A declaração de Jofre e os outros de participarem da batalha

Os sons de pás e picaretas ecoavam no vale.

O caminho estava bloqueado devido ao deslizamento de terra. Lá, dezenas de pessoas trabalhavam para remover a terra e as pedras.

Como o vale era uma área muito rochosa, as pedras eram todas extremamente grandes, então o trabalho de remoção enfrentou dificuldades por eles não conseguirem remove-las sem quebrar as pedras.

(Sutchino): “… isso está completamente errado… sério, sem mencionar ouro, eu não vejo nem sinal de uma mina”

No início, Sutchino estava ansioso pela possibilidade de encontrar ouro, mas depois de um dia… dois dias… três dias de trabalho, ele ficou revoltado com a falta de progresso. Ele também não escutou nenhuma exclamação ao redor de alguém encontrando ouro.

(Julio): “Bem, não diga essas coisas Sutchino. Não é revigorante trabalhar até suarmos assim?”

Usando seu pulso para limpar o suor de sua testa e impedi-lo de entrar em seus olhos, Julio usava a pá para remover a terra e a areia.

Fazendo isso, ninguém seria capaz de imaginar que ele era um antigo delinquente. Ele parecia um jovem com boa natureza, não importava o quanto você olhasse para ele. Sutchino só podia suspirar com a transformação que seu amigo de infância sofreu.

A Sociedade Secreta do Massacre, onde ele tinha o cargo de Presidente, já tinha sido dissolvida.

Sutchino fez isso porque ele queria monopolizar o dinheiro que eles ganharam na batalha anterior.

Contudo, Julio estava diferente. Julio foi completamente enfeitiçado por um homem. E ele decidiu seguir esse homem.

(Jofre): “É algo que eu aprendi com o meu professor no passado, mas tudo tem o que chamamos de ponto crítico. Se você atingir esse local com um único golpe, você será capaz de esmagar qualquer coisa. Olhe isto!”

A pessoa que disse isso era o homem ruivo que Julio admirava: Jofre.

Ele segurou uma picareta e fechou seus olhos.

Tensão cresceu entre Julio e Jofre.

Então…

(Jofre): “Esta é a minha atual capacidade!”

Ele gritou enquanto balançava sua picareta de lado contra a notável rocha.

No fim, graças a estranha força que ele aplicou, o cabo da picareta de Jofre se quebrou e ficou inutilizável.

(Julio): “Como esperado de Jofre-aniki[1]. Quebrando uma picareta com um único golpe! Você é super poderoso!”

Julio exclamou animado. Em seus ouvidos, ele não escutou os gritos ao seu redor que diziam: “Hey você novato, você quebrou outra picareta!?” ou “Você não vai se livrar fácil disso se quebrar outra, entendeu!?”

(Jofre): “Isto não é nada. Para mim, quebrar uma picareta é mais fácil do que quebrar três flechas”

Ele orgulhosamente se gabou com uma anedota[2] que Jofre não entendia e que foi espalhada neste mundo por algum japonês[3].

Então…

(Trabalhador A): “Está aqui! O Exaltado está aqui!”

(Trabalhador B): “Abram caminho! Não sejam um estorvo para o Exaltado!”

(Trabalhador C): “Oferendas! Preparem as oferendas!”

Os trabalhadores abriram caminho. Quem apareceu foi Elise e Milky… montadas em Centauro.

(Trabalhador A): “Centauro-sama, aqui estão algumas ervas daninhas deliciosas que colhemos. Por favor, aproveite”

Depois que um trabalhador disse isso, Centauro relinchou uma vez antes de começar a comer as ervas daninhas.

Nesse momento, Elise desceu de Centauro e correu até Jofre.

(Elise): “Jofreeee! Eu trouxe seu bento! Eu estava querendo te ver tanto”

(Jofre): “Oo. Eliseeee! Eu estive esperando por tanto tempo para te ver! Obrigado por fazer isto para mim”

Trocando palavras que eram inimagináveis para pessoas que só estiveram separadas por três horas, Elise e Jofre compartilharam um abraço quente. Alguém devidamente os trouxe de volta a realidade dizendo “Esse bento é de todo mundo, então não coma sozinho!”

