Para o esconderijo do grupo de contrabandistas

Depois de ele reconfirmar o fato de que Daijiro-san era uma mulher, nós deixamos isso de lado e pedimos para Schreyl prosseguir, disfarçando meu Emprego como Pirata.

Suzuki me avisou para evitar ser questionado sobre meu Emprego assim que saíssemos da cidade. Se a [Joia de Verificação de Emprego], que é usada quando entramos na cidade for usada em mim, eu serei tratado como um criminoso. Eu acabei de descobrir que a joia era chamada de [Joia de Verificação de Emprego].

Finalmente, a tripulação de contrabandistas só iria entrar em contato conosco à noite, então nós retornamos para a estalagem luxuosa em que Suzuki estava ficando.

Quando voltamos, Haru e as outras garotas estavam cercadas por uma atmosfera sombria.

Em particular, eu estava preocupado sobre como Haru e Carol só me olharam quando eu voltei e não disseram uma única palavra.

Eu fiz algo ruim?

Foi Kannon quem quebrou o silêncio.

(Kannon): “Na verdade, pode haver pessoas neste continente que saibam sobre o paradeiro de Daijiro ou seu objetivo. Eu só estava dizendo a Marina e as outras sobre isso”

(Ichinojo): “Sério?”

(Kannon): “Yup, o ⌈Herói Alessio e o Mago Hack. Eles já foram companheiros de Daijiro”

Entendo… Alessio e Hack certamente apareceram montando o Rei Dragão durante a confusão em |Dakyat| e protegeram a cidade de |Ferruit|[1].

Eles devem saber sobre o objetivo de Daijiro-san e a exata localização dela.

(Ichinojo): “Você sabe sobre a localização deles?”

(Kannon): “Meio que sim. Eles devem estar atualmente no |Reino de Arundel|

|Reino de Arundel|… onde |Florence| e |Belasra| estão localizadas. Em outras palavras, o país eu que eu cheguei depois da minha transferência.

(Ichinojo): “E quanto as outras pessoas?”

(Kannon): “A mercadora de Escravos chamada Quince. É uma coincidência, mas ela é uma pessoa importante para Carol-chan aqui”

Desta vez, ela nomeou uma pessoa inesperada.

Quince-san é a fascinante mulher que cuidava do negócio de Escravos na cidade de |Belasra|. Uma pessoa que poderia fazer um cachimbo parecer maneiro.

Eu comprei Carol do posto de comércio de Escravos de Quince-san.

(Kannon): “Essa pessoa gerencia uma famosa loja de informação em segredo e tem redes de informação dentro da Guilda de Aventureiros, os figurões influentes em vários países e, acima disso, até dentro do exército do Lorde Demônio. Miri-sama e eu quase morremos em |Korat| por causa dessa conexão”

Kannon disse isso com uma gargalhada, mas julgando pelo rosto pálido de Norm-san, elas provavelmente se envolveram em algo realmente ruim.

De qualquer forma, Quince-san, huh

(Kannon): “Portanto, eu tenho uma pequena sugestão, por que vocês não se dividem em dois grupos para procurar por Miri-sama?”

(Ichinojo): “Dois grupos?”

(Kannon): “Isso mesmo, por certos motivos, eu não posso ir atrás de Miri-sama. Eu recebi uma ordem, então eu não posso continuar neste país e no Continente do Sul. Para não perder os heróis, eu planejo seguir para o Norte, para a cidade de |Belasra|

(Malina): “Eu-eu quero… viajar com Kannon. Voltar para o meu antigo mundo é importante, mas eu também quero retribuir o favor de Kusunoki-san”

Malina disse com seu habitual tom amedrontado.

Malina era próxima de Kannon, então, provavelmente, seria mais fácil para ela viajar com Kannon.

(Carol): “E assim, Ichino-sama. A respeito de Quince-sama, seria melhor para Carol ir junto”

(Norm): “Eu também tenho a conexão do grupo de Vigilantes do |Reino de Arundel|, então eu acredito que eu serei mais útil procurando por essas pessoas”

Disseram Carol e Norm.

Ambas tinham razão.

