Aristocrata do deserto

Eu mudei o ângulo do guarda-sol para acompanhar o movimento do Sol. A temperatura ambiente caiu consideravelmente graças aos fragmentos do Wyrm de Areia congelado. Se eles continuassem a derreter, isso provavelmente se tornaria uma cena grotesca de um filme splatter[1], então eu decidi enterrar eles na areia antes que a jovem garota acordasse.

Além disso, eu vou ser capaz de prevenir o perigo da insolação[2] contanto que eu a deixe beber água, mas fazer a garota inconsciente beber água a força traz o perigo de aspiração pulmonar[3], e julgando pela compleição dela, sua condição não era tão severa, assim, eu decidi esperar que ela acordasse.

(Garota): “Hn… onde…”

A jovem garota disse a frase padrão. Parecia que ela tinha recuperado sua consciência.

Ela lentamente se levantou e estapeou minha cara duas vezes.

(Garota): “… não dói, eu acho que isto é um sonho”

(Ichinojo): “Não, minha bochecha é a que está doendo”

(Garota): “Se não é um sonho, então, se isso machuca…”

A garota colocou ambas as mãos nas minhas bochechas enquanto me encarava com uma expressão vazia.

A atmosfera parecia como se ela estivesse a ponto de me beijar, mas os olhos dela gradualmente recuperaram a vida.

Nesse momento, ela finalmente percebeu o que tinha feito.

Ela removeu suas mãos em pânico…

(Garota): “Des-desculpe. Erm… onde eu estou?”

(Ichinojo): “Este é o centro do deserto. Você estava sendo perseguida por bandidos… você se lembra disso?”

(Garota): “Is-isso mesmo… eh? Então, onde estão os bandidos? E quanto aos Wyrm de Areia?”

Ela inclinou sua cabeça e perguntou.

Parecia que ela estava sem suas memórias de antes de ela perder a consciência.

(Garota): “Ou melhor, me desculpe pela demora. Eu sou Yu Hariel. Eu estava no meio da minha jornada para a |Cidade de Gagarian|, no Noroeste, quando eu fui atacada pela tribo que chama as ruínas do deserto de casa”

(Ichinojo): “Wow, tão educada. Meu nome é Ichinojo… bem, você pode dizer que eu sou um Espadachim viajante”

Como o outro lado era da nobreza, eu respondi com um pouco mais de educação. Eu me chamei de Espadachim porque eu configurei meu emprego como Espadachim para os outros verem.

Isso também foi graças a lembrancinha de Miri. Meu emprego de Desempregado foi falsificado para virar Espadachim Lv23 e ela tinha até depositado o certificado de emprego na minha [Bolsa de Itens].

Eu me perguntei exatamente como ela preparou tais identidades falsas?

(Hariel): “Por favor, você não tem que usar honoríficos. Ichinojo-sama parece ser mais velho do que eu e, além disso, você é meu salvador. Aliás, eu não vim de uma família que exige o uso de honoríficos”

Hariel disse com um leve sorriso. Mas o trabalho dela não é Nobre?

Hn… parecia que ela queria esconder sua identidade.

Vendo como ela não estava agindo toda poderosa mostrava que ela era diferente do outro único nobre que eu conhecia… Oregeru.

(Ichinojo): “Okay, Hariel”

Eu disse e estendi minha mão a ela. Ela encarou minha mão e a apertou com um sorriso.

(Ichinojo): “Coincidentemente, eu também estou em meu caminho para a |Cidade de Gagarian|, então talvez possamos viajar juntos?”

(Hariel): “Você tem certeza?”

(Ichinojo): “É claro”

Eu assobiei e o Corredores do Deserto correu até mim. Eu vi o fragmento de gelo do Wyrm de Areia que eu derrotei dentro da boca dele.

(Ichinojo): (“Se apresse e engula isso”)

Eu sussurrei para o Corredor do Deserto e ele rapidamente comeu o fragmento.

É sério, este glutão.

(Hariel): “Ichinojo-sama, qual o problema?”

(Ichinojo): “Não, não é nada. Vamos andando”

Se não partíssemos logo, o Wyrm de Areia começaria a derreter. Mesmo que eles estivessem enterrados sob a areia, o cheiro ainda escaparia.

Eu limpei a boca do Corredor do Deserto que finalmente terminou de comer e guardei o guarda-sol e a espreguiçadeira na minha [Bolsa de Itens].

Eu então pulei no Corredor do Deserto e estendi minha mão para Hariel.

Hariel agarrou minha mão e se sentou atrás de mim.

(Hariel): “Este Corredor do Deserto é bem forte”

(Ichinojo): “Yeah, embora ele seja um comilão. Ninguém estava disposto a comprá-lo, então eu acabei o comprando por um preço baixo”

(Hariel): “Que tipo de negócios você tem na |Cidade de Gagarian|?”

(Ichinojo): “Há um |Labirinto| na |Cidade de Gagarian|. Eu escutei que ao derrotar o monstro lendário chamado de Escorpião de Areia dentro dele, eu poderia adquirir um emprego conveniente que deixaria mais fácil cruzar o deserto”

Atravessar o deserto era difícil.

