Nós chegamos na vila, mas…

Há duas vilas ao longo da estrada que conecta a cidade de |Linnic| e a |Capital Imperial|. Uma delas é a |Vila Oishi|, a cinco dias de caminhada de |Linnic|. Eu escutei isso de Orlando. Nós passamos bastante desse tempo treinando antes de chegar a vila. Algumas vezes nosso oponente era um monstro que aparecia. Nós também nos enfrentamos regularmente. Nós fizemos várias coisas.

Entretanto, eu não pude compreender uma coisa: não houve nenhum tipo de melhora do meu lado. Bom, eu acho que minha |Vitalidade era tão alta porque eu me machuquei muito antes, não por treinar. Com este sentimento, nós caminhamos lentamente para a |Vila Oishi|. Nós levamos sete dias quando normalmente se leva cinco dias.

Nós dois entramos na |Vila Oishi|. Mesmo que ela não seja tão grande, os arredores da vila estão fortificados com um muro de tijolos e há muitas estalagens e tavernas. Elas foram construídas para as pessoas que estão viajando para a |Capital Imperial|. No entanto, eu não consigo ver ninguém. Não há estalajadeiros, nem clientes… na verdade não há ninguém.

Orlando e eu nos olhamos e cuidadosamente observamos os arredores com atenção. Orlando puxou sua espada da cintura. Eu também avisei Meru que estava descansando na minha cabeça só por segurança.

Nós prosseguimos devagar e chegamos a um local aberto como uma praça da vila onde uma multidão estava reunida no centro. Eu me pergunto sobre o que é essa comoção… bom, nós veremos isso mais tarde. Orlando guardou sua espada na bainha e se aproximou da multidão.

(Orlando): “O que aconteceu aqui?”

(???): “!?!?!?”

Todos se agitaram quando Orlando gritou. Eles estavam nos encarando como se estivessem nos avaliando, então, um homem saiu do meio da multidão.

(???): “… e vocês são?”

(Orlando): “Ah. Me desculpe. Nós somos viajantes no meio de nossa jornada para a |Capital Imperial| partindo da cidade de |Linnic|

(???): “Então é isso… sinto muito, mas não estamos em condições de receber forasteiros no momento. Por favor, continuem sua jornada!”

(Orlando): “Contudo, esse parece ser um assunto sério, nós podemos emprestar nossa força se vocês desejarem”

Orlando falou com o homem com um sorriso no rosto para passar uma impressão favorável. Tal sorriso é impossível para mim. O homem voltou para a multidão para consultar seus amigos. Seus olhares brilhantes estão voltados para Meru ao invés de Orlando. Eu tive uma sensação desagradável, então chamei Orlando.

(Wazu): “Hey. Estou com uma sensação desagradável. Por que não vamos embora logo?”

(Orlando): “Do que você está falando Wazu? Se alguém está em apuros, é dever de um Cavaleiro ajudar!!”

Você ainda não é um Cavaleiro, sabia? Espere… você já é um Cavaleiro em seu coração?

Haaa… depois de suspirar profundamente, eu tentei convencer Orlando com um pouco mais de urgência, mas antes disso acontecer, o homem voltou para falar com Orlando.

(???): “Sinto muito por faze-lo esperar. Eu vou te contar sobre a situação, portanto, se possível, você poderia nos emprestar sua força?”

(Orlando): “Yeah!! Deixe isso comigo!!”

Tanto faz! Quando eu virei meus olhos em direção para a multidão, algumas pessoas saíram e desapareceram em algum lugar.

(???): “Na verdade, os bandidos nos atacaram a pouco tempo e as garotas da vila foram sequestradas”

(Orlando): “O quê!? Este é um problema muito sério!!”

(???): “Então agora, eu pensei em reunir os jovens da vila para pega-las de volta…”

(Orlando): “Entendo. Como eu estou confiante em meu poder, me deixe ajuda-los também, por favor!!”

(???): “Isso seria de grande ajuda”

(Orlando): “É claro que Wazu virá também, certo?”

Orlando pediu a minha confirmação, mas eu fingi pensar sem responder. Bom…

Por enquanto, eu vou responder como se estivesse preocupado.

(Wazu): “Não, eu vou ficar aqui”

Com a minha resposta, Orlando mostrou uma cara de “Eh?” e o homem mostrou desconforto em seu rosto por um momento. Eu dei a ele uma desculpa que eu acabei de inventar.

(Wazu): “Talvez os bandidos voltem para cá. Eu vou ficar aqui, então você pode ir. Está tudo bem, será algo simples para o seu eu atual”

(Orlando): “Entendi… com certeza há esse perigo. É uma boa ideia dividir nossa força. Yoshh. Vou deixar este lugar para você!! Vamos partir agora mesmo!!”

(???): “Eh!?”

Quando Orlando disse isso para mim…

(Orlando): “Estou indo”

… ele levou várias pessoas e saiu da vila. Dê o seu melhor, porque isso é parte do seu treinamento. Enquanto olhava na direção que Orlando seguiu, o homem de antes falou comigo.

(???): “Eh? Você não vai com ele?”

(Wazu): “Hmm? Eu não quero ir, já que os bandidos também estão aqui”

Eu ri audaciosamente para o homem de mais cedo.

(???): “Não, os bandidos estão…”

(Wazu): “Primeiro, mesmo que seja verdade que as mulheres e crianças tenham sido capturadas, é impossível que nenhuma tenha ficado para trás. Além disso, eu não vi nenhum homem jovem ou velho neste lugar. Segundo, este lugar deveria estar cheio de aldeões, mas há poucas pessoas aqui não importa como você análise a situação. Aliás, esta é uma vila cheia de estalagens, mas não há nenhum cliente. Provavelmente vocês confinaram eles em algum lugar da vila, não é? Este é o fim da minha especulação. Há alguns companheiros seus que estão indo para lá também, não é? Os caras que saíram mais cedo da multidão estão indo dar as notícias para os outros caras para que eles possam lançar um ataque surpresa. Em outras palavras, é um ataque em pinça. Que tal essa suposição?”

Sem dizer nenhuma palavra, o homem estalou sua língua e deu um sinal para seus companheiros. Então, um grupo de pessoas apareceu de todos os lados, tentando formar um círculo ao meu redor. Há duas vezes mais pessoas do que antes.

(???): “Hee!! Você é bem esperto para sua aparência, mas há coisas neste mundo que é melhor não dizer. Você achou mesmo que poderia derrotar todos nós mesmo depois de nosso número ser reduzido? Que pena!!”

Ele disse isso com um olhar triunfante e recebeu uma espada do homem atrás dele.

Enquanto isso, eu estava me alongando um pouco.

(Wazu): “Um, dois… sete, oito…”

(???): “O que você está fazendo?”

(Wazu): “Eh? Me aquecendo!”

É para te fazer voar daqui a pouco.