Ficando forte mais rápido no |Labirinto| (8ª Parte)

(Lute): “Então, vamos voltar para cima?”

(Lilith): “… para cima? Por quê?”

“Sim”, eu balancei minha cabeça confirmando.

(Lute): “O caminho a partir do próximo andar desce para a parte mais funda deste |Calabouço|… para o guardião”

(Lilith): “… então… qual o problema?”

(Lute): “O que você acha que é esse guardião?”

(Lilith): “… um Dragão Zumbi. Um Dragão morto… massacrado e enviado para o além por um Dragão jovem. Para passar o bastão para a próxima geração… é este tipo de ritual sagrado”

(Lute): “Sim, é exatamente como você falou. Então… a arma que eu tenho é apenas esta faca. Mesmo que ele já esteja morto… você acha que eu posso caçar um Dragão com isto? O estado dele é preservado de uma forma tão boa que ele parece o mesmo de quando estava vivo, não é?”

Lilith balançou sua cabeça concordando com a minha afirmação.

(Lilith): “… eu acho que Lute ficou mais forte, mesmo assim, não é possível para você atravessar as escamas dele”

(Lute): “É por isso que vamos voltar primeiro. Exatamente como o Peixe-Gato Gigante e o Golem… ainda há algumas presas sobrando”

(Lilith): “… algumas vezes você quer subir, enquanto em outras você quer descer… sério, qual é o seu problema?”

Lilith olhou para cima dela e disse isso revoltada.

Eu respondi a essa pergunta concordando com a cabeça.

(Lute): “A fundação deste |Calabouço| é feita em grande parte de Orichalcum. Assim, as escadas de Orichalcum e os caminhos que são feitos com o mesmo material desta fundação e as partes mais importantes estão interligadas. Ele foi planejado para ser feito assim”

(Lilith): “… Orichalcum. Eu entendi a ideia geral. É um metal forte”

(Lute): “A existência dos subalternos dos Anões, os Homúnculos[1], têm um papel importante para construir instalações impossíveis… como este |Calabouço|

(Lilith): “… bom, mesmo assim, a construção deste lugar não deve ter levado mais do que cem anos. Mas graças a uma pessoa bem irresponsável que queimou e destruiu o lugar…”

Ignorando o olhar perfurante de Lilith, eu apontei meu dedo para cima

(Lute): “Então, vamos seguir para cima, okay? Por enquanto, vamos voltar para o primeiro andar”


E assim, nós chegamos na sala em que derrotamos o Minotauro.

Eu peguei o machado gigante ao lado do corpo do Minotauro.

Um machado forte com dois metros feito de um tipo especial de metal.

O peso devia estar entre cem ou duzentos quilos…

Eu poderia levantar ele mesmo no Level 1, mas conseguir atacar com este machado em uma luta real seria impossível.

Mas eu estou no Lv99 agora.

Além disso, apesar da minha ocupação ser Aldeão, graças a ‖Proteção do Rei Dragão‖, a taxa de crescimento foi corrigida para o nível de um Sábio. Desta forma, ocupações de alto nível não podem me subestimar.

Eu usei minha força.

Enquanto eu balançava o machado, podia-se escutar um som cortante.

… sim, não é diferente de balançar um galho.

Eu ativei minhas habilidades ‖Técnica com Espada‖ e ‖Taijutsu‖[2].

Com vários testes, eu consegui manejar o machado com habilidade.

É claro que devem existir habilidades como ‖Técnica com Machado‖ ou algo do tipo que traria o potencial total de um machado, mas para enfrentarmos esta emergência… bom, isto ainda é aceitável.

Eu girei o machado como um redemoinho com uma mão.

Com isto… não seria possível fazer “aquilo”?

Agora que eu pensei sobre isso, foi há pouco tempo que eu tive sorte e fugi desta sala com o Minotauro

… a Cordelia de 15 anos cortava rochas enormes como se fossem manteiga usando sua espada.

