Encontro no navio

(???): “orororororororororororo”

Eu vi algo caindo no mar, misturado lindamente e voando. Um pequeno arco-íris se formou. Ele estava vomitando magnificamente… Floyd.

Na beira do convés do navio que embarcamos, Floyd está vomitando por causa do enjoo causado pelo mar.

Como um agradecimento por ele ter me emprestado dinheiro para embarcar no navio, eu gentilmente esfreguei as costas deles… yeah. “Deles” porque são duas pessoas.

(Floyd): “orororororororororororo”

(Wazu): “Isso. Isso. Bote tudo para fora. Você vai se sentir melhor”

Uma mão esfregando as costas de Floyd e a outra mão esfregando as costas de um homem que estava vomitando ao lado dele.

 

Wazu esfregando as costas de Floyd e Grave enquanto eles vomitam

(Floyd): “Sinto muito Wazu-sama. E pensar que eu seria tão fraco contra um navio…”

(???): “Sinto muito. Não me dou bem com o mar…”

(Floyd e o outro): “orororororororororororo”

Eu me pergunto como isso chegou a esse ponto… Floyd estava bem no início, mas antes que eu percebesse, ele estava vomitando ao lado deste homem na beirada do convés.

De acordo com a história dele, parece que esta é a primeira vez que ele embarca em um navio e estava dizendo que nunca esperava ficar com enjoo do mar. Eu esfreguei suas costas enquanto escutava esta história. Eu pedi a tripulação que me trouxesse água para ajudar a limpar as bocas deles.

Eu não fiquei com enjoo do mar mesmo que esta também fosse a primeira vez que eu entrasse em um navio. Será que é por causa da minha habilidade?

O homem que está vomitando ao lado de Floyd é um homem com cabelos longos vestido com roupas leves. Seu corpo parece bem treinado porque músculos podem ser vistos aqui e ali. Duas espadas cruzadas estão presas em suas costas. Julgando por seu rosto, ele é o homem mais bonito que eu encontrei até agora, mas no momento, seu belo rosto está envolvido em uma expressão de dor.

Tal visão continuou por um tempo até que eles finalmente se acalmaram e seus rostos voltaram ao normal por um momento.

(Floyd): “Muito obrigado por esfregar as minhas costas”

(???): “Você me salvou rapaz”

(Wazu): “Yeah. Não foi nada demais”

Os dois me agradeceram ao mesmo tempo. Depois disso, Floyd observou o rosto do homem a seu lado para confirmar sua identidade.

(Floyd): “Por acaso você não seria Grave-sama O Tufão?”

(Grave): “Oh! Faz um tempo desde que me chamaram por esse nome, mas por favor, esqueça a parte do ‘sama’ porque isso me dá arrepios. Nós somos companheiros de vômito, não é?”

(Floyd): “Faz parte da minha natureza porque eu sou um mordomo. Por favor, me perdoe”

(Wazu):O Tufão?”

Quem é ele? Floyd me explicou depois que eu inclinei minha cabeça porque não pude entender o significado disso.

(Floyd): “Grave-sama, O Tufão, é um aventureiro rank S. Ele é uma pessoa que possui vários contos heroicos”

(Wazu): “Oo!”

(Floyd): “Seu outro apelido que também é famoso é O rei do Harém. É dito que as esposas de Grave-sama estão espalhadas por todo o mundo”

(Grave): “Ouu. Atualmente, eu tenho 195 esposas”

(Wazu): “Haa!?”

O que dizer… ele é um homem incrível…

(Grave): “Estou em minha jornada para ver minha mulher que trabalha na |Cidade das Fontes Termais|. Parece que a Heroína Haosui-chan também está lá. Estou animado para conhecê-la”

(Floyd): “Nós também estamos a caminho da |Cidade das Fontes Termais|

(Grave): “Oh. Vamos juntos então”

Eh? Nós vamos todos juntos? A gente só se encontrou por acaso no navio, isso pode mesmo ser decidido tão facilmente? Como posso dizer isso, ele é uma pessoa audaciosa, diferente de sua aparência.

(Floyd): “As apresentações foram adiadas, mas eu sou um mordomo e meu nome é Floyd. Esta pessoa que cuidou de nós até o fim…”

(Wazu): “Eu sou Wazu, um aventureiro rank F

Eu disse isso. Isto me lembra que eu ainda sou um aventureiro rank F. Eu realmente preciso resolver isto logo.

(Grave): “Oh. Um colega aventureiro! Prazer em conhecê-lo!”

O casco repentinamente começou a tremer quando estávamos conversando. Graças ao tremor, Floyd e Grave-san voltaram ao seu estado de enjoo novamente.

(Floyd e Grave): “orororororororororororo”

(Wazu): “O que diabos é isso?”

Eu esfreguei as costas dos dois e perguntei sobre a situação para um tripulante que passava por perto.

(Tripulante): “Isto é ruim!! O Lorde do Mar apareceu!! Nós precisamos fugir rápido!!”

Ele disse isso e eu voltei minha atenção para a direção que ele apontou. Lá estava uma serpente enorme que apareceu na superfície do mar. Eu não tenho certeza por causa da distância, mas sua cintura devia ter três metros de diâmetro. Como se a serpente enorme tivesse encontrado sua presa, ela se aproximou do navio enquanto causava uma enorme onda.

Eu parei de esfregar as costas dos dois. Em um instante, eu corri para a proa do navio[1] onde a serpente estava mirando e pulei.

(Wazu): “Você veio em um momento ruim!!”

] baaaam [

Então eu voltei correndo pela superfície do mar. Eu recebi palavras de gratidão dos membros da tripulação. “Obrigado” ou “Você nos salvou” foram ditas. Assim, eu continuei na minha jornada enquanto esfregava as costas deles mais uma vez.

A propósito, parte do enorme corpo da serpente está amarrada no casco do navio. Isso vai ser levado para a cidade portuária porque pode ser vendido por um preço elevado.

(Floyd): “Como esperado de Wazu-sama”

(Grave): “Você é forte rapaz”

Por favor, parem com os elogios. Floyd está com sua expressão de sempre, mas seu rosto está pálido. Mesmo que seu aspecto esteja ruim, Grave-san me mostrou um rosto de admiração. Contudo, eles logo voltaram suas faces contra o mar por causa do enjoo que ainda não tinha ido embora. Eu suspirei profundamente e esfreguei as costas deles de novo.

(Tripulante): “É um navio pirata!!!”

De novo… quantas vezes vou ter que fazer isso? Mesmo depois daquela serpente enorme aparecer, eu perdi as contas de quantos monstros apareceram para atacar o navio, e agora, são piratas… eu parei de esfregar as costas deles e corri com um sentimento familiar.

(Wazu): “Pensem um pouco mais sobre o momento de aparecer!!!”

Com um golpe, eu destruí o navio pirata e corri de volta para nosso navio. Vocês vão ser capazes de sobreviver se tiverem sorte.


[1] A proa de uma embarcação é a parte da frente da mesma.