Se segurar é um veneno para o corpo

Eu, Meru e Marao imediatamente deixamos a cidade |Osen| e seguimos para o |Reino Leganile|. Outro companheiro se juntou a nós pelo caminho. Era Grave-san.

Três de suas esposas estão no |Reino Leganile| e todas estão na fação moderada. Ele estava preocupado com elas, assim, ele se voluntariou para nos acompanhar.

Além disso, uma delas parece ser uma conhecida de Marao, uma camareira que trabalha no palácio real. Marao nos disse que ela também foi capturada.

(Grave): “Não se preocupem, ela é uma pessoa forte”

… ele disse isso. Contudo, ele não pôde esconder sua inquietação completamente. Eu também rezei para que ela estivesse em segurança.

Nós estamos seguindo para o |Reino Leganile|. Leva aproximadamente um mês se formos a pé. Há uma grande floresta entre a cidade |Osen| e o |Reino Leganile| e parece que nós vamos definitivamente nos perder se entrarmos sem um guia.

Nós não podemos usar uma carruagem porque chamaríamos atenção, então nós estamos caminhando… ou correndo. Sob a liderança de Marao que estava familiarizada com o terreno, nós continuamos correndo pela floresta.

Bem, isto é fácil para mim e não há problemas para Meru já que ela está na minha cabeça. Fazendo jus a seu título como aventureiro rank S, Grave-san corria em uma velocidade considerável. Marao também é capaz de manter nossa velocidade. Apesar de precisarmos fazer algumas pausas para descansar.

Nós estamos seguindo dentro da floresta em linha reta. Eu acho que estamos avançando mais rápido do que se estivéssemos usando uma carruagem.

Me pergunto se já é hora de descansar? Eu pensei nisso assim que vimos a estrada na nossa frente. Mas parece que os incômodos aparecem em todos os lugares. Eu e Grave-san pulamos na frente para proteger Marao.

(???): “Es-espere um momento… não, POR FAVOR esperem!!”

Por sua aparência, não tenho dúvidas de que ele é um bandido. Roupas sujas e espada longa pendurada em sua cintura.

Você não toma banho há alguns dias? A pele dele está suja.

Barba por fazer cresce em seu rosto e passa uma sensação de… uma sensação de… o rosto dele está pálido por algum motivo e ele está suando por todos os lados enquanto segura seu estômago com a mão. Hmm… dor de estômago?

(Bandido): “Vo-vocês… algum papel… não, deixem seu dinheiro aqui… mas eu preciso de algum papel… não, só o dinheiro é o suficiente… eu acho… ughh!!”

Isso não é ruim? Ele já não está em seu limite? O bandido desesperadamente está lutando para segurar alguma coisa.

Grave-san e eu estamos nos olhando e pensando no que devemos fazer. Nós decidimos falar com o bandido.

(Wazu): “Entendo… você quer nosso dinheiro huh… então, não temos escolha além de resistir…”

(Wazu): “Eu concordo… eu posso dar algum papel, mas não tenho outra opção se isso se trata de dinheiro. Nós estamos com pressa e você também parece estar com problemas, vai levar algum tempo se começarmos a lutar aqui!!”

(Bandido): “Você tem razão… isso será um grande problema… para ambos os lados”

Eu e Grave-san estamos falando enquanto seguramos o riso. O bandido desesperadamente está segurando algo enquanto resmunga “uuh” ou “aah” escutando nossas frases.

Quanto tempo será que ele pode aguentar? É claro que no momento que algo estiver a ponto de aparecer, nós vamos fugir imediatamente.

(Marao): “Hei. Essa pessoa parece estar sofrendo, vocês não vão ajuda-lo?”

Marao que estava atrás de nós disse isso.

(Wazu): “Eh? Ele é um bandido. Nós não temos obrigação de ajuda-lo”

(Grave): “É verdade. No momento em que o ajudarmos, há a possibilidade de ele nos atacar como agradecimento”

(Marao): “Entendo…”

(Wazu e Grave): “Então, o que podemos fazer é conseguir o máximo de tempo possível”

O rosto dele foi tomado pelo desespero com as nossas palavras. Tremendo e fazendo barulhos, ele estava ofegante. No momento seguinte, com um “uhh”, seus lábios se sobressaíram enquanto olhava para o céu. Uma das mãos estava segurando sua bunda. Isso finalmente saiu?

Eu e Grave-san nos preparamos para tirar Marao deste lugar o mais rápido possível. O bandido continuou nessa posição por um tempo. Ele inspirou profundamente antes de repentinamente começar a rir.

(Bandido): “Fufu… hahaha… hahahahaha…”

O bandido subitamente começou a gargalhar. Qual o problema? Sua mente se quebrou? Ele só está rindo sem dizer nada…

(Bandido): “Está acabado!! As ondas passaram!! Agora é melhor vocês se prepararem!! Vocês vão se arrepender de não obedecer minha ordem de antes!!”

O bandido puxou sua espada e a apontou para nós.

Idiota!! Ele disse que superou isso!? Está ficando complicado, mas o que ele quis dizer com está acabado?

E eu Grave-san rimos um pouco. Nós assumimos nossas posições de combate para acabar com ele rapidamente. O bandido está reagindo a nossa ação e pegou uma adaga de seu bolso.

(Bandido): “Ingênuos!! Vocês acham que tem a vantagem por ser uma luta dois contra um? Eu posso usar técnicas com duas espadas!! Eu vou mostrar minha força!! Arrependam-se por não fugirem quando tiveram a chance!!”

O bandido ergueu sua mão para o alto se preparando para um grande golpe. Eu e Grave-san estamos preparados para desviar e lançar um contra-ataque e acabar instantaneamente com ele, porém…

(Wazu e Grave): “…”

(Bandido): “Ugh… ahg…”

(Marao): “Ele começou a sofrer de novo…”

Assim que Marao falou isso, o bandido jogou suas armas fora e colocou suas mãos no estômago e na bunda mais uma vez.

Pensando que tinha acabado, mas então isso aconteceu de novo. Olhando para a expressão dele, parece que esta onda é mais forte do que a anterior. Ele está lutando desesperadamente. Sua boca está se sobressaindo de novo. Eu posso ver lágrimas escorrendo nos cantos de seus olhos.

(Bandido): “Por favor… por favor, saiam daqui de uma vez… eu não posso mais me mover… eu estou no meu limite.. na frente de uma garota… eu não quero que… por favor… para preservar minha dignidade…”

(Wazu): “Devemos partir…”

(Grave): “Eu concordo…”

Grave-san silenciosamente tirou um pedaço de papel branco de seu bolso e colocou no chão diante do bandido. Nós deixamos o lugar com pressa para que nem o som nem o cheiro chegassem até nós.