Vamos avançar

Tarde da noite nós secretamente entramos na |Vila Maima|. Assim nós não seríamos vistos por ninguém. O lugar que Naminissa indicou era uma loja caindo aos pedaços em um local afastado da vila. Não parece ser possível se aproximar enquanto estamos escondidos porque o lugar é iluminado pela luz da Lua e não havia nada na vizinhança.

Atualmente, estamos nos escondendo atrás da sombra de uma casa de madeira próxima a loja enquanto observávamos a situação.

(Orlando): “Há guardas”

Como Orlando disse, há uma pessoa na frente da porta da loja velha e duas pessoas patrulhando os arredores. Todos estavam equipados com uma espada e um escudo vermelho.

Orlando que estava completamente escondido nas sombras da casa de madeira fez uma pergunta a Naminissa depois de terminar de verificar a situação.

(Orlando): “Daquela vez que Naminissa-sama veio ajudar, quanto pessoas havia ali?”

(Naminissa): “Vejamos… parece que havia dez pessoas, e três dela já foram derrotadas por Wazu-sama”

(Orlando): “Sete pessoas restando. Como há três pessoas atuando como guardas, há quatro pessoas dentro do prédio… no entanto, há uma possibilidade de eles terem recebido reforços, será melhor considerar que há mais pessoas lá dentro…”

Oi. Por que agora que a conversa acabou, vocês dois estão olhando para mim? Não me olhem com esses olhos brilhantes como se esperassem algo de mim!! Okay, okay. Entendi… você quer que eu vá lá… ] suspiro [

(Wazu): “Eu vou sozinho, mas não sei o que vai acontecer. Orlando, você pode proteger Naminissa?”

(Orlando): “Yeah… sinto muito. Tenho confiança em uma luta um contra um, mas eu não sei se terei muitos oponentes, então estou com medo de ser um fardo para você”

(Wazu): “Não se preocupe, você ainda pode ficar mais forte, então deixe tudo comigo desta vez. Eu estou indo!!”

Com uma voz baixa, Naminissa murmurou…

(Naminissa): “Tenha cuidado…”

… enquanto fazia alguns gestos como se estivesse rezando. Para quem você está rezando? Deusa-sama? Deusa da Terra-sama? Por favor, pare. Estou preocupado que elas acabem mesmo aparecendo…

Eu saí da sombra da casa e caminhei lentamente até a loja velha. Por que você não espera em outro lugar Meru? Quando eu perguntei isso, ela se agarrou a minha cabeça com mais força.

Você está preocupada comigo? Que boa garota!!!

Estou me aproximando da loja velha enquanto acaricio Meru. Três guardas estão bloqueando meu avanço. O homem que estava na frente da porta antes se aproximou de mim enquanto apontava sua espada e falava com um tom autoritário.

(Guarda A): “Pare!!!”

Os outros homens também puxaram suas espadas.

(Guarda A): “Você não tem permissão para se aproximar deste lugar. Vire-se e saia daqui agora”

Eu ignorei seu aviso e continuei caminhando. O homem me atacou com sua espada sem esconder sua intenção assassina. Ele me alcançou em um instante.

(Guarda A): “Eu te avisei”

A espada veio do alto. Como eu estava preocupado que ele atingisse Meru, eu soltei minha mão que estava afagando Meru e contra-ataquei. A espada se partiu e o homem foi lançado contra a parede e desapareceu dentro do prédio através do muro quebrado.

Eu continuei a caminhar. Imediatamente, eu acertei os outros dois homens que estavam olhando para a parede quebrada e os mandei voando juntos, seguindo o homem de antes. Eu achei que o primeiro guarda ficaria sozinho, então eu mandei esses dois na mesma direção.

A porta abriu, três homens diferentes das pessoas de antes tentaram sair, mas eu os chutei de volta para uma sala. Eu entrei enquanto via os homens voando depois de destruir e atravessar uma parede do outro lado do prédio. Uma jovem mulher e um jovem homem vestidos em roupas de camareira[1] e de mordomo estavam amarrados. Dois homens apontavam suas espadas para cada um deles. Opss. Havia mesmo pessoas a mais…

(Guarda G): “Quem diabos é você?”

Um homem pressionando sua espada contra a garota camareira me perguntou isso. Hmm… eu devo responder? Enquanto eu ponderava sobre isso, subitamente, o outro homem desmaiou. O mordomo, que supostamente estava amarrado, se libertou e limpou suas roupas.

(Mordomo): “Parece que a ajuda chegou… bem, eu já ouvi o que eu precisava ouvir…”

(Guarda G): “Desgraçado!!”

O último cara ficou irado e tentou cortar o mordomo, mas ele desviou graciosamente. Era impossível imaginar que a espada fosse alcançar ele. Até o movimento de suas roupas pareciam naturais enquanto ele desviava dos ataques.

(Wazu): “Ooh”

Quando eu aplaudi e murmurei isso, o mordomo se curvou elegantemente apesar de estar se esquivando de uma espada.

A diferença nas habilidades deles é clara. Se ele era tão forte assim, como ele foi capturado? Eu me pergunto… oh. Eu me lembrei do que ele disse antes…

( “Eu já ouvi o que eu precisava ouvir…” )

… em outras palavras, ele se deixou ser capturado para coletar informações.

Algo desse tipo…

Enquanto pensava nisso, o mordomo olhou para mim. O que será que ele quer? Então eu me lembrei da condição da garota camareira. Ela ainda estava tentando escapar das cordas. Parece que ela precisa de ajuda.

Assim, eu me aproximei dela para desamarrar a corda. Ela é uma aliada, certo?

(Camareira): “Qu-quem é você?”

(Wazu): “Umm… eu vim ajudar. Eu vou desamarrar a corda… eu vou desamarrar a corda agora… eu vou desamarrar a corda, certo?”

Parece que ela não acredita em mim e está me encarando com suspeita. Depois de eu me livrar da corda, eu fiz ela se esconder atrás de mim. O mordomo acenou com satisfação. Ele evitou a espada com um movimento suave e acertou o queixo do homem deixando-o inconsciente.

O mordomo se aproximou de mim e se curvou.

(Mordomo): “Eu agradeço a ajuda. Pela sua aparência, eu assumo que você é um aventureiro”

(Wazu): “Eu sou um aventureiro rank F, Wazu. Eu vim aqui por um pedido de Naminissa… eu era necessário?”

(Mordomo): “É claro que sim. Você foi de muita ajuda. Muito obrigado mesmo”

Seguindo o mordomo, a camareira também se curvou para mim. Depois disso, usando a corda de antes, nós amarramos os homens. Nós saímos da loja velha para nos juntarmos com Orlando e Naminissa.

Naminissa deixou os homens amarrados na loja velha aos cuidados do chefe da vila até que os Cavaleiros do |Reino| chegassem. Nós seguimos para a estalagem na vila.


[1] Camareira é uma pessoa encarregada da manutenção dos aposentos de uma rainha, princesa ou outra mulher considerada importante, e de prestar a ela serviços pessoais.