O nome do monstro mais forte de todos

Parecia que não havia fim para o número de monstros.

Mesmo que não fossem tantos quanto nas proximidades do |Labirinto| de |Ferruit|, eu não esperava encontrar tantos monstros aqui.

(Carol): “Parece que os monstros se reuniram depois de serem expostos ao miasma do monstro revivido”

Carol disse isso. É verdade que esse número de monstros só poderia ser explicado dessa forma.

Não eram apenas monstros enormes, também havia grandes cardumes de pequenos peixes parecidos com sardinhas passando debaixo do barco.

Nem todos os monstros estavam vindo em direção ao barco, apenas os monstros que coincidentemente estavam escapando em nossa direção ficavam agitados e atacavam.

Se continuar assim, talvez eu deva abrir a porta para o |Meu Mundo| e escapar antes de voltar com o outro barco… não, eu não posso fazer isso.

É perigoso abrir a porta sem garantir a segurança dos arredores.

É melhor deixar isso para quando precisarmos realmente escapar.

Já que é assim, eu acho que eu terei que usar magia e o ‖Corte‖ para eliminar apenas os monstros perigosos…

Justo quando eu pensei nisso…

Uma Tartaruga Gigante apareceu.

Parece que será difícil quebrar o casco dela com o ‖Corte‖, então eu acho que vou ter que apelar para a magia…

(Carol):‖Encantar‖!”

Carol gritou. ‖Encantar‖ é uma magia usada por Tentadoras ou Magos do Canto que, assim que usada, é capaz de fazer monstros se tornarem aliados por um certo período.

Quando isso aconteceu, a Tartaruga esticou sua cabeça para fora do casco e girou, se posicionando na nossa frente para proteger o barco.

(Carol): “Ichino-sama, Carol está aqui também! Nós devemos ser capazes de resistir com isto!”

(Ichinojo): “Obrigado Carol!”

Depois disso, os monstros colidiam com o corpo da Tartaruga, mas eles não foram capazes de quebrar o casco dela. Eu acho que eu devo agradecer a Tartaruga por nos proteger mesmo recebendo tantos ferimentos.

Assim, depois que algumas dúzias de minutos se passaram, não havia mais monstros.

(Carol): “Ichino-sama, eu vou desfazer o ‖Encantar‖ da Tartaruga. Vamos sair dessa área por enquanto”

(Ichinojo): “Okay”

Afinal, nós seriamos atacados pela Tartaruga assim que o ‖Encantar‖ fosse desfeito se continuássemos onde estávamos. Mesmo que tenha sido sob o efeito do ‖Encantar‖, eu não quero matar a Tartaruga que nos protegeu.

Depois de movermos o barco e dissipar o efeito do ‖Encantar‖, a Tartaruga afundou no oceano.

Ichinojo subiu de Level

Habilidade de Mago da Água: ‖Magia da Água V‖ obtida

Não há mais Levels para o Mago da Água

⟦ ⌈Título: Ápice do Mago da Água adquirido

Habilidade de Mago do Vento: ‖Magia do Vento V‖ obtida

Não há mais Levels para o Mago do Vento

⟦ ⌈Título: Ápice do Mago do Vento adquirido

⟦ ⌈Título: Mago dos Quatro Elementos adquirido

Emprego: Mago da Luzestá disponível

Emprego: Mago das Trevasestá disponível

Com apenas isso, eu finalmente atingi o ápice dos dois empregos que restavam.

Meus atuais empregos, excluindo o Desempregado, os empregos dos Magos dos quatro elementos atingiram o Level máximo.

(Carol): “O vento… parou”

Carol comentou.

Graças a calmaria, a superfície do oceano estava calma.

(Ichinojo): “Carol, quando o inimigo aparecer, eu vou usar o ‖Aumentar Trovão‖. Na minha atual condição, eu posso facilmente o usar cinco vezes”

‖Relâmpago‖ deve ser efetivo já que é um monstro marinho. O poder de um ‖Aumentar Trovão‖ que gasta dez vezes mais |MP que o ‖Trovão‖ normal deve funcionar em qualquer monstro.

Carol concordou com as minhas palavras.

Ao mesmo tempo.

Nuvens carregadas subitamente se reuniram acima de nossas cabeças e o céu ficou escuro.