Durante esse tempo, Centauro estava continuamente comendo erva daninha e quando ele estava a ponto de dar a mordida final… havia uma corda ao redor das ervas daninhas e um trabalhador a jogou com toda a sua força atrás de um enorme pedregulho.

Então, Centauro correu atrás delas… naturalmente, na direção do enorme pedregulho…

Centauro atingiu o pedregulho com sua cabeça. O pedregulho se desfez em pedaços.

Entre os aplausos e gritos de alegria, Centauro comeu a porção final de erva daninha como se nada tivesse acontecido.

(Trabalhador A): “Como esperado de Centauro-sama”

(Trabalhador B): “Centauro-sama, nós esperamos que você possa nos ajudar de novo”

(Trabalhador C): “Nós vamos preparar ervas daninhas deliciosas”

Eles abaixaram suas cabeças para Centauro enquanto os trabalhadores carregavam as pedras quebradas.

(Julio): “… como esperado do companheiro de Jofre-aniki, até o seu burro lento não pode ser subestimado”

(Jofre): “Não é? Eu senti que ele era diferente dos outros cavalos no momento em que o vi”

Jofre disse isso com orgulho, mas Sutchino respondeu com ironia em seu coração.

[Sutchino]: (“Você sentiu que ele era diferente dos outros cavalos porque ele é um burro!”)

Assim, enquanto se escondia dos trabalhadores que carregavam as pedras, ele seguiu para as moitas atrás do vale.

Justo quando ele estava a ponto de fugir do trabalho, ele escutou vozes vindo das moitas.

Ele pensou que seriam pessoas que estavam fugindo do trabalho como ele, mas quando ele ouviu com atenção…

(??? A): “Isso é terrível nya! Terrível nya!”

Ele escutou vozes fofas. Por causa da forma única de falar, ele imediatamente pensou que eles fossem Cait Siths. Eles podem ser de uma raça rara, mas eles podiam ser vistos ocasionalmente em |Ferruit|. Eles eram de uma raça moderada que fundamentalmente não gostava de lutar.

(Cait Sith A): “É terrível nya, o Rei morreu nya”

(Cait Sith B): “Eu escutei nya! Nós devemos voltar depressa para a vila nya. A luta para decidir o novo Rei vai começar logo nya”

(Cait Sith A): “Antes disso, nós precisamos reunir cinco lutadores nya! Vamos juntar aventureiros na Guilda de Aventureiros nya! Nós vamos atrai-los com recompensas nya!”

(Cait Sith B): “Nya, você está desejando a posição do Rei nya?”

(Cait Sith A): “Se você é um homem, então você precisa mirar no topo pelo menos uma vez na vida nya”

(Cait Sith B): “Tão maneiro nya! Eu também queria tentar dizer uma frase dessas nya”

(Cait Sith A): “Então você também deve tentar nya”

(Cait Sith B): “Está tudo bem nya? Então eu vou tentar. Se você é um homem…”

(Sutchino): “Oi!”

Interrompendo as palavras do Cait Sith, Sutchino apareceu na frente deles.

(Cait Sith A): “Nya, humano, quando você começou a bisbilhotar nossa conversa nya?”

(Sutchino): “Ao invés de falarmos sobre isso, me digam, o que vocês planejam ao reunir aventureiros? Vai ser algo lucrativo?”


Nessa noite, Sutchino reuniu Jofre, Elise, Julio e Milky e revelou tudo a eles.

Logo, uma luta para decidir o novo Rei iria começar.

Ele não sabia sobre os conteúdos da luta, mas ao reunir cinco lutadores e um Cait Sith para entrar na disputa, vencer permitiria que o Cait Sith se tornasse o novo Rei.

