Deixando a vila dos ⌊Cait Siths⌋

Durante nossa jornada de volta, as consequências do massacre de Ratos Planos ainda estava visível, então nós escapamos do |Labirinto| sem encontrar nenhum monstro. Apesar de ser um pouco decepcionante em termos de pontos de experiência, eu realmente não gosto de ratos e eu consegui obter o emprego de Boxeador, então eu poderia dizer que foi um sucesso.

Nós ficamos na vila por uma semana porque precisamos de tempo para receber a permissão para entrar no |Labirinto| porque essa era a primeira vez que não-Cait Siths entraram nele. Stella reclamou dizendo que isso seria aprovado em um instante se o Rei ainda estivesse vivo.

Nós completamos o que tínhamos que fazer na vila, assim, quando eu disse a Stella que nós deixaríamos a vila no dia seguinte, Stella ficou um pouco triste antes de sorrir e dizer…

(Stella): “Então nós teremos uma festa de despedida nya. Nós todos nos divertiremos juntos nya. Eu tenho que te dizer Ichino-san nya. Mesmo que você tenha conseguido o emprego de Boxeador por derrotar o Roo Kanga, você vai precisar de um Padre de alto nível para mudar seu emprego nya. Empregos obtidos de monstros de iniciação são diferentes dos empregos comuns nya”

Stella me informou. Eu preferia que ela tivesse dito isso de antemão, mas isso será diferente no meu caso.

[Ichinojo]: (“Yup. Sem problemas”)

Eu tentei mudar meu Pugilista para Boxeador e a mudança aconteceu sem problemas.

Parece que não há falhas no ‖Modificar Emprego‖ do Desempregado.

Depois disso, nós deixamos o |Labirinto| e nos encontramos com aqueles caras.

(Jofre): “Jo, por aqui, vamos beber juntos!”

(Elise): “Jo, aqui! Beba conosco!”

Jofre e Elise estavam em uma competição de bebida com os Cait Siths.

Parece que eles se encontraram com os outros Cait Siths enquanto estávamos no |Labirinto|.

Julio, Sutchino e até mesmo Milky estavam lá e pareciam estar bebendo também porque seus rostos estavam vermelhos.

Apenas Centauro não tocou no álcool. Os Cait Siths estavam dando tapinhas no corpo de centauro com suas patas enquanto o alimentavam com muitas frutas.

(Ichinojo): “Neste mundo, a partir de que idade você pode começar a beber?”

(Haru): “Não há uma idade definida. Você pode beber assim que os adultos ao seu redor aceitem isso, mas a maioria das pessoas começa a beber a partir de 15 anos, já que existem rumores que dizem que você vai crescer mais se beber álcool”

(Ichinojo): “Entendo… então eu não posso deixar Carol beber ainda”

(Haru): “Mestre, Carol tem 17 anos”

(Ichinojo): “Para mim, Carol ainda é uma criança até ela completar 18 anos. Além disso, em meu país, é proibido beber antes dos 20 anos, então, se possível, eu prefiro que Haru não beba também. Se você quiser muito beber, por favor, só faça isso quando estivermos sozinhos”

Eu soei como um homem fracassado e controlador, mas eu preferiria morrer do que deixar os outros verem Haru nessa condição.

(Jofre): “Isso é terrível Elise. Parece que Jo não pode escutar nossas vozes”

(Elise): “É verdade Jofre. Eu acho que é verdade que devemos falar na língua dos gatos quando estamos na vila dos Cait Siths

(Jofre): “Isso é terrível Elise. Eu só sei ‘nya’ ou ‘nyan’ na língua dos gatos! Além disso, eu nem sei o significado deles!”

(Elise): “O que podemos fazer Jofre? Ah. Mas nós podemos entender a conversa entre Jo e Haru, não é? Em outras palavras, nós já dominamos a língua dos gatos? Vamos abrir uma escola para ensinar a língua dos gatos!”