Porém, isso deixa…

(Ichinojo): “Então Haru e eu vamos viajar para o Continente do Sul”

(Haru): “… não Mestre. Entre nós, apenas Kannon-san e eu somos capazes de lutar. Além disso, eu conheci Alessio-sama quando era jovem, então se eu conseguir a permissão do Mestre, eu desejo ficar neste continente com Carol e as outras”

Olhando para os olhos cheios de determinação de Haru, eu perguntei.

(Ichinojo): “Você está preocupada com as palavras que Miri te disse?”

(Haru): “Um pouco… mas este é o meu desejo”

Entendo… nesse caso.

(Ichinojo): “Posso deixar isso com você?”

(Haru): “Sim… eu vou dar o meu melhor para atender às expectativas do Mestre”

Eu segurei a mão dela enquanto olhava em seus olhos que estavam repletos de resolução.

(Ichinojo): “Um mês… 30 dias a partir de hoje. Por favor, me espere na cidade de |Florence|. Eu definitivamente vou buscar vocês”

Com o meu feitiço Retornar para Casa da Magia Cotidiana, eu poderia me transferir para a casa de Norm, que estava gravada como a casa de Margaret-san.

Durante esse tempo, voltar com Miri será considerado um sucesso, assim que tudo acabar…

Oop, dizer algo a mais seria erguer uma bandeira de morte.


Nessa noite, Suzuki e eu entramos em contato com a tripulação de contrabandistas.

Aparentemente, o esconderijo do grupo era um armazém no píer. Contudo, depois de entrar no armazém, havia muitas caixas de madeira, mas a presença de humanos estava…

(Ichinojo): “Embaixo, huh?”

A habilidade de Detecção de Presença estava funcionando bem.

Eu podia sentir a presença de dezenas de pessoas abaixo do chão.

(Suzuki): “Como esperado de Kusunoki-kun. Correto. As caixas aqui em cima são disfarces, o grupo de contrabando e os produtos estão abaixo do solo”

(Ichinojo): “Mas isso não é bem preocupante? Se um investigador tiver a habilidade de Detecção de Presença como eu, isso não seria facilmente descoberto”

(Suzuki): “É claro, normalmente haveria alguém com a habilidade de ocultação de prontidão e eles iriam ser transferidos apenas durante o trabalho. Além disso, eles cavaram bem fundo no subterrâneo. O líder do grupo de contrabandistas mencionou que habilidades comuns de Detecção de Presença não detectariam nada, mesmo se houvesse pessoas aqui. Afinal, até a minha Detecção de Presença não pode detectá-los”

Então eu posso perceber isso porque tenho a Detecção de Presença II.

O buraco levando para o subterrâneo estava na verdade no banheiro.

Isso foi originalmente escavado para permitir que a descarga fluísse para o oceano, mas a tripulação de contrabandistas a usou como uma passagem secreta.

Havia um único cubículo com um aviso de fora de serviço colocado nele e abrir essa porta revelaria um vaso sanitário amarelado.

Suzuki mostrou uma expressão ligeiramente enojada enquanto ele movia o vaso sanitário e o azulejo.

Revelando uma escada de corda e paredes de terra.

Mesmo que ele provavelmente não fosse usado como um banheiro agora, ele deve ter sido usado como um no passado…

(Ichinojo): “… Limpar

Eu limpei as paredes ao redor com Magia Cotidiana. As paredes eram feitas de terra, então não houve mudança visível, mas isso era uma questão de sentimento.

(Ichinojo): “Eu posso entender o motivo para Suzuki estar agindo sozinho. Não tem jeito de eu permitir que uma garota entre por um lugar como este”

(Suzuki): “Hahaha, estou feliz por você entender. Bem, mas essa não é a única razão”

Suzuki sorriu amargamente e desceu a escada de corda primeiro.

Eu o acompanhei.

A partir daqui eu terei que agir como um membro de um grupo de contrabando.

… virar o lacaio de um Pirata e de uma tripulação de contrabandistas, minha vida meio que saiu dos trilhos.

Mesmo eu querendo viver uma vida honesta e respeitável.


[1] Ichinojo está se referindo aos eventos do capítulo 106, onde Alessio e Hack protegeram a cidade de Ferruit contra os monstros criados artificialmente no Labirinto por interferência de Valf, o Vampiro do exército do Lorde Demônio.