(Sutchino): “Por que nós não participamos também? Nós temos cinco ótimas pessoas aqui. Julio e eu podemos estar lá apenas para completar o time, mas vocês devem conhecer a habilidade de Milky. Além disso, temos Jofre-san e Elise-san. Não temos pontos fracos. Eu vou responder ao Cait Sith amanhã”

(Julio): “Não, não Sutchino. No momento nós estamos com a extremamente importante missão de remover essa terra”

Julio foi o primeiro a discordar. Para ele que normalmente não trabalhava, este trabalho era duro, mas isso foi o gatilho que o fez descobrir as alegrias do trabalho honesto. Ele era o exato oposto de Sutchino.

(Jofre): “Não, está tudo bem. Parece interessante e pode ser o momento em que o ⌈Herói Jofre mostra suas habilidades”

(Elise): “Kyaa. Jofre é tão legal! É verdade, eu vou fazer um bento para nossa viagem”

(Jofre): “Isso mesmo, por favor, faça omelete para mim. A omelete de Elise é a melhor de todas”

(Julio): “Como esperado de Jofre-aniki! Eu vou seguir o aniki e gravar a imagem desse bravo guerreiro em meus olhos!”

Dizendo o completo oposto do que tinha dito antes, Julio decidiu seguir Jofre.

(Julio): “Ah. Mas no lugar de Sutchino e eu, você não deveria convidar Jo-aniki e Haru-anego[4]?”

(Jofre): “Não, nós iremos com os cinco que estão aqui! Eu estou aqui afinal, você pode confiar em mim”

Dando uma olhada em Jofre que estava rindo alegremente, Sutchino finalmente falou com Milky.

Milky respondeu com um “Nn. Claro” e anunciou que ela iria se juntar a eles sem muito entusiasmo.

Assim, os integrantes se reuniram, mas…

(Sutchino): “A propósito Julio. Você chama Jo-san e Haru-san de aniki e anego, mas por que isso?”

Sutchino involuntariamente perguntou isso a Julio.

Então, Julio respondeu com uma expressão que dizia “Por que você está perguntando algo tão óbvio?”

(Julio): “Ele é companheiro de Jofre-aniki. Como irmão mais novo de Jofre-aniki, eu naturalmente tenho que me referir a eles com educação”

(Sutchino): “… esqueça. Se você está bem com isto, então não importa…”

Sutchino pensou sozinho.

[Sutchino]: (“Será possível que esse idiota do Julio não percebeu que Jo-san e Haru-san são Ichinojo e Haurvatat que capturaram seu respeitado tio Narube?”)

“Isso não é possível”, foi o que Sutchino pensou enquanto balançava sua cabeça. Mas, se fosse verdade, no mínimo, ele teria que manter esse fato em segredo até a batalha terminar.

[Sutchino]: (“Já que eu serei a pessoa que obterá o tesouro do Rei”)


[1] Aniki significa “irmão mais velho” em japonês e normalmente é usado por membros de gangues.

[2] Anedota é, originalmente, um caso ou acontecimento curioso, peculiar ou engraçado que é pouco divulgado, pois normalmente decorre em segundo plano de um evento mais significativo.

[3] Quebrar três flechas é uma “lenda” criada por Mōri Motonari, um proeminente Daimyō (um poderoso senhor de terras) da Província de Aki durante o Período Sengoku da História do Japão no Século XVI. Ele teve três filhos a quem encorajou para que trabalhassem juntos para o desenvolvimento do Clã Mōri. Em um exemplo, entregou a cada um de seus filhos uma flecha e pediu a cada um para quebrá-las. Uma após a outra, as flechas foram quebradas, Motonari entregou novamente a cada filho uma flecha e desta vez mandou que as três flechas fossem reunidas e que cada filho tentasse quebrá-las juntas. Como foram incapazes de fazê-lo, Motonari explicou que uma flecha pode ser facilmente quebrada, mas três flechas juntas não podiam, o mesmo aconteceria com eles enquanto estivessem unidos.

[4] Anego significa “irmã mais velha” em japonês.