(Jofre): “Essa é uma excelente ideia Elise! Se for assim, nós devemos primeiro compor uma música para a escola!”

(Elise): “Vamos reunir estudantes para cantar a música da escola! Eu vou ser Lorelei[1]!”

Os dois estavam muito animados.

Lorelei são criaturas que atraem navios para sua ruína, então se eles vão usar elas como inspiração, os alunos que eles vão reunir estarão arruinados. Mas os dois vão desperdiçar o tempo deles ensinando a língua dos gatos (que eles nem podem usar em primeiro lugar) e eles podem mesmo apenas levar os estudantes para a ruína.

Eu queria apenas ignorar Jofre e Elise, mas parece que eu não posso fazer isso também.

(Ichinojo): “Não é a língua dos gatos. Eu estava apenas ignorando vocês”

(Jofre): “Entendo. Isso é tranquilizante. A propósito, por que o Jo está aqui?”

(Ichinojo): “Negócios. E quanto a vocês? Vocês não tinham partido para liberar o bloqueio da estrada?”

(Jofre): “Essa era nossa intenção, mas nós conhecemos Chino e Mikke”

(Ichinojo): “Chino… ah. Sutchino, huh?”

(Jofre): “Sim, sim. Mikke nos disse que a pessoa que se tornar o próximo Rei obterá uma enorme recompensa, então viemos todos para cá porque é necessário um grupo de cinco pessoas para competir na luta para determinar o próximo Rei”

(Ichinojo): “Entendi. Isso é terrível”

Mikke era provavelmente o mais terrível deles.

Eu também escutei sobre a batalha pela posição do Rei de Stella.

A luta iria acontecer duas semanas mais tarde. Os Cait Siths que desejavam se tornar Rei poderiam lutar com cinco subordinados, independentemente da raça.

(Jofre): “Vai competir também Jo?”

(Ichinojo): “Não, não iremos. Seria diferente se Stella quisesse lutar para virar a Rainha, mas ela aparentemente não quer competir”

Stella rejeitou o caminho para se tornar Rainha.

Ela disse que queria fazer o [Vinho da Vinha de Prata] que o Rei considerou o mais saboroso com as suas próprias mãos.

(Ichinojo): “Nós planejamos partir amanhã. Aparentemente, há um círculo de transferência que conecta com o outro lado da região do deslizamento de terra”

(Jofre): “Entendo. Eu queria que vocês torcessem por nós em nossas lutas, mas é uma pena”

(Elise): “Fiquem bem, Jo, Haru. Nós nunca iremos nos esquecer de vocês”

Elise falou como se fosse uma despedida permanente. Eu estou certo de que iremos nos encontrar com esses dois de novo… e logo.

Eu não podia fazer nada além de ter essa premonição.

Assim, nos juntamos com Carol, que estava negociando reduções de preço no mercado com um Cait Sith mercador chorando, trouxemos Malina, que estava refletindo em suas ações no |Meu Mundo|, e aproveitamos a festa com Jofre e os outros.

Eu já não podia dizer se era uma festa de despedida ou uma festa de boas-vindas para Jofre e seu grupo, mas mesmo assim, foi uma festa onde todos nos divertimos.

Então, no dia seguinte…

(Malina):Stella-san Stella-san Stella-san Stella-san Stella-san Stella-san Stella-san, eu irei definitivamente definitivamente definitivamente definitivamente definitivamente definitivamente definitivamente voltar!”

Abraçada por uma Malina chorando, Stella respondeu com olhos distantes.

(Stella): “Eu entendi, então se apresse e vá embora nya”

Essas foram palavras parecidas com a de uma esposa que descobriu seus próprios sentimentos mesmo que os sentimentos do marido continuassem os mesmos.

Jofre e os outros estavam de ressaca, por isso não vieram se despedir.

Carol também estava fazendo algo no |Meu Mundo| enquanto ela organizava os produtos, então os únicos que estavam aqui eram eu, Haru, Malina e Stella.

