de forma parecida para Norm depois que ela voltou do trabalho após o jantar, Norm chamou Miri de Miryuu-chan.

(Miri): “Bom dia Margaret-san. Onde está Norm-san?”

(Margaret): “Run-chan deve estar praticando com sua lança no quintal, já que hoje é o dia de folga dela”

Miri pensou que isso seria conveniente.

Ela precisava agir em conjunto com a garota que seu irmão ajudou. Essa era uma das tarefas que ela se impôs.

Quando ela seguiu para o quintal, Norm tinha acabado de terminar seu treino e estava limpando seu suor com uma toalha.

(Miri): “Norm, bom dia”

(Norm): “Bom dia Miryuu-chan”

(Miri): “Erm. Eu tenho um pedido para Norm”

(Norm): “O que foi? Você pode me pedir qualquer coisa”

Norm sorriu enquanto ela dizia isso.


Uma hora depois… em outras palavras, depois do café da manhã, Norm estava arrependida de sua frase imprudente.

“Por que isso terminou assim?”, era o que ela estava se perguntando enquanto ela estava de pé diante da estátua da Deusa vestindo uma armadura em forma de biquíni, Setolance, na frente do |Labirinto|.

(Miri): “Muito bem, vamos indo. |Labirinto Avançado| aqui vamos nós!”

(Norm): “Espere um minuto! Isso é perigoso! Pare aí mesmo!”

(Miri): “Não se preocupe. Se Norm não vir, eu vou entrar sozinha, está tudo bem para você? Deixar a irmãzinha do seu benfeitor seguir sozinha?”

(Norm): “Ne, ne. Vamos começar pelo |Labirinto Intermediário|

(Miri): “Não temos tempo. Estou indo”

O |Labirinto Avançado| para onde ela estava seguindo estava cercado por um muro sólido para prevenir a pequena possibilidade de uma infestação de monstros.

Inicialmente, Norm trouxe ela aqui porque Miri disse que queria ver o que tinha dentro do muro.

A estátua da Deusa Setolance estava dentro do muro, então ela pensou que Miri era uma devota que queria rezar para a estátua da Deusa, então Norm voluntariamente aceitou o pedido. Porém, assim que passaram pelos muros, Miri nem olhou para a estátua da Deusa enquanto ela caminhava para o círculo de transferência na entrada do |Labirinto|.

Além disso, esse era o mais perigoso entre os círculos de transferência e enviava as pessoas para o andar mais baixo.

Mas isso só deixou Norm mais tranquila.

Porque os círculos de transferência só podem transferir uma pessoa para andares em que ela já esteve antes. Assim, Miri não seria transferida.

Foi isso o que ela pensou.

Foi por isso que ela, inadvertida e despreocupadamente, entrou no círculo de transferência para segurar a mão de Miri.

No instante seguinte, as duas apareceram no andar mais baixo do |Labirinto Avançado| e um enorme Dragão com escamas roxas estava esperando diante dos olhos delas.

Norm quase sentiu sua consciência fugindo por um instante quando o enorme Dragão rugiu.

Mas mesmo assim, a única coisa que a fez se manter consciente foi o seu sincero desejo de salvar a irmã mais nova de seu salvador.

(Norm): “… Miryuu-chan… corra”

As palavras de Norm que não soaram como palavras foram apagadas pela voz de ninguém menos que Miri, quem ela queria salvar.

(Miri):‖Mil Espadas das Trevas‖

Incontáveis espadas negras apareceram em volta do Dragão enquanto Norm ouvia o nome de uma magia que ela nunca tinha escutado.

Não era de se estranhar que Norm não sabia nada sobre essa magia.

Este era um encanto letal que só podia ser adquirido por Magos Negros Lv80. Entretanto, encontrar uma pessoa com ‖Magia Negra‖ ou ‖Magia da Luz‖ já era bastante difícil.

Este era um feitiço fantasma que ninguém entre os humanos adquiriu.

No máximo, apenas o homem que é o líder dos Elfos das Trevas e que sucumbiu a escuridão poderia usar essa magia até certo ponto.

As espadas que apareceram em volta do Dragão o perfuraram todas de uma vez.

