O ⟦Caminho do Lorde Demônio⟧

Uma semana se passou desde que o Rei dos Cait Siths faleceu.

Mesmo agora, quando passamos na frente do castelo real, havia muitos Cait Siths com as patas juntas em orações silenciosas. Eu podia sentir o quão amado o Rei foi.

Eu também queria ter conversado mais com aquela pessoa… ou melhor, aquele gato. Sua enorme presença realmente está gravada em meus olhos. É porque ele era tão grande quanto uma montanha afinal.

Atualmente, ninguém vivia dentro do castelo real. Aparentemente, ele era limpo todos os dias, mas ele seria um castelo vazio até que o próximo Rei fosse escolhido.

Bem, era por culpa do Rei anterior que havia um buraco nos fundos do castelo. Reparos seriam necessários depois que o novo Rei fosse decidido.

Stella tinha uma casa que também era sua oficina para criar [Vinho de Vinha de Prata], então ela estava vivendo atualmente lá com…

(???): “Stella-san, um pouco mais, por favor, deixe-me abraça-la um pouco mais! Ah. Eu não me canso desta sensação!”

… Malina!

A voz animada de Malina podia ser ouvida do lado de fora do prédio, ela é… ou melhor, considerando a forma como a personalidade tímida dela estava evoluindo, ela costumava ser ruim para interagir com pessoas, mas ela finalmente ficou confortável conosco e poderia lidar com conversas simples… no entanto, essa voz alta de Malina agora entrava em meus ouvidos.

Malina só obteve a permissão para ficar na vila oculta dos Cait Siths exclusivamente pelo sacrifício de Stella.

Já que é Stella quem precisava enfrentar a parte mais pesada sempre que Malina se animava.

As vozes não vinham dos fundos, mas pareciam vir da oficina, então nós entramos sem pedir licença.

(Stella): “… Malina, pare com isso nya… eu não posso trabalhar se você continuar me abraçando nya”

(Malina): “Ah. Stella-san, não diga coisas tão maldosas… veja, eu estou ajudando”

(Stella): “Você não está ajudando nya. Eu só quero checar a umidade e a temperatura nya. Eu não posso ler o termômetro direito se você ficar me agarrando assim nya”

Malina estava abraçando Stella e a esfregando contra suas bochechas enquanto Stella estava resmungando com uma voz irritada.

(Ichinojo): “Você ainda está fazendo isso? Malina, está na hora de você parar”

(Malina): “… ah. Ichino-san, me desculpe, mas se você continuar me olhando… eu vou ficar constrangida”

(Ichinojo): “… eu adoraria me sentar e escutar sobre o senso de vergonha de Malina, porém… Stella, você tem algum assunto conosco?”

(Stella): “Eu tenho dois pedidos em mente nya… mas primeiro…”

(Ichinojo): “Ah. Entendido. Está na hora de trancar Malina no |Meu Mundo|… como imaginei, ela é um estorvo, não é?”

(Stella): “Eu gostaria de te pedir que fizesse isso o quanto antes, mas esse não é um dos meus pedidos nya… eu quero que você aceite isto”

Stella me passou uma pequena bolsa.

Eu me perguntei o que era e olhei seu conteúdo.

(Ichinojo): “O quê!? Hey! Não é uma joia?”

(Stella): “Isto não é o bastante, mas é um sinal da minha gratidão”

(Ichinojo): “Mas eu vou receber a recompensa pelo pedido na Guilda, não vou?”

Contanto que eu tenha a prova do sucesso da missão, eu vou ser capaz de receber a recompensa na Guilda de Aventureiros.

Stella já tinha pago a recompensa para a Guilda de |Ferruit|, então, se eu aceitar a recompensa aqui, eu vou estar recebendo o pagamento duas vezes.

(Stella): “Não é a recompensa, mas um agradecimento por fazer o [Vinho de Vinha de Prata] nya. Vendo como o Rei adorou ele, todos fizeram o melhor para preparar isto para você”

(Ichinojo): “… entendi. Se é esse o caso, então eu vou aceitar com alegria”

Eu aceitei a joia e a coloquei no bolso no meu peito.

(Ichinojo): “Então, qual é o outro pedido?”

(Stella): “O Rei… é sobre o pedido final do meu pai nya”

(Ichinojo): “… ah. Aquilo, huh… me desculpem, Carol, Haru. Por favor, arrastem Malina e nos deem algum tempo”

(Haru): “Entendido”

(Carol): “Sim, Ichino-sama. Vamos Malina-san”

(Malina): “Ah. Espere, só mais um pouco”

Arrastada por Haru e Carol, Malina saiu da oficina. Apenas Stella e eu ficamos no local.

Assim, eu me lembrei.

As palavras finais… do Rei dos Cait Siths.

(“O Lorde Demônio… se você se encontrar com ela, por favor, me ajude a dizer a ela… que eu sinto muito…”)

Havia uma possibilidade de que a mente dele estava confusa porque ele estava à beira da morte.

