⟦As Sete Estrelas Cinzentas⟧

Deixe-me dizer isso primeiro. Era uma pradaria. Havia árvores aqui e ali, mas como não estávamos dentro de uma floresta, não seria fácil coletar galhos.

Eu disse que iríamos coletar galhos, mas isso foi só uma desculpa para conversar com Haru e eu realmente não tinha a intenção de procurar por galhos.

Eu não poderia deixar Carol e Stella sozinhas por muito tempo, por isso, eu pedi que Haru voltasse primeiro e me transferi para o |Meu Mundo| com a minha habilidade ‖Hikikomori‖.

Ela se chamava ‖Hikikomori‖. Mas as Deusas já aparecerem e até me conseguiram uma assistente, então, apesar de ser um espaço privado, estava muito longe de ser a vida de um hikikomori. Enquanto eu pensava nisso, o que me recepcionou foi uma floresta que se espalhava por toda a minha visão.

E quando eu olhei ao redor, eu vi uma casa de madeira em construção.

Eu a chamei de casa de madeira, mas ela estava sendo construída com uma madeira com uma cor creme.

(Ichinojo): “Incrível…”

(Pionia): “Bem-vindo de volta mestre”

O que era incrível foi o choque inicial de ver o braço direito de Pionia na forma de uma serra.

(Ichinojo): “Isso é um acessório?”

(Pionia): “É metamorfose[1]

Pionia disse isso enquanto seu braço em forma de serra se transformou em um martelo para depois se transformar em uma espada.

Isso é incrível! Parecia possível para ela lutar na vanguarda deste jeito.

(Ichinojo): “Você só pode transformar suas mãos?”

(Pionia): “Não, isso não é verdade”

Pionia respondeu enquanto seu corpo inteiro se transformava.

E a aparência dela… era exatamente a mesma de Haru.

(Pionia): “Desta forma, eu posso livremente alterar qualquer parte do meu corpo. Infelizmente, eu não posso transformar as roupas que eu estou vestindo”

Sem chances! Ela pode até mudar sua voz!?

Além disso, eu me pergunto quantas pessoas nascidas no período Heisei[2] pegaram essa piada. Eu também não conhecia o “Tempo Real”[3].

Deixando isso de lado… uwaa… até os peitos dela cresceram.

(Pionia): “Contudo, isto prejudica meu equilíbrio, então esta forma é mais confortável”

Pionia disse isso e voltou para sua aparência original. Bem, isto combina melhor com Pionia. Yup.

(Ichinojo): “É verdade. Pionia, já que você está construindo uma casa, você tem pedaços de madeira?”

(Pionia): “Se você quer os restos de madeira, eles estão colocados nos fundos da casa, junto com as frutas”

(Ichinojo): “Frutas? Não tomates?”

(Pionia): “Sim. Entre as sementes de árvores que eu recebi da Mestra Haurvatat e da Mestra Carol, só o pinheiro e o carvalho poderiam ser usados como madeira de construção. Eu vou usar a madeira do carvalho para o piso. As sementes que sobraram eram de videiras, macieiras e árvores de fruta-pão[4], então eu as colhi e as armazenei. Eu posso fazer vinho com as uvas se o mestre desejar”

(Ichinojo): “Vamos ver, eu quero ficar com uma certa quantidade, mas não precisa ser demais, certo? Então por favor, faça vinho com as uvas que sobrarem”

(Pionia): “Entendido mestre. Assim, eu posso ter um pouco de |MP, por favor? Eu já usei uma considerável quantidade de |MP

(Ichinojo): “Ah. É claro”

Assim que eu disse isso, eu tirei minha camisa e me virei para Pionia.

Então, eu senti meu |MP se esvaindo enquanto recebia a massagem de Pionia.

(Ichinojo): “A propósito, eu realmente não te dei muito |MP ontem, mas é incrível em ver o enorme número de árvores que você cultivou. Agora que eu estou olhando com mais atenção, aquilo não é um riacho?”

(Pionia): “A respeito do |MP, eu contei com a assistência da Mestra Marina”

(Ichinojo): “Eh?”

Eu olhei para a direção que Pionia estava apontando e vi um chapéu triangular familiar.

Ah. Marina desmaiou.

Provavelmente ela ficou empolgada demais quando foi chamada de Mestra Marina.

Depois que Pionia terminou de consumir meu |MP, eu vesti minha camisa, caminhei até Marina e coloquei minha mão em seu pescoço.

Parece que ela só estava dormindo. A respiração dela estava estável e havia pulsação também.

Eram os sintomas típicos do esgotamento de |MP.

