Como sempre, os problemas aparecem

Vários dias depois, eu visitei a mansão de Garret-san como prometido. Quando eu disse para Meru que eu estava indo, desta vez ela só acenou como se dissesse “Não se incomode comigo!” e começou a brincar com Lula… ] suspiro [ … graças a isso eu a deixei na estalagem.

Eu cheguei na mansão. Assim que os guardas gentilmente me deixaram entrar, havia uma sensação de estar sendo observado. Quando me virei, eu vi uma Mulher-Fera da Tribo dos Gatos me encarando intensamente. Percebendo que eu a vi, ela desapareceu dentro da mansão. O que foi isso? Será que ela não gosta de me ver vindo aqui ou algo do tipo?

Eu dei meu nome para a recepcionista e pouco depois fui guiado para um quarto nos fundos.

Dentro do pequeno quarto mal iluminado, eu tentei olhar ao meu redor. Paredes azuis e móveis habilmente organizados. Eu podia sentir um cheiro suave chegando no meu nariz e então Tata-san veio lentamente da direção que eu estava olhando.

(Tata): “Desculpe por faze-lo esperar. Estou feliz que você voltou como prometido”

(Wazu): “N-não…”

Nos sentamos frente a frente dentro do quarto. Ugh… meu coração ainda não está pronto… as palavras não saem… eu estava olhando para o chão com o rosto vermelho e então, Tata-san começou a tirar suas roupas lentamente.

(Wazu): “Es-espere, o que você está fazendo?”

(Tata): “Huh? Deste jeito nós podemos nos conhecer melhor, não é?”

(Wazu): “Es-está errado!! Q-que tal nós começarmos com uma conversa primeiro”

(Tata): “Yeah! Eu prefiro isso também”

Huh? Olhando para minha reação, eu percebi que Tata-san deu um pequeno risinho.

(Tata): “Você finalmente está olhando para mim direito. Você se acalmou um pouco?”

Aparentemente ela pregou uma peça em mim para aliviar minha tensão. De novo, eu escondi meu rosto de Tata-san enquanto coçava minha cabeça.

(Tata): “Muito bem, sobre o que devemos falar? Vamos ver, primeiramente, eu nasci e cresci nesta cidade. Então muito obrigado por salva-la”

(Wazu): “Não. Quero dizer… estou feliz de ouvir isso. Eu acho que foi uma boa ideia salvar a cidade”

A partir daí, ficou mais fácil para eu ter uma conversa. Eu contei para ela a minha história antes de vir para esta cidade. Mas como esperado, não pude dizer nada sobre Aria e Sarona-san, ou a história sobre minha vida na |Montanha|.

O ar se tornou um pouco mais escuro quando Tata-san me falou sobre suas próprias circunstâncias. O fato de ela trabalhar aqui é devido a dívida de seu pai. Mas ela não se arrepende de trabalhar aqui, porque “todos aqui são amigáveis”, ela disse enquanto sorria. Eu não sei o que dizer. Mas pelo que eu posso ver, ela não está mentindo para ganhar minha simpatia.

Dentro desta atmosfera pesada…

(Tata): “Okay! A história acaba aqui”

Ela disse enquanto batia suas mãos e sorria. Depois disso ela me ensinou sobre as especialidades da cidade, os pontos turísticos etc. Vamos levar Meru naquele lugar mais tarde.

Meu nervosismo não desapareceu completamente, mas eu acho que estamos tendo uma divertida conversa deste jeito. Mas então, ouvimos uma confusão do outro lado da sala. Uma voz que parecia estar reclamando de algo podia ser ouvida. Quando Tata-san percebeu isso, ela foi em direção a porta para ver o que estava acontecendo.

(???): “Apenas traga ela logo!! Eu escutei que tem uma super beldade chamada Tata trabalhando aqui, não é? Eu quero que ela seja nossa acompanhante!! Apenas mova seu traseiro logo!!”

(Guarda): “Eu disse que nós não aceitamos convidados que usam a força como vocês…”

(???): “Calado!! Você quer que a gente destrua este lugar? Nós somos aventureiros rank A!!”

] Dogann!! [

Um som de algo quebrando pode ser ouvido junto desta voz. Reagindo ao barulho, Tata-san se apressou com o rosto pálido como se todo o sangue tivesse sido sugado.

(Aventureiro A): “Opss. Minha culpa. Eu não achei que você fosse tão fraco. Mas este lugar… ah. É mesmo. Que tal se nós protegêssemos este lugar? Como pagamento, nós só precisamos que uma mulher abra suas pernas para nós todas as noites!!”

(Aventureiro B): “Oh. Essa é uma excelente ideia!! Vamos fazer isso!! Hey. Traga o dono aqui depressa!! Enquanto isso, nós iremos administrar o lugar!! Gyahahahaha!!”

Eu olhei para a porta por onde Tata-san saiu. Eu levantei de meu lugar enquanto suspirava e segui em direção as vozes enquanto seguia Tata-san. Por Deus! Os aventureiros de rank A são todos idiotas…

(Garret): “Eu sou Garret, o dono deste lugar. Nós não precisamos de idiotas como vocês aqui!! Deem o fora daqui!!”

(Aventureiro A): “Haa? Aparentemente será mais fácil se usarmos a força com ele”

(Tata): “Garret-san!!!”

(Aventureiro B): “Ouu… a beldade-chan apareceu!! Bem, isso já está decidido!! Yosh. Venha aqui, hoje você irá ser nossa acompanhante”

(Tata): “Kyaa!! Me solte!!”

(Garret): “Pare com isso!! Vocês aí!!”

(Aventureiro A): “Cale a boca tio!! Fique fora disso”

] Dogann!!! [

O som de algo quebrando pôde ser ouvido novamente. Eu cheguei na sala da recepção onde a comoção estava acontecendo. Mesas e cadeiras estavam espalhadas ou quebradas. Garret-san e o Sr. Cara Assustadora foram nocauteados na parede esquerda e direita respectivamente. No centro, há duas pessoas que parecem aventureiros, os culpados por essa confusão. Aqui e ali posso ver convidados e guardas os cercando. A Mulher-Fera de antes também está aqui. Eu acompanhei os olhares das pessoas que estavam encarando um único ponto. Lá, Tata-san foi capturada por esses caras.

(Aventureiro A): “Gyahahaha!! Com certeza ela é mesmo linda!! Yosh. Você é minha mulher a partir de agora”

(Aventureiro B): “Hey. Isso é injusto!! Deixe-me participar também!!”

(Aventureiro A): “Eu sei!! Bom, você irá me acompanhar primeiro!!”

(Tata): “Eu me recuso!! Por favor, deixe-me ir!!”

Tata-san tentou escapar deles, mas não parece possível para ela escapar assim.

] suspiro [

Em um instante, a figura de Tata-san desapareceu de seus olhos. Eu segurei Tata-san em meu braços.

(Wazu): “Por Deus… por favor, não seja tão irresponsável Tata-san”