Em primeiro lugar, ele era quente. Em geral, o Continente do Sul tinha temperaturas mais altas, mas isso era ainda mais elevado no deserto.

Inclusive, carruagens eram inutilizáveis. A areia iria se prender nas rodas e aumentaria a carga sobre os cavalos.

Por isso, Corredores do Deserto eram necessários para atravessar o deserto, mas mesmo isso tinha desvantagens. Eles eram comedores vorazes. Os carnívoros Corredores do Deserto podiam farejar monstros há dez quilômetros de distância. E assim que eles chegassem a um certo nível de fome, eles iriam ignorar as ordens de seus donos e seguiam em direção aos monstros.

Eu tinha uma [Bolsa de Itens], então eu poderia carregar carne comigo, mas pessoas comuns eram incapazes de viajar com enormes quantidades de carne. Porque fazer isso poderia atrair outros monstros para eles.

No fim, Corredores do Deserto se tornam montarias para Aventureiros caçarem monstros. A propósito, o tio domador que me vendeu o Corredor do Deserto riu enquanto comentou que os bandidos também usavam Corredores do Deserto… mas esses Corredores do Deserto comiam carne humana com mais frequência do que carne de monstro. Apesar de eu falhar em achar isso engraçado.

O deserto era muito problemático, mas atravessar o deserto se tornaria instantaneamente uma brisa assim que eu conseguisse o emprego Viajante da Areia.

E assim eu escutei que a condição era encontrar o |Labirinto| da |Cidade de Gagarian|.

Ademais, o |Labirinto| da |Cidade de Gagarian| estava sob a jurisdição de Libra-sama. Eu queria falar com ela se fosse possível.

(Hariel): “Er… erm. Ichinojo-sama, eu quero perguntar. Ichinojo-sama foi quem derrotou os bandidos e os Wyrms de Areia…”

(Ichinojo): “Ah… erm, sobre isso…”

(Hariel): “Ou foi seu companheiro?”

huh?

Por que isso virou uma situação onde meu companheiro foi quem derrotou os Wyrms de Areia…”?

(Hariel): “Eu meio que me lembro do que aconteceu há pouco, mas eu me lembro que os Wyrms de Areia foram derrotados por Magia de Gelo… mas Ichinojo-sama é um Espadachim-sama, não é? Nesse caso…”

Ah, entendi.

Foi porque eu derrotei os Wyrms de Areia com magia, mas me apresentei como um Espadachim. Isso certamente seria anormal.

(Hariel): “Além disso, as escamas de um Wyrm de Areia são extremamente duras e eu acho que derrotar eles com essa espada seria excessivamente difícil…”

(Ichinojo): “Não, não foi meu companheiro. Um Mago-san que estava passando derrotou eles. Incrível, não?”

Eu disse com um sorriso.

Algo tão conveniente poderia realmente acontecer? Eu pensei comigo mesmo enquanto dizia isso, mas Hariel parecia estar convencida.

(Hariel): “Entendo…”

Por algum motivo, Hariel pareceu um pouco desapontada.

Talvez ela esteja se sentindo desconfortável sobre deixar sua segurança comigo?

(Ichinojo): “Bom, não se preocupe. Não chega aos pés daquele Mago, mas eu tenho confiança nas minhas habilidades com a espada”

(Hariel): “Sim, eu vou esperar ansiosamente por isso”

Hariel disse com uma voz animada.

Ela parecia ter circunstâncias especiais, mas eu estava no mesmo barco, então nós dois não falamos sobre isso.

Eu seria capaz de entrar na |Cidade de Gagarian| com a identidade dela, dessa forma, ela também estava me ajudando.

[Ichinojo]: (“Além disso, eu estou agindo separado de Haru e as outras, então eu estava me sentindo solitário viajando por conta própria”)

Assim que eu incitei o Corredor do Deserto para frente, eu pensei sobre Haru, Carol e Malina, que ainda deviam estar no Continente do Oeste por enquanto.


[1] Splatter (ou gore) é um subgênero do cinema de terror que, deliberadamente, se concentra em representações gráficas de sangue e violência gráfica. Estes filmes, por meio da utilização de efeitos especiais, tendem a apresentar um interesse evidente na vulnerabilidade do corpo humano e na sua teatral mutilação. O termo “cinema splatter” foi cunhado por George A. Romero para descrever seu filme “Zombie: O Despertar dos Mortos” (Dawn of the Dead), de 1978.

[2] Insolação (ou heliose) é um mal-estar decorrente da exposição prolongada ao sol intenso ou ao calor. Os sintomas mais frequentes são desidratação, queimaduras de pele, dor de cabeça, tontura e febre. Nos casos mais graves, pode ocorrer perda de consciência.

[3] No meio médico, aspiração pulmonar (ou engasgo) é o bloqueio da traqueia de uma pessoa por um objeto estranho, como vômito, sangue ou outros fluidos.