Quando deixamos a ilha

(Carol): “Ichino-sama, você trabalhou duro”

Em uma certa sala escondida no centro do |Labirinto|, Carol veio me receber.

Sheena me disse que a noite já tinha acabado e já eram 7:10 da manhã. Em outras palavras, eu cacei monstros sem parar durante a noite toda.

(Ichinojo): “Carol, por acaso você não dormiu?”

(Carol): “Sim. Pionia-san está construindo o navio, então Carol percebeu que ao menos Carol poderia preparar a comida de todos… Pionia-san já teve seu jantar e café da manhã. Ichino-sama, você gostaria de comer agora?”

Carol disse isso enquanto ela me mostrava o café da manhã que ela deixou preparado em cima da mesa ao lado dela. Essa mesa não estava aí ontem, então ela trouxe ela até aqui? Eu deixei a porta para o |Meu Mundo| aberta afinal.

Pratos deliciosos estavam alinhados na mesa.

As frutas eram a maioria dos pratos, mas havia pratos com carne também. Parecia ser algo que exigiu algum esforço.

(Ichinojo): “Carol fez tudo isto?”

Eu considerei as habilidades de Carol na cozinha. É um pouco rude, mas eu não acho que seja possível para ela fazer este tipo de refeição sozinha.

(Carol): “… não, Carol não é uma boa cozinheira, assim, Carol contou com a ajuda de Nº 3-san”

Entendo, então Sheena fez isso. Assim como Pionia, as especificações dela são incríveis.

(Ichinojo): “Entendi. Obrigado por sua ajuda também. Eu só mastiguei a carne seca no jantar, então eu estou com fome”

Eu também olhei para Sheena e disse…

(Ichinojo): “Obrigado também, Sheena”

(Sheena): “Não se incomode com isso. É responsabilidade de Sheena Nº 3 ajudar o mestre. Estou feliz por ser capaz de auxiliar o mestre antes do fim”

Como esperado, Sheena já tinha desistido.

Logo, o monstro ressuscitado iria aparecer para destruir esta ilha.

Eu fui treinar com o objetivo de fazer algo a respeito desse monstro, mas eu não poderia dizer isso a Sheena. Eu sabia que ela iria se opor e esse também era um motivo egoísta.

[Ichinojo]: (“Se eu achar que minha vida está em perigo, eu provavelmente vou abandonar esta garota”)

Pensar nisso me trouxe uma intensa sensação de culpa.

Se eu morrer aqui, Carol também vai perecer comigo. Mesmo que eu mande Carol para o |Meu Mundo|, ela não seria capaz de abrir a porta que se conecta com este mundo sem mim.

Não é apenas Carol. Se eu morrer, eu não posso dizer o que acontecerá com Haru e Malina que estão registradas como minhas escravas.

Eu tomei café da manhã com Carol. Como eu tinha que recuperar minha força física, eu enchi meu estômago o máximo possível.

Quando eu estava a ponto de beber o gole final do meu chá, um enorme tremor atingiu a mesa do nosso café.

(Sheena): “Mestre, por favor, está na hora de você deixar esta ilha. Isso é perigoso. O navio já está completo também”

Eu pensei que teríamos mais tempo, porém…

(Ichinojo): “Eu vou perguntar mais uma vez. Mesmo se eu ordenar ou implorar a você, você não virá conosco?”

(Sheena): “Não. Já que esta é uma ordem do Grã-mestre”

Sheena respondeu na mesma hora. Ela estava inflexível em mostrar sua intenção de não deixar a ilha.

Esse Lorde Demônio Familis Raritei também deu um comando muito desnecessário. Mesmo ela já estando morta, esse comando não pode ser retirado.

(Ichinojo): “… entendi. Obrigado, eu estive aos seus cuidados. Eu quero mostrar minha gratidão de alguma forma. Tem algo que você quer que eu faça para você?”

Assim que escutou minha pergunta, Sheena ficou um pouco confusa enquanto ela ficava em silêncio.

Então…

(Sheena): “Tem uma frase que eu quero escutar do mestre antes do fim…”

(Ichinojo): “Uma frase que você quer que eu diga?”

O que exatamente seria?

Palavras de amor? O clima não está propenso para isso.

(Ichinojo): “O que seria?”

(Sheena): “As palavras são: ‘Estou indo, te vejo mais tarde’”

(Ichinojo): “Isso é tudo?”

(Sheena): “Sim”

Eu me perguntei o motivo para Sheena querer escutar essas palavras, mas eu disse isso para ela.

(Ichinojo): “Estou indo, te vejo mais tarde Sheena”

(Sheena): “Sim, tome cuidado mestre”[1]

Sheena respondeu e se curvou profundamente. Eu fui incapaz de ver a expressão dela.

Contudo, eu olhei para a figura dela e murmurei “Te vejo mais tarde” mais uma vez e segui para a saída do |Labirinto| junto de Carol.

Na saída, os Macacos se despediram de nós na copa das árvores.

E assim, olhando para a solitária saída, a fonte termal aparentemente esfriou significantemente e estava em uma temperatura perfeita para nadar. Parece que Sheena Nº 3 ajustou a temperatura da água.

(Ichinojo): “Ah. É verdade, nós precisamos passar por aqui. Carol, por favor, volte para o |Meu Mundo| por enquanto. Eu vou atravessar sozinho a água”

(Carol): “Okay. Por favor, me dê licença”

Eu abri a porta para o |Meu Mundo| com a minha habilidade ‖Hikikomori‖ e permiti que Carol entrasse.

Assim, eu mergulhei na água.

Eu realmente não imaginava que algo como isso fosse acontecer quando eu mergulhei pela primeira vez nessa água.

Eu emergi do outro lado.

Naturalmente, o gelo que eu criei já tinha derretido.

Então, eu caminhei em linha reta pela floresta e segui para a praia.

(Ichinojo): “Eu não consegui fazer isso no fim, huh… eu vou fazer isso de algum jeito”

Eu confirmei meus empregos antes de chegar na praia.

Desempregado Lv97 | Mago do Fogo Lv60 | Mago da Água Lv56 | Mago do Vento Lv56 | Mago da Terra Lv60

Eu cheguei ao ápice do Mago do Fogo e do Mago da Terra uma hora antes de ter meu café da manhã.

Eu tive que desistir na tentativa de maximizar meu Mago da Água e Mago do Vento porque, de acordo com o anúncio de Sheena, o reaparecimento dos monstros não aconteceria por um tempo, mas meu atual |Ataque Mágico já estava em um nível surpreendente.

Com este poder, eu posso até derrotar o Lorde Demônio.

Determinado, eu cheguei na praia.

Um mar extremamente calmo se espalhava diante de meus olhos.


[1] Ittekimasu e Itterashai são um par de frase que os casais japoneses usam quando seu/sua companheiro/companheira vai sair (como ir para o trabalho ou qualquer outro lugar). Ittekimasu significa algo como “Estou indo, te vejo mais tarde”, enquanto Itterashai seria “Tenha uma viagem segura”.