(Stella): “Eu vou entregar os produtos requisitados para a Guilda de |Ferruit| nya. O depósito deve ser feito no certificado de aventureira de Haru-san em aproximadamente uma semana nya”

A respeito do pedido de colheita que aceitamos na Guilda, nós não conseguimos nada além das pedras que os espíritos deixaram, então eu confiei tudo a Stella.

(Ichinojo): “Desculpe por incomodar você”

(Stella): “Não ligue para isso nya. Eu estive aos seus cuidados inúmeras vezes nya”

(Ichinojo): “Nah. Eu também gostei. Adeus”

Eu acenei enquanto Haru se curvava e Malina estava terrivelmente relutante enquanto ela olhava para trás inúmeras vezes enquanto entrávamos no círculo de transferência.

Então…

Habilidade ‖XXXX‖ ativada. Transferência forçada ativada

Eu escutei uma mensagem estranha e eu subitamente fiquei preocupado.

Para me livrar da ansiedade, eu olhei para o cenário diante de meus olhos.

Ondas se quebrando; praias com areias brancas; parecia um país tropical.

(Ichinojo): “Que lindo litoral. A cidade portuária deve ser próxima… eh?”

Eu estava no litoral. Porém…

(Ichinojo): “Eh? Haru? Malina?”

Haru e Malina, que supostamente deveriam estar comigo, estavam desaparecidas… e o círculo de transferência que deveria estar debaixo de meus pés não estava lá.

Por quê?

O círculo de transferência é supostamente uma forma de transporte de um círculo para o outro.

[Ichinojo]: (“Entendi. Está embaixo da areia!”)

É possível que o círculo de transferência estivesse enterrado embaixo da areia.

Eu pensei nisso e cavei a areia com as minhas mãos.

Eu cavei e cavei e cavei.

Mas eu não encontrei nenhum círculo de transferência.

Então, as ondas cresceram e água fluiu para dentro do buraco que eu cavei.

Havia areia nas minhas unhas e vendo meus dedos feridos, eu suspirei.

Usando a ‖Cura Pequena‖, eu tratei os meus dedos.

Parecia que a maré tinha subido.

Droga. Em horas como essa eu devo tomar as decisões mais racionais.

Nada vai acontecer se eu continuar aqui.

[Ichinojo]: (“Por enquanto, eu acho que eu devo caminhar ao longo da costa…”)

De frente para o oceano havia uma exuberante e densa floresta, mas eu não planejava entrar. Eu poderia dizer apenas por olhar que eu ficaria perdido.

Eu peguei um pergaminho, pincel e tinta da minha [Bolsa de Itens]. Eles são itens que eu comprei em |Ferruit| para aumentar o Level do meu Jornalista Mágico. Eu deixei uma mensagem para Haru no pergaminho.

Eu raramente escreveria usando as letras desse mundo, mas graças a habilidade ‖Compreensão da Linguagem Comum‖, eu poderia escrever com facilidade.

[“Para Haru e Malina. Eu vou caminhar em direção ao Sul. Assinado Ichinojo. Por favor, sigam-me se vocês verem isto”]

Eu esfreguei o pergaminho várias vezes no meu braço antes de amarra-lo em um galho.

Com isso, Haru provavelmente será capaz de o encontrar com seu faro apurado.

Assim, eu olhei para o Sol. Se o Sol da manhã fica no horizonte da água, eu determinei que o Sul ficaria a minha direita, então eu comecei a caminhar.

Eu caminhei sozinho ao longo do litoral.

E eu continuei a caminhar sozinho.

Então… eu vi ele.

O pergaminho que eu deixei para trás.

Vendo isso, eu fiquei convencido.

Isto era uma ilha


Nota do Autor (Yousuke Tokino)

O arco da fuga da ilha começou… o que vem à mente é: sobrevivência! No entanto, ele realmente não passa essa sensação.


[1] Lorelei, na mitologia nórdica, é uma entidade dos rios que atraía os navegantes com seu canto.