A exploração solitária do |Labirinto|

Neste momento, eu precisava urgentemente aumentar meu Level.

A propósito, meus atuais empregos eram:

Desempregado Lv90 | Mago do Fogo Lv12 | Mago da Água Lv1 | Mago do Vento Lv1 | Mago da Terra Lv12

Como eu não sei que tipo de monstro vai ser ressuscitado, eu devo evitar ter uma luta a curta distância. Como tal, minha única escolha de ataque seria usar magia.

Eu vou aumentar minha magia mais poderosa ao limite com o ‖Aumentar Poder Mágico‖ e terminar isso com um único golpe.

Mesmo para mim, esgotar meu poder mágico e ter que fugir da luta pode ser inevitável assim que eu liberar minha magia de mais alto nível com o ‖Aumentar Poder Mágico‖.

Eu não poderei fazer nada nesta situação. Eu provavelmente terei que deixar uma porta para o |Meu Mundo| aberta para fugir quando for necessário.

É por isso que, para ter confiança de que eu possa matar esse monstro, eu planejava derrotar monstros e aumentar meu Level. Contudo, Carol precisará ficar para trás.

Inicialmente, eu pensei em lutarmos juntos, mas eu percebi que Carol iria tomar 25% dos meus pontos de experiência se ela estivesse comigo.

Como estávamos com pouco tempo, essa perda resultaria em um grande prejuízo.

É por isso que, apesar de me sentir mal por ela, eu fiz Carol voltar para o |Meu Mundo| e a pedi para cultivar [Erva de Mana].

[Erva de Mana] é um tipo de erva que pode ser transformada em [Poções de Mana] quando purificadas, mas consumir ela na forma bruta também fornecerá alguma regeneração de |MP (no entanto, ela é extremamente amarga). Eu vou utilizar a erva que Carol colheu durante nossa viagem entre a |Vila Gomaki| e a cidade da fronteira, |Dakyat|.

(Sheena): “Sheena Nº 3 informando. Um monstro está aparecendo. Por favor, vire à direita na próxima curva”

Uma mensagem veio de Sheena como se ela estivesse fazendo uma transmissão em um programa de rádio. Depois de correr um pouco, eu identifiquei a posição do monstro com a minha habilidade ‖Detecção de Inimigos‖.

Assim que eu virei à direita na curva, havia uma enorme centopeia com quase três metros de altura.

(Ichinojo):‖Fogo‖!”

Eu liberei minha magia.

A ‖Magia de Fogo‖ de nível intermediário engoliu de forma impiedosa a Centopeia e a transformou em cinzas.

Ichinojo subiu de Level

Habilidade de Mago da Água: ‖Magia da Água II‖ evoluiu para ‖Magia da Água III‖

Habilidade de Mago do Vento: ‖Magia do Vento II‖ evoluiu para ‖Magia do Vento III‖

Com isso, meu Mago da Água e Mago do Vento chegaram ao Lv8 de uma vez e o Mago do Fogo e Mago da Terra chegaram ao Lv14.

Surpreendentemente, os monstros daqui dão uma quantidade impressionante de pontos de experiência. Mas a taxa de aparição de monstros não é muito alta.

Normalmente, para Magos e Aprendizes de Magos, apenas usar magia já é o bastante para ganhar pontos de experiência, mas para Magos com Atributos, eles não ganharão pontos de experiência se eles não usarem a magia do atributo correspondente ao seu. Por exemplo, se eu usar a magia ‖Água‖, eu vou adquirir pontos de experiência para o Aprendiz de Mago, Mago e Mago da Água, mas não para o Mago do Fogo, Mago do Vento e Mago da Terra.

Como o meu |MP não era ilimitado, mesmo que fosse significante e meus meios para recuperar o |MP fossem limitados, eu decidi não focar em ganhar esses pontos de experiência específicos ao usar magias de atributos.

