Cheio de suspeitas

A cidade comercial |Zukhra| e a capital |Lisscave| eram conectadas por uma estrada cuidadosamente pavimentada, e nós seguimos por esta estrada a pé.

“Eu devo preparar uma carruagem da Empresa Amason?”, foi a pergunta de Kagane. Mas eu recusei porque eu queria passar despercebido o máximo possível.

Apesar de ter dito a pé, nós estamos correndo na mesma velocidade que uma carruagem veloz, então não vamos levar muito tempo.

Como Kagane tem um status bem poderoso, ela foi capaz de me acompanhar sem problemas. Mas falando sobre problemas, era uma velocidade consideravelmente difícil para a atual Tata acompanhar, mas esse problema foi resolvido.

Tata era capaz de correr até certo ponto, mas ficava cansada depressa porque ainda estava em processo de treinamento. Portanto, agora eu estou carregando Naminissa.

Você deve estar se perguntando por que eu estou carregando ela no lugar de Tata…

(Heroínas): “Não é justo que somente uma pessoa receba um tratamento especial!!”

Esse protesto veio das outras integrantes do grupo, então agora…

(Naminissa): “Fufufu… que momento maravilhoso”

Naminissa está descansando enquanto é carregada em minhas costas.

“Eu vou carregar Tata!!”, isso começou depois que Narellina se voluntariou. Primeiro eu pensei que esta história iria acabar aí, mas não acabou.

(Kagane): “Até chegarmos em |Lisscave|, eu acho que a melhor opção é decidirmos a ordem em que Onii-chan vai nos carregar”

Todas levantaram suas mãos na mesma hora que Kagane disse isso, e tudo foi decidido assim mesmo!!

Huh? E quanto a minha vontade? Eu pensei nisso, mas… bem, não pareço ter chances de vencer contra a decisão do grupo feminino desse jeito…

(Wazu): “Me desculpe… será perigoso se você não se segurar direito…”

(Naminissa): “Fufufu… eu entendo”

Então Naminissa alegremente trouxe seu corpo mais para perto do meu. Ela cheira bem… espera. Perto demais, ela está perto demais!!

Eu nunca devia ter dito isso, porque agora estou com medo de olhar para o lado. O grupo feminino está direcionando olhos cheios de inveja como se fossem bestas. Eu quero que elas parem com isso porque eu posso sentir o perigo.

Floyd e Grave-san parecem estar se divertindo. Eu queria que eles parassem de ficar me observando com esses olhos cheios de divertimento…

Meru está dormindo na minha cabeça como sempre…

Me pergunto se eu irei me acostumar com este tipo de coisa se eu realmente ter um harém no futuro…

É constrangedor…

Mas eu já decidi encarar todas e acreditar nelas. Eu não posso ser derrotado por este sentimento de vergonha. Para ser honesto, eu também estou feliz em ver o rosto alegre de Naminissa. Eu pensei nisso, porém…

(Sarona): “A próxima sou eu!”

 (Tata): “Não, é a minha vez, exatamente como decidimos antes!!”

(Narellina): “Eu vou confiar Tata a Haosui, então eu sou a próxima!!”

(Haosui): “… não vou recuar”

(Kagane): “Mergulhar no peito do Onii-chan!!”

… eu fiquei assustado depois de verificar as outras.

Me pergunto se isto será algo inevitável quanto eu tiver um harém… yeah. Vamos deixar isso para o meu eu do futuro. Boa sorte eu!!

Eu carreguei as integrantes do grupo feminino em turnos e chegamos na capital |Lisscave| na vez de Kagane. Foi mesmo uma jornada dura para chegar até aqui.

Haosui e Kagane estavam sempre procurando por um espaço vazio próximo a nosso acampamento. Quando as duas encontravam um local adequado, elas me desafiavam e lutavam comigo com todas as suas forças com o pretexto de estarem treinando.

Sarona, Naminissa e Narellina pareciam estar aprendendo a cozinhar com Tata.

Três pessoas preparando o mesmo prato para mim, então a quantidade não era brincadeira.

Apesar de eu ter comido tudo de alguma forma.

Para ser honesto, a sopa que Tata preparou depois das refeições era a mais deliciosa.

Contudo, “Estamos apenas começando!!”, estava escrito na cara das outras três. Eu entendi que vocês estão animadas, mas vocês poderiam por favor fazer só uma porção da próxima vez? Foi o que eu pensei, mas, bom, eu irei comer o que for preparado.

Então, como se fosse inevitável, todas as integrantes do grupo feminino com certeza estariam dormindo ao meu redor quando eu me levantasse pela manhã. Quanto a este assunto, eu desisti devido a repetição e por estarmos acampando ao ar livre.

Mesmo indo dormir em lugares separados, por que isso continuava acontecendo quando eu acordava? O mundo é cheio de mistérios…

Havia uma longa fila no portão de entrada do portão da capital |Lisscave|. A maioria deles eram mercadores que estavam cheios de itens em suas grandes carruagens. No entanto, o conteúdo de seus produtos parecia ser apenas minério à primeira vista. Se todas essas bagagens estão cheias de minérios, me pergunto a quantidade deste produto que está sendo carregada para esta capital…

(Kagane): “… Onii-chan, a quantidade de minérios é muito anormal”

(Wazu): “… Kagane também reparou nisso?”

(Kagane): “Nossa empresa não estava se importando muito com o comércio de minérios até agora, então eu não tinha percebido até agora. Se isso tem se repetido muitas vezes, não apenas uma ou duas vezes… deve ter algo acontecendo aqui…”

(Wazu): “Yeah. Mas há algo a mais que eu estou interessado… eu me pergunto de onde o dinheiro para comprar este minério está vindo…”

(Kagane): “Você tem razão. Parece que eles já estavam explorando seu povo… mesmo assim, isso não foi o bastante e eles começaram a sequestrar os Homens-Fera para força-los a trabalhar como escravos…”

(Wazu): “Eu pensei nisso também…”

(Kagane): “Funuu… imperdoável…”

(Wazu): “Yeah… hmm? Seu jeito de falar foi sempre assim?”

(Kagane): “Eu disse para Onii-chan que eu sou uma pessoa reencarnada, então não há mais motivos para esconder isso… ou você prefere meu jeito educado de sempre?”

(Wazu): “Não, o que você preferir está bom porque o fato de você ser minha irmãzinha não vai mudar”

(Kagane): “Eu quero que você diga ‘minha mulher’”

(Wazu): “… eu vou continuar em silêncio”

(Kagane): “Buu! Buu!”

(Narellina): “Yeah, yeah. Eu sei que vocês irmãos estão se dando bem, mas a fila está andando!”

Nós seguimos em frente com pressa depois do aviso de Narellina.

(Sarona): “Então, por quanto tempo você pretende carregar Kagane desse jeito?”

Sarona disse isso enquanto nos encarava. Oh. É verdade. Nós já chegamos em nosso destino. Eu tentei descer Kagane, mas ela não saiu e continuou me agarrando. As outras integrantes do grupo feminino voltaram seus olhos para Kagane diante de tal comportamento.

(Sarona): “Kagane…”

(Kagane): “Bom, não tem jeito. Já que isso é um harém, eu não posso monopolizar Onii-chan para sempre”

Kagane disse isso antes de se separar de mim. Então, depois de esperar por um tempo, nós finalmente fomos capazes de alcançar o portão.