Pelo sorriso da minha amada

Nós estamos observando como a situação está se desenrolando em uma colina elevada onde podemos observar as |Planícies de Bondo|. Cavalos com seus Cavaleiros estão alinhados em colunas com apenas a floresta atrás deles. Eu movi meus olhos através das formações nas |Planícies de Bondo|. Era uma situação onde a guerra poderia começar a qualquer momento.

Atrás de cada uma das formações, havia um homem e uma mulher que podiam ser vistos mesmo dessa distância enorme devido a seus cabelos vermelhos. Provavelmente, eles são o irmão e a irmã mais velha de Naminissa. Parece que cada um deles está fazendo seu discurso de guerra para seus soldados, mas eu não consegui ouvir nada. Porém, parece que a guerra irá começar assim que eles terminarem seus discursos.

Eu olhei para Naminissa ao meu lado. Ela estava vendo a cena com tristeza… eu não quero ver ela com esse rosto…

(Orlando): “O que devemos fazer? Naminissa-sama? Parece impossível nos aproximarmos dos dois no meio desses exércitos”

Orlando também estava com um rosto severo. Não apenas ele. Ambos Floyd e Kumia-san tinham a mesma expressão.

(Naminissa): “Vejamos… primeiro, deve haver em torno de cem Cavaleiros Sagrados sob o comando de cada um de meus irmãos mais velhos”

(Todos): “…”

(Naminissa): “Persuadir os Cavaleiros será difícil… eles prometeram sua fidelidade diretamente para cada um de meus irmãos. Seria diferente se falássemos em tempos de paz, mas quando se trata de um campo de batalha… para ser honesta, eu não consigo pensar em nenhuma ação agora… enquanto sou conhecida como a Princesa Sagrada Incruenta, eu sou impotente quando se trata de uma batalha… neste ritmo, não apenas meu irmão e minha irmã… os Cavaleiros também serão feridos”

Naminissa cobriu seu rosto e estava a ponto de chorar. Eu olhei para a sua condição e tomei uma atitude. Eu gentilmente tirei suas mãos de seu rosto e olhei para ela com seriedade.

(Naminissa): “Wazu-sama…”

Eu queria ver aquele sorriso gentil que acalmava os corações das pessoas.

(Naminissa): “Eu… o que eu deveria… fazer?”

Então eu me decidi… mesmo que eu não possa ficar junto de Naminissa…

(Wazu): “Orlando, estou indo. Talvez aquele grupo venha para atacar de novo e eu não sei se eu vou conseguir voltar aqui a tempo, assim, eu deixo este lugar com você”

(Naminissa): “Por favor… e tenha cuidado”

(Orlando): “De quem você está falando? Floyd ou Kumia-san? Eu irei proteger Naminissa-sama mesmo se você não pedisse”

(Floyd): “É algo natural para se fazer”

(Kumia): “Jes”

Eu acariciei Meru e deixei ela com Naminissa.

(Meru): “Kyuii!!”

… ela disse. Oh. Você está me desejando boa sorte? Eu levei minha mão que estava afagando Meru até a cabeça de Naminissa e a afaguei com ] pon-pon [.

(Wazu): “Deixe o resto comigo. Estou indo!”

Eu disse e pulei da colina. Eu escutei Naminissa gritar atrás de mim, mas eu continuei avançando sem olhar para trás.

Eu desci até a planície e caminhei lentamente para o meio dos Cavaleiros que estavam divididos em dois lados. Quando eles me notaram, os Cavaleiros que estavam na frente da formação começaram a fazer barulho. Todos perguntaram…

(Cavaleiros): “Quem é você?”

… mas eu fiquei em silêncio e continuei caminhando.

Bem no meio da planície, entre os dois exércitos, eu parei. Eu estou em uma situação onde os dois lados estão me encarando. Navirio e Narellina finalmente perceberam minha presença. Seus discursos foram interrompidos e todos ficaram quietos. E assim…

(Wazu): “Todos vocês!! O peso da lealdade de cada um é incrível, mas esta batalha tem algum significado? Vocês não deveriam ter percebido que há algo estranho com seus lordes? Eu posso resolver este problema!! Por favor, abaixem suas espadas e abram caminho para mim!!”

Eu fiz um apelo em voz alta, mas parece que ninguém vai abaixar sua espada. Bem, eu já suspeitava disso porque eu realmente estou parecendo uma pessoa suspeita. Mesmo que este desconhecido tenha dito a verdade, ninguém vai acreditar e vai obedecê-lo. Talvez, eles já saibam que isto está errado, mas não tem escolha. Assim, eles chegaram até este ponto.

Então, no fim, os dois lados decidiram servir e proteger seus respectivos lordes. É por isso que eles estão participando desta guerra.

Navirio-sama e Narellina-sama ainda não tomaram nenhuma atitude contra mim. Talvez a pessoa que está manipulando eles não esperava pela minha participação. Se fosse Naminissa no meu lugar, é provável que os dois ordenassem que seus Cavaleiros a matassem. De jeito nenhum eu vou permitir isso.

Os Cavaleiros estão prestando atenção somente em mim, mas isso é o bastante no momento. Eu não vou deixar a luta entre os Cavaleiros acontecer. Eu só preciso impedir duas pessoas para evitar este conflito.

(Wazu): “Parece que os dois lados não vão me deixar passar…”

Os Cavaleiros puxaram suas espadas e tomaram posição. Eles parecem estar ficando irritados com o meu protesto isolado.

(Wazu): “Fu… já que é assim, não tenho outra escolha”

Eu lentamente me concentrei em meu poder. Não deixe ninguém morrer… porque Naminissa ficará triste… eu preciso me segurar com cuidado, mas também preciso ficar um pouco sério. Eu respirei profundamente e declarei em voz alta para todos ouvirem.

(Wazu): “Eu vou passar usando a força. Ouuuuuuuuuu!!”

Eu disparei instantaneamente com essa declaração.