Descendo com um Baam!!

Deferente de pouco tempo atrás, desta vez, suas garras não se estilhaçaram. Elas continuaram intactas. Foi então que Deizu percebeu que seu poder aumentou bastante e ele usou suas garras para me perfurar.

É uma pena que minhas roupas foram danificadas. Eu agarrei as garras e tentei esmagar elas com a força de minha mão. Talvez tenham sido os instintos animais dele, mas ele instantaneamente pulou para trás para criar alguma distância entre nós.

Eu pensei nisso por um breve momento. Deizu rapidamente diminuiu a distância entre nós e desferiu um chute giratório. Eu desviei.

Se aproveitando do movimento, ele girou seu corpo no ar enquanto tentava me acertar com as costas de seu punho. Eu parei sua mão com meu pé desta vez.

Suas outras garras vieram me atacar assim que os pés dele tocaram o chão. Eu agarrei as garras com a intenção de esmaga-las. Contudo, o ataque de Deizu não acabou aí. Seu rosto se aproximou de mim enquanto ainda estávamos nesta posição. Então, ele abriu sua boca e tentou morder meu pescoço.

Eu coloquei meu braço livre na frente de Deizu. Ele mastigou meu braço para corta-lo com seus dentes, mas quando percebeu que isso não funcionaria, ele pulou para trás de novo. Parte das minhas roupas que foram mordidas caíram no chão.

O que é isto? Um lado de minhas roupas foi rasgado e o outro lado estava aos pedaços…

Minha aparência está estanha agora? Eu me sinto constrangido… haaa

Vamos deixar o assunto de minhas roupas de lado por enquanto. Eu preciso lidar com Deizu agora.

É fácil derrotar ele, mas o problema é o que vem após isso… de acordo com minhas experiências até agora, ele vai ficar em um estado onde eu não sei se ele vai viver ou morrer, logo após cuspir a [Bola Vermelha]. O caso de Haosui foi uma exceção.

O motivo para ele estar tão furioso… eu quero ouvir sobre isso se possível. Estou pensando sobre como fazer isso agora mesmo…

Mas o outro lado estava em um estado em que eu sentia que sua consciência estava aos poucos indo para uma direção estranha e ficava impossível ter uma conversa…

Okay. Eu preciso incapacitar ele primeiro. Se Deizu for derrotado, os extremistas devem se acalmar. Eu preciso colocar como prioridade máxima parar esta batalha.

Enquanto pensava nisso, eu falei com Deizu.

(Wazu): “Eu vou te espancar agora. Não morra, certo?”

(Deizu): “GRRRR… MATAR… MATAR OS HUMANOS!!”

Nada bom. Minha voz não pode mais alcançar ele. Não tem jeito. Pelo menos eu tentei.

Ele não se importava com mais nada e veio direto até mim. Parece que ele está completamente obcecado em me matar. Entretanto, desta vez sou eu quem vai atacar.

Eu apareci na frente de Deizu em um instante. Ele ficou em pânico quando eu apareci repentinamente na frente dele e suas garras vieram na minha direção por reflexo. Suas ações eram terrivelmente lentas para meus olhos. Eu agarrei o braço dele no meio do golpe, selei seus movimentos torcendo seu braço e chutei seu corpo com um pouco de força.

Meu pé afundou em seu corpo e Deizu foi lançado para longe em uma velocidade incrível. Eu coloquei um pouco de força em meus pés a persegui a figura de Deizu que está voando no ar.

Eu alcancei ele em um piscar de olhos e o soquei contra o chão. O corpo dele caiu com uma grande velocidade.

O solo se rachou e se partiu junto do som de um tremendo impacto quando seu corpo colidiu com a superfície. Eu aterrissei e foquei minha atenção no imobilizado Deizu no centro da cratera.

(Deizu): “MA… T… A… R…”

Assim, Deizu perdeu a consciência. Mas antes disso, a [Bola Vermelha] que estava saindo de sua boca foi rapidamente capturada por minha mão. Ela continua dentro dele, então sua vida não vai estar em perigo.

No entanto, há um outro problema. Agora que ele está inconsciente, eu não posso obter nenhuma informação sobre o motivo de sua fúria contra os humanos. Quando eu pensei sobre o que fazer, eu notei que os arredores ficaram subitamente em silêncio.