Então eu caminhei até as rochas grandes ao redor da caverna.

Um pedregulho enorme com quase cinco metros de diâmetro.

Eu girei com uma velocidade tremenda em direção a superfície irregular da pedra.

Isto é incrível… mas do que cortar manteiga com uma faca quente… a resistência foi ainda menor.

E, em apenas alguns minutos, uma esfera feita de pedras com três metros de diâmetro estava diante de mim.

A vizinhança foi preenchida por peças de pedra.

Ao invés de serem atingidas por golpes furiosos, era como se elas tivessem sido raspadas.

Eu falei com Lilith enquanto ela ainda estava em choque.

(Lute): “… no começo, quando eu segurei o machado, eu tive que usar um pouco do ‖Fortalecimento Físico‖, mas isso só me permitia completar alguns golpes”

Sim.

Isto será o suficiente.

(Lute): “Agora, vamos indo”

Lilith respondeu com uma pergunta depois que eu disse isso.

(Lilith): “… para onde?”

(Lute): “Vamos ter nossa vingança contra o Golem agora”

 

Nome:Lute MarklenLevel:99
Raça:HumanoOcupação:⌈Aldeão⌋
Idade:12 anosCondição:Normal
HP:4.321/4.321MP:17.850/17.850
Ataque:1.020Defesa:985
Magia:3.400Evasão:1.150
Habilidades de Fortalecimento
‖Fortalecimento Físico‖: Lv10 (Máximo)
‖Técnica de Fortalecimento Corporal‖: Lv10 (Máximo)
‖Kimonhou‖[3]: Lv6
Habilidades Defensivas
‖Estômago Indestrutível‖: Lv2
‖Resistência Mental‖: Lv2
‖Invencível‖: Lv10 (Máximo)
Habilidades Cotidianas
‖Cultivo Agrícola‖: Lv15 (Superar Limite: Benção da Deusa)
‖Técnica com Espada‖: Lv4
‖Taijutsu‖: Lv8
Habilidades Mágicas
‖Manipulação de Mana‖: Lv10 (Máximo)
‖Magia Comum‖: Lv10 (Máximo)
‖Ataque Mágico Básico‖: Lv7 (Limite de Crescimento)
‖Magia de Cura Básica‖: Lv7 (Limite de Crescimento)
Títulos
‖A Criança Mais Forte da Terra‖: Lv10 (Máximo)
‖Jovem Sábio‖: Lv10 (Máximo)
‖Mãos que Curam‖: Lv10 (Máximo)
‖Santo‖: Lv3 (Limite de Crescimento)
‖Oniko‖[4]: Lv10 (Máximo)
‖Matador de Goblins‖: Lv10 (Máximo)
‖Mago Herege‖: Lv3
‖Matador de Bovinos‖: Lv2
Bônus de Habilidades
Usando ‖Técnica de Fortalecimento Corporal‖
·         |Ataque |Defesa |Evasão + 150 pontos
Usando ‖Kimonhou‖
·         |Ataque |Defesa |Evasão + 300 pontos
Usando ‖Fortalecimento Físico‖
·         |Ataque |Defesa |Evasão × 2 pontos
Equipamento
[Machado do Minotauro]
·         Raridade: B +
·         |Ataque: + 500 pontos
·         |Evasão: – 200 pontos

[1] A alquimia possuí três objetivos, o primeiro é transmutar metais inferiores em ouro, o segundo fabricar o Elixir da Longa Vida e o terceiro é a criação de vida humana artificial a partir de materiais inanimados (um clone humano na acepção moderna), os homúnculos.

[2] Taijutsu é um termo japonês que se refere a um estilo de luta que envolve chutes e socos. É parecido com o Karatê, mas tem um foco maior nas técnicas corporais.

[3] Kimonhou seria algo como a “porta do demônio”.

[4] Oniko pode ser traduzido como “criança demoníaca”.