(Ichinojo): “Pionia, da próxima vez, mesmo se Marina falar que está tudo bem, não sugue o |MP dela até ela desmaiar”

(Pionia): “Entendido mestre”

Eu acho que vou deixar Marina dormir aqui mesmo.

(Ichinojo): “Por favor, diga para Marina que eu vou voltar para busca-la amanhã de manhã”

(Pionia): “Entendido. Até lá, eu já terei completado a construção da base do mestre”

(Ichinojo): “Obrigado”

Eu respondi enquanto carrega os restos de madeira e saía do |Meu Mundo|.

Voltando para o |Outro Mundo|, eu caminhei de volta para onde as outras estavam e nós quatro preparamos peixe para comer.

O peixe que Stella preparou era muito delicioso.

Era meio decepcionante saber que entre as companheiras que eu viajei, a primeira que cozinhou uma refeição decente era a Cait Sith Stella.


Haru, Carol e Stella estavam dormindo na carruagem.

Enquanto eu estava ao redor da fogueira vigiando, eu olhei para o céu estrelado.

O tempo para trocar de turnos já tinha passado, mas eu não me sentia com sono, então eu pensei em ficar de guarda por mais algum tempo.

Justo quando eu pensei nisso… algo aconteceu.

Minha habilidade, ‖Detecção de Presença‖, detectou múltiplas presenças.

Contudo, esse número não era apenas um ou dois.

Pelo movimento organizado deles enquanto nos cercavam, eu imaginei que eles eram inimigos.

(Haru): “Mestre!”

(Ichinojo): “Haru, você acordou, huh”

Como esperado. Os oponentes estavam se aproximando da direção em que o vento soprava, então eu não imaginei que ela você capaz de detectar o faro deles e Haru também não deve ter a ‖Detecção de Presença‖. Talvez seja o instinto selvagem dela?

oops. Haru não é um animal selvagem. Isso foi falta de educação, mesmo eu só tendo dito isso para mim mesmo.

(Ichinojo): “Haru, acorde Carol e Stella! São bandidos!”

Eu gritei e ao mesmo tempo…

(??? A): “Oi, oi. Humano. Nós ficaremos zangados se você nos chamar de bandidos nya!”

(??? B): “Nos entregue Stella obedientemente nya”

(??? C): “Oh. Eu sinto cheiro de peixe nya. Entregue o peixe também nya!”

(??? D): “Entregue a [Vinha de Prata] também nya!”

(??? E): “Não precisamos de dinheiro, então apenas nos entregue a comida nya!”

(??? F): “Ah. E nós entregue Stella também nya!”

Eles anunciaram isso enquanto apareciam ao nosso redor. Eles eram seis gatos cinzentos… não, são Cait Siths.

Todos eles estavam armados com espadas do tamanho de adagas.

(Ichinojo): “Oi. Stella, eles são seus amigos?”

(Stella): “Sem… sem chances. Para As Sete Estrelas Cinzentas virem até aqui… o que aconteceu com o Rei nya…”

Stella estava dizendo algo estranho enquanto fazia uma pose diferente.

Erm. Sério, o que está acontecendo?

Apesar de supostamente estarmos em uma missão especial para coletar [Vinha de Prata], como eu já estava imaginando, isto nos levou para uma situação complicada como essa.

Contudo, antes de mais nada, tem algo que eu preciso perguntar.

(Ichinojo): “Por que só há seis de vocês se vocês são chamados de As Sete Estrelas Cinzentas?”


[1] Metamorfose significa mudança, é a transformação de um ser em outro. De uma forma em outra.

[2] Heisei é a atual era no Japão. Esta era começou em 8 de janeiro de 1989, apenas um dia depois da morte do imperador, Hirohito. Seu filho, Akihito, foi quem o sucedeu no trono. O anúncio do início da Era Heisei foi feito pelo então secretário-chefe do Gabinete, Keizo Obuchi, que depois viria a ser primeiro-ministro entre 1998 e 2000. Após sua morte, Akihito passará a ser chamado postumamente Imperador Heisei.

[3] Esta é uma piada envolvendo um programa japonês chamado “Tempo Real”, mas eu não sei explicar qual foi a intenção do autor com essa comparação.

[4] Fruta-pão, jaca-de-pobre, rima ou árvore-do-pão, é uma árvore frutífera, parente da jaca. É uma planta originária da Indomalásia (Java ou Samatra) ou da Malásia; seu fruto é base alimentar para povos ilhéus da Polinésia (Oceano Pacífico). Seus frutos são conhecidos pelo elevado valor nutricional e versatilidade culinária.