O nome do ⌊Homúnculo⌋

De alguma forma eu consegui explicar a situação para Haru e Carol e as convenci.

A propósito, o Homúnculo recém-nascido estava vestindo minhas mais novas roupas de algodão de reserva, então ela tinha uma aparência meio masculina no momento.

(Carol): “Então, Torerul-sama estava aqui alguns momentos atrás… que pena. Eu realmente queria conhecer ela”

Carol disse isso com uma expressão desapontada.

Mesmo que eu tenha criado tantos mal-entendidos a respeito de Torerul-sama, ela ainda acredita nela.

Contudo, essa Deusa-sama provavelmente escolheu escapar desse tipo de situação complicada, não é?

(Ichinojo): “Assim, a partir de hoje, este Homúnculo irá trabalhar aqui conosco. Eu também fiquei surpreso quando ela cresceu mais do que eu imaginei”

Homúnculo significa O Pequeno Ser Dentro do Frasco, por isso eu erroneamente pensei que ela seria uma Anã[1].

(Homúnculo): “O mestre preferiria que eu fosse menor?”

(Ichinojo): “… ah, bem. Eu só estava imaginando isso por motivos pessoais. Não importa o que é melhor…”

(Homúnculo): “Eu atualizei as informações do mestre. O mestre prefere garotinhas”

(Ichinojo): “Espere! Isso está errado!”

Por favor, não me acuse de ser um lolicon.

(Carol): “Essa informação não está errada! Ichino-sama prefere garotinhas”

(Haru): “Mestre, garotinhas se refere a idade, não é? Está tudo bem se eu considerar isso como fêmeas mais jovens?”

Carol falou com o Homúnculo enquanto Haru veio buscar uma confirmação.

… eu não sei por que, mas elas parecem ter decidido que eu gosto de garotinhas como se fosse um fato.

Contudo, eu só encontrei garotas fofas como Haru, Carol e Malina, então as aparências das garotas ao meu redor certamente aumentaram drasticamente. Quando eu estava no Japão, não havia nenhuma garota mais fofa do que Miri, mas olhando puramente para as aparências, todas as minhas companheiras têm aparências comparáveis a de Miri e, além disso, todas têm ótimas personalidades.

Sério, se eu não tivesse me encontrado com Koshmar-sama ou Margaret-san, meu senso de beleza teria ruído. Obrigado, obrigado. Bom, entretanto, Margaret-san é um cara.

Eu acho que eu devo ter poderes comparáveis com a bênção de protagonista de Suzuki em termos de encontros com garotas.

(Ichinojo): “De. Qualquer. Forma. Eu não quis dizer nesse sentido e eu criei ela puramente porque pensei que precisamos de mão de obra. Para ser honesto, chegarmos nesta situação era algo que eu não esperava”

(Homúnculo): “Mestre, em outras palavras, você me criou, mas você não me reconhece?”

O Homúnculo voltou seus olhos vazios com pupilas douradas para mim e inclinou a cabeça.

Com ela dizendo isso, parece que eu sou um pai terrível que não reconhece sua própria filha.

Será possível que este Homúnculo disse isso de propósito?

(Ichinojo): “Eu não estou dizendo isso. A partir de agora, eu quero estar em termos amigáveis com você… erm. Como eu devo chama-la?”

(Homúnculo): “Isso deve ser decidido pelo meu mestre”

… ele chegou. O maior de todos os desafios.

Eu estava imaginando se ele iria aparecer.

Merda.

Meu senso de nomes é o pior.

Como ela é um Homúnculo, talvez Homu? Não, isso seria simples demais.

E Cruz seria um nome de homem.

Algo ainda mais inovador do que isso… isso mesmo. Eu troquei tomates por ela, que tal nomeá-la de Tomate?

… não, não. Fuyun era um cavalo, então eu poderia escolher o nome dele irresponsavelmente, mas mesmo que o Homúnculo seja uma alma efêmera[2], ela ainda é uma garota.

Eu não posso dar um nome para ela de forma imprudente.

(Ichinojo): “… ah. Eu definitivamente vou sofrer quando eu me tornar um pai… Haru, você poderia por favor pensar em um nome no meu lugar?”

(Haru): “Eu vou obedecer se for uma ordem do mestre”

(Ichinojo): “… ah. Haru, se você falou isso quer dizer que você não quer, certo?”

Eu não posso mesmo dizer que estamos juntos há muito tempo, mas, mesmo assim, eu ainda acredito que eu entendo Haru.

Eu não vou ser tão mesquinho a ponto de ordenar Haru que faça isso.

Haru concordou com a minha pergunta.

(Haru): “Nomear uma pessoa é uma tarefa que requer responsabilidade. É algo que irá afetar a pessoa pelo resto de sua vida. Não se pode fazer isso sem convicção”

(Ichinojo): “É verdade. Yup. É por isso que eu estava me perguntando se estaria tudo bem para eu decidir isso”

(Carol): “Se Ichino-sama não pode decidir, então quem pode?”

Foi o que Carol disse.

(Carol): “Nosso mestre é Ichino-sama. É o mesmo para esta pessoa também. Assim, Ichino-sama deve ser a pessoa que vai decidir o nome dela”

Entendo, eu acho que isso é verdade.

Eu estava fugindo.

Eu estava tentando escapar da tarefa de nomear ela. Escapar da minha responsabilidade.

Eu tenho que agradecer Haru e Carol por me fazerem perceber isso.

Tudo bem. Eu vou pensar sobre isso com seriedade.

No fim, eu pensei por quase 20 minutos.

(Ichinojo): “Já que ela é um Homúnculo, que tal Homu?”

No fim, eu escolhi o nome que eu decidi usando minha intuição.

Intuição também é importante.

(Homúnculo): “Mestre, eu solicito uma imediata mudança na minha designação”

(Haru): “Mestre, esse nome é um pouco…”

(Carol): “Ichino-sama, por favor, pense mais um pouco sobre isso”

… eu gostaria que elas entendessem que isto era o resultado da minha reflexão.

No fim, depois de uma discussão entre nós quatro, incluindo Homu (nome temporário), que durou três horas…

(Ichinojo): “Mais uma vez. Pionia, prazer em conhece-la”

Eu decidi nomear a garota como Pionia.

Esse nome veio da palavra “Pioneira”.


Ao mesmo tempo…

[Malina]: (“… todos estão… demorando tanto”)

Malina estava sentada em cima da cama sozinha, fielmente seguindo a ordem de esperar no quarto.

Mesmo que ela supostamente seria substituída depois de uma hora, três horas já tinham se passado.

[Malina]: (“Eu quero… ir ao banheiro”)

Foi trinta minutos depois disso que Carol percebeu a situação e voltou.

No fim, ela resistiu sem deixar nada escapar.


[1] Em inglês, a expressão usada foi “Dwarf within a flask”, que seria literalmente “O anão dentro do frasco”.

[2] Efêmera é o mesmo que efêmero, um termo grego que significa “apenas por um dia”. Refere-se a algo passageiro, transitório, de curta duração.