Coletando as [Pedras Mágicas] que ficaram para trás, eu as guardei na minha [Bolsa de Itens] e corri para as profundezas do |Labirinto|.

Aparentemente, o miasma fluiria por onde as pessoas caminhassem e isso causaria a estagnação do miasma e facilitaria a aparição de monstros.

Eu me perguntei se não seria o inverso quando eu escutei que fazer o miasma fluir iria facilitar para que ele ficasse estagnado. Para a água, uma poça estagnada iria parecer mais turva do que um riacho com corrente. Essa era a imagem que eu tinha na minha mente.

Contudo, eu escutei que quando caminhamos em um |Labirinto|, isso faria o miasma fluir mais facilmente e ele se acumularia em locais onde o fluxo era obstruído, como becos sem saída nos |Labirintos|.

Para visualizar isso, imagine colocar 200 bolas de gude em uma mesa de bilhar e gradualmente aumentar esse número.

Não importa o quanto você aumente o número, as bolas de gude provavelmente não vão ficar em um único local, mas, assim que elas se movessem, elas iriam todas cair nas seis caçapas. Em outras palavras, eles se reuniriam em seis locais.

O miasma trabalhava de forma parecida e assim que certa quantidade dele se reunia, ele iria se materializar em um monstro.

Se esse é o caso, você deve estar se perguntando: os monstros não nasceriam nos |Labirintos| se ninguém entrasse? Voltando para o exemplo da mesa de bilhar anterior, se as bolas de gude continuarem a aumentar, o resultado final seria um enorme número delas em cima da mesa de bilhar.

Se isso acontecesse, o miasma iria formar monstros gigantescos e alucinados, o que causaria um surto de monstros.

Esse era o princípio por trás do surto de Peixes-Lagarto e do Peixe-Lagarto Gigante no |Labirinto Intermediário| de |Florence|[1].

(Ichinojo): “… como imaginei, foi uma boa escolha não ter matado aqueles Macacos

Os monstros Macacos tinham um bom relacionamento com Sheena e eles pareciam ser caras legais que apenas amavam fontes termais.

(Sheena): “Sheena Nº 3 informando. Monstro aparecendo. Ele parece estar seguindo para o seu caminho. É um monstro com atributos de água e vento, então por favor, derrote ele com ‖Magia do Vento‖ ou ‖Magia da Terra‖

Oops. Parece que um monstro estava aparecendo.

Depois de esperar um pouco, uma enorme água-viva veio voando até mim.

Eu me perguntei qual seria o nome desse monstro.

(Ichinojo):‖Pedra‖!”

Eu usei uma magia do atributo da terra. A enorme pedra voou e atravessou a Água-Viva e ela foi derrotada com um único golpe, caindo no chão.

Ichinojo subiu de Level

Habilidade de Mago da Água: ‖Resistência a Água (Menor)‖ obtida

Habilidade de Mago da Terra: ‖Resistência a Terra (Menor)‖ obtida

Eu estava aumentando meus Levels de forma satisfatória, mas mesmo assim, a alegria de passar de Level é reduzida ao meio quando não temos nenhum companheiro para compartilha-la.

Eu peguei a substância gelatinosa que a Água-Viva deixou.

Era genuinamente gelatina, então talvez eu deva usar suco de uva mais tarde para fazer geleia de uva. Eu não sei se este mundo tem geleia (Suzuki, Malina, Daijiro-san e etc., incontáveis japoneses reencarnaram neste mundo, então a possibilidade é alta), mas Carol provavelmente vai gostar disso.

(Ichinojo): “Originalmente, eu iria deixar Haru e Malina comerem isso também”

Falando sobre isso, me pergunto se Sheena Nº 3 pode comer? Pionia definitivamente é capaz de comer.

(Ichinojo): “Haru… você está bem?”

Falando sozinho, eu murmurei para o teto do |Labirinto|.


[1] Ichinojo está se referindo aos eventos do capítulo 028.