Afinal, o Lorde Demônio já não estava mais neste mundo. Já que o Herói já tinha a derrotado.

Contudo… eu achei que não seria isso.

Eu não consegui entender a verdadeira intenção do Rei para me dizer isso. Ele disse que eu tinha o cheiro do Lorde Demônio em mim.

Eu também não disse nada disso a Haru.

Haru idolatra o Lorde Demônio. Eu não quero dar falsas esperanças para ela.

Contudo, como eram as palavras finais do Rei, eu discuti isso com Stella.

Ela parecia ter alguma suspeita sobre o que estava acontecendo e estava sem saber o que fazer enquanto me pedia algum tempo para pensar melhor.

Eu vou escutar a resposta agora?

(Stella): “Nós vamos sair pela porta dos fundos nya… me siga nya”

(Ichinojo): “Okay”

Sem entrar em detalhes, ela me guiou para a porta dos fundos… para a entrada principal da residência e nós entramos no castelo sem rei.

Então, atravessando o corredor, nós chegamos em uma escadaria que levava para o porão.

(Ichinojo): “Este lugar é?”

(Stella): “Esta é uma passagem secreta revelada apenas para os Cait Siths geração após geração nya. Apesar de alguns humanos saberem sobre ela também nya”

(Ichinojo): “Passagem secreta… aquele Rei-sama provavelmente ficaria entalado se ele tentasse escapar por aqui”

(Stella): “Nyahaha. Isso provavelmente aconteceria nya”

Stella deu uma risada esgotada e abriu a porta de metal.

O que eu vi… foram dois círculos mágicos brilhando com uma luz azul.

(Ichinojo): “Círculos de transferência?”

Eu já vi eles antes. Foi quando eu estava dentro do |Labirinto Intermediário| de |Florence|. Por que eles estão aqui?

(Ichinojo): “Eles levam para um |Labirinto|?”

(Stella): “Errado nya. Um leva para algum lugar perto da fronteira Sul de |Dakyat|, enquanto o outro se conecta com uma país ainda mais ao Sul nya”

(Ichinojo): “… você tem uma estrutura bem conveniente, huh…”

(Stella): “Bem, é mais um problema do que uma conveniência nya. Se um certo grupo de humanos descobrir sobre isso, eles só iriam enxergar uma ferramenta para a guerra nya”

(Ichinojo): “Isso provavelmente é verdade… você tem certeza que deveria me contar sobre isso?”

(Stella): “Eu posso dizer para Ichino-san com tranquilidade nya. Além disso, Ichino-san também me contou o seu segredo, então estamos quites nya”

(Ichinojo): “Estou feliz que você pense assim, mas eu também posso contar sobre isso para Haru, Carol e Malina?”

(Stella): “É claro nya. Você até pode usa-los livremente nya”

Entendo. Estou feliz por ouvir isso.

Receber tanta confiança, reconhecimento e trocas de segredos.

(Ichinojo): “Então, este círculo de transferência leva para o segredo do Lorde Demônio?”

(Stella): “Não nya. O próprio círculo de transferência é o segredo do Lorde Demônio nya”

Stella comentou isso. A especialidade do Lorde Demônio era a ‖Magia da Escuridão‖ e a ‖Magia Espacial‖, que estavam acima de todas as outras, e seu poder era imenso.

Quando o Lorde Demônio se movia usando a ‖Magia Espacial‖, seu poder impressionante, aparentemente, causava a formação de círculos de transferência.

Eles também eram conhecidos como o Caminho do Lorde Demônio. Normalmente eles não eram anunciados para o mundo, mas muitos deles existiam por aí.

(Stella): “O Lorde Demônio sempre visitava essa vila no intervalo de alguns anos e nos deu várias coisas nya. Ela era amiga do Rei dos Cait Siths da primeira geração nya. Contudo, trinta anos atrás, a batalha com os humanos se intensificou nya, O Rei… disse a ela para nunca mais voltar”

Stella balançou a cabeça.

(Stella): “Papai sempre se arrependeu disto nya. Abandonar o Lorde Demônio-sama”

(Ichinojo): “Algo assim aconteceu, huh…”

Eu podia entender o motivo para o Rei se arrepender.

Mas por que ele me disse isso? Stella provavelmente não saberia me responder isso.

Mesmo que eu não tenha conseguido a minha resposta, no fim, eu agradeci Stella por me contar sobre um segredo tão importante.

E se eu usar o círculo de transferência que conecta ao país do Sul, nós não seremos capazes de superar o bloqueio na estrada e chegaremos na cidade portuária?

Justo quando eu estava pensando nisso… a luz do círculo de transferência se intensificou.

(Jofre): “Nós estamos aqui Elise! A Vila dos Gatos!”

(Elise): “Nós estamos aqui Jofre! A Vila dos Gatos!”

Os dois idiotas apareceram.

hey, hey. Essas não são as pessoas mais prováveis para acidentalmente revelarem um segredo importante?

Ou melhor, a confiança que recebemos vai ser a mesma para esses dois?

Eu achei isso meio difícil de aceitar.