As aventuras de Miri (Parte 04)

(Norm): “Erm. Miryuu-chan, é sério, não se esforce demais…”

(Miri): “Eu estou bem. Graças a habilidade que eu adquiri daquela Deusa Orc, minha preocupação de ficar sem |MP foi resolvida em um instante”

Para aventureiros, avançar pelos andares de forma imprudente e acabar morrendo era responsabilidade do próprio aventureiro.

Contudo, Miri… ou Miryuu para Norm, era a irmã mais nova de Ichinojo, a quem ela devia sua vida, então, não deixar Miri seguir sozinha era sua maneira de pagar sua dívida com Ichinojo.

Por esse motivo, de manhã, Norm formou um grupo com ela e a convidou para ir até o |Labirinto Intermediário|.

Entretanto, quando Norm mencionou o |Labirinto Intermediário|, a intenção dela era desafiar apenas os primeiros andares, de forma alguma ela esperava que… elas iriam começar a partir do 90º andar tão subitamente.

Para Norm, essa era a primeira vez que ela estava nesse lugar.

Era de se esperar que ela estivesse amedrontada, mas, ainda assim, ela seguiu com Miri e só conseguia se imaginar fugindo com Miri em suas costas depois que ela desmaiasse.

Sempre que os tentáculos da ‖Pequena Escuridão‖ de Miri sufocavam os monstros e os matavam, a habilidade ‖Absorção de MP‖ era automaticamente ativada. Mesmo ela não sendo perfeita, para Miri, que não precisava mais se preocupar em ficar sem |MP, o |Labirinto Intermediário| era apenas uma construção para adquirir o prêmio pela conquista do |Labirinto|.

Miryuu subiu de Level

Foi seu primeiro aumento de Level desde a derrota do Dragão.

Miri verificou seu |MP e, como esperado, seu |MP não aumentou muito.

Seu |Ataque Mágico aumentou satisfatoriamente, mas, por algum motivo, só o seu |MP não aumentava muito.

Miri encarou Norm que seguia atrás dela.

Como ela formou um grupo com Norm, um quarto de sua experiência estava sendo roubada, mas não era tão ruim ter uma garantia caso ela ficasse sem |MP.

Se ela tivesse |MP, ela seria capaz de usar a ‖Marionete Assassina‖ por um grande período de tempo.

‖Marionete Assassina‖ é uma ‖Magia Negra‖ criada para manipular o companheiro de confiança do alvo para assassina-lo com total certeza.

E a pessoa manipulada irá se mover de acordo com o desejo do usuário.

Durante esse tempo, o potencial de poder dos humanos, que originalmente é suprimido, será liberado e eles serão capazes de usar 100% de suas forças.

Contudo, o uso contínuo desse estado não vai terminar apenas com dores musculares por todo o corpo, não era algo que ela poderia simplesmente usar devido aos efeitos colaterais, então, ao menos que ela se encontrasse no pior cenário possível, ela não pretendia usar isso em Norm.

No entanto, ela usaria isso se estivesse em uma crise.

(Miri): “Nós chegamos na sala do Chefão. Se eu me lembro corretamente, o monstro daqui é uma criatura parecida com um dinossauro”

Ele parecia o Tiranossauro da Terra e era um monstro do tipo réptil enorme que caminhava com seus dois pés.

Sua força era inferior ao do Dragão que ela derrotou ontem pela manhã, assim…

(Miri): “Então, vamos indo”

Mesmo ele sendo um chefe, no instante que ela viu sua silhueta…

(Miri):‖Mil Espadas das Trevas‖!”

… ele foi morto instantaneamente.

Tudo que Miri e Norm viram foi o vislumbre de uma enorme criatura verde.

Parece que o Level de Norm também aumentou. Ela se tornou uma Aprendiz de Lanceira Lv18.

Ela chegou ao ponto em que seria capaz de mudar para o emprego de Lanceira se ela subisse mais dois Levels.

Havia uma estátua da Deusa nos fundos da sala do Chefão.

