Reunião repentina

Nós continuamos nos aproximando da cidade comercial |Zukhra|. Apesar de não estar totalmente deserta pelo quanto eu posso ver do lado de fora, não vejo nenhum Mascate ou comerciantes entrando ou saindo da cidade. Nós andamos até o portão da cidade sem pensar muito sobre isso.

(Vigia): “Hmm? É raro para aventureiros aparecerem deste lado”

A pessoa que parecia ser o vigia disse isso. Entendi. Nós viemos mesmo da direção do reino dos Homens-Fera.

Tirando os próprios Homens-Fera, seria normal apenas para as pessoas deste país que estão sequestrando eles aparecerem desta direção. Essas pessoas, me pergunto se eu posso espancar todas elas…

(Vigia): “Oh. Foi mal. Apenas sumam logo da minha frente!!”

Grave-san tirou seu [Cartão da Guilda] para confirmar sua identidade sem mostrar nenhuma irritação com a frase dele.

Apesar de precisarmos esconder nossas intenções deste país o máximo possível, eu estou com uma expressão desagradável devido a frase do vigia de agora a pouco…

Isto não é bom. Eu não posso causar nenhuma comoção desnecessária. Eu acho que realmente é algo bom ter um adulto como Grave-san nestas horas. Sarona também colocou suas mãos em meus ombros em resposta a minha fúria momentânea.

(Vigia): “Vo-você é um aventureiro rank S!!”

O vigia falou com surpresa devido ao rank de Grave-san. Nada menos do que um aventureiro rank S. Há apenas alguns aventureiros no mundo com este rank. Que legal… estou com inveja… quanto tempo será que vou continuar como um aventureiro rank F?

(Grave): “Não ligue para isso. As pessoas atrás de mim são meus companheiros e eu posso garantir suas identidades. Eu vou tomar responsabilidade se eles causarem problemas, então podemos entrar logo? Eu estive caminhando feito um louco e estou exausto. Eu quero descansar”

(Vigia): “Entendido. Eu não tenho nenhum motivo para parar eles se o senhor aventureiro rank S disse que irá garantir a identidade deles. Por favor, vão em frente!”

(Grave): “Okay. Vamos indo!!”

Nós entramos na cidade seguindo Grave-san. Eu nunca irei esquecer o fato do vigia mostrar um olhar de nojo ao ver Deizu passando pelo portão…

Para simplificar, a situação dentro da cidade comercial |Zukhra| era terrível de se ver.

Homens-Fera com colares de escravo eram forçados a trabalhar em todos os lugares. Eles eram espancados, chutados ou chicoteados quando eles não se moviam corretamente ou até mesmo sem nenhuma razão. Há aqueles com o rosto tomado pelo desespero entre eles.

A única coisa que posso fazer diante dessas cenas é suprimir minha ira o máximo que eu puder.

Eu realmente me sinto mal aqui.

No entanto, a maioria das pessoas daqui está com expressões dolorosas vendo os Homens-Fera recebendo este tipo de tratamento.

(Grave): “Você também pode aguentar isso…”

Grave-san que estava caminhando na minha frente falou isso. Olhando com atenção, Grave-san está com um rosto em que não seria estranho ver ele puxando suas espadas a qualquer momento.

(Wazu): “Bom, é que… se Deizu está resistindo a isso, eu não posso perder meu controle e destruir tudo, não é?”

(Grave): “Isso é verdade…”

Nós desviamos nossas atenções para Deizu. Nada mudou em sua expressão, mas suas mãos estavam fechadas com tanta força que sangue escorria de suas mãos.

Deizu também percebeu que se perder o controle aqui e agora, a informação se espalharia até a capital do país. Nós não sabemos o que iria acontecer com os Homens-Fera se isso acontecer… primeiro, nós precisamos lidar com a fonte.

(Wazu): “Mas por que a maioria das pessoas daqui parecem estar com pena dos Homens-Fera?”

(Grave): “Hmm… é só uma especulação, mas você consegue ver a diferença entre essas pessoas?”

(Wazu): “Qual é?”

(Grave): “Essas pessoas que perseguem os Homens-Fera são os soldados deste país enquanto aqueles que parecem infelizes são os cidadãos comuns. Os soldados estão dispostos a usar os Homens-Fera como escravos de acordo com as ordens do rei, mas as pessoas comuns certamente não concordam com isso. Bom, isto é apenas uma especulação que eu fiz depois de ver a situação com meus olhos. Eu não sei se isso é o que está acontecendo ou não… mas, eu torço para que seja isso mesmo”

(Wazu): “Eu concordo. Eu quero que seja assim”

Eu espero que as pessoas deste país não estejam todas podres. Eu caminhei enquanto observava o estado da cidade e pensava onde passaríamos a noite.

Subitamente, a rua ficou barulhenta. Estou indo para a fonte desta comoção com pressa enquanto imagino se algo aconteceu com os Homens-Fera.

No centro da comoção, eu posso ver um grupo de pessoas vestindo um tipo de uniforme. O que diabos está acontecendo?

Eu escutei uma voz irritada ecoando pelo lugar quando estava tentando entender a situação.

(???): “Mugyaaa!! Este é o tesouro do mundo! Fazer isso com essas orelhas fofas de animais… eu devo destruir este país!!”

(???): “Presidente, por favor, se acalme!! Nós da ‘Empresa Comercial Amason’ viemos aqui para negociar com este país, não é? Por favor, não se esqueça disso!!”

(Presidente): “Não, obrigado!! Eu mudei de ideia!! Eu não farei negócios com o país que faz isso com essas orelhas fofas de animais!! Ao invés disso, eu vou esmagar este país com minhas habilidades de trapaça!!”

Parece que a dona de alguma empresa comercial está gritando sobre destruir o país ou algo do tipo, e agora ela está sendo segurada por seus empregados.

Mas orelhas fofas de animais… ela está falando dos Homens-Fera? Se isso for verdade, parece que podemos pedir ajuda a dona da empresa.

Enquanto eu pensava sobre isso, Naminissa tinha uma expressão de surpresa em seu rosto.

(Wazu): “Naminissa, qual o problema?”

(Naminissa): “Nada… na verdade, eu te disse antes que o ‘xampu’, ‘condicionador de cabelo’ e ‘maionese’ são criações de uma certa loja, você se lembra?”

(Wazu): “Hmm. Eu me lembro… é mesmo, você disse isso antes”

(Naminissa): “O nome da loja é Empresa Comercial Amason”

(Wazu): “Eh? Em outras palavras… as pessoas dessa empresa estão na nossa frente, além disso, até a proprietária da loja?”

Enquanto estávamos ocupados falando sobre isso, as pessoas da Empresa Amason entraram em uma grande estalagem atrás deles que parecia ser onde eles estavam hospedados. Eles olharam para nós e riram com ] hahahaha [. Quem sabe eles não querem que outras pessoas vejam sua presidente fazendo uma comoção em um lugar público.

Quando os empregados da Empresa Amason arrastaram a presidente que continuava gritando coisas incompreensíveis para dentro da estalagem, eu finalmente pude ver o rosto dessa presidente em questão com clareza…

Eh? Ela é…

(Wazu): “Kagane?”

A presidente da Empresa Comercial Amason reagiu ao meu murmúrio e olhou em nossa direção.

(Kagane): “Onii-chan?”