Aguente firme Orlando!!

Fomos para uma floresta próxima seguindo o cheiro de Orlando. Assim que chegamos perto da localização que Meru estava apontando, eu vi que Orlando puxou sua espada em um lugar aberto. Ele estava enfrentando dez bandidos. O maior bandido desse grupo estava segurando uma garotinha enquanto mantinha a lâmina de seu machado no pescoço dela.

Parece que eles estão usando uma refém para deter os movimentos de Orlando. No ombro esquerdo de Orlando há um corte que vai até suas costas com sangue escorrendo. Talvez ele tenha sido pego de surpresa pelo bandido que o levou até ali. É bom ver que nada mais sério aconteceu com ele. Orlando, que notou minha presença, perguntou sobre a situação.

(Orlando): “Wazu!! O que você está fazendo aqui?”

(Wazu): “O quê? Eu só vim ver como estão as coisas”

(Bandido A): “Quem é você maldito?”

(Bandido B): “Ah! Ele é o amigo do idiota. Ele ficou para trás na vila”

Um dos bandidos chamou o Gigante que pegou a garotinha como refém de chefe, e falou de mim para ele. Entretanto, não chame o meu amigo de idiota ou… vou matar você.

(Wazu): “Fuu… então, você é o líder dos ⟦Irmãos Alguma Coisa, não é?”

(Bandido B): “É ⟦Irmãos Digondo!!”

(Bandido A): “Desgraçado! Você não conhece este Digo-sama, o líder dos ⟦Irmãos Digondo?”

Os bandidos ao redor começaram a xingar.

(Wazu): “Oh. Eu escutei isso antes. Os bandidos que estão na vila me disseram sobre isso com atenção. Bem, neste momento, eles estão todos enterrados”

(Bandidos): “???”

Os bandidos me olharam como se não entendessem o que eu disse. Por outro lado, Orlando estava com um sorriso amargo enquanto imaginava a situação deles. Foi um trabalho difícil, sabia? Enterrar todos eles.

(Digo): “Eu não sei sobre o que você está falando… esquece, eu posso confirmar isso depois. Nenhum de vocês se atreve a mover um músculo”

O Gigante pressionou seu machado contra a garota que estava segurando. A garota tem lágrimas em seus olhos. Ela não pode gritar ou se mexer por causa do medo. Eu chamei Orlando.

(Wazu): “Orlando, você pode cuidar do grandão? Está tudo bem, sua força é suficiente. Pense nisso como um treino”

(Orlando): “… tudo bem!!”

(Digo): “Maldito, se você se atrever a se mexer nem que seja só…”

Eu desapareci ao mesmo tempo em que Orlando acenava.

(Digo): “Eu não posso garantir a segurança da garota… a segurança des…”

O homem viu que suas mãos estavam agarrando o ar. Então ele olhou para mim, que estava segurando a garota, com uma cara surpresa.

(Digo): “O qu… como diabos… que tipo de habilidade é esta?”

Mas eu só me mexi com um pouco de vontade. A garota que não entendeu a situação continua paralisada. Eu segurei a garota e afaguei suas costas para acalma-la.

(Wazu): “Está tudo bem agora. Só aguente mais um pouco”

Orlando também mostrou um olhar de alívio ao ver a garota comigo. Ele falou com uma expressão gentil enquanto olhava a garota para acalma-la. Então, as bochechas da garota ficaram vermelhas. Mas fui eu que te salvei… ] suspiro [ … eu ainda continuo não sendo popular com mulheres.

(Digo): “Vocês aí, cerquem e matem eles!!”

Os bandidos nos cercaram obedecendo as ordens do Gigante. E chamei Orlando enquanto observava isso.

(Wazu): “Como eu disse antes, você cuida do grandão e deixa o resto dos bandidos comigo”

(Orlando): “Entendido!!”

Orlando correu em direção ao Gigante depois de me dar uma resposta simples. Os outros bandidos correram para frente, tentando bloquear seu caminho, mas o Gigante balançou seu machado par deter o avanço de Orlando. A espada e o machado colidiram.

(Digo): “Ele é meu!! Vocês matem o cara logo ali!!”

Seguindo essa ordem, o resto dos bandidos veio me atacar em conjunto. Eu chutei eles enquanto desviava de seus ataques, assim a garota não seria atingida. Quer dizer, eu estava segurando a garota, então minhas duas mãos estavam ocupadas. Como os bandidos na vila, eu fiz outra montanha aqui.

Pouco depois, todos os bandidos estavam empilhados como uma montanha. O Gigante tinha um olhar de espanto pelo resultado.

(Digo): “Impossível!!”

(Orlando): “Oii. Você tem certeza que você tem tempo para olhar para lá?”

Sem desperdiçar essa chance, a espada de Orlando atingiu o abdômen do bandido e fez um corte superficial.

(Digo): “Desgraçado, eu vou te matar!!!”

O Gigante balançou seu machado. Contudo, Orlando deteve o golpe com sua espada calmamente. Mesmo assim, algumas vezes Orlando estava em uma situação perigosa. Aparentemente, as habilidades dos dois parecem bem próximas. Apesar disso, eu sinto que Orlando está aos poucos o superando.

O Gigante que não consegue ter a vantagem, aos poucos vai mostrando uma cara de irritação em seus ataques. Sem perder a oportunidade, Orlando atingiu seu corpo enquanto desviava de seu machado. A postura do Gigante ruiu e Orlando desferiu outro golpe. O Gigante se levantou para recuperar sua postura enquanto jogada terra em direção a Orlando. Mesmo com sua visão sendo privada, Orlando conseguiu perfurar o peito do Gigante com sua espada.

(Digo): “Aaaa…”

Quando Orlando puxou sua espada do peito dele, o Gigante caiu como se tivesse perdido toda a sua força. Sem se incomodar com o sangue em sua espada, Orlando limpou o suor de seu rosto enquanto mostrava um sorriso de vitória.

(Wazu): “Você se sente mais forte agora?”

(Orlando): “Yeah… fwuuh… eu estava um pouco inseguro antes, porque não era capaz nem de te fazer lutar a sério comigo”

Com um sorriso forçado, eu confiei a garota para Orlando. Eu levei ele para resgatar as outras pessoas que foram capturadas. Como havia a possibilidade de o lugar estar sendo vigiado, eu o avisei para ser cuidado e vi ele partir. Eu ergui o Gigante já morto com uma mão e coloquei ele junto com os outros bandidos. Depois de terminar de amontoa-los, eu caminhei lentamente para a vila.