Ela era uma Deusa com longos cabelos e atributos bem balanceados e Miri pensava que ela era a mais decente entre as Deusas.

Seu nome era Libra. A Deusa da Ordem.

Se vista de forma positiva, Libra podia ser considerada diligente; se vista de forma negativa, ela era inflexível.

Norm ficou de pé diante da estátua da Deusa e se ajoelhou com seus olhos fechados.

Assim, Miri ficou de pé onde estava e aguardou.

[Miri]: (“Tudo bem”)

Ela se ajoelhou e orou. Entretanto, sua oração…

[Miri]: (“Libra, me dê os benefícios da conquista do |Labirinto|. Você escutou de Koshmar sobre as minhas conquistas, não é?”)

… não possuía nenhuma admiração pela Deusa.

Título: Conquistadora do Labirintoevoluiu para Conquistadora do Labirinto II

⟦ Habilidade de Recompensa: ‖Falsificação‖ obtida

Ela mais uma vez adquiriu a habilidade que ela estava esperando.

Apesar de não ser uma simples coincidência, não era um grande feito adquirir essa habilidade aqui.

‖Falsificação de Status é uma habilidade que pode alterar os valores da página de status.

Neste mundo, a habilidade para ver a força do oponente era quase inexistente.

Contudo, há uma exceção quando você está em um grupo. Os membros do grupo podem facilmente ver, além de seu emprego, todas as suas informações.

Isso muda de país para país, mas há lugares que checam o emprego de uma pessoa e outras informações ao colocar a pessoa em um grupo com o oficial de imigração sempre que ela quer entrar no país.

Em consideração a essa situação, ela sentiu que esta habilidade era algo que ela precisava adquirir o quanto antes.

Aliás, a habilidade não podia apenas falsificar o status do dono, mas também o status dos integrantes do grupo.

[Miri]: (“Se Onii continuou como Desempregado por alguma razão particular, ele provavelmente vai precisar da ajuda dessa habilidade cedo ou tarde”)

Por enquanto, Miri mudou seu emprego para um mais adequado.

(Norm): “Sim! Eu adquiri a habilidade ‖Golpe de Três Fases‖. Que habilidade Miryuu-chan recebeu?”

(Miri): “Estamos indo”

(Norm): “Eh? Espere Miryuu-chan?”

(Miri):‖Escapar‖

Ela ignorou as palavras de Norm e fugiu.

As duas apareceram no topo do círculo de transferência.

O |Labirinto Intermediário| era o mais famoso |Labirinto| da cidade, então havia uma incrível fila como de costume.

Entretanto, isso não tinha mais nenhuma relação com Miri.

Já que o |Labirinto Avançado| teria uma melhor eficiência se sua intenção fosse aumentar seu Level.

Quando ela estava saindo da área…

(???): “Erm. Você é Miryuu-chan?”

Um homem jovem do grupo de vigilantes chamou Miri.

(Norm): “Hm? Ban-kun, qual o problema?”

Norm perguntou. O homem chamado Ban era um dos colegas dela.

(Ban): “Ah. Norm-san. Eu recebi um pedido para entregar esta carta para uma garota com marias-chiquinhas chamada Miryuu”

(Miri): “Uma carta para mim?”

Ela recebeu a carta que estava dentro de um envelope branco enquanto ela pensava em como isso era suspeito.

O remetente estava em branco.

Se era dessa forma, então quem exatamente enviou isso?

Nesta cidade, tirando Norm e Margaret, ela só se apresentou na Guilda de Aventureiros.

O rosto do homem que fugiu da Guilda de Aventureiros apareceu na cabeça de Miri e ela pensou que o timing seria muito conveniente se fosse esse o caso. Assim que ela leu o conteúdo do envelope…

[ “Eu tenho informações sobre o seu irmão. Me procure na Guilda de Aventureiros⟧” ]

… isso era o que estava escrito.

E como essas eram as únicas informações da carta, Miri não teve escolha além de ir até a Guilda de Aventureiros.