E assim, a vida do Dragão foi ceifada em um instante. Ele morreu deixando escamas de Dragão, carne de Dragão e uma [Pedra Mágica] antes de desaparecer.

Para o Dragão que possuía forte resistência contra magia, foi provavelmente algo inesperado até seus últimos momentos.

Miryuu subiu de Level

Ao mesmo tempo, o sistema de mensagens de aumento de Level apareceu na cabeça de Miri.

Depois de confirmar que o Lorde Demônio chegou ao Lv3, Miri caiu.

(Norm): “Mi-Miryuu-chan!”

Quando Norm correu até ela, Miri falou com suas últimas forças…

(Miri): “Eh… estou sem |MP

Ela pensou que seu |MP máximo iria aumentar contanto que ela passasse de Level. De fato, sempre que ela aumentava seu Level como Lorde Demônio, seu |MP iria aumentar no mínimo em 500 pontos.

Mas, infelizmente, desta vez, seu |MP aumentou apenas em quatro pontos e ela só tinha seis pontos sobrando.

Por que isso aconteceu?

As Deusas fizeram algo?

Primeiramente, ela iria questionar Koshmar.

Miri pensou nisso enquanto Norm pegava a [Pedra Mágica], as escamas e a carne e elas deixaram o |Labirinto Avançado|.

Pela tarde, assim que o |MP dela finalmente se recuperou até certo ponto, Miri foi primeiro para a igreja.

(Norm): “Miryuu-chan, você está planejando trocar seu emprego?”

Norm perguntou, mas Miri não afirmou nem negou.

Contudo, é claro que ela não iria mudar seu emprego.

Já que assim que ela mudasse de emprego, ela não seria capaz de voltar a ser Lorde Demônio em uma igreja ou templo comum.

Miri estava curiosa com o emprego que seu irmão Ichinojo escolheu.

De acordo com a nota deixada por Daijiro, ele poderia mudar seu emprego de graça aqui se ele mencionasse o nome de Daijiro.

Quando ela fez uma tentativa e mencionou o nome de Daijiro, ela foi permitida a seguir tranquilamente para a sala nos fundos da igreja.

Lá havia um homem velho com uns 70 anos.

(Padre): “Bem-vinda a igreja de |Florence|. Daijiro é…”

(Miri):‖Marionete Assassina‖

Essa também era um tipo de ‖Magia Negra‖.

A habilidade para manipular outras pessoas livremente.

É lógico que não era uma magia que podia ser adquirida facilmente e ela consumia cinco pontos de |MP por minuto, então, como ela não tinha recuperado completamente o |MP, ela poderia apenas manipula-lo por no máximo cinco minutos.

Mas ela poderia terminar tudo com apenas cinco minutos.

(Miri): “Um homem chamado Ichinojo veio aqui. Diga, que emprego ele escolheu”

Ouvindo a pergunta de Miri, o padre, com uma expressão vazia…

(Padre): “Não, um homem com esse nome não veio aqui”

… respondeu com uma voz sem entonação.

Não veio?

(Miri): “Ele tem essa aparência… olhe direito!”

Isso não podia ser verdade, mas, mesmo depois dela mostrar a foto para ele, o padre disse que ele nunca tinha visto Ichinojo.

Qual o significado disto?

[Miri]: (“Tenho certeza que Onii veio para esta cidade, mas ele não mudou seu emprego?”)

Ela poderia fazer várias conjecturas, mas ela não tinha tempo, então ela decidiu terminar sua missão.

No fim, Miri fez o padre preparar um [Certificado de Aventureira] para certificar que ela era uma Maga Negra, além de um [Certificado de Alquimista], um [Certificado de Herbalista] e um [Certificado de Mascate] que ela guardou em seu subespaço.

Seria mais conveniente ter múltiplas identidades.

Assim, quando ela estava a ponto de ficar sem |MP, ela desfez a magia.

(Miri): “Padre-sama, muito obrigado”

(Padre): “Eh, ah… sim. Que você receba as bênçãos das Seis Deusas”

Mesmo o padre estando distraído porque suas memórias foram completamente apagadas, ele entendeu errado e achou que tinha completado sua tarefa.