O que está acontecendo? Enquanto eu ponderava sobre isso…

Um redemoinho apareceu na superfície do oceano a certa distância de nós e ventos fortes açoitaram o barco, o fazendo balançar muito.

(Ichinojo): “Carol, segure firme! ‖Meu Mundo‖!”

Eu abri a porta para o |Meu Mundo|.

(Carol): “Nuvens de tempestade… monstro poderoso… não me diga que…”

Carol gritou como se tivesse um pressentimento.

De dentro do redemoinho, uma enorme serpente azul… não, um monstro parecido com um dragão apareceu.

Que tamanho incrível… mas mesmo assim, eu posso fazer isso agora.

Eu apontei meu cajado e estava a ponto de liberar minha magia, mas…

(Carol): “Ichino-sama, não!”

Carol exclamou.

(Carol): “Um feitiço como esse não vai funcionar nesse monstro… o Lorde Demônio dos Mares, Leviatã[1]

(Ichinojo):Leviatã!? Carol, você sabe algo sobre esse monstro?”

(Carol): “Ele é de uma raça de Dragões que pode manipular relâmpagos, conhecido como o Lorde Demônio dos Mares. Carol só ouviu dele através de lendas. Ele é um monstro tão poderoso que até os seis pilares das Deusas teriam dificuldade em lidar. É dito que as Deusas não tiveram escolha além de matar o Leviatã macho pois o mundo seria destruído se um filho nascesse”

Um monstro que até as Deusas teriam dificuldade… que absurdo.

(Carol): “Trovão e água, ele tem resistência contra os dois”

(Ichinojo): “Sua fraqueza?”

(Carol): “É dito que ele é capaz de resistir a qualquer tipo de ‖Magia de Luz‖ e suas escamas não podem ser penetradas por nenhuma espada. ‖Magia do Vento‖ é originalmente usada para ataques em área, então ela não terá poder o suficiente enquanto a ‖Magia da Terra‖ não terá poder o bastante em um ambiente como o oceano… a propósito, as lendas dizem que ele é capaz de invocar nuvens de tempestade, então o uso de ‖Magia do Relâmpago‖ também é…”

(Ichinojo): “Isso não significa que ele é praticamente invencível!?”

(Carol):‖Magia do Fogo‖ talvez possa funcionar…”

‖Magia do Fogo‖, huh… então eu tenho que usar aquilo…

(Ichinojo): “Eu adquiri a ‖Magia do Fogo V‖, então eu planejo usar a ‖Nova Ancestral‖[2] (‖Chamas Purificadoras Ancestrais‖) com o ‖Aumentar‖

(Carol):‖Nova Ancestral‖… Carol já escutou isso antes. Dizem que ela é o pináculo da magia e que foi usada pelos Anjos para purificar os monstros malignos. Apenas poucas pessoas neste mundo, incluindo o Mago Hack-sama, são capazes de usar essa magia”

(Ichinojo): “Eu aprendi ela recentemente e ainda não a testei porque achei que seria um desperdício de |MP. Eu não sei como as coisas vão ficar depois de usar o ‖Aumentar‖ e gastar dez vezes mais |MP, mas eu vou fazer um teste. Eu vou abrir a porta para o |Meu Mundo|, então, se eu perder a consciência com o esgotamento de poder mágico, por favor, me arraste para a porta”

Eu disse isso e apontei meu [Cajado de Aklapios].

Nesse momento, o Leviatã encarou uma direção diferente da que estávamos.

Essa direção era…

(Ichinojo): “Nada bom!”

O chifre na cabeça do Leviatã liberou um relâmpago que engoliu a ilha em que estávamos nesta manhã.


[1] Leviatã é um peixe feroz citado no Antigo Testamento. É uma criatura que, em alguns casos, pode ter interpretação mitológica, ou simbólica, a depender do contexto em que a palavra é usada. Geralmente é descrito como tendo grandes proporções. É bastante comum no imaginário dos navegantes europeus da Idade Média e nos tempos bíblicos.

[2] Uma nova é uma explosão nuclear cataclísmica em uma estrela, causada pela acumulação de hidrogênio na superfície de uma anã branca, levando à ignição e iniciando a fusão nuclear. As novas não devem ser confundidas com as supernovas.