Hmm? O que aconteceu? A batalha tinha parado quando eu olhei em volta. As pessoas da facção extremista deixaram suas armas no chão. Há aqueles que estão mordendo seus lábios em desânimo e outros que estão chorando enquanto olham para mim.

Eh? Esta situação me faz parecer o cara ruim, não faz? O-o que eu devo fazer… ] totototo [… aproximadamente 20 Homens-Fera vieram correndo até mim. Hmm? Tenho certeza que aquele é o pai de Marao… Gio-san, não é?

(Gio): “Eu te imploro!! Por favor, não tire a vida de meu irmão!!”

Dizendo isso, ele começou a esfregar sua cabeça no chão[1]. Pare com isso!! Eu vou com certeza parecer o vilão desse jeito!! Em primeiro lugar, eu nunca quis matar ninguém!!

(Grave): “Está tudo bem!! O garoto Wazu não tem intenção de matar ninguém aqui!! Ele até me disse para me segurar!!”

Grave-san está lentamente se aproximando enquanto diz isso. Esse é Grave-san para vocês!! Eu sabia!! Ele é tão maneiro!! Estou salvo!! Você é tão confiável!!

Gio-san ergueu sua cabeça. Grave-san confirmou balançando sua cabeça quando Gio-san olhou para ele. Eu também concordei quando ele olhou para mim. Se sentindo aliviado, os olhos de Gio-san se encheram de lágrimas assim que a força voltou para seu corpo.

(Wazu): “Tem uma coisa que eu preciso perguntar…”

(Gio): “O que é?”

(Wazu): “Qual é o motivo para Deizu estar tão zangado com os humanos?”

(Gio): “…”

Para minha pergunta, Gio-san fechou seus olhos enquanto pensava em algo. Depois que algum tempo se passou, ele abriu seus olhos e olhou diretamente para mim. Ele respondeu minha pergunta…

(Gio): “Na verdade… a filha de Deizu foi sequestrada pelas pessoas do reino do Sul através de métodos nefastos. E não foi apenas a filha dele, muitas pessoas da facção extremista passaram pela mesma situação que Deizu. Muitos deles se juntaram a esta guerra para tentar salvar seus filhos e filhas”

Entendi… não é estranho ele estar tão irado. Ele sente o ódio sempre que vê um humano por causa disto. Foi bom eu não ter matado ele, mas… também é verdade que eu não posso deixar ele neste estado…

(Gio): “Deizu ficou neste estado estranho por algum motivo… por favor, se possível, você poderia ajudar ele?”

Gio-san estava me pedindo isso… eu quero ajudar ele, porém, eu não sei o que fazer. Eu devo perguntar às Deusas de novo? Mas me pergunto se tudo será tão conveniente assim… bem, vamos apenas perguntar e ouvir a resposta delas…

Subitamente, uma bola de luz saiu de meu bolso e subiu ao céu.

O céu está brilhando extraordinariamente e um pilar de luz apareceu ao meu lado. Há uma dama dentro do pilar de luz. Elegantes cabelos rosas, corpo proporcional com um belo rosto. Ela veste uma roupa parecida com a de uma freira que são muito transparentes, mas as partes importantes parecem invisíveis por algum motivo.

Tal pessoa lentamente desceu dos céus até este lugar. Graças a poderosa aura divina, todos neste lugar começaram a se ajoelhar, menos eu.

Ela aterrissou no chão e viu este cenário em silêncio. Ela pronunciou suas palavras com uma voz que parecia um sussurro, mas alcançavam a todos.

(???): “… eu venci o jogo e vim para este lugar para conquistar o amor de Wazu-san!!”

A aparição da Deusa no campo de batalha

Eh? O que eu devo fazer? Eu tenho um péssimo pressentimento sobre ela…

(Deusa): “A Deusa está aqui!! Baam!! Baam!!”


[1] Dogeza é uma postura tradicional no Japão onde a pessoa se ajoelha e coloca sua cabeça no chão. É uma forma de pedir desculpas por um ato de grande desrespeito ou pedir um favor a uma pessoa que você considera superior.